fbpx

Adriano Magrão elege Luciano a novo carrasco do Atlético-PR

Esperança de gols da torcida, Luciano tem ainda a confiança de Adriano Magrão. Rivais na semifinal da Sul-Americana deste ano, Fluminense e Atlético-PR se enfrentaram nas quartas-de-final da Copa do Brasil de 2007, conquistada pelos tricolores e protagonizada por Magrão.

Na ida daquela ocasião, houve empate em 1 a 1, no Maracanã. No segundo jogo, na Arena da Baixada, o oportunismo de Adriano Magrão entrou em campo e decidiu para o Fluminense.

– Lembro muito bem. Tiramos o Atlético-PR lá na Arena. Ficou muito marcado. Depois disso, o Fluminense arrancou em busca de títulos. Esses dias estive em Curitiba, e sou lembrado até pela torcida do Atlético-PR, porque tirei a classificação deles dentro da Arena. Fui o carrasco do Atlético naquele ano – recorda.

Atualmente, a missão de balançar a rede pertence a Luciano. Aliás, o centroavante é considerado, por Magrão, o novo carrasco do Furacão, mandante da primeira partida do confronto, nesta quarta-feira. A sorte, segundo o ex-jogador, está para o lado verde, branco e grená.

– Aposto no Luciano. Vem mostrando grande futebol, fazendo gols. Aposto nele para ser o carrasco do Atlético-PR neste ano. Tenho certeza de que ele está com sorte, que nem eu estava em 2007. Naquele ano eu estava decidindo até dois toques. Eu era a bola da vez. Nos coletivos, eu decidia. Eu batia na bola de todos os jeitos e ela entrava. Tenho certeza de que o Luciano está com o mesmo espírito e que ele vai decidir esses jogos para nós – afirma.

Dois anos depois da Copa do Brasil, o Fluminense chegou às finais e acabou batendo na trave na Libertadores e na própria Sula. No que depender da confiança e da previsão de Adriano Magrão, a taça, desta vez, não escapa de Laranjeiras.

– Confio no título, sim. É um time muito bom. Tenho certeza de que o Fluminense será campeão da Sul-Americana. Vamos comemorar esse título lá nas Laranjeiras. É difícil, mas o Fluminense está merecendo um título sul-americano. Está na hora.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Top