fbpx

Ferj define Vasco como mandante e, clube poderá escolher o setor que irá abrigar seu torcedor

De acordo com a federação, sorteio definiu o mando ao Cruz maltino.

O clássico entre Fluminense e Vasco, que irá decidir o título da Taça Guanabara, já começou nos bastidores e, com vitória vascaína. Isso porque, por determinação da Ferj, o clube da cruz de malta poderá escolher o lado em que ficará sua torcida, devendo desta forma optar pelo setor Sul, onde é frequentado costumeiramente pelos tricolores.

De acordo com  Ferj, em sorteio realizado pela própria confederação na última segunda-feira (11), apontou o cruz maltino como mandante da decisão. Podendo desta forma optar em qual setor abrigará sua torcida.

A definição saiu na manhã desta sexta-feira (15) em reunião na sede da própria federação que, além dos presidentes dos clube, também estiveram presentes representantes da polícia e do consórcio Maracanã.

Após vitória, tricolores usam a internet para zoar o rival

Foto: Lucas Merçon/FFC

E mais uma vez a alusão ao cheirinho não ficou de fora.

Após a vitória de 1 a 0 do Fluminense sobre o Flamengo, a torcida Tricolor não perdeu tempo e foi logo pra “grande rede” zoar o rival.

Dentre tantos memes, os tricolores usaram duas paródia do programa humorístico, Chaves, para fazer mais uma vez alusão ao tradicional cheirinho, que é sempre lembrado pelos rivais toda vez que o Flamengo é eliminado de um campeonato.

Acompanhe os vídeos: 

O profeta: Bruno Silva revela que previu gol do Flu no fim da partida

Foto: Lucas Merçon/FFC

Volante também fez questão de enaltecer o trabalho do técnico Fernando Diniz.

A vitória do Fluminense por 1 a 0 diante do Flamengo, foi como o torcedor gosta: com emoção, suado, e com um gol nos últimos minutos.

Em menor número, a torcida tricolor acreditou o tempo todo e ficou no estádio mesmo quando parecia que a classificação ficaria com o rubro-negro. Dentro de campo, o pensamento era o mesmo: Bruno Silva, por exemplo, já havia comentado com Luciano que o gol Tricolor sairia no fim:

– Eu falei com o Luciano que o gol iria sair aos 44 minutos. Saiu depois um pouquinho, né ? (risos) – disse o volante.

O camisa 8 fez questão também de destacar o trabalho do treinador Fernando Diniz, que em pouco tempo conseguiu implementar um padrão e uma identidade à equipe:

– Isso também é mérito do Diniz: temos que ressaltar que esse cara está fazendo, o que ele trabalha. O que a gente faz aqui é muito treinamento, muita repetição. E quando a gente chega no jogo e faz é porquê tem que fazer pois se treina muito – completou o jogador.

Com a vitória, o Fluminense garantiu classificação para enfrentar o Vasco na final da Taça Guanabara no próximo domingo (17), no Maracanã, às 17hrs.

Autor do gol da vitória, Luciano comemora: marcar num Fla-Flu é diferente

Foto: J. Ricardo Fernandes

Atacante marcou aos 47 minutos do segundo tempo.

Autor do gol da classificação do Fluminense à final da Taça Guanabara, o atacante Luciano comentou sobre a alegria de marcar um gol no maior rival do Tricolor:

– Marcar num Fla-Flu é diferente. Eu tinha te falado outro dia sobre isso. Vi a jogada rápida ali, quando o Caio roubou a bola, o Airton ligou logo para o Yony, que rolou e eu tive a felicidade de acertar um chute bem colocado. Fico muito feliz com isso – comentou o atacante.

Antes disso, má saída do campo logo após o final do jogo, o atacante comentou sobre a possível vantagem técnica do Flamengo:

– Outro dia eu falei na coletiva, que futebol se ganha onze contra onze e não que investiu mais e em salário de jogadores. Hoje isso ficou vem claro, fomos superiores durante o jogo quase todo. Os caras quase não tiveram chance há não ser em uma cabeçada. E, sobressaiu o trabalho: uma mês quena gente sai duas horas da tarde, oito horas da noite. E graças a Deus a gente foi presenteado – falou o jogador.

Comentarista detona Abel Braga: “foi a vitória do futebol contra um time covarde”

Foto: Lucas Merçon/FFC

Durante debate no programa “linha de passe” Mauro César não poupou críticas ao treinador.

Após a vitória do Fluminense sobre o Flamengo, muitos comentaristas esportivos criticaram a postura da equipe rubro-negra e sobre tudo do treinador da equipe: Abel Braga.

Um desses comentarista, Mauro César Pereira, dos canais ESPN, não poupou crítica ao treinador durante na edição da última quinta-feira (14) do programa Linha de Passe

Em uma de suas falas, Mauro César chegou a dizer que o treinador é poupado das críticas por parte da imprensa:

– O Abel é tipo o Felipão: por ser um treinador bom de resenha, ele é poupado em relação as críticas. Mas até seus comentários são ultrapassados. Lamentar as chances criadas, que chances ? Uma derrota que serve de aprendizado… jogar no contra ataque ? É inadmissível um time do tamanho do investimento do Flamengo, jogar no contra ataque – disse Mauro.

Em certo momento do programa, o comentarista ainda enalteceu o trabalho de Fernando Diniz, chegando a dizer que a partida foi: “uma vitória do futebol contra a covardia”.

– o jogo do Flamengo foi covarde, enquanto o Fluminense, mesmo com jogadores tecnicamente inferiores, tentava ficar com a bola, tentava propor o jogo. Não liquidou a partida antes por que faltava exatamente do meio para frente essa categoria. Espero que o Fluminense conquiste coisas boas, pois vence o futebol. Hoje foi uma vitória do futebol contra um time covarde – falou o comentarista

Ainda de acordo com o jornalista, o trabalho realizado por Abel Braga até o momento é um regresso em comparação aos trabalhos realizados por Dorival Júnior e até mesmo Maurício Barbieri, ex treinadores do Flamengo.

Provável estréia de Ganso deve acontecer no maior palco de futebol do Mundo

A partida estava marcada para acontecer em Moça Bonita.

A maior contratação do futebol carioca e nacional, Paulo Henrique Ganso, deverá ter sua estréia com a camisa tricolor no maior palco de futebol do mundo, o Maracanã.

O jogador que não chegou há tempo de ser inscrito nem na Taça Guanabara e nem na primeira fase da Sul-Americana, deve realizar sua primeira partida pelo Flu na estréia da Taça Rio, contra o Bangu.

Planejando a estréia de seu maior astro, o Fluminense, junto com a TV detentora dos diretos de transmissão do Campeonato, solicitou junto à Ferj que a partida até então marcada para Moça Bonita, “casa do Bangu”, fosse transferida para o Maracanã. Pedido esse, aceito e confirmado pela entidade no início da tarde desta quinta-feira (14).

Em preto e branco, Fluminense homenageia vítimas do Ninho

O Tricolor fará toda a cobertura da partida em preto e branco.

Flamengo e Fluminense entram em campo logo mais para decidirem uma vaga à final da Taça Guanabara.

Em partida que promete uma gigantesca carga emocional ainda por conta da tragédia ocorrida na última sexta-feira (08) no Ninho do Urubu, quando um incêndio vitimou 10 atletas da base rubro-negra.

Diversas homenagens vem sendo preparadas antes da bola rolar. E, o Flu não ficou de fora dessa. O clube das Laranjeiras anunciou que fará toda a cobertura da partida em preto e branco, em luto aos meninos falecidos no incêndio.

Vale destacar que o Vasco também prestou sua homenagem aos meninos. Em seu primeiro jogo pós tragédia, o cruz maltino entrou em campo com uma pequena bandeira do Flamengo em sua camisa.

Flu não envia documentação e impede acerto de Orejuela com a LDU

Foto: Divulgação

Tricolor aguarda o pagamento da LDU para liberar a papelada do volante.

De acordo com informações do site equatoriano Bendito Fútebol, o volante Orejuela ainda não pode ser regularizado pela LDU.

Segundo a informação, o Fluminense exige US$ 4 milhões (cerca de R$ 14,8 milhões) para liberar documentações do jogador ao clube equatoriano.

Sem os documentos, o volante não pode ser inscrito na Liga nacional, tão pouco, jogar pelo clube do equador enquanto não for regularizado.

Ainda de acordo com o site, os dirigentes equatorianos estão otimistas num desfecho positivo para poder contar o mais rápido possível com o jogador que é considerado de extrema importância ao clube equatoriano.

Atenção ! Fluminense colocou mais uma trava para a inscrição de Jefferson Orejuela na Liga

Os onze de Diniz: treinador deverá repetir no Fla-Flu a equipe que goleou na estréia da Copa do Brasil

Foto: Lucas Merçon/FFC

Marlon deve ser mantido no lugar de Mascarenhas, fora por caxumba.

Ainda sem poder contar com o meia e maior reforço recente do Flu, Paulo Henrique Ganso, o Tricolor está praticamente definido para encarar o Flamengo em uma das semifinais da Taça Guanabara.

Para a partida, o técnico Fernando Diniz deve manter a mesma equipe que goleou o River-PI, na estréia da Copa do Brasil na semana passada. Dessa forma, Marlon segue como titular da lateral esquerda, substituindo Mascarenhas, fora por caxumba.

Dessa forma, o provável time Tricolor irá iniciar o Fla-Flu, de ser o seguinte: Rodolfo; Ezequiel, Digão, Matheus Ferraz e Marlon; Airton, Bruno Silva e Daniel; Everaldo, Yony Gonzales e Luciano.

Ganso, novo reforço, não pode atuar pois as inscrições para a Taça Guanabara se encerraram antes da assinatura de contrato do jogador com o clube. O lateral direito, Gilberto,que voltou aos treinos nesta quarta-feira (13), também segue de fora da equipe.

 

Em coletiva, Arão elogia Diniz: “Tem um estilo único”

Foto: Divulgação/CRF

Jogador ainda declarou que espera um jogo muito complicado.

Escolhido para participar da entrevista coletiva da equipe do Flamengo nessa quarta-feira (13), o volante William Arão comentou de como espera ser o jogo entre Flamengo e Fluminense.

Na visão do volante, o jogo tem tudo para ser muito equilibrado e, aproveitou para elogiar o estilo de jogo do Fluminense:

– A gente espera um jogo difícil, jogo complicado. Fendando Diniz tem um estilo único de montar as equipes deles – disse o jogador.

Arão ainda comentou sobre a vantagem rubro-negra, que garante a classificação com qualquer empate:

– Nós vamos entrar pra atacar, manter a bola e esquecer o empate de início. A gente não pode entrar pensando em empatar – concluiu o volante.

Flamengo e Fluminense se enfrentam nesta quinta-feira (14) às 20hrs30, no Maracanã, quando decidem uma vaga para a final da Taça Guanabara.

Top