fbpx

Oswaldo de Oliveira projeta duelo direto contra o Goiás e destaca: “Jogo importantíssimo”

Na 16ª posição do Brasileirão, Fluminense pode ultrapassar adversário e se afastar mais ainda do Z4 em caso de vitória no Serra Dourada

Foto: Lucas Merçon / FFC

Nesta sexta-feira (20), Oswaldo de Oliveira concedeu entrevista coletiva após o treinamento do Fluminense no CTPA. O treinador abordou diversos assuntos, entre eles o confronto direto para fugir do rebaixamento contra o Goiás, neste domingo (22), às 19h (de Brasília), no Serra Dourada. Para o técnico tricolor, a partida é importantíssima e essencial para o time iniciar o segundo turno ‘em grande estilo’.

“Vamos iniciar o segundo turno com jogo importantíssimo. Adversário é uma equipe que tem tido alguns resultados ruins ultimamente, isso é motivo importante para tentarem se superar. Da nossa parte precisamos somar pontos para nos distanciarmos da zona de rebaixamento. Vamos começar segundo turno em alto estilo, com uma briga muito importante pelos três pontos”, disse.

Ainda de olho no Goiás, Oswaldo confirmou Yony González como titular. O colombiano, que vive um imbróglio em sua renovação com o Fluminense, caiu de produção nas últimas partidas, mas de acordo com o comandante é ‘muito importante’ para a equipe atualmente.

“A próxima temporada vai depender muito do que o Fluminense fizer nessa. E nessa temporada, Yony é muito importante para nós, titular, e quero muito contar com ele, independentemente do que acontecer depois”, concluiu. 

Caio Henrique define sentimento após convocação para Seleção Olímpica: “Alegria e felicidade”

Atual lateral-esquerdo tricolor comemorou ao ser lembrado pelo treinador André Jardine e agradeceu ao Fluminense e a seus companheiros de time

Foto: Lucas Merçon / FFC

Após uma temporada bem abaixo em 2018, Caio Henrique foi contratado pelo Fluminense por empréstimo e, desde então, começou a reencontrar seu bom futebol. O jogador, que já havia tido passagens pela Seleção de base, voltou a ter seu trabalho reconhecido e, nesta sexta-feira (20), apareceu na lista de convocados por André Jardine, treinador da Seleção Brasileira Olímpica.

Já de olho em Tóquio 2020, o técnico vem testando diversos nomes. Além de Caio Henrique, o volante Allan foi também foi convocado para os amistosos contra Venezuela e Japão, que serão disputados nos dias 10 e 14, respectivamente. Improvisado na lateral-esquerda desde o início da temporada, o jogador de 22 anos comemorou bastante e fez questão de agradecer ao Fluminense a seus companheiros de equipe.

“Recebi a notícia da convocação com muita alegria e felicidade. Será um prazer voltar a defender a Seleção Brasileira e sei que isso é reflexo do trabalho que venho realizando no Fluminense. Infelizmente terei que desfalcar o time num momento importante do Brasileiro, mas temos um grupo muito qualificado e tenho certeza que isso será bem resolvido pela comissão técnica. Gostaria, inclusive, de agradecer meus companheiros, comissão técnica e a torcida do Fluminense, que sempre me tratou com muito carinho e me apoiou desde que cheguei ao clube”, disse.

Se estar na lista de Jardine é muito bom para Caio Henrique, para o Fluminense é totalmente o oposto. Isso porque o Tricolor não poderá contar com o atleta em duas rodadas. Além do lateral, Allan também desfalcará o time de Oswaldo de Oliveira contra Cruzeiro, no Mineirão, e Bahia, no Maracanã. As partidas serão válidas pelas rodadas de número 24 e 25 do Campeonato Brasileiro.

Lateral do sub-20, César é novidade na relação do Fluminense para partida contra o Goiás

Jogador de apenas 19 anos foi integrado ao elenco principal e, desde então, vem sendo observado pelo treinador Oswaldo de Oliveira

Foto: Mailson Santana / FFC

O Fluminense terá uma novidade entre os relacionados para a partida contra o Goiás, no Serra Dourada, neste domingo (22), às 19h (de Brasília), pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. Lateral-esquerdo do sub-20, César, que já havia sido integrado ao elenco profissional desde a chegada de Oswaldo de Oliveira, viajará com o grupo e estará no banco de reservas.

Devido à falta de opções para a posição – o clube contratou Orinho nesta semana -, César vem sendo observado pelo treinador tricolor há algum tempo. O lateral, que segue disputando o Brasileirão pelo sub-20 do Tricolor, também treinou com o elenco principal quando Fernando Diniz estava no comando.

Essa foi a primeira vez no ano que César foi relacionado pelo Fluminense, a segunda como profissional. O lateral ficou no banco de reservas pelo Brasileirão de 2018, contra o Sport. Aos poucos, o jovem pode buscar seu espaço no Tricolor carioca, tendo em vista que Caio Henrique foi convocado pela Seleção Olímpica, Mascarenhas ainda se recupera de lesão e Orinho acabou de chegar no clube.

Guerreirinhos: Fluminense inaugura escolinha de futebol no Paraguai

Evento teve a presença de Romerito, ídolo tricolor; esta é a quarta unidade do Projeto Guerreirinhos fora do Brasil

Foto: Divulgação / FFC

Na noite desta última terça-feira, o Fluminense inaugurou em Luque-PAR, mais uma escolinha do Projeto Guerreirinhos. Buscando alavancar a marca do clube internacionalmente e, principalmente, trazer novos talentos para Xerém, o Tricolor vem aumentando o números de núcleos no Brasil e também fora do país. A unidade do Paraguai, por exemplo, será a quarta fora do território nacional.

O Fluminense terá Romerito, um dos maiores ídolos da história do clube, e seu irmão Cripriano como franqueados. A escolinha fica na rua Capitan Andres Insfran, com Teniente Ramirez, em Luque, Paraguai. O projeto tem como objetivo captar jovens prodígios e implantar, desde a formação do atleta, a filosofia de jogo em vigor no futebol profissional. Já são mais de 30 atletas oriundos das escolinhas treinando atualmente no CT Vale das Laranjeiras.

Cria de Xerém, Igor Julião renova com Fluminense até o fim de 2021

Depois de acumular empréstimos, lateral-direito assumiu titularidade em 2019, mas acabou sendo barrado após chegada de Oswaldo de Oliveira

Foto: Lucas Merçon / FFC

Igor Julião renovou contrato com o Fluminense até dezembro de 2021. A informação foi confirmada nesta quarta-feira (18) pelo presidente Mário Bittencourt e o vice-geral Celso Barros, em entrevista coletiva concedida no CTPA. O vínculo antigo do jogador com o clube se encerraria no final desta temporada.

Criado nas divisões de base do Tricolor, Igor Julião acumulou empréstimos até retornar no ano passado e voltar a ser integrado ao elenco. Em 2019, ganhou espaço sob o comando de Fernando Diniz e colecionou boas atuações, com direito a assistência logo no primeiro minuto de jogo na vitória sobre o Peñarol, no Maracanã.

Porém, o lateral-direito caiu de produção nos últimos jogos e, após a chegada de Oswaldo de Oliveira, que promoveu a volta de Gilberto ao time titular, acabou sendo barrado. O atleta de 25 anos já disputou 10 partidas pelo Fluminense neste Campeonato Brasileiro.

Foto: Lucas Merçon / FFC

Celso inicia conversas para renovação de Allan e Caio Henrique, mas vê Yony ‘sem muito interesse’ em seguir no Flu

Vice-geral do Tricolor carioca também comentou sobre uma possível compra do zagueiro Nino junto ao Criciúma

Foto: Lucas Merçon / FFC

Nesta quarta-feira (18), o presidente Mário Bittencourt concedeu entrevista coletiva para falar sobre os 100 dias da nova gestão. Ao seu lado esteve Celso Barros, vice-geral do Fluminense, que comentou sobre os assuntos relacionados a futebol, principalmente a renovação de atletas. Em foco, o colombiano Yony González.

Um dos principais nomes do Tricolor nesta temporada, o atacante e o clube seguem conversando sobre uma possível extensão de vínculo. Porém, Celso demonstrou pessimismo quanto ao futuro de Yony com a camisa verde, branca e grená. Vale lembrar que o jogador veio para o Fluminense sem custo algum.

“Fizemos uma proposta para o Yony, conversamos com o pai dele. Ele não demonstra muito interesse em permanecer. Como veio sem custos, a gente fez uma proposta até parcelando uma eventual compra dos direitos, mas ele não deu resposta”.

Perguntado sobre Allan e Caio Henrique, que estão emprestados até o final da temporada, o vice-geral mudou de tom e relatou que existe sim a possibilidade de ambos continuarem no clube em 2020.

Foto: Lucas Merçon / FFC

“O Allan tem um representante no Brasil e estamos conversando. O Caio Henrique é representado pelo Deco (ex-jogador do clube), que tem um ótimo relacionamento conosco. As conversas estão ocorrendo e há chance de eles ficarem com a gente no ano que vem. O Daniel estamos esperando a documentação”.

Por fim, Celso Barros comentou a situação de Nino, também emprestado até o fim do ano. Para manter o atleta, que pertence ao Criciúma, o Fluminense precisa pagar R$ 5 milhões ao time catarinense.

“O Nino tem uma cláusula de compra de R$ 5 milhões por 50% e é um jogador que interessa. Vamos conversar com o Criciúma”.

Contratados até o fim de 2020, Orinho e Luccas Claro são anunciados oficialmente pelo Fluminense

Zagueiro e lateral-esquerdo chegam para compor o elenco e ajudar na reposição de posições carentes no elenco tricolor

Foto: Lucas Merçon / FFC

Nesta quarta-feira (18), o Fluminense anunciou oficialmente a contratação de Luccas Claro e Orinho, que assinaram contrato com o clube até o fim de 2020. O zagueiro e o lateral-esquerdo chegam ao Tricolor sem custos e com o objetivo de compor o sistema defensivo, que encontra-se carente em algumas posições devido às lesões de nomes como Matheus Ferraz e Mascarenhas. Ambos já vinham treinando junto do restante do elenco.

Aos 24 anos, Orinho busca se firmar na Série A depois de uma passagem apagada pelo Santos. Na última temporada, o lateral foi emprestado para a Ponte Preta para a disputa da segunda divisão do Brasileirão. Luccas Claro, revelado pelo Coritiba, atuava na Turquia desde 2016. A apresentação dos dois jogadores ocorrerá nesta quinta (19) após o treinamento no CTPA.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Peça-chave no esquema de Diniz, Daniel perde espaço após chegada de Oswaldo e tem futuro indefinido

Um dos principais nomes no time do ex-treinador, meia não vem sendo utilizado e renovação com o clube pode acabar emperrando

Foto: Mailson Santana / FFC

Depois de acumular empréstimos, Daniel enfim se firmou no Fluminense. Em 2019, tornou-se titular absoluto sob o comando de Fernando Diniz e foi um dos destaques do time até a parada para a Copa América. Tudo parecia correr bem, mas começou a desandar. Com uma série de resultados ruins, o Tricolor foi parar na zona de rebaixamento e o treinador foi demitido.

Para o seu lugar, a diretoria contratou Oswaldo de Oliveira. A partir daí, o meia, que já vinha sendo perseguido pela torcida após atuações aquém do esperado, perdeu espaço de vez. Com o meio-campo sendo formado por Allan, Yuri, Ganso e Nenê, o atleta formado em Xerém vem amargando o banco de reservas e sequer entrou no segundo tempo nas últimas partidas. Seu único jogo com o novo treinador foi no empate em 1 a 1 com o Corinthians, que culminou na eliminação do Flu da Sul-Americana.

A perda espaço não prejudica só seu desempenho, mas também a renovação com o Tricolor. Conforme noticiou o Lance!, a prorrogação do contrato de Daniel com o clube emperrou. O vínculo do jogador vai até o final deste ano e, se antes ambas as partes estavam animadas em assinar o novo acordo, agora agem com mais cautela quanto ao tempo de contrato.

O Fluminense ainda tem expectativas positivas quanto a essa renovação, enquanto o staff do meia receia que ele volte a ser emprestado. Apesar de estar amargando a reserva, Daniel ainda é um dos destaques da equipe na temporada. Ao todo, foram oito assistências para gol, 14 passes para finalização e 21 desarmes.

Yuri analisa novo esquema com dois volantes e destaca importância de seguir pontuando no Brasileirão

Jogador de 25 anos foi titular ao lado de Allan pela primeira vez na vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians, no Mané Garrincha

Foto: Lucas Merçon / FFC

Na vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians, Oswaldo de Oliveira promoveu uma mudança no esquema do Fluminense que parece ter agradado bastante seus atletas. Depois de Ganso, Nenê e Allan, foi a vez de Yuri, escalado como titular, elogiar a escolha do treinador tricolor.

Em entrevista coletiva concedida nesta terça-feira (17), no CTPA, o volante citou a importância de Ganso estar mais avançado e garantiu que os jogadores estão trabalhando para dar o melhor possível, seja em qual esquema for.

“Ficou claro que o Ganso teve mais liberdade. A defesa ficou mais protegida. Se o Oswaldo vai manter essa formação, aí tem de ver com ele. A gente está se preparando para fazer o melhor”.

Yuri fez uma análise de sua atuação contra o Corinthians, no Mané Garrincha. De acordo com o atleta, o time inteiro se doou e jogou muito bem, principalmente no aspecto defensivo.

“Foi uma partida boa assim do time inteiro, apesar de jogarmos de uma maneira diferente. Foi a primeira vez que a gente atuou com dois volantes. A gente foi bem. Vamos aproveitar essa semana para acertar essas coisas e buscar a vitória contra o Goiás”.

Veja mais respostas de Yuri na entrevista concedida no CTPA:

O que a equipe pode melhorar no Brasileirão?

“Temos de diminuir os erros. A maior dos gols que a gente sofre é por lances pontuais, erros bobos. No Brasileiro, temos de pontuar sempre. Vamos em busca disso agora”.

Importância de terminar o turno fora da zona de rebaixamento

“Foi bom terminar o turno fora do Z-4. Todo mundo sabe a pressão que é. Então, ficar fora é bom. O jogo contra o Goiás será outra final. Daqui para frente, não terá como ser diferente. A gente precisa pontuar”.

Orinho, novo lateral-esquerdo do Fluminense

“Ele está em casa já. É um jogador que tem potencial muito grande. Ele vem focado aí em achar um espaço para ele”.

Com Nino suspenso, Frazan pode assumir titularidade contra o Goiás

Zagueiro levou o terceiro amarelo na vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians, no Mané Garrincha

Foto: Mailson Santana / FFC

A vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians no Mané Garrincha possibilitou ao Fluminense deixar a zona de rebaixamento, encerrar o primeiro turno sem estar entre os quatro últimos e ter uma semana tranquila para se preparar para a sequência do Campeonato Brasileiro. Mas também rendeu uma dor de cabeça justamente para o próximo jogo.

No final de semana que vem, o Tricolor das Laranjeiras vai até o Serra Dourada enfrentar o Goiás, em duelo válido pela 19ª rodada do Brasileirão. Para essa partida, o treinador Oswaldo de Oliveira terá o desfalque do zagueiro Nino, que levou o terceiro amarelo contra o Timão. Com isso, o técnico pode escalar Frazan, que acumulou boas atuações neste ano quando foi exigido, mas acabou sendo expulso no clássico contra o Vasco pouco depois de entrar em campo.

Além de Frazan, Oswaldo pode optar também por Luan, zagueiro oriundo da base, ou até na improvisação de Yuri, como já foi feito por Fernando Diniz, ex-treinador da equipe. O retorno de Airton, que cumpriu suspensão contra o Corinthians, poderia possibilitar essa alteração. Porém, é difícil que o comandante escolha alguma dessas duas opções.

Top