fbpx

Ganso no banco?

Meia alongou pré-temporada e viu Nenê se tornar a referência do time. LANCE! analisa as possibilidades, se baseando nas funções feitas pelo camisa 10 no ano passado

O camisa 10 do Fluminense está de volta. Depois de estender a pré-temporada para realizar um trabalho de reequilíbrio muscular, Paulo Henrique Ganso vai ser relacionado para o partida deste domingo (9), contra o Botafogo, no Maracanã. O Clássico Vovô pode marcar a estreia do meia em 2020.

No entendimento da comissão técnica, Ganso é indispensável e por conta do histórico de lesões no joelho, foi necessário ter paciência para que o meia esteja à disposição da melhor formar possível. A cautela se justifica ainda mais por conta da lesão muscular na coxa esquerda, que o tirou das últimas rodadas do Brasileiro.

Em boa forma física, Ganso agora terá que readquirir ritmo de jogo. Ele vem participando sem nenhum tipo de restrições das atividades no Centro de Treinamento. No entanto, como diz a velha máxima, treino é treino e jogo é jogo. Por isso, a tendência é de que o camisa 10 inicie o clássico no banco de reservas.

Fonte: LANCE!

FOTO: LUCAS MERÇON / 

“Que orgulho”, declara Alisson com foto com camisa do Fluminense após assistir ao irmão Muriel no Maracanã

Goleiro do Liverpool e da Seleção passa dias de folga no Rio e mantém a forma no Tricolor

A estreia do Fluminense na Copa Sul-Americana contou com uma presença VIP: Alisson. O goleiro do Liverpool, da Inglaterra, e da seleção brasileira acompanhou de um dos camarotes do Maracanã o irmão Muriel no empate por 1 a 1 com o Unión La Calera, do Chile. Após a partida, ele postou nas redes sociais uma foto usando o uniforme do clube ao lado do camisa 27 tricolor.

– Que orgulho te acompanhar de perto, gigante – escreveu na imagem.

Confira:

Alisson se sentiu em casa não só pela presença do irmão no Fluminense. Acompanhado do pai no CT tricolor na curta temporada carioca, ele ainda reviu Odair Hellman, hoje técnico do Fluminense, e o auxiliar Mauricio Dulac. A dupla conheceu Alisson no seu início no Inter.

Dulac ainda trabalhou com Dunga e Tite na Seleção, como analista de desempenho dos dois. Foi Dunga o primeiro treinador a chamar Alisson para a seleção brasileira.

Fonte: Globo Esporte

Flu recusa proposta de 33 milhões do CSKA por Marcos Paulo

Recuperado de lesão muscular, Marcos Paulo fez sua estreia em 2020 apenas na noite desta terça-feira, com direito a assistência e boa atuação no empate entre Fluminense e Unión La Calera, pela 1ª fase da Sul-Americana, no Maracanã. Entretanto, o atacante de 19 anos vem sendo observado há tempos pelo futebol europeu.

Nos últimos dias, o Fluminense recusou uma proposta de 7 milhões de euros (cerca de R$ 33 milhões) do CSKA, da Rússia, por 50% dos direitos econômicos do jogador. A diretoria tricolor não pretende negociá-lo neste começo de ano e acredita que pode conseguir uma venda melhor em janelas futuras.

O próprio Marcos Paulo também não demonstrou interesse na proposta. Focado em evoluir no Fluminense, ele prefere aguardar oportunidades em centros mais relevantes na Europa.

E mercado não parece faltar. Se apenas o CSKA fez proposta oficial até o momento, Barcelona, Juventus, Newcastle e Nice fizeram sondagens buscando informações sobre a joia de Xerém. O clube catalão, inclusive, chegou a mandar representantes ao Brasil no ano passado.

O fato de Marcos Paulo ter cidadania europeia por ser neto de português (inclusive atua nas seleções de base de Portugal) deixa o mercado ainda mais aberto no Velho Continente.

Fonte: Globo Esporte

Foto: Lucas Merçon

Jogo do Flu pela Copa do Brasil sofre adiamento

Fluminense, que enfrentaria o Moto Club-MA, pela 1a fase da Copa do Brasil 2020, teve a partida adiada pela CBF.

O jogo, que aconteceria em 12 de Fevereiro, às 21:30, em São Luís, foi remarcado para o dia 26 de fevereiro, devido a participação de Fluminense e Volta Redonda, em fase decisiva do Carioca, na competição nacional.

A informação foi confirmada pela Federação Maranhense de Futebol (FMF).

Confira a nota oficial da CBF:

Marcos Paulo e Evanilson são relacionados pela primeira vez na temporada

Nesta terça-feira (4), o Fluminense estreia na Copa Sul-Americana, competição tratada como prioridade por todos dentro do clube. Além de dar uma vaga para a Libertadores do ano que vem, a conquista do torneio continental terminaria com um incômodo tabu, já que o Tricolor é a única equipe carioca sem possuir um título desse porte. A caminhada se inicia contra o Unión La Calera, do Chile, às 21h30, no Maracanã, com transmissão em tempo real do Canal Flunews.

Para esse importante compromisso, o técnico Odair Hellmann terá reforços importantes para o setor ofensivo. Trata-se de Evanilson e Marcos Paulo, que tiveram lesões musculares na coxa antes do primeiro jogo da temporada, desfalcando o Fluminense desde então. Recuperados, os dois já treinam com o elenco desde a semana passada.

Ambos são crias de Xerém e sabem muito bem o que representa conquistar a Copa Sul-Americana. Para Marcos Paulo, a competição tem um sabor ainda mais especial, já que o atacante marcou os seus primeiros gols como profissional diante do Peñarol, no Maracanã, pelas oitavas de final de 2019. Na ocasião, o Tricolor venceu por 3 a 1 e o jogador abriu e fechou o placar.

Marcos Paulo tem chances de ser titular e apesar dos 19 anos, carrega uma certa maturidade, adquirida nos 35 jogos disputados no ano passado, seis deles na Copa Sul-Americana. Já Evanilson deve ficar como opção no banco de reservas e assim como Miguel, vai poder debutar em uma competição internacional atuando no time profissional.

A falta de experiência pode ser um problema em campo, mas os jovens estarão bem instruídos, já que o elenco também conta com jogadores experientes. São os casos de Muriel, Digão, Matheus Ferraz, Egídio, Henrique, Hudson e Nenê, que vai conversar bastante com a garotada.

– Saber que a gente tem que estar focado na gente e esquecer o time deles. Vamos conversar bastante sobre isso, mas temos que ter em mente que é um jogo decisivo, mata-mata e não vai ter outra chance. Então essa é a hora, o momento. Tenho falado com os meninos que quem estiver dentro de campo, tem que dar o máximo para ajudar o time a conquistar essa vitória – disse Nenê.

Fonte: Lance!

Corinthians está perto de acertar a contratação de Yony González

Yony González está muito próximo de ser jogador do Corinthians. A negociação com o Benfica pelo empréstimo do atacante avançou nos últimos dias. Ele é aguardado em São Paulo ainda nesta semana para realizar exames médicos e assinar contrato.

Restam apenas detalhes burocráticos para que a transação seja confirmada pelos clubes. A tendência é de que o empréstimo seja gratuito e por uma temporada.

González, de 25 anos, apareceu no futebol brasileiro com a camisa do Fluminense no ano passado depois de se destacar no Junior Barranquilla, da Colômbia. Ele, inclusive, chegou a jogar com Cantillo na equipe colombiana.

Atuando pelos lados do campo ou como centroavante, Yony González teve bom desempenho no Fluminense. Foram 17 gols em 62 partidas. Ele foi contratado pelo Benfica no fim de 2019, mas já foi comunicado que não está nos planos do técnico Bruno Lage neste momento.

Após a vitória contra o Santos, neste domingo, em Itaquera, pelo Paulistão, o técnico Tiago Nunes fez elogios ao atacante colombiano, mas deixou a negociação para a diretoria.

– O Yoni é um grande jogador, tem qualidade, atributo, pode contribuir. Mas, até onde sei, não há nada de vínculo. Tem alguma coisa, chefe? – perguntou Tiago Nunes para o diretor de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves.

A chegada de Yony González ao Corinthians faz parte do pacote pela venda do meia-atacante Pedrinho. O jogador, hoje na Colômbia com a seleção brasileira no Pré-Olímpico, seguiria para o Benfica em julho.

O negócio total deve ser de 20 milhões de euros (R$ 95 milhões). Ainda há discussão por mais valores em bônus por objetivos. Os números ainda não são confirmados pela diretoria do Corinthians, que tem 70% dos direitos econômicos do jogador. Os outros 30% são do empresário Will Dantas.

Próximo rival do Flu chega ao Rio

Adversário do Fluminense na primeira fase da Copa Sul-Americana, o Unión La Calera, do Chile, já está no Rio de Janeiro. Os jogadores desembarcaram na noite deste domingo no Aeroporto do Galeão e seguiram para um hotel na Zona Sul da cidade, onde já fizeram um trabalho regenerativo.

Nesta segunda-feira, o time realiza um treino fechado para a imprensa nas instalações do Vasco e fará os ajustes finais para o jogo de ida nesta terça-feira, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã. A partida de volta será no dia 18, no Estádio Nicolás Chahuán Nazar, em La Calera, no Chile.

O Unión La Calera chega com um dia a mais de descanso do que o Fluminense, pois jogou na sexta-feira e venceu a Unión Española por 1 a 0. O time lidera o Campeonato Chileno com seis pontos após duas rodadas, empatado com a Universidad Católica, mas menor saldo de gols.

Fonte: Globo Esporte


“Se ele está vindo, é porque é de bom grado”, comenta Odair sobre Wellington Silva

O técnico Odair Hellmann, aos poucos, vai dando forma ao elenco do Fluminense para o decorrer da temporada. Último reforço contratado pelo clube, o atacante Wellington Silva apresenta duas qualidades: conhece a casa, pela qual foi revelado em 2010, e o treinador, com o qual trabalhou em 2018 e em 2019 no Internacional. Odair, inclusive, confirmou que o retorno do jogador, de 27 anos, foi um pedido dele e de sua comissão técnica.

— Foi um pedido nosso. Aqui, quando traz um jogador, não existe um cara que decide sozinho, as coisas são decididas em conjunto. Temos um presidente, uma comissão de futebol, a gente senta, conversa, tem planejamento, visualiza oportunidade sob parte financeira, e avalia. Se ele está vindo, é porque é de bom grado. Pode ter certeza, bem absoluta, que nenhum jogador que está ou vai estar no grupo não vai ser de bom grado, isso não tem a mínima possibilidade. Eu quero também o Messi, Cristiano Ronaldo, Neymar, mas temos que ter calma nesses aspectos. Somos bastante profissionais. Jogador que está no grupo vai ser do nosso agrado e ajudar na caminhada difícil e longa que temos pela frente — disse o treinador após a derrota para o Boavista, por 1 a 0, no último sábado, pelo Campeonato Carioca.

Foto:
Ricardo Duarte

Fonte: Lance!

Ferraz comenta sobre derrota e necessidade de revezamento no elenco para próximas partidas

Matheus Ferraz, após a derrota contra BoaVista do último sábado (1), falou sobre as questões de falta de entrosamento do time para conseguir vencer a partida, confira:

“é mais um aprendizado, saber que durante o ano a gente tinha começado bem, vimos um pouco de dificuldade hoje e temos que aprender com a derrota e saber o que precisamos melhorar pra gente trabalhar. Não foi o jogo que a gente gostaria, faltou velocidade, intensidade (…) mas tá crescendo, tá no começo, acho que faz parte a derrota, a gente tem q saber assimular, virar a chave, p fazer um grande jogo”

“a gente tem a questão de entrosamento, faltou um pouco, tava abafado, acabou desgastando um pouco mais a equipe, tem que tirar o maior proveito possível da derrota” – completou o jogador.

O jogador comento também sobre a mudança de elenco do Time e a necessidade de mudar o elenco nas paertidas:

“uma hora ou outra a derrota ia vim, o começo de temporada requer um pouco de tempo, mudança de treinador, de elenco(…) o entrosamento demora um pouco mais, tem muita coisa pra gente melhorar ainda”

“pela sequência de jogos que tem, vai ser necessário mudar o elenco, a gente precisa de um pouco de descanso, muitos jogadores já sofreram com lesoes que a gente tem que tomar cuidado… pra nossa equipe aguentar firme durante o ano”

Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

Top