Sem liberação, CBF e clubes da série A vão dar alternativas ao Bahia para volta do público aos estádios

A CBF e os clubes da Série A vão apresentar duas alternativas ao Bahia na reunião do Conselho Técnico, nesta terça-feira, para que seja permitida a presença de público nos estádios na competição.

Na última reunião, em setembro, 19 equipes – fora o Flamengo – e a CBF decidiram que só haveria retorno dos torcedores quando fosse permitida a presença em todos os estados com times na competição. No momento, há liberação a partir de outubro nos locais onde jogam 19 times – a exceção é o Bahia.

Segundo informação publicada pelo Diário do Nordeste e confirmada pelo ge, a primeira alternativa a ser apresentada nesta terça é que os times que receberem o Bahia em suas casas atuem sem público enquanto vigorar a proibição de torcida no território baiano. A medida visa a manter a isonomia pregada pelos clubes anteriormente.

Outra possibilidade é o Bahia mandar partidas em outro estado. A cidade de Aracaju é cotada para receber o time nos duelos. Em contato com o ge, o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, afirmou que o clube vai se pronunciar sobre as alternativas apenas na reunião de terça.

Nesta segunda-feira, o governador da Bahia, Rui Costa, negou a volta de público aos estádios em razão do aumento do número de contaminados no estado. Costa disse que fará a liberação quando houver tendência de queda do número de contaminados e antecipou a necessidade do esquema de vacinação completo para entrar nos estádios.

Fonte: Ge

Terceiro uniforme do Fluminense feito pela Umbro, poderá ser lançado mesmo sem passar pela liberação conselho

De acordo com o portal de notícias, NetFlu, o próximo terceiro uniforme do Fluminense poderá ser lançado sem se quer passar pelo conselho.

Confira o que diz a matéria.

“Apesar de constituir um braço importante da gestão Mário Bittencourt, o Conselho Deliberativo (CDel) ainda não sabe se poderá votar – ou não – a aprovação do novo terceiro uniforme do Fluminense, esperado para ser lançado em outubro. O assunto vem sendo debatido internamente, mas sem que informações mais robustas cheguem ao corpo de conselheiros.

O NetFlu apurou, neste sentido, que a exemplo do que ocorreu no ano passado, o Conselho Gestor, formado pelo presidente Mário Bittencourt e outros vices, exceto Celso Barros, limado pela direção, deve ficar encarregado pela aprovação da armadura. O departamento de marketing já pré-aprovou o uniforme, inclusive, há pelo menos cinco meses.

Se em 2020 a justificativa era a pandemia de coronavírus e o pouco tempo hábil para a Umbro disponibilizar os uniformes nas praças, agora não há uma definição específica para as razões de tanto mistério nas Laranjeiras e falta de informações dos membros do CDel.

O portal número 1 da torcida tricolor entrou em contato diversas vezes com a assessoria institucional do clube nas últimas duas semanas, questionado sobre o lançamento da camisa e não obteve resposta até o fechamento desta reportagem.

Cabe lembrar que outros clubes que são vestidos pela Umbro, como a Chapecoense, o Santos e o Grêmio, já tiveram o terceiro uniforme lançado.

Foto: Divulgação

Marcão comenta sobre escolha de Nonato como titular na partida de ontem: ”Está pedindo passagem”

Recém-chegado, Nonato ganhou rapidamente espaço no time do Fluminense. Perguntado sobre o porque de ter começado a partida com ele, Marcão respondeu que Nonato é um jogador que está pedindo passagem pelas boas atuações. Confira.

Ele veio de uma situação de alguns jogos que fez bons movimentos, um cara que está mostrando, pedindo passagem. A gente tem o André, Martinelli, Yago, e sempre que a gente optar de usar os três volantes a gente vai tentar entender o adversário por característica de jogador. Esse jogo a gente entendeu que era melhor usar o Nonato e ele fez um grande jogo. Martinelli também entrou e deu conta do recado. Acredito que vamos trabalhar muito bem as peças que temos”, comentou. 

Foto: Lucas Merçon 

Com Fred fazendo história e Luiz Henrique se destacando, Fluminense vence o RB Bragantino e se firma na parte de cima da tabela

O Fluminense segue firme e forte na briga por uma vaga na Libertadores. Na tarde deste domingo, em seu retorno ao Maracanã, o Tricolor derrotou o Red Bull Bragantino por 2 a 1 e deu mais um passo rumo ao à competição continental. Fred e Luiz Henrique marcaram os gols da equipe na partida, válida pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Fluminense iniciou a partida controlando as ações e dominando a posse de bola. A equipe chegou ao ataque algumas vezes nos primeiros minutos, mas as jogadas foram bem travadas pela defesa adversária. 

Aos 6 minutos, Luiz Henrique fez linda jogada individual pela direita, acionou Nonato, que cruzou na área. Na sobra, Calegari chutou firme, mas a zaga conseguiu cortar. Aos 12, a tabelinha se repetiu: o Moleque de Xerém desceu pela ponta e acionou Nonato na área. 

O volante rolou para Fred, que só teve o trabalho de empurrar para o gol vazio e abrir o placar para o Tricolor. Aos 23, Fred rolou boa bola para Luiz Henrique dentro da área pelo lado esquerdo, o garoto dominou e chutou cruzado, mas a bola desviou da defesa e saiu em escanteio. Na cobrança, Danilo Barcelos achou Fred, que cabeceou por cima do travessão. 

A pressão tricolor seguiu intensa. Logo no lance seguinte, Fred fez o pivô e Yago lançou Luiz Henrique, que bateu prensado pelo defensor. Aos 28, Calegari foi à linha de fundo e rolou para Nonato, que desviou para o gol, mas o zagueiro tirou quase em cima da linha. Na sequência, Yago cortou para dentro na entrada da área e bateu firme, obrigando o goleiro a espalmar. Mas de tanto insistir o Fluminense ampliou aos 42. Calegari lançou Caio pela direita, ele avançou e rolou para Luiz Henrique dentro da área. O garoto dominou, fez o giro e soltou a bomba no ângulo. Um golaço no Maracanã!

Segundo tempo 

A primeira finalização da segunda etapa foi aos 4 minutos, quando André arriscou de longe, mas a bola subiu demais. Apesar do domínio tricolor, o Red Bull Bragantino descontou aos 17 minutos, com Helinho. Aos 24, Danilo Barcelos cruzou com muito veneno na área, mas antes que a bola chegasse limpa para Luccas Claro finalizar a defesa conseguiu fazer o corte. Aos 30 minutos, André roubou a bola na intermediária, ajeitou e chutou, a bola desviou na zaga, mas o goleiro conseguiu fazer a defesa. 

O Tricolor chegou ao terceiro gol em uma linda jogada coletiva, com Gabriel Teixeira, mas o VAR anulou o lance alegando impedimento. 

O Fluminense seguiu em cima e voltou ao ataque aos 38. Jhon Arias conduziu pelo meio e arriscou o chute, mas o goleiro fez a defesa. Aos 42, Calegari rolou para trás, Gabriel Teixeira fez o corta-luz e Nonato bateu colocado, para mais uma defesa de Julio César. 

Aos 46, Gabriel foi à linha de fundo e tocou para Arias, que rolou para André bater por cima do gol.

Com o resultado, a equipe chegou aos 32 pontos na tabela de classificação, se mantendo a apenas um do G-6. Além disso, o Time de Guerreiros chegou ao sétimo jogo de invencibilidade na competição. Na próxima rodada, o Fluminense vai até o litoral paulista, onde enfrenta o Santos, no domingo que vem (03/10), às 18h15, na Vila Belmiro.

Foto: Lucas Merçon/FFC

Marcão comenta sobre sair com os três pontos hoje: ”De extrema importância”


O Fluminense recebe o Red Bull Bragantino, no Maracanã, às 16h deste domingo, pela vigésima segunda rodada do campeonato brasileiro. 

Querendo vencer para entrar de fato no G6 e continuar subindo na tabela, o técnico Marcão, comentou que o Fluminense vai enfrentar uma equipe de alto nível, mas que equipe do Flu está vindo de uma semana muito produtiva e espera sair com os três pontos hoje.

“ A gente sabe que vai enfrentar uma grande equipe, que está disputando fase final de uma competição importante. Vimos os jogos passados deles, é um time muito rápido, veloz e que vem há alguns anos mostrando isso. Nossa equipe teve uma semana muito boa, muito produtiva, e esperamos usar tudo isso nesta partida para sair com os três pontos que para nós e de extrema importância”, finalizou Marcão.

Foto: Lucas Merçon 

Antes de partida de hoje, Nino comenta sobre a importância de pontuar na competição


O Fluminense recebe o Red Bull Bragantino, no Maracanã, às 16h deste domingo, pela vigésima segunda rodada do campeonato brasileiro.

Querendo vender pra entrar de vez no G6, Nino comentou sobre o jogo e comentou a importância de pontuar na competição.

A gente sabe que no campeonato brasileiro é importante pontuar sempre, em todos os jogos, é o nosso foco é esse. Se Deus quiser vamos conseguir esses três pontos para combater a sequência e continuar subindo na competição”, disse Nino.

Foto: Lucas Merçon 

Em suas redes socias, Celso Barros ironiza a recusa de Daniel Alves: “Mais uma do bitcoin”

O Vice-Presidente afastado do Fluminense, Celso Barros, voltou a “criticar” o presidente do Fluminense, Mário Bittencourt. Depois da recusa de Daniel Alves a proposta do Fluminense, Celso Barros usou as redes sociais para ironizar o “não” do jogador. Confira o que disse.

Mais uma do presidente “bitcoin” e seu comunicólogo e marqueteiro Ronaldo França.

Durante toda a semana acompanhamos as supostas negociações para a contratação do atleta Daniel Alves.

Muitas páginas tricolores ficaram alvoroçadas, enquanto outros torcedores se manifestavam contrários à contratação.

Eu considero Daniel Alves um baita de um jogador. Mas, também entendo que neste momento pagar 600 a 800 mil reais a um jogador de 38 anos não faria muito sentido.

E a negativa foi comunicada pelo colunista tricolor Lauro Jardim, que foi o mesmo jornalista, que o comunicador plantou uma noticia, lá atrás, falando que o meu amigo Abel Braga, não queria treinar o Flu por minha causa, o que foi desmentido pelo próprio treinador, após mentira passada ao colunista.

Dizem os amigos do “imperador”, que o seu grande sonho é se tornar um novo Celso Barros no Fluminense, mas com o episódio antigo do Ronaldinho Gaúcho e da frustrada contratação do Daniel Alves, fica cada vez mais difícil de isto acontecer.

Mas continue tentando” reizinho”. Fico na torcida!”

Foto usada por Celso Barros na postagem

Foto: Divulgação

Bragantino deve ir com time reserva contra o Fluminense amanhã no Maraca

O técnico Maurício Barbieri comandou na manhã deste sábado, 25, o último treino do Red Bull Bragantino antes do jogo contra o Fluminense, marcado para o domingo, às 16h, no Maracanã, pela 22ª rodada do Brasileirão.

De olho na semifinal da Copa Sul-Americana, o time paulista deve mandar a campo um time formado por reservas pela competição nacional neste domingo. Após vencer o Libertad-PAR por 2 a 0 no jogo de ida da Sula, o Bragantino pode carimbar vaga na final na próxima quarta e, por isso, poupa os titulares.

Atletas que vem com minutagem alta na temporada nem foram relacionados, como Aderlan e Edimar. Lucas Evangelista, que voltou a atuar na última quarta-feira após três semanas fora, também não foi relacionado para recuperar os 100% da forma física. Ytalo, que vem de recuperação após desgaste muscular, também não viaja com o grupo. Jadsom também foi poupado.

Fonte: Ge
Foto: Divulgação

Com apoio da TIM, reforma das Laranjeiras pode enfim sair do papel

Segundo portal de notícias, NetFlu, o sonho da torcida em ver o Fluminense jogando de novo no estádio das laranjeiras, pode enfim, estar mais perto de ser realizado. 

De acordo com o portal, o clube conseguiu um apoio financeiro para colocar em prática a reforma do estádio.

Confira o que diz a matéria.

O sonho de voltar a mandar jogos nas Laranjeiras está mais perto de acontecer, apesar de uma pequena mudança de rumos. Em reunião no Conselho Deliberativo (CDel), realizada na última quarta-feira, o presidente do Fluminense , Mario Bittencourt , deu mais uma notícia em torno do projeto de revitalização da sede: A TIM entrará no circuito.

Segundo ele, a verba da empresar de telefonia, inicialmente investida no vôlei, mas que teve de ser realocada à Lei de Incentivo à Cultura, será usada para no projeto e parte da execução das reformas das Laranjeiras. 

 Sendo assim, o clube bancará com seus recursos o time de vôlei.

Vale lembrar que a estimativa é de R$ 10 milhões a R$ 12 milhões de gastos na reforma, que deve durar até o início de 2023, mudando a primeira previsão de meados de 2022. A TIM, por sua vez, deve investir cerca de R$ 5 milhões”.

HOJE NÃO! Fluminense não chega em acordo com Daniel Alves e negociação com jogador chega ao fim

Tão perto, tão longe. Daniel Alves não será jogador do Fluminense. Após uma semana de negociações e de um acerto quase certo, a contratação não se confirmou. O clube recebeu a contraproposta do lateral-direito de 38 anos na última quarta-feira, fez uma nova oferta em cima e deu prazo de resposta até o final desta quinta. Mas o ala, que estava livre no mercado após rescindir com o time paulista, decidiu não aceitar a última oferta tricolor. A informação foi divulgada na coluna do Lauro Jardim e confirmada pelo ge, que apurou os valores.

O Fluminense via Daniel Alves como uma oportunidade de mercado e entrou na briga com os clubes que queriam o lateral. 

A diretoria procurou o estafe do jogador no sábado e apresentou um projeto a longo prazo, até o fim de 2022, salários na casa de R$ 600 mil e bônus por metas. Durante a semana, porém, o ala manteve conversas com outros times antes de apresentar uma contraproposta de R$ 1 milhão em remuneração, valor muito acima do que o Tricolor poderia pagar.

A quantia inviabilizaria o fluxo de caixa e internamente foi considerada “loucura”, sob risco de quebrar as finanças do clube. O Fluminense, então, fez uma última cartada subindo os vencimentos para R$ 700 mil e aceitando os bônus e a cláusula de saída em caso de oferta da Europa propostos pelo jogador. Se atingisse todas as variáveis, Daniel Alves poderia até chegar a receber R$ 1 milhão, mas não seria um valor fixo como ele pretendia.

Fonte: ge

Foto: Divulgação