fbpx

Fluminense consegue liberação para Bruno Silva jogar clássico com o Flamengo

Com o recurso contra suspensão negado pelo TJD-RJ na quinta-feira, o Fluminense precisou vencer o tempo para garantir a presença de Bruno Silva no clássico com o Flamengo, domingo, pela última rodada da Taça Rio. A menos de meia-hora para o recesso do fim de semana do judiciário, o clube conseguiu um segundo efeito suspensivo. Porém, o STJD vai marcar um julgamento para decidir se a pena de seis jogos, dos quais o volante cumpriu apenas dois, deverá ser obedecida. A punição é em decorrência da cusparada a vascaínos em duelo no Mané Garrincha, no início de fevereiro. Saudações Tricolores, Nicholas Rodrigues. Fonte: Globoesporte.com.  

Relato de um Tricolor qualquer. Convocação Fla-Flu.

Boa noite, amigos! Estava fechando as coisas no trabalho para ir embora quando um amigo me avisou que a procura da torcida do Fluminense por ingressos para o Fla x Flu é pífia até agora. Foi o suficiente para acabar com a minha sexta-feira. Nosso time obviamente não é nenhum timaço tecnicamente falando, mas vem jogando futebol alegre, organizado e ofensivo. O Fluminense de Fernando Diniz até agora honra as tradições do clube e se supera dentro de campo, mesmo com todos os problemas financeiros e salários atrasados. Sou do tempo em que uma classificação fora de casa em torneio importante era suficiente para encher a torcida de vontade de comparecer no jogo seguinte. Ontem o Fluminense confirmou o bom início de ano se classificando para a segunda fase da Sul Americana com grande vitória. O que está acontecendo, amigos tricolores? O que falta para abraçarem o clube? Esqueçamos um pouco todos os problemas extra-campo e vamos apoiar o nosso Fluzão contra o principal rival. Cada vitória hoje é importante para a nossa recuperação como clube. Do outro lado estará um adversário forte, mas nós já ganhamos deles esse ano e sabemos que podemos ganhar novamente. Ir ao Maracanã prestigiar o Flu é uma tradição, um programa fantástico para compartilhar com amigos, familiares e nossos irmãos de arquibancada. É domingo, horário ótimo, a princípio previsão de bom tempo, Rio de Janeiro, Maracanã, Fluminense, festa da torcida, clássico no campo e show na arquibancada. Onde está você, amigo tricolor? Onde está a sua alma de torcedor? Não existe lugar melhor para estar domingo 16:00, do que no Estádio Jornalista Mario Filho, o bom e velho Maraca. Imaginem o time que vem lutando dentro de campo e superando as adversidades que o clube vem passando, chegar na hora do jogo e olhar para uma arquibancada deserta, sem vibração, vazia e sem apoio. É triste demais, amigos! O Fluminense é time grande, precisamos representar o clube a altura, pois a instituição merece. A força de um clube de futebol está em sua torcida. Quer voltar a se orgulhar, faça a sua parte. O Flu é nosso, é da torcida! Compareça, apóie o time, se as coisas não forem bem e quiser vaiar, vaie, se quiser reclamar, reclame, mas exerça o seu papel de torcedor, seja tricolor na essência da palavra estando no Maracanã domingo. Não importa o campeonato, o jogo é Fla x Flu, é o clássico que o Brasil para para observar. Nosso lado precisa estar cheio, precisamos voltar a criar uma atmosfera de jogo de futebol, de jogo de time grande. Nós somos o Fluminense, tetracampeão brasileiro de futebol! Dirigentes, funcionários e jogadores passam, mas o Fluminense não passará jamais. Nosso compromisso é com o nosso escudo, nossa camisa e a nossa bandeira. É momento de abraçar a instituição e mostrar a nossa força. Domingo, 16:00 no Maracanã. Dia de Fla x Flu, dia de Fluminense! Todos aos Maraca. Um tricolor qualquer. Texto Saudações Tricolores.

Torcida Tricolor mostra pouca mobilização para o Fla-Flu

Foto: Divulgação
Torcida do Flamengo por outro lado já esgotou o setor norte.
Mesmo após a classificação contra o Antofagasta no Chile, a torcida do Fluminense parece não ter se empolgado tanto, pelo menos não se animou para comparecer ao Fla-Flu. Com mais de 27 mil ingressos vendidos até a tarde desta sexta-feira (22) apenas 200 bilhetes haviam sido comercializados para o setor Sul, destinado ao Tricolor. Por outro lado, os flamenguistas esgotaram o setor Norte. Vale destacar que o Flamengo é o mandante do jogo, com isso o sócio torcedor do Flu não tem direito ao pacote com ingresso grátis, sendo o valor mais barato custando R$24 com 60% de desconto.

Fluminense terá quatro opções e apenas três mudanças por fazer na Sula

Foto: Lucas Merçon/FFC
A próxima fase está prevista para ocorrer entre os dias 21 e 30 de maio.
Após a classificação contra o Antofagasta, quando ganhou a equipe chilena por 2 a 1, o técnico Tricolor, Fernando Diniz, ganhou uma grande dor de cabeça. Isso porquê o comandante terá quatro opções e apenas três vagas para inscrever novos atletas na próxima fase. Uma delas deve ser a entrada de Ganso. As outras no entanto ficam na briga entre Nino, Allan e Pedro, sendo o último, retornando de lesão. Léo Santos que seria outra opção do treinador, não pode ser utilizado pelo Flu por já ter sido inscrito anteriormente pelo Corinthians.

TJD-RJ nega recurso contra suspensão, e Fluminense pode perder Bruno Silva para o Campeonato Carioca

Denunciado por cusparada a vascaínos em clássico no Mané Garrincha, Bruno Silva pegou suspensão por seis jogos, dos quais cumpriu apenas dois. Conseguiu efeito suspensivo, mas o TJD-RJ, nesta quinta-feira, negou o recurso impetrado pelo Fluminense para anular a pena, em decisão que, por ora, não é definitiva. Assim, o volante pode ser desfalque durante o último mês do Campeonato Carioca. Hoje, o Fluminense recorrerá ao STJD em busca de mais um efeito suspensivo. Todavia, a questão pode não ser resolvida a tempo de relacioná-lo para o duelo com o Flamengo, domingo, pela última rodada da Taça Rio. O prazo para concluir o trâmite afim de tê-lo no fim de semana é até as 19h desta sexta-feira. Saudações Tricolores, Nicholas Rodrigues. Fonte: Globoesporte.com.

Exame indica melhora, e Pedro dá mais um passo para retomar treinos com o elenco

Numa clínica no Rio, na quinta-feira, Pedro passou por uma ressonância magnética que comprovou o sucesso na recuperação do joelho direito, lesionado em agosto de 2018. A avaliação de Luiz Antonio Vieira Martins, que operou o centroavante em setembro, é de que o enxerto e o ligamento estão em boas condições. Em conjunto com o médico da cirurgia, o coordenador médico e o fisioterapeuta do Fluminense, Douglas Santos e Nilton Petroni, o Filé, decidirão pela liberação do jovem aos treinos em campo reduzido com o elenco. No momento, ele faz, desde o início do mês, atividades com bola como preparação para o retorno em definitivo, previsto, a princípio, para maio. O jogador, aliás, deve ser inscrito na lista para a segunda fase da Sul-Americana, na qual o clube pode efetuar três trocas. Saudações Tricolores, Nicholas Rodrigues. Fonte: Globoesporte.com.

Everaldo elogia postura do Fluminense e festeja vitória pela Sul-Americana: “Classificação muito importante”

Foto: Lucas Merçon / FFC
Yony González, autor das duas assistências para os gols, também falou após o término do duelo Nesta última quinta (21), o Fluminense foi até o Chile para enfrentar o Antofagasta pelo jogo de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana. Após empatar em 0 a 0 em pleno Maracanã, o Tricolor mostrou personalidade, superou os erros individuais e saiu de campo com uma vitória importantíssima por 2 a 1 sobre os donos da casa. Principal nome da partida e da classificação, Everaldo, que além de marcar o primeiro gol foi essencial na construção da jogada do segundo, comemorou a classificação para a segunda fase da competição e disse que esperava uma partida complicada e tensa. "Esperávamos as dificuldades, não seria um jogo fácil. Com o apoio do torcedor, viriam para cima. Suportamos a pressão e fizemos os gols na hora certa para conseguir a classificação", disse. "Conseguimos classificar, uma classificação muito importante. Sabíamos que não seria fácil. Agora é voltar para o Brasil, descansar e disputar o clássico no domingo. Feliz demais pela classificação", concluiu. Além de Everaldo, Yony González, outro jogador que foi crucial na conquista da vaga também falou sobre a importância de entrar ligado e se doar 100% dentro de campo. O colombiano deixou o gramado do Estádio Regional de Antofagasta com duas assistências, além de algumas oportunidades criadas que poderiam ter resultado em gol.
Foto: Lucas Merçon / FFC
"Tive a oportunidade de jogar vários torneios internacionais. É um torneio difícil. Todas as equipes se preparam. Tem que dar tudo no campo, ninguém ganha nada no campo. Fizemos isso desde o primeiro minuto e conseguimos e resultado. A equipe está feliz por isso", afirmou. O Fluminense volta ao Rio de Janeiro para se preparar para o clássico contra o Flamengo, no próximo domingo (24), às 16h (de Brasília), no Maracanã. Devido ao desgaste da sequência de jogos disputados, Fernando Diniz não descarta poupar atletas para o duelo, válido pela última rodada da Taça Rio. Já classificado para às semis da competição, o Tricolor das Laranjeiras necessita de uma vitória para também garantir vaga nas semifinais do Campeonato Carioca sem depender de outros resultados ou de um possível título do segundo turno.

Com desfalques na zaga, Diniz faz teste e pode optar por Frazan contra o Antofagasta

Foto: Lucas Merçon / FFC
Zagueiro treinou entre os titulares no último treino antes do embarque para o Chile O Fluminense chega desfalcado para o duelo contra o Antofagasta, no Chile, às 19h15 (de Brasília), pela partida de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana. No jogo mais importante da temporada até aqui, Fernando Diniz não poderá contar com Paulo Henrique Ganso, que só pode ser inscrito na próxima fase, e também com três atletas do sistema defensivo: Digão (lesionado), Leo Santos (inscrito pelo Corinthians na competição antes de se transferir) e Nino (mesma situação de Ganso). Com isso, o treinador terá que optar por Frazan ou Paulo Ricardo para compor a zaga contra o time chileno. Após especulações de uma possível improvisação do volante Caio ou até do capitão Airton - que não estão descartadas -, o comandante tricolor testou Frazan entre os titulares no último treino antes da viagem para o Chile, que foi realizado na última terça-feira (19). Vale lembrar que, caso o jovem zagueiro seja a opção escolhida de Diniz para a partida, será a estreia do mesmo no ano. Até agora, Frazan sequer entrou em campo oficialmente pelo Fluminense. Paulo Ricardo, titular em alguns momentos do ano passado, era cotado como favorito na briga entre os dois, mas acabou sendo preterido pelo técnico na atividade. Fonte: Lance!

Matheus Ferraz celebra boa fase e projeta semana decisiva para o Fluminense

Foto: Divulgação / FFC
Zagueiro afirmou que o entrosamento sem Digão não será o mesmo, mas pregou confiança em quem for escolhido como substituto Após o empate em 1 a 1 com o Botafogo pela 4ª rodada da Taça Rio, o Fluminense se reapresentou no Centro de Treinamento Pedro Antônio (CTPA) e mostrou já ter mudado totalmente o foco. Isso porque a semana é decisiva para o clube. Nesta terça (19), depois de treinar no Rio de Janeiro, a equipe viajará para o Chile, onde enfrenta o Antofagasta, pela Copa Sul-Americana. No jogo de ida, o Tricolor não saiu do zero e chega para o duelo de volta com um teor de tensão. Em entrevista coletiva concedida na tarde desta segunda (18), Matheus Ferraz se disse motivado para a partida e pregou confiança no substituto de Digão, lesionado. Já que Leo Santos e Nino não estão inscritos na competição, a vaga será disputada por Paulo Ricardo e Frazan. "A gente ainda não treinou, ainda temos tempo. A equipe que jogou só fez regenerativo. Independentemente de quem jogar, está preparado. Por quem o Diniz optar, vai fazer um grande jogo. O entrosamento não vai ser o ideal, tanto na zaga quanto as outras peças. Mas a vontade vai atravessar a questão do entrosamento. É um jogo que requer muita motivação". O zagueiro também falou sobre a boa fase que vem vivendo no Fluminense. Contratado para esta temporada, o atleta de 34 anos vem surpreendendo com atuações seguras e garantiu o posto de titular no Tricolor. "É tudo fruto de trabalho e dedicação. Vim para cá para me dedicar ao máximo e ajudar o Fluminense. Onde passei, pude ter uma boa regularidade. Me preparei para ter essa oportunidade e chegar ao Fluminense. As coisas vêm fluindo". Perguntado sobre Paulo Henrique Ganso, Ferraz não poupou elogios ao camisa 10. De acordo com ele, o meia tem capacidade de decidir uma partida a qualquer momento. "É um jogador diferenciado, todos sabem. Vem numa crescente, fazendo coisas do estilo de jogo dele, a visão de jogo que tem a diferente. É um cara de peso, que impõe respeito. A qualquer momento pode definir uma partida". O defensor analisou o empate com o Botafogo no 'Clássico Vovô' e lamentou as chances de gol desperdiçadas pelo time quando ainda liderava o placar. "No primeiro tempo, fomos intensos, no nosso estilo, criamos boas oportunidades. No segundo tempo, vacilamos. A equipe do outro lado tem qualidade, e eles não vão perdoar. Isso não pode acontecer". Por fim, Matheus Ferraz revelou um pouco da cobrança de Fernando Diniz do lado de fora do campo. De acordo com o zagueiro, o treinador tricolor exige intensidade e tem como maior pilar o entrosamento entre os jogadores. "Ele cobra muito a movimentação. Quando você pega uma equipe que marca muito baixo, a movimentação tem que ser rápida, com um ou dois toques. É difícil. Requer bastante treinamento, entrosamento. O Diniz cobra isso, movimentação, intensidade".

Rodolfo elogia atuação do Fluminense, mas lamenta gol relâmpago sofrido: “Falha generalizada”

Foto: Mailson Santana / FFC
Neste último domingo (17), Fluminense e Botafogo fizeram o primeiro 'Clássico Vovô' do ano, no Maracanã. Em um jogo franco, as equipes empataram em 1 a 1. Com o resultado, o Tricolor se manteve na liderança do Grupo A da Taça Rio e ultrapassou o Flamengo na classificação geral do Campeonato Carioca. Após a partida, Rodolfo falou com a imprensa e lamentou a desatenção do time no início do segundo tempo. Após dominar a etapa inicial, o Fluminense sofreu o gol de empate menos de um minuto após voltar do intervalo. "Levamos o gol com menos de um minuto. Foi um lapso, uma falha generalizada. Isso não pode acontecer, temos que ficar atentos. Jogamos melhor, tivemos mais chances, saímos tristes pelo empate", afirmou o goleiro. O lateral-direito Gilberto, titular absoluto da equipe, assumiu que a sequência de jogos vem gerando um desgaste, e que é necessário descansar e virar a chave para o duelo contra o Antofagasta, no Chile, válido pela primeira fase da Copa Sul-Americana.
Foto: Lucas Merçon / FFC
"Com certeza pesa a quantidade de jogos, principalmente para mim, que fiquei parado muito tempo. Estou conseguindo fazer uma sequência boa de jogos. Precisamos descansar e pensar no jogo do Chile", afirmou.
Top