fbpx

Definido árbitro para Flu e Cruzeiro sábado no Maracanã

Foto: reprodução

O Fluminense enfrentará novamente o Cruzeiro, agora em partida válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Ficou definido que Flavio Rodrigues de Souza da federação paulista apita a partida. Flávio era o VAR que anulou gol legítimo de Everaldo na primeira rodada diante do Goiás.

Além de Flávio, integram a arbitragem Marcelo Carvalho Van Gasse como Assistente 1, Alex Ang Ribeiro como Assistente 2, ambos de SP e o Quarto Árbitro é Grazianni Maciel Rocha do Rio. No VAR, Heber Roberto Lopes de Santa Catarina comanda, auxiliado pelos paulistas Rodrigo Batista Raposo e Elicarlos Franco de Oliveira.

ST,

Guga Assis

Tá mais que na hora de mudar o goleiro

No empate tricolor diante do Cruzeiro na noite de ontem, novamente, o goleiro Rodolfo foi vítima de muitas vaias. Afinal, o clube mineiro teve uma finalização e um gol o jogo inteiro. Nesse único lance, Pedro Rocha saiu quase cara-a-cara com o arqueiro tricolor e marcou o gol do time celeste.

Pedro Rocha e Fred comemoram o gol sobre o Fluminense (Foto: Jornal Alerta)

O que chamou a atenção foi que a bola chutada por Pedro, era altamente defensável. Além de estar em média altura, ela ainda encostou na mão de Rodolfo, fazendo-o ser chamado de “mão-de-alface” por muitos torcedores nas redes sociais.

O goleiro, após o lance, foi sempre muito vaiado pela torcida ao tocar na bola, mostrando a insatisfação não pelo erro dessa partida, como de outras no ano em que Rodolfo falhou.

Talvez não seja hora de dar chances à algum outro goleiro?

Vamos às opções:

De Amores – Goleiro uruguaio que se destacou pelo Liverpool-URU na Sulamericana de 2017, foi contratado ano passado à pedido de torcida e chegou com status para ser o camisa 1 e sujeito à ídolo. Porém, nunca chegou à entrar em campo e só foi relacionado para o banco uma vez. Sofreu com diversas lesões no joelho e cirurgias, o que impossibilitou de entrar em campo. Esse ano, já recuperado de tudo, treina com o elenco e tem contrato até o fim do ano, emprestado pelo Boston River-URU. Eleito melhor goleiro do mundia de clubes sub-20 em 2011, De Amores era a opção para substituir o goleiro Muslera na seleção uruguaia e visto como uma enorme promessa no país. Já passou da hora de receber uma chance e provar o seu valor.

De Amores só treina no Fluminense (Foto: Lucas Merçon/FFC)

Agenor – Contratado no início da temporada, proveniente do Guarani, o goleiro só atuou na derrota por 3×2 para o Flamengo na Taça Rio, onde o Flu jogou com o time todo reserva. Nada pode fazer nos três gols e ainda fez defesas difíceis. Sua forma física, quando chegou, foi muito criticada por estar acima do peso. Segundo Diniz, ele também sabe jogar com os pés.

Agenor em ação contra o Flamengo (Foto: Lucas Merçon/FFC)

Marcos Felipe – Goleiro da base tricolor, ficou conhecido por pegar um pênalti no estadual de 2017 contra o Volta Redonda. Nos vídeos de treinamento de goleiros que o clube geralmente posta, o jogador parece estar em boa forma física e com os reflexos em dia. Merecia uma chance para provar ou não, que pode ter espaço no tricolor.

Marcos Felipe ainda não teve chances com Diniz (Foto: Lucas Merçon/FFC)

Apesar de Rodolfo, segundo Diniz, saber jogar com os pés melhor do que qualquer outro da posição, suas recentes falhas vem colocando a posição do arqueiro titular em cheque.

Será que a mudança vai acontecer? Só o tempo dirá!

Saudações Tricolores,

João Eduardo Gurgel

Crédito da Foto Inicial: Fluminense FC/Lucas Merçon

Conmebol altera data do jogo de volta entre Atlético Nacional e Fluminense

Partida, que anteriormente seria na terça (28), será realizada na quarta (29)

Foto: Divulgação / Sul-Americana / Twitter

A partida de volta entre Atlético Nacional-COL e Fluminense teve sua data de realização alterada. Anteriormente, o duelo estava programado para acontecer na terça-feira (28). Porém, nesta quinta, a Conmebol comunicou a mudança para a quarta-feira (29). Apesar disso, local e horário seguem os mesmos. Brasileiros e colombianos se enfrentarão no Atanasio Girardot, às 21h30 (de Brasília), pela quarta fase da Copa Sul-Americana.

O jogo de ida acontece na quinta (23), também às 21h30 (de Brasília), no Maracanã. Essa será a segunda vez que Fluminense e Atlético Nacional medem forças em uma competição continental. Em 2008, pelas oitavas de final da Libertadores, os times se enfrentaram e o Tricolor carioca venceu ambos os confrontos – 2 a 1 na Colômbia e 1 a 0 no Brasil – e se classificou para as quartas da competição.

Allan defende Rodolfo de vaias e faz apelo aos torcedores: “Um pouco mais de paciência”

Volante comentou sobre o episódio após o empate em 1 a 1 com o Cruzeiro; além do goleiro, Luciano também foi vaiado

Foto: Lucas Merçon / FFC

Caindo nas graças da torcida a cada dia mais, Allan teve mais uma boa atuação no empate em 1 a 1 com o Cruzeiro, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Após a partida, o volante tricolor concedeu entrevista e falou sobre as vaias da torcida direcionadas a Rodolfo logo após o gol dos mineiros. Para ele, é essencial que os tricolores tenham mais paciência com o goleiro.

“É uma situação chata ser vaiado pela torcida. Acho que a torcida deveria ter um pouco mais de paciência. Acho que o Rodolfo está tranquilo, a gente abraça ele e vai nos ajudar muito”.

O Fluminense volta à campo no próximo sábado (18), quando enfrenta novamente o Cruzeiro, no Maracanã, às 18h (de Brasília), em duelo válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Atualmente, o time de Fernando Diniz ocupa a 15ª posição, com uma vitória e três derrotas.

Caio Henrique destaca poder defensivo do Cruzeiro, mas afirma: “A gente não merecia perder”

Improvisado na lateral-esquerda, meia teve mais uma boa atuação

Foto: Lucas Merçon / FFC

Nesta última quarta (16), o Fluminense recebeu o Cruzeiro no Maracanã e empatou por 1 a 1, em partida válida pela ida das oitavas da Copa do Brasil. Assim como em outros jogos ao longo do ano, o time de Fernando Diniz encontrou um forte bloqueio defensivo e sofreu para furá-lo. Dominando as ações durante todo o duelo, o Tricolor deu 20 chutes contra apenas um dos mineiros. Após o suado empate, conquistado nos acréscimos, Caio Henrique concedeu entrevista na zona mista.

O meia, que vêm sendo improvisado na lateral-esquerda, teve mais uma boa atuação e foi participativo nas jogadas de ataque. Em uma análise sobre o jogo, Caio Henrique destacou a força defensiva do Cruzeiro, mas fez questão de afirmar que seria injusto o Fluminense sair derrotado de campo.

“A equipe do Cruzeiro se defende bem. Tivemos que se superar. A gente não merecia perder. Agora é trabalhar porque vamos enfrentá-los de novo no Brasileiro”.

‘Salvador da pátria’, João Pedro revela papo com Diniz: “Falou que eu iria fazer o gol”

Jovem atacante entrou na parte final do jogo e marcou o gol de empate do Tricolor nos acréscimos

Foto: Lucas Merçon / FFC

Aos 17 anos de idade, João Pedro se viu em uma situação de bastante pressão na partida contra o Cruzeiro. O Fluminense perdia o jogo de ida por 1 a 0 e se complicava demais na Copa do Brasil, até que aos 37 minutos do segundo tempo Fernando Diniz o chamou e o mandou à campo. Revelado nas categorias de base do Tricolor, o atacante aproveitou muito bem o pouco tempo que teve. Mostrou-se incisivo, buscou o ataque e, nos acréscimos, foi premiado com o gol de empate, levando a torcida presente no Maracanã ao delírio.

Após o duelo com os mineiros, João Pedro revelou a ‘profecia’ do treinador do Fluminense antes de fazer a substituição e fez questão de enaltecer a postura dos jogadores diante das adversidades.

“Ele (Diniz) falou para eu acreditar até o final, que eu iria fazer o gol. Deu certo, graças a Deus. O grupo todo está junto. Quando a gente entra dentro de campo, dá o nosso melhor. Vamos tentar a classificação lá em Belo Horizonte”.

O Fluminense volta à campo no próximo sábado (18), quando enfrenta novamente o Cruzeiro, no Maracanã, em confronto válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

Sem poder contar com Pedro, Fluminense pode ter novidades no time titular

Fernando Diniz pode acabar optando por uma mudança no esquema para a partida contra o Cruzeiro

Foto: Lucas Merçon / FFC

Nesta quarta-feira (15), o Fluminense enfrenta o Cruzeiro pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O duelo acontece no Maracanã, às 21h30 (de Brasília). Para o importante confronto diante dos mineiros, Fernando Diniz não poderá contar com Bruno Silva, lesionado, nem Pedro, que após ser titular pela primeira vez desde que voltou de lesão levou uma pancada contra o Botafogo e não se recuperou das dores, por isso não estará em campo nesta noite.

Além dos dois atletas, o volante Airton, já recuperado, ainda sente um pouco a falta de ritmo e não deve começar jogando contra o Cruzeiro. Em meio a esse quebra-cabeça, Diniz preparou o time desde segunda-feira e não escondeu a vontade de repetir a mesma escalação feita contra o Botafogo, no último final de semana. Porém, com a ausência de Pedro, isso não será possível.

Portanto, para o duelo da Copa do Brasil, o treinador deve promover o retorno de Dodi para o time titular, mudando o esquema habitual, o 4-3-3, para o 4-4-2, com apenas Luciano e Yony González no ataque. Caso Diniz não opte pelo volante, Kelvin deve ser o escolhido para substituir Pedro.

A provável escalação do Fluminense é a seguinte: Rodolfo; Gilberto, Matheus Ferraz, Nino, Caio Henrique; Allan, Dodi (Kelvin), Daniel, Ganso; Luciano e Yoni González.

Em alta no Flu, Allan comenta polivalência e prega foco total no Cruzeiro

Volante assumiu a titularidade no time de Fernando Diniz e coleciona boas atuações desde então

Foto: Divulgação / FFC

Contratado por empréstimo junto ao Liverpool-ING, Allan vêm se afirmando como titular do Fluminense a cada dia mais. Readaptado ao futebol brasileiro, o volante ganhou espaço no time de Fernando Diniz e desde então caiu nas graças da torcida com boas atuações e com a técnica refinada que apresenta dentro de campo. Em entrevista coletiva concedida no CTPA, o jovem atleta falou sobre seu principal atributo, a polivalência dentro da equipe.

“Posso desenvolver bem duas funções. A única coisa que muda é o comprometimento. Quando você fica de primeiro volante, você tem que proteger mais o seu time, de segundo, tem mais liberdade para atacar e chegar na frente”.

O empréstimo de Allan vai até o meio do ano, com o Tricolor tendo a opção de renovação até o fim da temporada. Perguntado sobre a importância de Diniz, o volante enalteceu a metodologia de jogo do treinador e aproveitou para explicar a diferença entre o futebol brasileiro e o europeu.

“Essa é a primeira experiência que eu tô tendo no futebol brasileiro, experiência boa com o Fernando. Ele ajuda os jogadores, dá confiança, isso é importante. A grande diferença é o jeito de jogar. Isso lá fora são poucos times que fazem esse trabalho de posse de bola. O que está sendo mais novo para mim é essa metodologia do Fernando”.

Perguntado sobre o Atlético Nacional-COL, adversário do Fluminense na Copa Sul-Americana, o jogador de 22 anos admitiu não conhecer muito sobre os colombianos, mas reforçou que o foco da equipe é totalmente no Cruzeiro. Cariocas e mineiros se enfrentam nesta quarta (15), às 21h30 (de Brasília), no Maracanã, pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

“Não conheço muito o time do Atlético Nacional. Mas, primeiro, temos que focar no Cruzeiro e nesses dois jogos que teremos pela Copa do Brasil. Temos que ganhar esse para depois pensar no confronto contra o Atlético pela Sul-Americana”.

Flu e Sporting negociam possibilidade de venda de Paulinho, promessa tricolor de 22 anos

Foto: reprodução

Paulinho, promessa de Xerém de 22 anos, está emprestado ao Sporting de Portugal até 30 de Junho. O jogador terminou a temporada entre os titulares do time sub-23 da equipe portuguesa. O atleta aprovou o período de dois anos na Europa, disse que se sente preparado e vive a expectativa de ter seu futuro definido, pois os clubes negociam uma transferência em definitivo

Pelo contrato, o Sporting tem a opção de compra estabelecida. O vínculo de Paulinho com o Flu vai até 31 de dezembro de 2020 e, de acordo com o balanço financeiro de 2017 (o de 2018 parou de divulgar este tipo de informação), o time das Laranjeiras tem 70% dos direitos do jogador.

“Esse tempo aqui no Sporting me transformou num jogador mais dinâmico, mais forte. E sinto que isso ajudou demais a potencializar a minha parte técnica. Hoje eu me vejo como um atleta mais completo” comentou o jogador.

A equipe sub-23 do Sporting terminou em segundo lugar na Liga Revelação. Na Taça Revelação, caiu na fase semifinal. Paulinho atuou em 34 jogos, fez cinco 5 gols e deu 10 assistências. Não teve a oportunidade de atuar pelo time principal.

ST,

Guga Assis

Airton e Mascarenhas estão liberados pelo departamento médico

Foto: FFC

Dois dias antes da partida diante do Cruzeiro válida pela Copa do Brasil, Airton e Mascarenhas foram liberados pelo departamento médico e já treinam normalmente com o elenco, porém com o curto prazo, não devem ser titulares, mas ficam como opções de Diniz no banco.

Mascarenhas não joga desde 1º de março, no 1 a 1 entre Fluminense e Resende, pelo Campeonato Carioca. O atleta teve duas lesões no início de temporada e, durante o período afastado, ainda contraiu caxumba. Sua volta deve liberar Caio Henrique para sua posição de origem, atleta que joga improvisado na lateral esquerda, com a lesão de Bruno Silva ele seria mais uma opção para o meio.

Foto: FFC

Airton se recuperou de lesão muscular na coxa direita, sofrida há pouco mais de uma semana, contra o Grêmio, pelo Brasileirão. O jogador já ficou fora do duelo contra o Botafogo e pode perder a primeira partida das oitavas de final da Copa do Brasil, no Maracanã.

ST,

Guga Assis

Top