Em coletiva, Ailton explicou do porque repetiu escalação do Fla-Flu contra o Corinthians

O Fluminense enfrentou o Corinthians na noite da última quarta-feira (13), na Neo Química Arena, onde foi derrotado por 5 a 0, repetindo em muitos pontos da partida os mesmos erros do primeiro tempo contra o Flamengo, quando ofereceu diversas oportunidades de gols ao adversário.

Ailton foi então questionado na coletiva de imprensa o porquê da repetição do time:

Quando vem de uma vitória como foi contra o Flamengo, não tem o que mexer. O time virou o jogo, mesmo jogando mal no primeiro tempo, mudou a postura e virou. Então acho que não teria como mexer – afirmou o treinador.

Indagado no entanto se manteria o time mesmo após a goleada contra o Corinthians, o técnico despistou:

Temos muito pouco tempo para treinar, temos praticamente só a sexta-feira, mas vamos buscar alguma coisa. Temos que ter alguma mudança, não podemos atuar da forma que foi. O Marcão já vai voltar e vamos trabalhar nos treinamentos para ver o que podemos fazer – concluiu.

O Fluminense enfrenta o Sport, no próximo sábado (16), as 19h, no estádio Nilton Santos.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Ainda sem Marcão, Ailton será o treinador e Eduardo Oliveira seu auxiliar nesta quarta

Com Edevaldo de Freitas envolvido com o jogo de volta pela semifinal do Brasileirão de aspirantes, Eduardo Oliveira treinador do sub20 tricolor estará no banco de reservas ao lado de Ailton contra o Corinthians, pela 29ª rodada do Brasileirão.

Marcão continua afastado, pois, ainda não completou o isolamento social após ter contraído covid. Eduardo já vem acompanhando os treinos do time principal diariamente. O treinador Marcão só deverá estar à beira do gramado na 30ª rodada contra o Sport, dia 16, no Nilton Santos.

Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

Fonte: Ge

Dupla Marcão e Ailton ganha força para a sequência da temporada

Segundo o Uol, Marcão e Ailton ganharam força e sobrevida para o restante da temporada após a vitória contra o maior rival. De acordo com o portal, Marcão inclusive volta para a beira do gramado quarta-feira contra o Corinthians.

O treinador ficou fora do clássico contra o rubro-negro por conta de ter testado positivo para a covid. Cumpriu o isolamento e retornará para a área técnica. 

O jogo contra os alvinegros paulistas é de suma importância, por ser um confronto direto com um rival que vem de boa sequência nas últimas partidas.

Fonte: Uol

Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

Fluminense nomeia ex-jogadores para coordenadorias técnicas de categorias de base

Com o intuito de “fortalecimento da cultura do Fluminense”, o clube divulgou, nesta terça-feira, que foram nomeados três ex-jogadores para coordenadorias técnicas da base. Ailton assume o sub-20 e a transição para o profissional; Duílio se encarrega do sub-17; e Cadu fica com o sub-15. Os três apoiaram Mário Bittencourt e Celso Barros, presidente e vice recentemente eleitos, no pleito do dia 8 de junho.

Em comunicado, o Tricolor destaca que as chegadas agregam qualidade à administração de Xerém sem elevar o valor da folha salarial. Além disso, diz que “eles têm em comum o fato de terem sido campeões pelo clube. Um exemplo do sucesso tricolor para as novas gerações”. Clique aqui para ver o currículo do trio.

A ação é uma continuidade da reformulação na base promovida pela nova diretoria. Faz pouco mais de uma semana que o Fluminense confirmou os retornos de Rui Reisinger e Antônio Garcia, agora como vice-presidente e diretor executivo de futebol, respectivamente.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

“Jogue nas Laranjeiras” reúne mais de 1 mil pessoas e realiza sonhos na sede do Fluminense

Ainda em comemoração aos seus 100 anos, completados em 11 de maio, o Estádio Manoel Schwartz recebeu a primeira edição do “Jogue nas Laranjeiras”, agora uma atração independente da FluFest. O evento, que reuniu mais de 1000 pessoas, começou quase na hora do almoço e só terminou no fim do último domingo (19), com apresentação da banda “Licor de Canavial” atrás de um dos gols e com vista para o Cristo Redentor.

Zagueiro bicampeão brasileiro pelo Fluminense, Leandro Euzébio foi uma das estrelas do primeiro “Jogue nas Laranjeiras”. (Foto: Lucas Merçon)

A proposta era proporcionar aos torcedores um dia de jogador do Fluminense, o que simbolizou, para a maioria, a realização de um sonho, especialmente para Diego Souza. Pela equipe que homenageava o tetracampeonato brasileiro de 2012, comandada pelo zagueiro Leandro Euzébio, o torcedor de 22 anos, que herdou a paixão do pai, se destacou e marcou duas vezes no triunfo por 3 a 2 sobre o time que celebrava o Carioca de 95, liderado pelo ex-meia Ailton.

– Foi uma experiência maravilhosa. Tenho o sonho de ser jogador, dediquei minha infância a isso, mas nunca tive uma oportunidade. Amo o Fluminense, clube que adoro de coração. Foi emocionante vestir o uniforme do Fluminense e jogar ao lado de ídolos – disse Diego Souza.

Times seguiram tradição do Fluminense de carregar bandeira na entrada no gramado. (Foto: Lucas Merçon)

Foram seis jogos ao longo do dia, cada qual com uma representante da recém-lançada categoria feminina. À beira do campo, atletas e assistente do elenco principal, além da treinadora do feminino, Thaissan Passos, se revezavam como técnico. Apareceram nas Laranjeiras o zagueiro Digão, o lateral-direito Igor Julião, o volante Luiz Fernando (emprestado ao América-MG) e o atacante Pablo Dyego.

Enquanto a bola rolava no gramado, o “Flu de Truck”, que estreou na FluFest 2018, fornecia lanches e bebidas aos tricolores. Até os atores Francisco Vitti e Miguel Rômulo deram uma passada por lá à espera do momento de mostrar talento com a bola no pé. Idealizador do projeto, Dhaniel Cohen explicou seu desenvolvimento e garantiu sensação de objetivo cumprido.

– O Jogue nas Laranjeiras é um evento que teve o seu embrião na última edição Flu Fest, quando fizemos jogos reunindo artistas, ex-jogadores e torcedores, na época a maior recompensa do crowdfunding. No mês de centenário do Estádio de Laranjeiras, essa ação especial recebeu uma roupagem independente. A ideia foi oferecer a oportunidade de tricolores jogarem no berço da Seleção Brasileira. Era uma demanda de muitos sócios e torcedores desde a primeira edição da Flu Camp, voltada exclusivamente para crianças ou adolescentes. Felizmente, conseguimos realizar e ficou a certeza de que cada tricolor que participou viveu uma experiência marcante, inesquecível, pois ele teve exatamente tudo o que um jogador passa em uma partida de futebol. Vestiário, aquecimento, preleção, entrada em campo com crianças e bandeira do Flu, hino, jogo, entrevistas, coletiva… Enfim, cada detalhe foi pensado para tornar o ambiente o mais agradável possível – declarou Dhaniel Cohen, idealizador do projeto.


O próximo grande evento nas Laranjeiras vai ocorrer em 21 de julho, no aniversário do clube, com show de Lulu Santos. Participe colaborando com qualquer valor a partir de R$ 50. Clique aqui para mais informações.


Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.