fbpx

TREINO INAUGURAL/ RETORNO

O Fluminense em sua nova gestão abriu as portas para torcedores e sócios assistirem o treino técnico com o elenco tricolor, antes da partida de amanhã, inovando nesse quesito.

Tal iniciativa trouxe as Laranjeiras um contingente enorme de torcedores e sócios , que foram divididos da seguinte forma: não sócios do lado esquerdo e sócios do lado direito. Publico total estimado nas arquibancadas e demais instalações do Clube de 3000 mil.

Movimento enorme de pessoas para assistir o treino, estando ausente o jogador Luciano, que foi vaiado por alguns torcedores; Pedro presente marcando um gol inclusive, no jogo recreativo. Após, todas as crianças presentes adentraram ao campo, podendo estar em contato com os jogadores para fotos e autógrafos; os jogadores mais assediados Pedro, Yone, Ganso e João Pedro.

Houve venda de ingressos para o jogo de segunda feira dia 15 de julho na bilheteira, venda do Show do dia 18 de julho de Maria Rita, fotos de torcedores foram tiradas , a fim de serem incluídas no site do Clube. O melhor, vários pacotes de sócio futebol vendidos, procura enorme de torcedores, segundo fonte 730 novos sócios associaram se.

Bares, restaurantes e loja Oficial lotados, uma estratégia boa e eficaz. E, mais faturamento de aproximadamente 100 mil reais. Informando ainda, que o Presidente MB fez diversas reuniões de trabalho…… uma coisa é certa a Gestaõ está trabalhando muito, inclusive no Domingo. Segue o Jogo.

Fotos Comunicação FFC

Grupo Democracia Tricolor lança nota em apoio ao candidato Mário Bittencourt.

Grupo tradicional da política do Fluminense, Democracia Tricolor que se reúne todos os fins de semana no Bar do Tênis na famosa mesa do whisky lança nota oficial em apoio ao candidato Mário Bittencourt no pleito do dia 8 de junho.

Segue a nota.

“Democracia Tricolor apoia Mário Bittencourt e Celso Barros.

Outra eleição e, como acontece e aconteceu em todos os tempos, a Democracia Tricolor se autoconvoca para participar de outra etapa decisiva para os destinos do nosso Fluminense. Em todas as ocasiões não nos furtamos a dar nossa opinião, segundo os preceitos que nortearam a formação deste grupo, de velar pelas mais legítimas glórias do clube, baseadas no tripé, futebol – social – esportes olímpicos.
Com nossas opiniões alinhamos nossos votos e, assim, erramos e acertamos, o que é próprio de quem não se omite, que não fica – para usar a linguagem popular – em cima do muro. Hoje não nos negamos a fazê-lo, especialmente hoje, no meio de uma crise interna sem precedentes nos 117 anos do clube, diante de problemas de toda a sorte causados – sejamos sinceros – por escolha enganosa de rumos duvidosos nos segmentos administrativos, gerencias e financeiros e que acarretaram graves entraves para o futebol, nosso carro – chefe, para os esportes olímpicos e para a parte social.
No entanto, registre-se e repita-se que para a Democracia Tricolor era e é importante, mais que a continuidade de uma gestão, a perenidade do nosso clube.
Desapoiado por parte considerável dos que originalmente o apoiaram e elegeram, não tínhamos como deixar o presidente sem um contraponto que pudesse pelo menos orientá-lo ou aconselhá-lo a uma mudança no andar dos acontecimentos. Pois, frisemos, a Democracia Tricolor nunca se filiou e jamais o fará à filosofia demolidora do “quanto pior, melhor.”
Assim, fomos de corações e mentes abertas ao encontro do presidente – e não nos arrependemos de tal atitude – já que julgávamos dever de todos nós, buscar um porto mais seguro para o barco tricolor. Algumas vezes sugerimos soluções e caminhos diversos que a nosso ver – alguns de nós com meio século ou até mais – de dia-a-dia do clube. Sempre no intuito de levantar o astral do Fluminense, diga-se a bem da verdade.
Por motivos fora de nossa alçada e que não cabe analisar, essas ideias nunca ultrapassaram o patamar de ideias, de ideias nunca implementadas.
Mas, vida que segue. Agora outra eleição, outra encruzilhada, muitos de todos os lados abandonando a disputa e nos é imperioso, como sempre foi, declinar nossa posição, sempre também sem interesse maior que os verdadeiros interesses do nosso Fluminense, nossos atletas, nossos torcedores e, por último mas sem ser o último em importância, os nossos associados.
Dessa forma, em reunião realizada dia 13, a Democracia Tricolor, democraticamente e com votação aberta, decidiu por maioria o apoio formal à chapa encabeçada por Mário Bittencourt e Celso Barros. Esperamos que dia 8 de junho estejamos juntos. Esperamos que dia 9 de junho em diante estejamos juntos – votantes de uma ou outra chapa – batalhando para que o lendário Nelson Rodrigues esteja certo e que o Fluminense seja mesmo imortal. Depende de nós. Mais que nunca.”

             DEMOCRACIA TRICOLOR.

Grupo Politico Vence o Fluminense confirma apoio à candidatura de Ricardo Tenório.

Nesta tarde um dos principais grupo político do Fluminense com participação direta nas eleições de 2016 onde a maioria de seus membros são Sócios Futebol confirma apoio a Ricardo Tenório.

Segue a nota oficial.

Por ideias semelhantes, acreditar no projeto apresentado e em sua seriedade, pela busca da verdade, respeito ao torcedor, e por todas as conversas, o Grupo Político Vence O Fluminense apóia a Chapa Libertadores.

Juntos somamos por um Fluminense forte, transparente e ocupando seu devido lugar de destaque.

Lucas Teles.

Top