fbpx

Bangu vence o Vasco, e Fluminense assegura vaga na semi da Taça Rio

Na véspera do confronto com o Flamengo, no Maracanã, o Fluminense, que soma 11 pontos na liderança do grupo B, assegurou vaga na semifinal da Taça Rio. Isso porque o Vasco, logo atrás, com 8, perdeu para o Bangu, há pouco, em São Januário, por 2 a 1. Assim, não consegue ultrapassar o Tricolor. Os alvirrubros, por sua vez, garantiram o primeiro lugar do C, com 15 pontos. Em seis jogos, a única derrota foi contra o Tricolor, em fevereiro, na estreia de Paulo Henrique Ganso. Na mesma chave dos tricolores, o Volta Redonda, com os iguais 8 pontos do Cruz-Maltino, pega o Boavista neste domingo e precisa apenas empatar para virar vice-líder. No grupo C, Fla, com 11, e Cabofriense, com 10, duelam pelo segundo lugar. Para a última rodada deste segundo turno, o técnico Fernando Diniz deve escalar só reservas, com exceção de Ganso. A razão é a maratona de compromissos, com clássicos em sequência e viagem para o Chile, pela Sul-Americana. Saudações Tricolores, Nicholas Rodrigues.  

Fernando Diniz deve escalar Ganso e reservas no Fla-Flu de domingo

Em razão da maratona de jogos, com clássico e viagem para o Chile em apenas quatro dias, Fernando Diniz deve levar reservas para a última rodada da Taça Rio, contra o Flamengo, domingo, como havia prometido em entrevista após a classificação sobre o Antofagasta. Paulo Henrique Ganso, que ficou no Rio durante a semana por não estar inscrito na Sul-Americana, é o único que não será poupado. Mesmo caso de Léo Santos, zagueiro que vem substituindo o lesionado Digão. As principais novidades são o goleiro Agenor, recém-contratado do Guarani, e o volante Caio, promovido da base, que farão suas estreias na temporada.
VEJA A PROVÁVEL ESCALAÇÃO: Agenor; Ezequiel, Léo Santos, Paulo Ricardo (Nino) e Marlon; Allan, Caio, Daniel e Ganso; Matheus Gonçalves e Marcos Paulo.
Saudações Tricolores, Nicholas Rodrigues. Fonte: LANCE!  

Fluminense prioriza Ganso e Pedro em lista na Sul-Americana e reserva vaga para Nenê

Classificado para a segunda fase da Sul-Americana ao vencer o Antofagasta no Chile, o Fluminense prepara as três mudanças que efetuará na lista de inscritos. Paulo Henrique Ganso e  Pedro são nomes garantidos. O meia só não jogou a etapa anterior por chegar ao clube com o prazo para inscrições expirado. Por ora, Allan é cotado para a terceira vaga. Todavia, o lugar está reservado para Nenê, na mira desde janeiro e que deve definir seu futuro apenas às vésperas do Campeonato Brasileiro. A camisa 30, usada por Marquinhos Calazans, alvo do São Paulo, deve passar para o veterano. As alterações devem ser realizadas até 72h antes do primeiro confronto desta nova fase, que começará entre 21 de maio e 30 de maio. Período no qual, provavelmente, o camisa 9 estará liberado para voltar a atuar, após recuperação da lesão no joelho sofrida em agosto passado. Saudações Tricolores, Nicholas Rodrigues. Fonte: EXTRA.  

Fluminense encaixa 8 jogos de invencibilidade

O Fluminense contratou Fernando Diniz e apostou na filosofia do treinador, que não abre mão de ficar com a posse de bola e trabalha as jogadas desde o primeiro toque, com o goleiro.

O comandante do Tricolor nem sempre consegue fazer seus times jogarem o que ele quer, mas quando obtém êxito o resultado é dos mais empolgantes. E é justamente o que tem ocorrido no clube das Laranjeiras.

Mesmo montando o elenco ao longo da temporada e sem poder contar com força máxima (Pedro lesionado, por exemplo), o Fluminense tem apresentado um futebol convincente e que encantam em determinadas oportunidades, consequência do trabalho.

Após oscilar com duas derrotas na temporada, o Tricolor engrenou e chegou a oito jogos de invencibilidade após vencer o Antofagasta, do Chile, pela Copa Sul-Americana.

No período, o Fluminense obteve cinco vitórias e três empates. Há uma tranquilidade quando o time encara rivais de menor expressão. Neste cenário, dificilmente o time tropeça

 			

Relato de um Tricolor qualquer. O LAMENTO.

A cada dia que passa, me entristece mais o processo de “apequenamento” que vive o Flu. É evidente que as diretorias recentes cometeram diversos erros nos últimos anos que contribuíram para que as coisas estejam do jeito que estão, mas hoje o enfoque do texto será outro. Eu sou apenas um torcedor comum, não tenho grupo político e não gosto nada do que vou escrever aqui, mas precisa ser dito. Frequento o Maracanã desde que tinha oito anos de idade e posso garantir a vocês que nunca senti algo tão triste e deprimente como tenho sentido nos últimos jogos do Fluminense no Maracanã. Nossa arquibancada sempre linda e atuante, se tornou um deserto. Vou a praticamente todos os jogos do Fluminense, sou sócio do clube e tenho uma imensa admiração pelos poucos que ainda vão aos estádios, mas preciso confessar que está difícil. É evidente que todos os problemas políticos do clube prejudicam e a qualidade dos nossos times nos últimos anos desanimam, mas até hoje muitos ainda não entenderam que dirigentes, jogadores e os profissionais que lá trabalham vão passar, mas a instituição continuará. Apesar de acreditar que o nosso clube é eterno, eu gostaria de deixar uma pergunta para reflexão. Seremos eternos, mas em quais condições? Pois é, amigos tricolores, difícil prever dias melhores se o maior patrimônio do clube, não acredita mais. Fazendo uma analogia, hoje quando estou na arquibancada do Maracanã, me sinto como se estivesse em uma batalha sofrida e a maioria dos meus companheiros de batalha tivessem me abandonado. Pior do que isso, é constatar que a instituição que amamos hoje está quase sozinha. Digo quase, pois ainda pode contar comigo e com alguns dos poucos que ainda tentam ajudar de alguma forma, seja comparecendo ao jogo, se associando ou tentando de outras maneiras. Aos irmãos que se afastaram, eu peço do fundo do coração que repensem. Não nos abandonem sozinhos na batalha e não larguem a instituição. A insatisfação da maioria é justa e legítima, mas transformem essa insatisfação em atitude para ajudar a tirar o clube do buraco em que se encontra hoje. Se amam o Flu, façam por onde, compareçam aos jogos, se associem ou tentem ajudar de algum jeito. A única chance de termos um futuro digno é mudarmos o panorama das coisas. Só a torcida pode salvar o clube, não esperem mais. Eles passam, mas o clube é soberano e precisa da nossa ajuda. Não temos tempo para esperar, a mudança do clube depende de nós. Não esperem para amanhã, pois apesar de sermos muito grandes, amanhã pode ser tarde demais. Uma das piores dores da vida é o sentimento de se arrepender de algo que poderia ter sido feito. Acreditem, ainda dá tempo! De um tricolor qualquer. Texto Saudações Tricolores.

Fluminense consegue liberação para Bruno Silva jogar clássico com o Flamengo

Com o recurso contra suspensão negado pelo TJD-RJ na quinta-feira, o Fluminense precisou vencer o tempo para garantir a presença de Bruno Silva no clássico com o Flamengo, domingo, pela última rodada da Taça Rio. A menos de meia-hora para o recesso do fim de semana do judiciário, o clube conseguiu um segundo efeito suspensivo. Porém, o STJD vai marcar um julgamento para decidir se a pena de seis jogos, dos quais o volante cumpriu apenas dois, deverá ser obedecida. A punição é em decorrência da cusparada a vascaínos em duelo no Mané Garrincha, no início de fevereiro. Saudações Tricolores, Nicholas Rodrigues. Fonte: Globoesporte.com.  

Relato de um Tricolor qualquer. Convocação Fla-Flu.

Boa noite, amigos! Estava fechando as coisas no trabalho para ir embora quando um amigo me avisou que a procura da torcida do Fluminense por ingressos para o Fla x Flu é pífia até agora. Foi o suficiente para acabar com a minha sexta-feira. Nosso time obviamente não é nenhum timaço tecnicamente falando, mas vem jogando futebol alegre, organizado e ofensivo. O Fluminense de Fernando Diniz até agora honra as tradições do clube e se supera dentro de campo, mesmo com todos os problemas financeiros e salários atrasados. Sou do tempo em que uma classificação fora de casa em torneio importante era suficiente para encher a torcida de vontade de comparecer no jogo seguinte. Ontem o Fluminense confirmou o bom início de ano se classificando para a segunda fase da Sul Americana com grande vitória. O que está acontecendo, amigos tricolores? O que falta para abraçarem o clube? Esqueçamos um pouco todos os problemas extra-campo e vamos apoiar o nosso Fluzão contra o principal rival. Cada vitória hoje é importante para a nossa recuperação como clube. Do outro lado estará um adversário forte, mas nós já ganhamos deles esse ano e sabemos que podemos ganhar novamente. Ir ao Maracanã prestigiar o Flu é uma tradição, um programa fantástico para compartilhar com amigos, familiares e nossos irmãos de arquibancada. É domingo, horário ótimo, a princípio previsão de bom tempo, Rio de Janeiro, Maracanã, Fluminense, festa da torcida, clássico no campo e show na arquibancada. Onde está você, amigo tricolor? Onde está a sua alma de torcedor? Não existe lugar melhor para estar domingo 16:00, do que no Estádio Jornalista Mario Filho, o bom e velho Maraca. Imaginem o time que vem lutando dentro de campo e superando as adversidades que o clube vem passando, chegar na hora do jogo e olhar para uma arquibancada deserta, sem vibração, vazia e sem apoio. É triste demais, amigos! O Fluminense é time grande, precisamos representar o clube a altura, pois a instituição merece. A força de um clube de futebol está em sua torcida. Quer voltar a se orgulhar, faça a sua parte. O Flu é nosso, é da torcida! Compareça, apóie o time, se as coisas não forem bem e quiser vaiar, vaie, se quiser reclamar, reclame, mas exerça o seu papel de torcedor, seja tricolor na essência da palavra estando no Maracanã domingo. Não importa o campeonato, o jogo é Fla x Flu, é o clássico que o Brasil para para observar. Nosso lado precisa estar cheio, precisamos voltar a criar uma atmosfera de jogo de futebol, de jogo de time grande. Nós somos o Fluminense, tetracampeão brasileiro de futebol! Dirigentes, funcionários e jogadores passam, mas o Fluminense não passará jamais. Nosso compromisso é com o nosso escudo, nossa camisa e a nossa bandeira. É momento de abraçar a instituição e mostrar a nossa força. Domingo, 16:00 no Maracanã. Dia de Fla x Flu, dia de Fluminense! Todos aos Maraca. Um tricolor qualquer. Texto Saudações Tricolores.

Torcida Tricolor mostra pouca mobilização para o Fla-Flu

Foto: Divulgação
Torcida do Flamengo por outro lado já esgotou o setor norte.
Mesmo após a classificação contra o Antofagasta no Chile, a torcida do Fluminense parece não ter se empolgado tanto, pelo menos não se animou para comparecer ao Fla-Flu. Com mais de 27 mil ingressos vendidos até a tarde desta sexta-feira (22) apenas 200 bilhetes haviam sido comercializados para o setor Sul, destinado ao Tricolor. Por outro lado, os flamenguistas esgotaram o setor Norte. Vale destacar que o Flamengo é o mandante do jogo, com isso o sócio torcedor do Flu não tem direito ao pacote com ingresso grátis, sendo o valor mais barato custando R$24 com 60% de desconto.

Fluminense terá quatro opções e apenas três mudanças por fazer na Sula

Foto: Lucas Merçon/FFC
A próxima fase está prevista para ocorrer entre os dias 21 e 30 de maio.
Após a classificação contra o Antofagasta, quando ganhou a equipe chilena por 2 a 1, o técnico Tricolor, Fernando Diniz, ganhou uma grande dor de cabeça. Isso porquê o comandante terá quatro opções e apenas três vagas para inscrever novos atletas na próxima fase. Uma delas deve ser a entrada de Ganso. As outras no entanto ficam na briga entre Nino, Allan e Pedro, sendo o último, retornando de lesão. Léo Santos que seria outra opção do treinador, não pode ser utilizado pelo Flu por já ter sido inscrito anteriormente pelo Corinthians.

TJD-RJ nega recurso contra suspensão, e Fluminense pode perder Bruno Silva para o Campeonato Carioca

Denunciado por cusparada a vascaínos em clássico no Mané Garrincha, Bruno Silva pegou suspensão por seis jogos, dos quais cumpriu apenas dois. Conseguiu efeito suspensivo, mas o TJD-RJ, nesta quinta-feira, negou o recurso impetrado pelo Fluminense para anular a pena, em decisão que, por ora, não é definitiva. Assim, o volante pode ser desfalque durante o último mês do Campeonato Carioca. Hoje, o Fluminense recorrerá ao STJD em busca de mais um efeito suspensivo. Todavia, a questão pode não ser resolvida a tempo de relacioná-lo para o duelo com o Flamengo, domingo, pela última rodada da Taça Rio. O prazo para concluir o trâmite afim de tê-lo no fim de semana é até as 19h desta sexta-feira. Saudações Tricolores, Nicholas Rodrigues. Fonte: Globoesporte.com.
Top