Dispensado em 2017, Wellington Silva ameaça acionar o Fluminense na Justiça

A ação na Justiça, antes descartada, é uma possibilidade real e estudada por Wellington Silva, dispensado em 2017, via telefone, quando ainda estava lesionado. Foi acordado, em março, que a rescisão seria paga parceladamente. No entanto, a falta de compromisso do Fluminense, que está há quatro meses sem pagar, levou o lateral-direito a mudar de ideia.

– Tem alguns meses que o Fluminense não paga. Eles falaram com o meu empresário e eu estou aguardando. É só o que posso fazer. Talvez acertem algo nos próximos dias, mas não tem prazo. Não queria colocar o clube na Justiça. Eu sei que a situação é difícil, a gente sabe das dificuldades financeiras, mas eu também tenho contas para pagar. Eu tinha contrato, fiz o acordo numa boa e esperava a mesma postura deles, mas não estou recebendo. Infelizmente, não descarto mais entrar na Justiça. Eles estão em débito com a gente – explicou.

Recuperado da contusão no joelho esquerdo e com ofertas de times do exterior e do Brasil, Wellington Silva destacou a dificuldade da rotina de um jogador de futebol. Principalmente quando, como em 2016, sem o Maracanã, há maratona de jogos e viagens. Em razão disso, o ex-tricolor entende que o salário é seu direito e rechaça o rótulo de mercenário.

– A gente dá a vida pelo clube. Vivemos mais no clube que em casa, com a família. A gente cede muita coisa que o torcedor não vê. Não é questão de ser mercenário, o salário é nosso direito. Não existe coisa de corpo mole, parar de correr porque salário está atrasado. Quando entra em campo, isso fica secundário. O clube tem que pensar no jogador, conversar, tudo é o jeito como as coisas acontecem – disse.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!

‘E o Scarpa?’: Calazans entra na onda e responde a perguntas de fãs em rede social

Quem está conectado ao mundo virtual, como é o caso de mais de 4 bilhões de pessoas, se acostumou às novidades que, diariamente, são lançadas. Nesta semana, o Instagram apresentou um recurso de perguntas que caiu no gosto dos usuários em poucos dias. Marquinhos Calazans, do Fluminense, é um deles. 

Na sexta-feira, o jovem, que se recupera de lesão sofrida em dezembro, quando foi agredido por flamenguistas, entrou na brincadeira e foi questionado sobre vários assuntos. Desde o relacionamento com o elenco, passando por Gustavo Scarpa, até Flamengo. Veja as respostas do atacante! 

  • Você tomou caneta minha (Kenedy, ex-Fluminense)
  • Tá de brincadeira, Kenedy? Nunca!


  • Qual o jogador do elenco atual que você considera irmão?
  • Considero alguns, difícil falar um. Mas, se for para escolher, Matheusinho (Matheus Alessandro).


  • E o Scarpa?
  • Scarpou! 


  • Jogador mais chato que te marcou?
  • Felipe Melo 


  • Ganhar Fla-Flu é:
  • Muito normal


Depois da segunda cirurgia no joelho (a primeira, em meados de 2017, foi em razão de uma lesão durante jogo contra o Atlético-GO), Calazans sonha em retomar os treinos com bola, o que está perto de acontecer. Enquanto aguarda alcançar as condições ideais, o moleque de Xerém mescla sessões de fisioterapia com atividades físicas, de bicicleta e musculação. A previsão dada no início de 2018 diz que ele poderá atuar a partir de setembro.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!

Empresário anuncia interesse do Fluminense em palmeirense

Desfalcado de dois zagueiros para o restante da temporada, uma vez que perdeu Nathan Ribeiro e Luan Peres para o exterior, o Fluminense quer contratar mais um zagueiro, depois de conseguir o empréstimo de Digão. O nome contatado é Emerson Santos, do Palmeiras, disputado, também, por América-MG e Internacional. Avalia-se o empréstimo do jogador.

– Inter me procurou, como o América-MG, o Fluminense e outros clubes. Não tem nada certo. Tem conversas rolando. É uma possibilidade. Inter é um clube gigante, campeão mundial, com uma baita estrutura. A gente vê com bons olhos. Estamos analisando com o Palmeiras. A princípio, é por empréstimo – declarou, em entrevista ao Globoesporte.com, o empresário, Jaílton Oliveira.

Ex-Botafogo, Emerson Santos, de 23 anos, chegou ao Palmeiras em janeiro deste ano. Mas, dada a concorrência no setor, atuou em quatro jogos. Seu contrato com o Alviverde é válido até dezembro de 2022.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!

Jádson valoriza parada para Copa e destaca mudanças: ‘Importante para organizar a casa’

É verdade que o primeiro semestre terminou mal. Mas o segundo, que começou com a parada para a Copa do Mundo, tem tudo para ser diferente. Foi um mês de mudanças, desde o comando do time, que perdeu Abel Braga e ganhou Marcelo Oliveira, até o elenco, desfalcado de Nathan Ribeiro e Luan Peres e reforçado por Digão e Luciano. A cinco dias da reestreia na temporada, contra o Vasco, em São Januário, Jádson resume as mudanças do Fluminense neste período.

– Foi uma parada extremamente importante pela troca de comando, pela sequência negativa que tivemos antes da Copa. Foi importante para organizar a casa. Vai ser um Fluminense mais descansado, tivemos uma sequência muito pesada de jogos, sem tempo para treinar. Então, acho que seremos mais organizados e bem mais competitivos – destaca.


Confira mais respostas de Jádson:

Marcelo Oliveira

– Marcelo é um treinador extremamente vitorioso. Todos sabem da carreira dele e de tudo o que ganhou no futebol. Tem nos ajudado bastante, principalmente os jogadores jovens, que estão começando a trajetória no futebol. Espero que ele tenha muito sucesso no comando desse time e, consequentemente, nós também.

Relacionamento com companheiros e torcida 

– A gente trabalha para ser reconhecido, construir um certo prestígio não só dentro de campo, mas fora dele também. Tenho o respeito de todos os jogadores, gosto de estar com eles. É importante ter esse retorno e visão da comissão técnica e diretoria, não só como jogador, mas como pessoa também.

Eventual uso do VAR no Brasileirão

– Particularmente, acho que não seria bom, porque o VAR tira a emoção de quem está no estádio, a discussão do torcedor, que no dia seguinte quer discutir um lance diferente. Pelo que vi na Copa, é interpretativo, para demais o jogo, tira um pouco da emoção. Acho que deixa o futebol muito mecânico.


Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!

Machucado, De Amores passa por pré-operatório e sonha em treinar ainda em 2018

A passagem de De Amores pelo Fluminense está sendo apagada e marcada por lesões. No sábado passado, o departamento médico descobriu uma contusão no menisco direito do uruguaio, que precisará passar por cirurgia. Antes do processo, ainda sem prazo para acontecer, ele faz, no Centro de Treinamento, o que é chamado de pré-operatório: trabalhos de fisioterapia na área atingida e exercícios de fortalecimento muscular dos membros superiores, na academia.

Os médicos aguardam o inchaço desaparecer para, enfim, operar o goleiro. Como De Amores pertence ao Boston River, o Fluminense pediu permissão ao clube do Uruguai para que o procedimento seja realizado no Rio de Janeiro. É a terceira lesão do jogador desde que foi contratado, em janeiro. As outras duas foram na panturrilha direita.

Entende-se que a recuperação deve ser rápida, embora o clube não tenha estimado tempo para tal. Há otimismo em ter o goleiro de volta aos treinos já neste ano, antes que seu vínculo termine – ao fim de 2018. Em sete meses de Fluminense, De Amores foi relacionado para apenas um jogo: contra o Avaí, no Engenhão, pela Copa do Brasil, em março. E ficou no banco.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!

 

Fluminense concorda com venda de Douglas e anima Corinthians

Com o avanço nas negociações entre Fluminense e Corinthians, Douglas está mais perto de trocar o Rio de Janeiro por São Paulo. É que, apesar de ainda haver detalhes a serem acertados, a diretoria alvinegra confia em um desfecho favorável. A joia de Xerém, 21 anos, agrada aos corintianos e é vista como a melhor opção para ocupar a vaga de Maycon, transferido para o Shakthar Donetsk.

Embora Marcelo Oliveira tenha ensaiado devolver a titularidade a Douglas, reserva na era Abel Braga, o clube de Laranjeiras entende que a venda é interessante, dada a crise financeira. O vínculo do volante é até o fim de 2019 e, conforme informado no balanço financeiro do ano passado, 63% de seu passe pertence ao Tricolor.

Os representantes de ambos os times vêm conversando bastante nesta reta final da parada para a Copa e ainda buscam acordar a melhor forma de pagamento. Nenhuma proposta, até agora, foi formalizada pelo Timão. Antes de prosseguir com as tratativas, o atual campeão brasileiro foi atrás de informações técnicas e físicas de Douglas, diagnosticado com artrite reativa.

Com seis partidas no Brasileirão, uma a menos do máximo permitido, o jogador, se quiser defender o Corinthians, está proibido de entrar em campo pelo Fluminense no campeonato.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!

Reserva no Corinthians, Paulo Roberto recusa transferência para o Fluminense

Fluminense e Corinthians vêm conversando bastante na reta final da parada para a Copa. Enquanto o atual campeão brasileiro tenta contratar Douglas, em definitivo, para suprir a saída de Maycon, os tricolores têm interesse, além de Júnior Dutra, em Paulo Roberto, 31 anos.

Reserva no time de Osmar Loss, o volante foi procurado pelo clube de Laranjeiras, nesta quinta-feira, para um possível empréstimo. Ele, entretanto, declinou desta primeira oferta e pretende seguir em São Paulo, onde se vê adaptado. A cessão de Paulo Roberto facilitaria a ida da joia de Xerém para o Parque São Jorge, embora as negociações sejam independentes.

Apesar da recusa do corintiano, as tratativas por Douglas e Júnior Dutra seguem em curso e têm grandes chances de se concretizar.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!

Ex companheiro pode ser determinante para acerto de Cabezas com o Flu

Equatoriano entrou em contato com Luciano para ter informações do Flu.

O acerto entre Fluminense e Bryan Cabezas encaminha para um acerto positivo. Após o Atalanta dar sinal verde para o Tricolor negociar com o jogador, o próprio atacante entrou em contato com Luciano, ex companheiro de Panathinaikos para ter mais informações do Flu. As boas informações passadas por Luciano, teria deixado Cabezas animado em acertar com o Tricolor.

Caso acerte mesmo com o Fluminense, Cabezas irá reencontrar outro ex companheiro: Sornoza, que atuo com o atacante na campanha do vice campeonato da Independiente Del Valle na Libertadores de 2016. Sornoza teria sido inclusive consultado pela diretoria do Fluminense sobre o atacante e, passou boas referências do ex companheiro.

 

ST,

Douglas Wandekochen

foto: Archivo/BF

Fluminense e Corinthians sinalizam uma troca de jogadores

Tricolor teria pedido o atacante Júnior e o volante Paulo Roberto para liberar Douglas.

Fluminense e Corinthians ensaiam uma troca de jogadores. Douglas iria para o Parque São Jorge, enquanto Júnior Dutra e Paulo Roberto chegariam por empréstimo ao tricolor, que ainda receberia uma compreensão financeira para liberar Douglas em definitivo ao Corinthians.

De acordo com o site especializado em notícias do clube paulista: “Meu Timão”, os clubes já teriam chegado a um acordo que depende agora apenas do “sim” dos atletas para ser concluída.

Ainda de acordo com o portal, o Corinthians ficaria ainda responsável por pagar parte dos salasaláde Dutra e Paulo Roberto como garantia que os atletas receberão dia, uma vez que é de conhecimento público que o Fluminense atravessa um momento financeiro complicado que vêm atrapalhando em arcar com a folha salarial.

 

ST,

Douglas Wandekochen

foto: Daniel Augusto Jr. 

Fluminense acerta salários com Júnior Dutra e vê reforço ficar mais perto

Paralelamente às tratativas com Bryan Cabezas, o Fluminense negocia a vinda de um reserva para Pedro. O nome escolhido é Júnior Dutra, cada vez mais perto de se mudar para o Rio de Janeiro. Antes um entrave, os salários, em torno de R$ 180 mil, dentro do teto estabelecido pela diretoria para 2018, foram acertados. De acordo com o portal ‘Eu, Rio’, os vencimentos vão ser divididos entre os dois clubes.

Tentando enxugar seu elenco, o Timão apresentou uma lista de jogadores que poderiam se transferir. Nela, quem mais agradou ao Fluminense foi Dutra, revelado pelo Santos e com passagens por Avaí, Vasco, Santo André, Atlético-PR e pelo exterior. Sem sucesso com a camisa do atual campeão brasileiro, o centroavante disputou apenas 22 jogos e marcou dois gols. Seu contrato com o Tricolor deve ser assinado até dezembro deste ano, podendo ser ampliado até o fim da próxima temporada.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Eu, Rio.

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!