Atletas do Fluminense embarcam para o Pan Júnior Cali 2021

Mayara defenderá a seleção brasileira de vôlei e Ana Beatriz Nunes a equipe de nado artístico

Esta semana o Fluminense terá dois representantes nos Jogos Pan-Americanos Júnior Cali 2021. Mayara Barcelos embarcou na madrugada deste domingo (28/11), e Ana Beatriz Nunes viaja nesta segunda-feira (29/12) para a Colômbia, onde defenderão a seleção brasileira de vôlei e nado artístico, respectivamente.

Mayara, um dos destaques do Fluminense na Superliga Feminina, será a primeira a entrar em ação. A seleção feminina de vôlei estreia contra Porto Rico, na quarta-feira (01/12), pelo grupo B do Pan Júnior.

“É sempre muito bom defender a seleção brasileira. Fico muito feliz com mais essa oportunidade. Espero ajudar a equipe para que possamos voltar para o Brasil com mais uma medalha”, disse Mayara, campeã do Sul-Americano Sub-18 em 2016.

Ana Beatriz Nunes cai na piscina no dia seguinte. A tricolor disputa a rotina técnica com a equipe brasileira na quinta-feira (02/12). No dia seguinte será a vez da rotina livre e, no sábado (03/12), o Highlight.

“Estou muito feliz para competir no meu primeiro Pan-Americano. Nadamos bem no Sul-Americano e agora queremos melhorar ainda mais em Cáli”, disse Bia Nunes, campeã sul-americano no início de novembro, em Lima, Peru.

Texto: Comunicação/FFC
Fotos: Mailson Santana/FFC e arquivo pessoal

Fluminense entrou na campanha de vacinação da gripe, vacinou funcionários e jogadores

Diante do grande número de casos de influenza na cidade nos últimos dias, o Fluminense entrou na campanha de vacinação promovida pela Prefeitura do Rio. Em parceria com a Vaccini, o Tricolor aplicou 118 doses do imunizante contra a gripe em seus jogadores e funcionários na manhã desta quarta-feira (01/12), no Centro de Treinamento Carlos Castilho.

Nesta quinta-feira (02/12) será a vez dos funcionários de Laranjeiras receberem a vacina. A expectativa é de que 400 doses sejam aplicadas na sede social do clube.

Não há necessidade de intervalo entre as doses da Covid-19 e da gripe. A aplicação da vacina é destinada a pessoas a partir de seis meses de idade, especialmente para os grupos prioritários, que incluem idosos, crianças, trabalhadores da área da Saúde, gestantes e puérperas.

A Influenza ou gripe é uma doença viral aguda do aparelho respiratório, que provoca febre, tosse, dor de garganta, dores no corpo e mal-estar. Geralmente benigna e autolimitada, pode em alguns casos apresentar complicações, levando à internação hospitalar e até mesmo à morte em casos extremos.

Fotos: Lucas Merçon/FFC
Texto: Comunicação/FFC

Fluminense não terá torcida visitante contra o Bahia

O Fluminense informa que, apesar do esforço de sua diretoria, repetindo o que havia feito antes da partida contra o Atlético-MG no último fim de semana, também não poderá contar com o apoio de sua torcida no jogo contra o Bahia, no próximo domingo (05/12), às 16h, na Itaipava Arena Fonte Nova, em confronto válido pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A decisão se sustenta em um decreto da Secretaria Municipal de Saúde de Salvador (nº 34.658/2021), atualizado no último dia 21 de outubro, em que fica estabelecida a obrigatoriedade de torcida única – sempre da equipe mandante – nos jogos na capital baiana.

O Fluminense solicitou, por meio de um ofício, uma carga de ingressos para a partida junto ao Bahia, que respondeu explicando que o decreto municipal impede a comercialização de bilhetes para torcida visitante.

Funcionários e jogadores recebem vacina contra a gripe

Diante do grande número de casos de influenza na cidade nos últimos dias, o Fluminense entrou na campanha de vacinação promovida pela Prefeitura do Rio. Em parceria com a Vaccini, o Tricolor aplicou 118 doses do imunizante contra a gripe em seus jogadores e funcionários na manhã desta quarta-feira (01/12), no Centro de Treinamento Carlos Castilho.

Nesta quinta-feira (02/12) será a vez dos funcionários de Laranjeiras receberem a vacina. A expectativa é de que 400 doses sejam aplicadas na sede social do clube.

Não há necessidade de intervalo entre as doses da Covid-19 e da gripe. A aplicação da vacina é destinada a pessoas a partir de seis meses de idade, especialmente para os grupos prioritários, que incluem idosos, crianças, trabalhadores da área da Saúde, gestantes e puérperas.

A Influenza ou gripe é uma doença viral aguda do aparelho respiratório, que provoca febre, tosse, dor de garganta, dores no corpo e mal-estar. Geralmente benigna e autolimitada, pode em alguns casos apresentar complicações, levando à internação hospitalar e até mesmo à morte em casos extremos.

Flu derrotou o Heips nesta quarta , pela última rodada da fase de grupos do Estadual Feminino Sub-18


As Meninas de Xerém dominaram a partida e venceram o Heips por 6 a 0, na tarde desta quarta-feira (01/12), no CT Vale das Laranjeiras, em Xerém, pela última rodada da fase de grupos do Campeonato Estadual Feminino Sub-18. Com o resultado, o Tricolor encerra a primeira fase do torneio na segunda colocação do Grupo A, com 10 pontos, e enfrenta o Vasco da Gama pela semifinal do campeonato, em partida única, prevista para acontecer no sábado (04/12), com local e horário a serem definidos.

Primeiro tempo

Aos 4, o Fluminense chegou com Duda Cerqueira, que arriscou o chute de longe, mas a goleira adversária fez a defesa. No minuto seguinte, a volante marcou, de cabeça, o primeiro gol do Tricolor na partida. Aos 7 minutos, o Heips fez um gol contra, ampliando o placar para o Flu.  Com 9 minutos, a atacante Carol Valle chutou, mas a bola foi por cima do gol. Aos 13, Raphaela Saade sofreu falta dentro da área, o árbitro marcou pênalti. A volante cobrou e fez o terceiro do Flu. Aos 24, Nogueira levou perigo ao gol adversário. A atacante cobrou falta direto para o gol, mas a goleira ficou com a bola. Aos 28, Sandy ficou cara a cara com a goleira, que fez a defesa para o Heips. Aos 32, Duda Calazans mandou para a área e Sandy marcou o quarto gol do Fluminense. Aos 40, Duda Calazans invadiu a área e marcou o quinto gol para o Flu.

Segundo tempo

Aos 11, Laís arriscou de longe, mas chutou por cima do gol. No minuto seguinte, o Flu teve mais uma oportunidade com Laís Santos, que chutou firme, mas a bola passou rente à trave. Aos 18, Raphaela Saade cobrou falta direto para o gol, mas a goleira fez a defesa. Aos 23, Duda Calazans mandou um chutaço pela direita. A goleira adversária fez a defesa. Com 37 minutos, Raphaela Saade cobrou falta para a defesa da goleira adversária. No último minuto da partida, a atacante Carol Valle chutou no canto esquerdo para marcar o sexto gol do Tricolor.

Serviço

Campeonato Estadual Feminino Sub-18 da temporada de 2021

Fluminense 6 x 0 Heips  

Data: 01/12/2021

Horário: 15h

O Fluminense entrou em campo com: Mari, Luana Gusmão, Larissa Forte, Duda Mattos, Nicole, Duda Cerqueira, Raphaela Saade, Nogueira, Duda Calazans, Sandy e Carol Valle

Gol: Duda Cerqueira 5’1T – Gol contra 7’1T – Raphaela Saade 13’1T – Sandy 32’1T – Duda Calazans 40’1T – Carol Valle 45’2T

Local: CT Vale das Laranjeiras – Xerém

Texto: Comunicação/FFC

Fotos: Mailson Santana/FFC

Moleques de Xerém chegam no Chile para disputa de Copa, confira!

Os Moleques de Xerém já estão no Chile para a disputa da Copa Carlos Campos Silva, torneio Sub-18 que começa na quinta-feira. Fluminense viajou com a maioria de atletas da geração 2003 e alguns mais novos como Gabriel Lyra. 🇨🇱

Fluminense não terá torcida visitante contra o Bahia 

O Fluminense informa que, apesar do esforço de sua diretoria, repetindo o que havia feito antes da partida contra o Atlético-MG no último fim de semana, também não poderá contar com o apoio de sua torcida no jogo contra o Bahia, no próximo domingo (05/12), às 16h, na Itaipava Arena Fonte Nova, em confronto válido pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A decisão se sustenta em um decreto da Secretaria Municipal de Saúde de Salvador (nº 34.658/2021), atualizado no último dia 21 de outubro, em que fica estabelecida a obrigatoriedade de torcida única – sempre da equipe mandante – nos jogos na capital baiana.

O Fluminense solicitou, por meio de um ofício, uma carga de ingressos para a partida junto ao Bahia, que respondeu explicando que o decreto municipal impede a comercialização de bilhetes para torcida visitante.

Luiza Calazans fala sobre última partida da fase de grupos pelo Estadual Sub-18 

O Fluminense se prepara para entrar em campo pela última rodada da fase de grupos do Campeonato Estadual Feminino Sub-18. A partida acontece nesta quarta-feira (01/12), contra o Heips, no Centro de Treinamento Vale das Laranjeiras, em Xerém, às 15 horas. A zagueira Luiza Calazans falou sobre o confronto e a importância de conquistar os três pontos.

“Sabemos da importância do jogo de quarta-feira. É o jogo da classificação. Continuamos trabalhando nesses últimos dias antes da partida para chegarmos bem no jogo, e conseguirmos a vitória”.

As Meninas de Xerém ocupam a segunda colocação do grupo A, com sete pontos e lutam pela vitória para alcançar a classificação para a semifinal da competição. O Flamengo lidera o grupo, com oito, enquanto Duque de Caxias é o terceiro colocado, com seis, seguido do Serra Macaense, que tem três. O Heips, ainda não conquistou nenhum ponto no torneio.

Fluminense fica a uma vitória em dois jogos para conseguir classificação à Libertadores

A derrota do Ceará para o Flamengo, nesta quarta-feira, no Maracanã, ajudou diretamente ao Fluminense na luta por uma vaga na Libertadores de 2022. Isso porque deixou o tricolor dependendo de apenas uma vitória para se garantir matematicamente na Libertadores da próxima temporada — neste caso, na fase pré.

Com 51 pontos neste momento, o Fluminense precisa vencer o Bahia, no próximo domingo (05), na Fonte Nova, ou a Chapecoense, na próxima quarta-feira (08), no Maracanã, que chegaria na pontuação necessária para garantir a vaga.

A conta é a seguinte: o Fluminense vencendo Bahia ou Chapecoense, chegará a 54 pontos e 15 vitórias. O Ceará, se vencer as duas rodadas seguintes, chegaria a 55. O América-MG, que tem três jogos a menos, pode ir a 55. Mas os clubes se enfrentam. Ou seja, apenas um deles atingiria esta pontuação. Assim, o Fluminense cairia do sétimo para o oitavo lugar no máximo.Já o Internacional, se vencer os dois jogos restantes, também chegaria aos 54 pontos. Mas ficaria com 14 vitórias e não pode ultrapassar o Tricolor.

Neste cenário, o Fluminense ficariano máximo em oitavo lugar, garantindo uma vaga na Pré-Libertadores. Vale lembrar que o tricolor precisa estar entre os seis primeiros colocados, no mínimo, para entrar diretamente na fase de grupos.

Confira a distribuição de vagas para o Brasil na Libertadores neste momento:

1º — Atlético-MGFase de grupos

2º — FlamengoFase de grupos

3º — PalmeirasCampeão da Libertadores — Fase de grupos

4º — CorinthiansFase de grupos

5º — BragantinoFase de grupos

6º — FortalezaFase de grupos

7º — FluminensePré-Libertadores

8º — CearáPré-Libertadore

15º — Athlético-PRCampeão da Sul-Americana — Fase de grupos.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Fonte: O Globo

Marcão admitiu em Coletiva que Caio Paulista não vem produzindo como antes. Leia!

O técnico Marcão terá até sábado para preparar a equipe para o duelo do próximo domingo contra o Bahia, na Arena Fonte Nova pela 37ª rodada do Brasileirão.

O treinador esta semana terá que avaliar uma nova formação para o setor ofensivo. Isso porque Caio Paulista não vem rendendo o esperado. O jogador de 23 anos não vem repetindo as boas atuações que teve na temporada, desde que retornou de lesão. Chegou a ficar 45 dias parado em função de uma lesão na coxa direita.

Marcão vinha tentando apoiar o atleta e ressaltando sua utilidade tática, mas não sabemos se vai continuar insistindo na escalação, uma vez que o Fluminense precisa conquistar uma vaga na Libertadores.

“A gente cobra muito do Caio, vocês cobram muito do Caio porque sabem até onde ele pode ir. Mais uma vez, ele entregou taticamente, mas a gente sabe que tem um limite. Que ele não está conseguindo produzir o que ele vinha produzindo há um tempo”, admitiu o treinador após a derrota para o Atlético-MG, no último domingo.

“Taticamente, ele nos ajudou bastante no início. Era um jogo grande, em que com a imposição física dele, ele nos ajuda. Ele entrega taticamente mais do que o Arias, por isso a escolha. Mas a gente vai analisando jogo a jogo, se a gente achar o Arias está melhor nessa questão ofensiva e defensiva, a gente vai utilizá-lo também”, completou.

No Mineirão, Arias substituiu Caio Paulista aos 23 minutos do segundo tempo. Contra o Bahia, ele poderá começar jogando