fbpx

Agora titular, Agenor rasga elogios a João Pedro e destaca bons resultados do Fluminense

Goleiro também fez questão de enaltecer Rodolfo e Marcos Felipe, seus companheiros de posição no Tricolor carioca

Foto: Mailson Santana / FFC

Desde que assumiu a titularidade no Fluminense, Agenor viu a equipe elevar o nível de atuação e aplicar duas goleadas em sequência: 4 a 1 contra Cruzeiro (Brasileirão) e Atlético Nacional-COL (Copa Sul-Americana). Com atuações seguras, o goleiro substituiu bem Rodolfo, criticado por parte da torcida, e segue na busca de se firmar no gol tricolor. Porém, de acordo com o arqueiro, a equipe não pode ‘relaxar’ pela boa fase e deve seguir trabalhando para conquistar mais resultados positivos.

“O Brasil inteiro já olha o Fluminense de outra maneira. Mas a gente não pode cair em armadilha, tem de trabalhar. Temos de pensar que o Brasileiro é longo e precisa de regularidade”.

Agenor aproveitou para comemorar a titularidade no time de Fernando Diniz, mas também fez questão de enaltecer Rodolfo e Marcos Felipe, seus companheiros de posição. Ele afirmou que qualquer um que estiver em campo estará apto para defender o Fluminense.

“Fico feliz de ter entrado, a equipe ter ganhado jogos e jogado bem, acima de tudo. Me sentir titular, confesso que não. Temos que sentir jogo a jogo. Próxima partida se tiver de jogar vou dar 100%. Quem escala é o Diniz. Se o Rodolfo ou Marcos Felipe jogarem, certamente Fluminense estará bem servido também”.

Perguntado sobre João Pedro, o goleiro rasgou elogios a joia tricolor, decisivo nas últimas três partidas. De acordo com o atleta de 29 anos, o jovem tem uma ótima cabeça, porém não pode ser ‘mimado’ e sim motivado para continuar trabalhando e evoluindo.

“Todo mundo sabe da qualidade dele no dia a dia. Cabe a nós mais velhos tentar segurar a euforia dele para que a cada jogo possa crescer ainda mais. Vai ter um baita futuro pela frente, cabe a ele a cada jogo amadurecer ainda mais. Cabe a quem está de fora não ficar mimando muito ele, pode contagiar de uma forma negativa. Tem um futuro brilhante pela frente. Se continuar com essa cabeça que tem no dia a dia, tem muito a crescer. Só depende dele. Temos de dar o suporte, aproveitar o momento que ele está aqui e tirar o máximo de proveito”.

Agenor aproveitou a coletiva para agradecer o apoio da torcida, que encheu o Maracanã na última quinta-feira e apoiou o time durante os 90 minutos.

“Motivação que torcedor tem nos passado a cada jogo é o reflexo do que estamos fazendo no campo, o time vem numa crescente muito boa, em um momento importante do ano, isso contagia todo mundo, não só o torcedor mas a gente também. É super importante ter esse apoio”.

Por fim, o titular da meta tricolor analisou o esquema tático imposto por Fernando Diniz e destacou que o mesmo é essencial para o bom desempenho futebolístico que o elenco vem apresentando nos jogos.

“O esquema tático favorece o time como um todo. Claro que tem situação de jogo que a gente tinha posse de bola, os números altos, mas não fazia o gol. Agora tem feito a diferença que a bola está entrando, ressaltando ainda mais o nosso trabalho. Lógico que estamos aproveitando a fase do menino que está entrando”.

Agenor agrada e deve ser mantido entre os titulares

Foto: FFC

Agenor realizou contra o Cruzeiro sua segunda partida com a camisa tricolor, na primeira com um time alternativo o Flu perdeu para o Flamengo por 3 a 2, diante do time mineiro foi diferente, Vitória tricolor por 4 a 1 deixando Fernando Diniz satisfeito.

“O Rodolfo é um goleiro muito especial, vencedor. Por tudo o que ele passou na vida. O Agenor também estava precisando voltar, porque tem um potencial muito grande. Ele estava pronto e foi muito bem. Temos dois goleiros e contamos com os dois” comentou Fernando Diniz.

Na avaliação da comissão técnica, Agenor se mostrou muito seguro quando foi exigido e deve ser mantido para a partida diante do Atlético Nacional da Colômbia pela Copa Sulamericana. O goleiro projetou o confronto destacando a confiança do time após a grande vitória sobre o Cruzeiro.

“O torcedor estava vendo os números, mas não estava vendo os resultados dentro de campo, que são as vitórias. Acho que contra o Cruzeiro na quarta-feira passada ficou escancarado a nossa superioridade. Agora traduzimos a superioridade em gols. Então isso motiva mais o nosso time e os torcedores. Sabemos que vamos ter um jogo difícil, mas temos que fazer nosso dever de casa. É uma partida de 180 minutos e precisamos avançar”

O elenco iniciou nesta segunda-feira a preparação para a partida da competição sulamericana, vale lembrar que o Flu não terá Pedro que não foi inscrito.

ST,

Guga Assis

Agenor afasta desconfiança e comemora defesas difíceis em estreia

Com a escalação de reservas para o Fla-Flu, Agenor, contratado junto ao Guarani em janeiro, pôde receber sua primeira chance na equipe nesse domingo. Verdade que levou três gols. Porém, impediu que o rival abrisse uma vantagem ainda maior e dificultasse a reação tricolor, que resultou no 3 a 2 adverso. Foram, ao menos, três defesas difíceis.


– Fiquei feliz pela estreia e pela atuação. Gostaríamos de ter saído com um resultado diferente, mas sabíamos que seria um jogo difícil. O grupo segue confiante e esperamos outro grande jogo nesta semifinal – disse.


Na semi, quarta-feira, o goleiro deve retomar a condição de reserva de Rodolfo. Todavia, o veterano, que chegou sob desconfiança da torcida por estar acima do peso, mostrou serviço ao técnico Fernando Diniz.


– O Agenor eu conheço há muito tempo, tem tudo a ver com time grande. Menor surpresa para mim. Está muito bem treinado, teve uma atuação muito segura – elogiou Diniz.


Publicado por: Nicholas Rodrigues / Fonte: Globoesporte.com. 

Apresentado ao torcedor, Agenor reconhece estar fora de forma

foto: Lucas Merçon / FFC

Desde que foi anunciado como novo reforço do Fluminense, o goleiro Agenor vêm se destacando entre os torcedores do tricolor não pela suas habilidades dentro de campo, e sim pela forma física um tanto quanto avantajada.

Apresentado oficialmente nesta sexta-feira (11), o goleiro fez questão de esclarecer tal incomodo e ainda confessou que nunca havia passado por tal problema durante a carreira:

” Eu não me encontro ainda na condição física que eu gosto. Vi que existiram muitas críticas sobre o meu peso e, me sinto muito tranquilo para falar sobre esse assunto, pois nunca tive problema com peso. Passei por algumas dificuldades de uns dois anos para cá que fez com que eu ganhasse peso. Coisas familiares, que me pegaram desprevenido. Mas me sinto bem tranquilo. Não me considero muito acima do peso não. Sei o que tenho de fazer e onde quero chegar “

O goleiro que recebeu a camisa 25 ainda disse estar pronto e preparado para disputar uma posição no 11 inicial do Fluminense:

“Venho trabalhando ano a ano em busca de oportunidade para voltar a um time grande. Para mostrar o meu potencial. Ela chegou. Sei da responsabilidade que é estar aqui e do histórico do clube nessa posição. Vou trabalhar bastante para ganhar uma oportunidade, ter sequência e demonstrar meu futebol.”

Top