fbpx

Após vexame na Copa Sul-Americana, Fluminense desembarca no Rio de Janeiro

Foto: Thiago Lima / Globoesporte.com

Eliminado na primeira fase da Copa Sul-Americana, o Fluminense desembarcou no Rio em silêncio. Os jogadores foram orientados pelo clube a não concederem entrevistas.

O presidente Mário Bittencourt, com expressão abatida, foi o primeiro a passar pela imprensa, confirme noticiou o portal Globoesporte.com. Odair e todos os jogadores também desembarcaram com semblantes fechados. Clima de funeral no Aeroporto do Galeão.

A reapresentação do elenco será na tarde desta quinta-feira no CT Carlos Castilho, em atividade fechada para a imprensa. O próximo desafio do Fluminense será na próxima quarta-feira diante do Moto Club, às 21h30, no estádio Castelão de São Luís (MA), pela primeira fase da Copa do Brasil.

Na véspera do jogo decisivo pela Sul-Americana, Flu treina em grama sintética no CT do Universidad do Chile

Foto: Reprodução

O Fluminense realizou hoje o único treino em território chileno visando o duelo diante do Unión La Calera. A atividade foi realizada no CT do Universidad do Chile, que conta com grama sintética.

A atividade comandada pelo técnico Odair Hellmann contou com treinos táticos ofensivos e defensivos, além do recreativo. A escalação só será revelada minutos antes da partida.

A escolha da grama sintética visa diminuir as dificuldades para jogar no estádio Nicolás Chahuán Nazar, local do confronto contra o Unión La Calera, amanhã, às 19h15 (horário de Brasília).

Após o empate por 1×1 no Maracanã, o tricolor precisa vencer o jogo da volta ou empatar por pelo menos dois gols, empate por 1×1 leva a decisão para os pênaltis.

Fluminense cresce com opções no ataque, e Odair deve abandonar de vez esquema com três volantes

Foto: André Durão

A atuação diante do Botafogo foi com sobras a melhor do Fluminense na temporada. Coincidência ou não, essa foi a primeira vez que o time de Odair iniciou a partida com três atacantes de origem. Wellington Silva, Marcos Paulo e Evanilson parecem se completar e cria esperança na torcida tricolor.

A equipe de Odair chegou a receber críticas pela falta de criatividade e por ser previsível. A falta de opções ofensivas pesaram nas escalações anteriores, mas os atacantes lesionados se recuperaram, reforços chegaram e o Fluminense teve desempenho ofensivo impressionante no clássico contra o Botafogo.

A primeira etapa terminou com mais de 70% de posse de bola para o tricolor e as chances de gol apareceram. O 3×0 ficou barato para o Botafogo.

Wellington Silva, pedido de Odair, teve uma reestreia excelente e participou dos três gols do Fluminense. Marcos Paulo perdeu algumas chances, mas mostrou muita técnica na jogada do terceiro gol. Evanilson chegou a marcar um gol, mas o lance foi anulado por impedimento.

Rotulado como retranqueiro por insistir em jogar com três volantes no Internacional, Odair começava a sofrer críticas por utilizar a mesma estratégia no tricolor. A tendência agora é aprimorar e criar variações na equipe, mas a lógica é a continuidade do esquema com três atacantes.

Odair lamenta derrota, mas mantém otimismo: “Time vai crescer em todos os aspectos”

Foto: Lucas Merçon/FFC

A primeira derrota do Fluminense na temporada não tira o otimismo do técnico Odair Hellmann. O treinador não considerou normal a lentidão da equipe diante do Boavista, mas acredita que a equipe está evoluindo. O time é líder do grupo B com 12 pontos.

O torcedor quer vencer sempre, não importa o adversário ou competição. A derrota foi um balde de água para os 10 mil que estiveram no Maracanã. O técnico reforça que oscilações vão acontecer, mas destaca o saldo é positivo.

-Derrota não é situação que gostaríamos, não vamos achar que é normal. Isso está dentro do grupo, mas sabe que dentro de um processo de construção de equipe oscilações vão acontecer, temos que estar preparados para ter equilíbrio. Não nos deu a classificação ainda, é uma sequência difícil, é ruim para todos os times, estamos tendo que mexer bastante, tudo isso não vai dando consistência, dificultando mais o entrosamento. Mas penso que dentro desses cinco jogos o saldo é positivo. Temos que continuar fortes com o que produzimos de bem e o que tivemos dificuldade trabalhar para evoluir e encontrar situações diferentes para esse tipo de jogo.

Odair também aproveitou para dizer que a derrota de hoje serve de aprendizado para o decorrer da temporada:

-Temos e vamos evoluir, time vai crescer em todos os aspectos, não se constrói uma equipe sólida sem visualizar, saber que companheiro está fazendo movimento com 20 dias de treino. Não é assim. Vitória gera confiança para pudesse pontuar como pontuamos. Derrota hoje é aprendizado para melhorar aspectos que tivemos dificuldade e análise da equipe.

Orinho e Felippe Cardoso não aproveitam as chances no time, e torcida perde a paciência

Foto: Divulgação FFC

O Fluminense perdeu os 100% de aproveitamento e a invencibilidade diante do Boavista. Mantendo o rodízio no time titular, o técnico Odair viu em campo um time lento e previsível. Mesmo com a fraca atuação de toda equipe, dois atletas tiveram desempenho deprimente: Orinho e Felippe Cardoso.

O lateral-esquerdo, reserva de Egídio, chegou ao tricolor no segundo semestre do ano passado e nunca agradou. Há quem se pergunte como esse jogador conseguiu chegar ao Fluminense. Orinho estava mais de dois meses sem clube quando recebeu o convite para atuar no tricolor.

O outro jogador que foi muito vaiado é o atacante Felippe Cardoso, uma das contratações para a temporada. Demonstrando muita dificuldade quando se distancia da área, o jogador também não aproveita as chances. Com menos de um mês no clube, o atacante já protagonizou lances bisonhos. Saiu muito vaiado.

A derrota para o Boavista serve de alerta antes do duelo contra o Union La Calera, na próxima terça, pela Copa Sul-Americana. Agora sim poderemos saber qual o time que Odair entende como titular para o primeiro jogo realmente decisivo da temporada.

Seleção peruana perde para a Bolívia, se despede do Pré-Olímpico, e Fernando Pacheco se apresenta mais cedo ao Fluminense

Foto: Divulgação

A seleção peruana está fora do Pré-Olímpico 2020. Após cair diante da Bolívia por 2×1, os peruanos se despediram da competição juntos com os próprios bolivianos. O Peru precisava da vitória para sonhar com uma vaga no quadrangular final, mas viu a Bolívia abrir 2×0. A equipe de Pacheco descontou no último lance já sem a jóia tricolor.

Com a eliminação da seleção peruana, Fernando Pacheco deve chegar ao Brasil nos próximos dias. A tendência é que o atacante tenha alguns dias de descanso antes de se apresentar ao tricolor.

Mesmo jogando numa seleção fraca, Pacheco teve bons momentos e sai valorizado da competição. Chega para brigar por uma vaga no time titular do Fluminense.

Madureira perde para o Boavista, e Fluminense pode abrir três pontos na liderança em caso de vitória no clássico

Foto: Divulgação Twitter

O Fluminense pode abrir pela primeira vez no campeonato uma vantagem de três pontos em relação ao segundo colocado, isso porque o Madureira perdeu os 100% de aproveitamento ao sucumbir diante do Boavista.

A partida foi realizada no estádio Elcyr Resende, em Bacaxá, na noite de hoje. O time de Saquarema terminou a primeira etapa vencendo por 3×0. O Madureira descontou no segundo tempo e a partida terminou 3×1 para a equipe do Boavista, que assumiu a liderança do grupo A.

O Fluminense entra em campo amanhã contra o Flamengo, às 20h30, no Maracanã. Uma vitória encaminha de vez a classificação rumo a semifinal da Taça Guanabara.

Matheus Pato tem contrato reativado no BID e fica apto para jogar pelo Fluminense a partir da terceira rodada

Foto: Lucas Merçon/FFC

O atacante Matheus Pato teve seu contrato reativado e já está apto para atuar pelo tricolor. Por conta do prazo de registro no estadual, o jogador só poderá ser relacionado a partir da terceira rodada da Taça Guanabara.

O atacante deve compor, inicialmente, o time sub-23 do Fluminense. É provável que apareça oportunidade no time principal devido ao número de desfalques no setor ofensivo. O jogador volta de empréstimo após atuar o segundo semestre na Coreia do Sul.

Veja a provável escalação do Fluminense para o duelo contra a Portuguesa

Foto: Lucas Merçon / FFC

Único grande a vencer na estreia do Carioca 2020, o Fluminense deve ter uma formação mais ofensiva diante da Portuguesa. Com a ausência de Yuri por lesão, o técnico Odair Hellmann indicou um time mais ofensivo.

O Fluminense deve entrar em campo com: Marcos Felipe; Gilberto, Matheus Ferraz, Luccas Claro e Orinho; Dodi, Hudson e Nenê; Matheus Alessandro, Lucas Barcellos e Felippe Cardoso. Essa foi a escalação utilizada por Odair no último treinamento antes do jogo. Não está descartada a entrada de Pablo Dyego ou Miguel na equipe titular.

A partida de amanhã contra a Portuguesa, às 20h, marca a estreia do Fluminense no Maracanã nessa temporada.

Mário Bittencourt sobre retorno de Fred: “Todo mundo sabe que é um desejo da nossa torcida e da presidência”

Foto: Gladyston Rodrigues

A segunda-feira pode ser decisiva no assunto retorno do ídolo Fred ao Fluminense. Isso porque está marcada uma reunião do atacante com a diretoria do Cruzeiro para tratar sobre a permanência ou não de Fred na equipe. Ao que tudo indica, o artilheiro não aceitou a proposta de redução salarial do Cruzeiro, que deve quantia milionária ao jogador.

Em entrevista após a vitória diante da Cabofriense por 1×0, em Bacaxá, o presidente Mário Bittencourt falou sobre a situação do atacante Fred.

Foto: globoesporte.com

– A gente não iniciou nenhuma conversa com o Fred, ele tem vínculo com o Cruzeiro. Nossa ideia é que, havendo um rompimento lá e esse rompimento seja oficial, a gente, assim, possa começar a conversar com ele. Para deixar bem claro, não houve nenhuma conversa prévia com ele nem com representantes dele. Todo mundo sabe que é um desejo da nossa torcida e nosso também de repatriar ele, o nosso ídolo. Mas estamos trabalhando esse ano com os pés no chão, fazendo as coisas dentro das possibilidades. O que eu posso deixar claro é que a gente vai fazer tudo que estiver dentro das possibilidades do Fluminense caso ele rescinda com o Cruzeiro – disse Mário Bittencourt.

A possibilidade de Fred reforçar o tricolor esse ano é grande. Depoimentos de dirigentes já indicaram que não houve acordo com o atacante e o mesmo já foi liberado dos treinamentos. A reunião desta segunda deve selar a saída do atacante e abrir o caminho para o Fluminense negociar o retorno do ídolo. O presidente ressaltou que já tem um projeto para o Fred desde que ele saiu das Laranjeiras.

Existe um projeto na minha cabeça desde o dia em que ele saiu do Fluminense, em 2016. Eu fui candidato em 2016, não venci a eleição, em 2019 nós vencemos, e todo mundo sabe que tenho interesse em trazê-lo de volta para o Fluminense, mas dentro das condições que a gente pode fazer. Porque nós estamos trabalhando com o pé no chão, estamos reestruturando um clube. A nossa folha salarial nesse momento ainda é um pouco menor do que a do ano passado, mesmo com as contratações que chegaram – concluiu ele.

Top