fbpx

Nado Artístico tricolor brilha no Campeonato Brasileiro

Fluminense ficou em segundo lugar na categoria sênior e em terceiro na júnior

A equipe de nado artístico do Fluminense, comandada pelas técnicas Twila Cremona e Glaucia Soutinho e pela auxilixar July Castro, mais uma vez honrou as cores do clube no Campeonato Brasileiro da modalidade, disputado de quarta-feira (13/11) a domingo (17/11) no Parque Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro. Na categoria sênior, a principal da competição, o Tricolor conquistou o vice-campeonato, com 192 pontos, e na júnior faturou a medalha de bronze com 56.
“Foi um ano muito difícil para todos nós. Nossa piscina entrou em obras e tivemos que mudar nosso local de treino. Enfrentamos piscinas geladas, deslocamentos grandes, foram treinos cansativos, às vezes, a quantidade de treino foi menor, e eles superaram tudo isso. Todas as coreografias foram muito bem apresentadas, independentemente da colocação. Todos se ajudaram, torceram muito um pelo outro. Esse foi o saldo mais positivo da competição, essa união, respeito, carinho um com o outro. Nossa comissão técnica também foi muito unida, o preparador físico, o psicologo. Foi um ano difícil, mas estavam todos de mãos dadas”, comemorou a técnica Twila Cremona.
Eleita pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) a melhor atleta do ano na modalidade, Luisa Borges foi campeã no solo livre e ainda conquistou o tricampeonato no dueto, ao lado de Maria Bruno. No solo técnico, Maria levou o bicampeonato brasileiro.
Confira os demais resultados do Fluminense no Campeonato Brasileiro de Nado Artístico:
SÊNIOR NÍVEL A
Solo Livre
1º Luisa Borges – 79,8000
5º Priscila Japiassú – 66,5333
Solo Técnico
1º Maria Bruno – 76,0867
Solo Masculino Livre
2º Fabiano Ferreira – 69,6333
5º Kennedy Lima – 57,8333
Solo Masculino Técnico
2º Fabiano Ferreira – 65,5667
5º Leonardo Fernandes – 57,6768
Dueto Livre
1º Maria Bruno e Luisa Borges – 79,3667
4º Priscila Japiassú e Carolina Japiassú – 68,7667
Dueto Técnico
1º Maria Bruno e Luisa Borges – 78,1346
4º Priscila Japiassú e Carolina Japiassú – 65,2635
Dueto Misto
2º Anna Giulia Veloso e Fabiano Ferreira – 73,3667
5º Lorena Leão e Lael Barbosa – 62,5667
Equipe
2º Maria Bruno, Luisa Borges, Anna Giulia Veloso, Luiza Rodrigues, Thafnnys Mylka Silva, Giovanna Lima, Vivian Santos, Ana Luiza do Nascimento e July Castro (reserva) – 155,7090
3º Ana Beatriz Nunes, Luiza Ferreira, Lorena Leão e Lara Lindner – 133,2930
Combo
2º Maria Bruno, Luisa Borges, Anna Guilia Veloso, Luiza Rodrigues, Thafnnys Mylka Silva, Giovanna Lima, Vivian Santos, Ana Luiza do Nascimento, Ana Beatriz Nunes, Luiza Ferreira e Lorena Leão (reserva) – 77,2667
JÚNIOR NÍVEL A
Solo Técnico
3º Ana Beatriz Nunes – 68,7744
Solo Livre
3º Ana Beatriz Nunes – 67,1000
Dueto Livre
3º Ana Beatriz Nunes e Luiza Ferreira – 70,2667
Dueto Técnico
3º Ana Beatriz Nunes e Luiza Ferreira – 68,2753
Equipe Técnica
3º Ana Beatriz Nunes, Luiza Ferreira, Lorena Leão e Lara Lindner – 64,0962
Equipe Livre
3º Ana Beatriz Nunes, Luiza Ferreira, Lorena Leão e Lara Lindner – 65,0333
JUVENIL NÍVEL A
Solo
5º Lara Lindner – 129,6971
Dueto
4º Lara Lindner e Anna Luiza Carvalho / Gabriela Garcia (reserva) – 124,9792
Equipe Livre
4º Lara Lindner, Anna Luiza Carvalho, Gabriela Garcia e Carolina Garcia – 118,8089
Texto: Comunicação/FFC
Foto: Mailson Santana/FFC

Matheus Simão é campeão brasileiro infantil de maratonas aquáticas

Atleta tricolor venceu as provas de 5km e 10km da etapa de Inema, na Bahia

O atleta do Fluminense Matheus Simão conquistou os títulos dos 10km e dos 5km na etapa de Inema do Campeonato Brasileiro de Maratonas Aquáticas, disputada neste fim de semana (16 e 17/11), na Praia de Inema, na Bahia. Matheus fechou os 10km em 2h14m09 e os 5km em 1h03m26.

Com os resultados, Matheus Simão faturou o título geral do Circuito Brasileiro Infantil nos 10km e o vice-campeonato nos 5km. Para fechar, o atleta tricolor também levou o título no somatório das duas provas.
Texto: Comunicação/FFC
Foto: Arquivo Pessoal

Próximo adversário do Flu vem de uma péssima sequência

Foto: Divulgação

Após o empate contra o Atlético Mineiro na noite do último sábado (16), o Fluminense já volto às atenções para a partida da próxima segunda-feira (25) quando enfrenta o CSA, num jogo que é tido como uma grande decisão para os planos do tricolor em permanecer na série A do Brasileirão.

Apesar de jogar fora de casa, o Fluminense pode.ter o retrospecto do seu adversário a seu favor, uma vez que o CSA vem de uma sequência de quatro derrotas seguidas ( Athletico-PR, Grêmio, Vasco e Fortaleza).

O detalhe é.que dessas quatro partidas, apenas uma foi atuando como mandante, quando foi derrotado por 3 a 0 para o Vasco.

Tricolor conquista o título do CBI Sub-15 Masculino de Vôlei

Fluminense derrotou o Minas Tênis Clube na final da competição

O Fluminense é campeão da primeira edição do Campeonato Brasileiro Interclubes Sub-15 Masculino de Vôlei. Neste domingo (17/11), o Tricolor venceu o Minas Tênis Clube (MG) na grande final por 3 sets a 2, com parciais de 6/25, 25/14, 17/25, 25/22 e 16/14, em Belo Horizonte (MG). Durante a competição, o time venceu sete dos nove jogos que disputou.

Confira a tabela completa do CBI Sub-15 Masculino de Vôlei:
Grupo A: Minas Tênis Clube (MG), Botafogo (RJ), Flamengo (RJ), Sogipa (RS), Remo (PA) e Santa Mônica (PR)
Grupo B: Sada Cruzeiro (MG), Tijuca Tênis Clube (RJ), Fluminense (RJ), Círculo Militar (PR), Aero Clube (RN), Aest (ES) e Olympico Club (MG)
12/11 – terça-feira
Primeira rodada
Jogo 1 – Flamengo 3 x 0 Sogipa (25/21, 25/9 e 25/21)
Jogo 2 – Botafogo x Santa Mônica (adiado para o dia 15.11)
Jogo 3 – Minas Tênis Clube 3 x 0 Remo (25/8, 25/10 e 25/3)
Jogo 4 – Sada Cruzeiro 2 x 1 Aest (23/25, 26/24 e 25/15)
Jogo 5 – Tijuca 3 x 0 Aero Clube (25/15, 25/5 e 25/19)
Jogo 6 – Fluminense 1 x 2 Círculo Militar (25/19, 24/26 e 22/25)
12/11 – terça-feira
Segunda rodada
Jogo 7 – Sogipa 3 x 0 Remo (25/7, 25/8 e 25/7)
Jogo 8 – Botafogo 1 x 2 Flamengo (20/25, 22/25 e 25/21)
Jogo 9 – Minas Tênis Clube 3 x 0 Santa Mônica (25/10, 25/18 e 25/22)
Jogo 10 – Olympico 3 x 0 Aero Clube (25/7, 25/15 e 25/7)
Jogo 11 – Sada Cruzeiro 1 x 2 Círculo Militar (12/25, 24/26 e 25/21)
Jogo 12 – Tijuca 1 x 2 Fluminense (23/25, 25/20 e 21/25)
13/11 – quarta-feira
Terceira rodada
Jogo 13 – Santa Mônica 3 x 0 Remo (25/9, 25/13 e 25/12)
Jogo 14 – Botafogo 2 x 1 Sogipa (22/25, 25/21 e 25/12)
Jogo 15 – Minas Tênis Clube 2 x 1 Flamengo, às 12h (25/18, 25/16 e 20/25)
Jogo 16 – Aest 1 x 2 Círculo Militar (24/26, 12/25 e 25/23)
Jogo 17 – Olympico 0 x 3 Fluminense (24/26, 16/25 e 18/25)
Jogo 18 – Sada Cruzeiro 0 x 3 Tijuca (11/25, 23/25 e 16/25)
13/11 – quarta-feira
Quarta rodada
Jogo 19 – Flamengo 3 x 0 Santa Mônica (25/16, 25/15 e 25/23)
Jogo 20 – Botafogo 3 x 0 Remo (25/14, 25/10 e 25/11)
Jogo 21 – Minas Tênis Clube 3 x 0 Sogipa (25/13, 25/18 e 25/20)
Jogo 22 – Aero Clube 0 x 3 Fluminense (13/25, 11/25 e 11/25)
Jogo 23 – Aest 0 x 3 Tijuca (19/25, 17/25 e 21/25)
Jogo 24 – Olympico 1 x 2 Sada Cruzeiro (25/18, 14/25 e 17/25)
14/11 – quinta-feira
Quinta rodada
Jogo 25 – Sogipa 3 x 0 Santa Mônica (25/13, 25/21 e 25/19)
Jogo 26 – Flamengo 3 x 0 Remo (25/5, 25/14 e 25/12)
Jogo 27 – Minas Tênis Clube 1 x 2 Botafogo (21/25, 18/25 e 25/14)
Jogo 28 – Círculo Militar 2 x 1 Tijuca (25/22, 21/25 e 26/24)
Jogo 29 – Aero Clube 0 x 3 Sada Cruzeiro (11/25, 16/25 e 17/25)
Jogo 30 – Aest 2 x 1 Olympico (25/12, 22/25 e 25/9)
14/11 – quinta-feira
Sexta rodada
Jogo 31 – Fluminense 1 x 2 Sada Cruzeiro (25/17, 20/25 e 21/25)
Jogo 32 – Círculo Militar 3 x 0 Olympico (25/13, 25/15 e 25/15)
Jogo 33 – Aero Clube 1 x 2 Aest (9/25, 20/25 e 25/17)
15/11 – sexta-feira
Sétima rodada
Jogo 34 – Tijuca 2 x 1 Olympico (25/20, 25/11, 16/25)
Jogo 35 – Fluminense 2 x 1 Aest (20/25, 25/17, 25/17)
Jogo 36 – Círculo Militar 3 x 0 Aero Clube (25/19, 25/14, 25/20)
Disputa de 9° a 13°
Jogo 37 – Santa Mônica 2 x 1 Olympico (22/25, 25/14, 25/15)
Jogo 38 – Remo 0 x 3 Aest (10/25, 23/25, 10/25)
Quartas de final
Jogo 39 – Sogipa 2 x 3 Círculo Militar (15/25, 25/23, 26/28, 25/23, 5/15)
Jogo 40 – Botafogo 3 x 1 Tijuca (14/25, 25/21, 25/22, 25/12)
Jogo 41 – Flamengo 2 x 3 Fluminense (25/21, 19/25, 28/26, 21/25, 14/16)
Jogo 42 – Minas Tênis Clube 3 x 0 Sada Cruzeiro (25/18, 25/15, 25/23)
16/11 – sábado
Disputa de 9° a 13°
Jogo 43 – Aero Clube 0 x 3 Aest (15/25, 16/25 e 13/25)
Jogo 44 – Santa Mônica 3 x 0 Remo (25/14, 25/15 e 25/9)
Disputa de 9° a 13°
Jogo 45 – Olympico 3 x 0 Remo (25/18, 25/12 e 25/11)
Jogo 46 – Aero Clube 0 x 3 Santa Mônica (18/25, 19/25 e 16/25)
Disputa de 5° a 8°
Jogo 47 – Sogipa 0 x 3 Flamengo (24/26, 13/25 e 18/25)
Jogo 48 – Tijuca 3 x 1 Sada Cruzeiro (25/12, 25/19, 21/25 e 25/21)
Semifinais
Jogo 49 – Círculo Militar 1 x 3 Fluminense (25/20, 17/25, 19/25 e 13/25)
Jogo 50 – Botafogo 0 x 3 Minas Tênis Clube (21/25, 22/25 e 14/25)
17/11 – domingo
Disputa de 9° a 13°
Jogo 51 – Aest 2 x 1 Santa Mônica (25/14, 21/25 e 25/20)
Jogo 52 – Olympico 2 x 1 Aero Clube (25/12, 23/25 e 25/8)
Disputa de 9° a 13°
Jogo 53 – Remo 1 x 2 Aero Clube (22/25, 25/22 e 20/25)
Jogo 54 – Aest 2 x 1 Olympico (21/25, 25/20 e 25/13)
Disputa de 5° a 8°
Jogo 55 – Sogipa 3 x 1 Sada Cruzeiro (25/22, 25/20, 20/25 e 29/27)
Jogo 56 – Flamengo 0 x 3 Tijuca (15/25, 18/25 e 17/25)
Disputa de 3° lugar
Jogo 57 – Círculo Militar 3 x 0 Botafogo (25/17, 25/19 e 25/18)
Final
Jogo 58 – Fluminense 3 x 2 Minas Tênis (16/25, 25/14, 17/25, 25/22 e 16/14)
Texto: Comunicação/FFC
Foto: Divulgação/FFC

Flu depende de partida de Cruzeiro e Avaí para não voltar para Z-4

Hoje (18), Cruzeiro (atualmente o décimo sétimo colocado da tabela) disputa contra o Avaí (vigésimo colocado) a 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Uma partida decisiva para as pretensões de Cruzeiro e Avaí. Na luta contra o rebaixamento, os dois entram em campo nesta segunda-feira, às 20h (de Brasília), pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, precisando pontuar. A Raposa busca sair do Z-4, enquanto para o Leão da Ilha, virtualmente rebaixado, é a chance de impedir a queda nesta rodada.

Questionado se “ligará o secador” contra o Cruzeiro, Marcão deixou claro que crê no melhor para o Fluminense até o fim da temporada.

“A briga é muito árdua, difícil. Confio muito nos nossos atletas, na dedicação deles. No que depender de nós, vamos brigar muito ainda. A gente depende de outro resultado, mas vai acontecer coisa legal para gente na frente, tenho certeza”, completou.

Na próxima rodada, o Tricolor viaja até Alagoas, onde encara o CSA, no Rei Pelé. A partida está marcada para o dia 25 de novembro, uma segunda-feira.

Fonte: Globo Esporte

Empate de Flu e Atlético aumenta crise entre Mário Bittencourt e Celso Barros

O empate em 1 a 1 com o Atlético-MG, no último sábado (16), no Maracanã, serviu para aumentar ainda mais o abismo na relação entre os dirigentes. Isso porque, por decisão do presidente tricolor, o vice-geral não recebeu a sua cota de ingressos e não foi ao jogo.

A informação foi divulgada inicialmente pelo “Globoesporte” e confirmada pelo Jogo Extra, que apurou que a situação entre os dirigentes está cada vez mais insustentável. A tendência é pelo afastamento de Celso até o término desta edição do Campeonato Brasileiro.

Tanto Mário quanto Celso têm direito a uma cota de ingressos, válidos para camarotes ou setores populares do estádio, que podem ser distribuídos para convidados. Mesmo sem eles, Celso poderia estar presente por ter uma credencial de entrada no Maracanã, mas decidiu por não estar presente para não causar atritos.

Pessoas próximas aos dirigentes veem esse “racha” como um problema grave na luta contra o rebaixamento e temem que possa atrapalhar os jogadores.

Fonte: extra

Fluminense parabeniza goleiro campeão com a seleção sub-17

Foto: Alexandre Loureiro/CBF

Por meio de seu perfil oficial o Fluminense parabenizou o goleiro Marcelo Pitaluga, Campeão Mundial com a seleção brasileira sub-17.

Titular da categoria no Fluminense, Marcelo não foi titular,as fez parte do elenco campeão no último domingo (17) após vencer de virada o México, por 2 a 1.

Tido como um dos grandes nomes da categoria no Fluminense, o goleiro já participou inclusive de treinamentos com os profissionais do clube em 2019, mas não chegou a ser relacionado na ocasião.

CSA perde e Fluminense ganha uma sobrevida


FOTO: LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE F.C.

O CSA, próximo adversário do Fluminense no Brasileirão acabou perdendo para o Fortaleza por 3 a 0, em jogo que terminou recentemente. A derrota do time ajuda a equipe tricolor na briga para escapar do Z-4.

Com o resultado o time Alagoano agora se encontra em 18º lugar com apenas 29 pontos, tirando-o assim da briga pela permanência. Agora apenas Botafogo, Cruzeiro, Ceará e Fluminense brigam para se manterem na elite do futebol Brasileiro.

Carta aberta:”A necessidade de uma auditoria externa no Fluminense”

Movimento Sou Tricolor
Tudo Pelo Fluminense; Nada do Fluminense.

O futebol como o conhecemos está com os dias contados. A nova ordem do esporte é a profissionalização. Os movimentos que forem feitos agora decidirão quem serão os protagonistas e quem serão os coadjuvantes no futuro. E, também, as peças que serão retiradas do tabuleiro.

Dentro dessa ordem de ideias, entende o grupo político independente Sou Tricolor que, para continuar entre os grandes, o Fluminense precisa se alinhar com o adversário que está mais avançado no quesito profissionalismo, que é o Flamengo. E, a primeira medida para isso, sem dúvida, é uma auditoria externa no clube, abrangendo todos os centros de custo, tanto os administrativos quanto os esportivos, como contratos, fornecedores, verbas, pagamentos etc. Na seara do futebol, seguem algumas perguntas que toda a Nação Tricolor gostaria de ver respondidas: Por que os jogadores da base chegam aos profissionais com seus direitos federativos fatiados? Como foram fechados contratos de patrocínio com empresas sem lastro financeiro? O que levou o Fluminense a ter uma dívida superior a R$ 600 milhões? Qual o valor pago a cada PJ? Quanto cada pasta do Fluminense tem de orçamento e qual o valor gasto com pessoal? Quanto se gastou no projeto Flu-Samorin? Quando ele foi aprovado, quais foram os prognósticos de receitas e despesas com ele?

Essas e outras perguntas só serão respondidas adequadamente, como dissemos, a partir de uma auditoria externa independente, colocando luz sobre a estrutura administrativo-financeira do clube. E somente de posse desses dados os próximos passos (alteração estatutária e profissionalização do marketing do clube) poderão ser dados com firmeza. Uma auditoria externa, por óbvio, não visa a acusar ninguém. Trata-se de medida que objetiva mapear problemas que muitas vezes são mascarados por conta da estrutura de poder do clube em que grupos controlam informações.

Considerando toda a dificuldade em superar obstáculos internos e a necessidade de expertise para mapear um histórico de problemas administrativo-financeiros de mais de 30 anos, pedimos, Sr. Presidente, em nome do compromisso que o senhor assumiu, que seja contratada empresa especializada em auditoria para analisar todos os contratos e balanços do Fluminense nos últimos 30 anos. Somente conhecendo nossos problemas poderemos pensar nas medidas para saná-los.

Esperamos uma resposta formal para esse pedido dentro de prazo razoável.

Contamos com o seu compromisso.
Rio de Janeiro/RJ, 18 de Novembro de 2019.
Grupo político independente Sou Tricolor (Tudo Pelo Fluminense e Nada do Fluminense)
Alex Campos
Presidente
Marcelo Daemon
Fundador

Botafogo e Ceará perdem e “ajudam” o Fluminense

Foto: Divulgação/FFC

Muitos torcedores do Fluminense entraram em desespero na noite do último sábado (16) após o Tricolor empatar em 1 a 1 contra o Atlético Mineiro dentro do Maracanã. Porém, a menos de 24hrs depois do empate com sabor de derrota, um alento, concorrentes diretos pela fuga do rebaixamento, Botafogo e Ceará foram derrotados por Athletico-PR e Chapecoense respectivamente.

Com o revés, ambas as equipes param nós 36 pontos, um a mais que o Fluminense, com 35. Cruzeiro, outro time nesta briga, entra em campo nesta segunda-feira (18) quando encara o Avaí, no Mineirão.

Em caso de derrota da equipe mineira, o Fluzão consegue se manter fora da zona de rebaixamento. Um simples empate, o Cruzeiro joga o Flu de volta para o Z-4.

Na próxima rodada o Botafogo recebe o Corinthians, no Nilton Santos, o Ceará recebe o São Paulo e o Cruzeiro visita o Santos, já o Flu sai para jogar contra o CSA, em Maceió.

Top