fbpx

Após lesão muscular, Orinho pode não mais jogar em 2019

Lateral-esquerdo passa por exame neste domingo (17), após ter deixado empate com o Atlético-MG ainda no primeiro tempo.

Orinho, que na partida contra o Atlético substituía Caio Henrique, corre o risco de não mais jogar em 2019 pelo Fluminense. Neste domingo, após realizar exame de imagem, o lateral-esquerdo teve confirmada lesão muscular na coxa esquerda. O prazo de recuperação dificilmente permitirá que o atleta fique à disposição de Marcão na reta final do Brasileirão.

O Tricolor não divulgou de forma oficial o resultado da avaliação médica. No sábado (17), dia do confronto com o Atlético-MG, o clube havia informado que o atleta seria reavaliado.

Fonte: https://globoesporte.globo.com/

Meninas do Flu ficam em terceiro lugar no Torneio da Conmebol

Equipe Sub-16 venceu o São Paulo e ficou com a terceira colocação na fase Brasil

As meninas do Fluzão fizeram bonito no Torneio de Desenvolvimento de Futebol da Conmebol 2019 e conquistaram o terceiro lugar da competição nesse sábado (16/11). A equipe Sub-16 bateu o São Paulo por 2 a 1 e ficou com a terceira melhor colocação da disputa na fase Brasil, realizada na cidade catarinense de Criciúma.

Essa é a segunda vez que o futebol feminino Tricolor participa do Torneio da Conmebol, que possibilita uma maior integração da base, tanto no feminino quanto no masculino. Na edição de 2018, as meninas do Sub-14 foram vice-campeãs.

Texto: Comunicação/ FFC
Fotos: Laís Patrício/ FFC

Goleiro Marcos Felipe destaca atuação do Fluminense


FOTO DE MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.

Apesar do empate com a equipe mineira, o Fluminense pode se orgulhar da atuação que o time mostrou durante o jogo.

O Goleiro Marcos Felipe, titular no lugar de Muriel que está fora por causa de lesão, disse após o jogo: “Controlamos o jogo, mas tomamos um gol no final. Era um adversário difícil, mas fizemos uma ótima partida.”

O próximo adversário do Fluminense é o CSA, que joga hoje contra o Fortaleza.

Após empate Marcão explica mudanças no segundo tempo

Foto: Douglas Wandekochen/FFC

O gol sofrido aos 44 minutos do segundo tempo não só deixou a situação do Fluminense na tabela complicada, como também deixou o torcedor Tricolor ainda mais contrariado com a atuação do time, principalmente com as mexidas do técnico Marcão.

Duas das trocas feitas no segundo tempo por exemplo, na partida deste sábado (16) diante do Atlético Mineiro foi bastante questionada durante a coletiva do treinador após o empate.

Segundo Marcão, as trocas foram feitas por motivo de desgaste físico dos jogadores, Ganso e Yony Gonzalez:

– Vimos que no segundo tempo o time deles resolveu arriscar tudo e vir pra cima. Abaixamos nossas linhas e precisávamos de um gás novo pois o Yony já estava bastante esgotado. Logo depois o Paulo (Ganso) também sentiu pois estava atuando de área a área. Optamos por preencher o meio – disse o treinador.

‘Temos que ser melhores’, exalta Marcão pós empate contra Atlético

 O primeiro tempo do Fluminense no empate com o Atlético-MG na noite deste sábado, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro, foi bom. A equipe comandada por Marcão saiu na frente, mas após recuar no segundo tempo, acabou sendo pressionada pelo adversário, levando o gol do empate no fim. Em entrevista coletiva após a partida, o técnico tricolor exaltou a atitude de seus jogadores em grande parte da partida, lamentando o desfecho que não era o esperado.

“Fizemos um primeiro tempo muito bom, marcamos em cima, conseguimos impor nosso ritmo e nosso jogo. Marcamos um gol e tivemos a possibilidade de fazer outro. Sabíamos que o Atlético-MG teria uma proposta diferente no segundo tempo. Eles arriscaram muito no final, eles tentaram confundir nossa marcação, mas a gente tinha encaixado. Infelizmente, na última bola, eles conseguiram empatar o jogo. Quero enaltecer a entrega dos nosso jogadores”, comentou o treinador, alertando:

“Tomar um gol faltando poucos minutos… Temos que analisar tudo o que aconteceu para terminar no nosso gol. Vamos estudar com calma durante a semana. Em jogos tão importantes, como vão ser os próximos, temos que ser melhores. Queríamos entregar uma vitória importante para o nosso torcedor, que compareceu em massa. Em nenhum momento criticou a equipe, viram o comprometimento dos atletas. Infelizmente o resultado positivo não veio. Vamos continuar trabalhando e temos que manter a cabeça forte para as próximas batalhas.”

Com o resultado, o Fluminense chegou a 35 pontos, mesma pontuação do Cruzeiro, mas ficará ao menos até segunda-feira fora da zona de rebaixamento – terá que torcer pela derrota da Raposa para o Avaí para não retornar ao Z4 nesta rodada. O Tricolor volta a campo pelo Campeonato Brasileiro visitando o CSA, no próximo dia 25.

Após empate, Flu dorme fora da zona de rebaixamento

Flu e Atlético-MG ficaram no empate na noite de ontem (16), no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. O time tricolor abriu o placar em gol contra de Patric, ainda no começo do duelo. Nos minutos finais, Di Santo deixou tudo igual. Com o resultado, o Flu chegou aos 35 pontos e sai momentaneamente da zona de rebaixamento – o Cruzeiro, que também tem 35 pontos e perde no número de vitórias, enfrenta o Avaí amanhã (17).

Na próxima rodada, o Fluminense visita o CSA na próxima segunda-feira (25), às 20:00.

O goleiro Marcos Felipe, criado nas categorias de base do Fluminense, foi titular pela primeira vez na temporada. O jovem ocupou a vaga de Muriel, que sofreu uma fratura na mão esquerda e não atua mais nesta temporada. No fim do jogo, ele se atrapalhou e acabou cedendo escanteio para o Atlético-MG, mas conseguiu afastar o perigo logo depois. Ele pouco trabalhou no decorrer da partida, mas acabou sendo vazado no fim.

O time de Marcão conseguiu fazer um bom primeiro tempo, empurrando o Atlético-MG para o campo de defesa e criando oportunidades quando chegava pelos lados. No segundo tempo, o time começou mais lento, dando espaços, mas conseguiu equilibrar as ações e ter chance de ampliar a vantagem no placar. No fim da partida, a equipe tricolor acabou recuando demais e “chamou” o Atlético-MG, que na basa do tudo ou nada conseguiu empatar.

Opinião: “Você sabe que está f…. quando…”

Nas décadas de 70 e 80, a revista “Mad” era leitura obrigatória para os transgressores do politicamente correto. Nela, havia seções como as que intitulam este brevíssimo artigo, escrito com fel que não acaba mais.

Pois bem, você sabe que está f…. quando o melhor jogador do time é um goleiro.

Você sabe que está f…. quando esse goleiro, na reta final do campeonato, se machuca.

Você sabe que está f…. quando os últimos treinadores do seu time foram Fernando Diniz, Oswaldo de Oliveira e Marcão.

Você sabe que está f…. quando Digão é a solução para a zaga do time.

Você sabe que está f…. quando o seu time joga o pior futebol do campeonato.

Você sabe que está f…. quando acha que, jogando em Alagoas, o CSA é franco favorito. E mais, no Maracanã, o jogo seria parelho.

Você sabe que está f…. quando o clube é administrado, do início de 2011 a meados de 2019, por um grupelho que se julgava um celeiro de “jestores”, com “j” de “jumento”.

Você sabe que está f…. quando Danilo Félix, por meio de perfis fake, se arvora no direito de ser líder da oposição. Ou seja, posta-se como alternativa de poder.

Agora, você sabe que está IRREMEDIAVELMENTE f…. quando acha que o Mário Bittencourt é a solução dos problemas do clube. Aí, é caso de haraquiri baiano.

Saudações tricolores!

Fluminense bate o Corinthians e conquista o brasileiro Sub-13

Molecada de Xerém consegue o título da Liga de Desenvolvimento da Conmebol e garante vaga na Libertadores Sub-13

Fluminense é campeão brasileiro Sub-13! Na tarde deste sábado, os Moleques de Xerém entraram em campo pela grande final da Liga de Desenvolvimento da Conmebol, o nacional da categoria, venceram o Corinthians por 3 a 0 e conquistaram o título da competição. Além da taça, os gols de Matheus Pedro, Gustavo e Ramon garantiram o Tricolor na Libertadores Sub-13, que será disputada em janeiro, no Paraguai.
A molecada mostrou um futebol bonito e envolvente e encantou os torcedores presentes ao CT do Criciúma durante toda esta semana. Foram cinco jogos, cinco vitórias, 16 gols marcados e nenhum sofrido, garantindo o título invicto para o Fluminense.
A equipe Sub-13 do Flu agora volta ao Rio de Janeiro e nesta quarta-feira já disputa outra final. O Tricolor enfrenta o Flamengo, às 15h, em Laranjeiras, pela decisão da Taça Rio. Como também já conquistou a Taça Guanabara, se os Moleques de Xerém venceram serão campeões estaduais direto.
Torneio de Desenvolvimento de Futebol da Conmebol
Primeira fase:
Fluminense 3 x 0 Figueirense
Gols: Gustavo, Júlio e Mateus
Fluminense 2 x 0 Juventude
Gols: Mateus e Kaua Sousa
Fluminense 1 x 0 Grêmio
Gol: Gustavo
Semifinal:
Fluminense 5 x 0 Criciúma
Gols: Gustavo, Matheus Pedro, Kaua Sousa (2) e Ramon
Final
Fluminense 3 x 0 Corinthians
Gols: Matheus Pedro, Gustavo e Ramon

Comunicação FFC
Foto: Divulgação FFC

Não é a 1ª vez que Flu conta com terceiro goleiro para partida decisiva

 

No Z4 e sem Muriel, o Fluminense enfrenta o Atlético-MG, no Maracanã, na primeira das seis “decisões” que o time tem pela frente, na luta contra o rebaixamento. O cenário de incertezas aumenta ainda mais com Marcos Felipe, que passou de terceiro goleiro, a titular do gol tricolor. A ascensão do jogador não chega a ser uma novidade na história do clube, que foi bastante feliz em uma outra ocasião.

Em 2010, o Fluminense lutava para ser campeão brasileiro. Faltando nove rodadas, o técnico Muricy Ramalho promoveu a entrada de Ricardo Berna ao time. Assim como Marcos Felipe, Berna era o terceiro goleiro e não tinha jogado na temporada, mas deu conta do recado, terminando a sua participação invicto e com o título, somando quatro empates e cinco vitórias. O ex-jogador falou com exclusividade ao LANCE!, relembrando a situação vivida por ele, em comparação ao atual momento do clube.

“- O Marcão analisou quem está em bom momento. É uma decisão e uma reta final de campeonato. Eu assumi no fim de 2010 após uma análise que o Muricy Ramalho. Ele não sentia confiança em quem estava atuando, eu vinha treinando muito bem e resolveu apostar. Eu já vi substituição de goleiro quando o time está mal. Agora brigando pelo título brasileiro, é a primeira vez que eu vi acontecer. Tem que se analisar o momento e quem está melhor merece a oportunidade.”

Flu corre risco de desfalques para partida contra CSA

Na noite deste sábado (16) Flu enfrenta o Atlético-MG em confronto direto na luta contra o rebaixamento, às 19 horas (de Brasília), no Maracanã, em partida válida pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Neste jogo, o tricolor das laranjeiras tem sete jogadores pendurados.

O time vai a campo diante do Atlético-MG com os seguintes pendurados: DanielFrazan, GansoGilbertoGuilhermeYony González e Yuri. Em caso de cartão amarelo ou vermelho, o tricolor das laranjeiras terão desfalques por suspensão na partida diante do CSA, no dia 25 de novembro, em Maceió-AL.

Na zona de rebaixamento com 34 pontos, o Fluminense pode deixar as últimas posições o em caso de vitória diante do Atlético-MG. Além do resultado positivo, o tricolor das laranjeiras terá que torcer por tropeços de Cruzeiro, Ceará e Botafogo para deixar o Z-4.

Top