fbpx

Dores na coxa persistem, e Ganso pode ser desfalque para o jogo da volta contra o Santa Cruz

No jogo contra o Santa Cruz, quarta-feira, no Maracanã, quatro importantes jogadores do Fluminense, que venceu por 2 a 0, alegaram problemas físicos. Airton, Paulo Henrique Ganso e Yony González, aliás, acabaram sendo substituídos. Luciano, por sua vez, precisou ficar em campo até o fim do duelo, posto que o número máximo de alterações havia sido atingido.

Ganso é o caso mais preocupante. Com dores na coxa esquerda, ele será reavaliado e passará por exame que vai indicar se tem condições de enfrentar o time pernambucano na volta da 4ª fase da Copa do Brasil, quinta-feira que vem (26), no Arruda. Fernando Diniz, porém, se mostrou tranquilo ao falar sobre o camisa 10.

– Ele sentiu uma lesão que já vinha se evidenciando há algum tempo, mas não parece ser nada de mais grave. Esperamos contar com ele já no próximo jogo.

Também com incômodo na coxa esquerda, Airton deve estar liberado para o próximo compromisso. Assim como Yony, que acusou problema no tornozelo esquerdo. Luciano está recuperado das dores na coxa direita.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Com Pedro e Airton a disposição, Diniz esboça time para encarar o Santa Cruz-PE

Foto: Lucas Merçon/FFC

O Fluminense entra em campo nesta quarta-feira (17) para encarar o Santa Cruz-PE no jogo de ida da quarta fase da Copa do Brasil, às 21h e 30, no Maracanã.

O jogo marca o retorno de dois jogadores importantes: o atacante Pedro e o volante Airton.

Há quase oito meses sem jogar, Pedro já está confirmado para a partida, no entanto, deve começar o jogo entre os reservas devido ao longo tempo afastado dos gramados. Já Airton, fora a cerca de um mês por conta de uma lesão muscular, deve retornar ao time na vaga de Bruno Silva, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Com isso, o Fluminense deve ir a campo com a seguinte escalação: Rodolfo; Gilberto, Matheus Ferraz, Nino e Caio Henrique; Airton, Allan e Paulo Henrique Ganso; Everaldo, Luciano e Yony Gonzalez.

Airton não se recupera e é mais um desfalque no Flu

Foto: Divulgação/FFC

O volante Airton que se recupera de uma lesão muscular na coxa, não se recuperou há tempo de enfrentar o Luverdense, nesta quarta-feira (10) pelo jogo de volta da Copa do Brasil.

O volante que sofreu a lesão na semifinal da Taça Rio contra o Flamengo há quinze dias não participou de nenhum treinamento no campo e com isso o técnico Fernando Diniz optou por não relacionar o camisa cinco.

Se recuperando de lesão, Airton pode retornar ao time contra o Luverdense

Foto: Divulgação

Se recuperando de uma lesão no músculo posterior da coxa esquerda, sentida no Fla-Flu da semifinal da Taça Rio, l o volante Airton tem chances de retornar a equipe contra o Luverdense, nesta terça-feira (09) pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil.

O volante que desfalcou o Tricolor no jogo de ida da competição, em Lucas de Rio Verde e também esteve de fora do Fla-Flu do último sábado (06), já ficará à disposição do técnico Fernando Diniz e, vai depender do treinador se irá ou não utilizar o jogador.

Vale destacar que o Fluminense necessita da vitória para garantir classificação contra a Luverdense. Em caso de empate a vaga será decidida nos pênaltis

Com lesão na coxa, Airton deve ser desfalque para jogo da Copa do Brasil

Na reapresentação após a eliminação para o Flamengo na Taça Rio, o volante Airton passou por exame que diagnosticou lesão muscular na coxa esquerda. Ele acusou incômodo ao marcar Éverton Ribeiro na quarta-feira, quando deixou o campo com o clássico em andamento.

O jogador iniciou tratamento junto à fisioterapia do clube, mas é desfalque quase certo para o jogo do dia 3 de abril, contra o Luverdense, pela terceira fase da Copa do Brasil, no Mato Grosso. Caso o Fluminense avance para a semifinal do Campeonato Carioca, a depender de triunfo rubro-negro sobre o Vasco no domingo, sua escalação é igualmente improvável.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Airton espera por resultado de exame para saber o grau da lesão

foto: Lucas Merçon/FFC

O volante Airton que deixou o Fla-Flu da última quarta-feira (27) ainda no primeiro tempo com uma lesão na coxa, já passou por um exame no local e fica no aguardo do resultado para saber o grau da lesão.

Com uma suspeita de estiramento muscular na coxa esquerda o jogador foi reavaliado nesta quinta-feira (28), dia de treino fechado no CTPA. Depende agora do resultado de exame de imagem para determinar se houve lesão e qual o grau dela.

Com a derrota para o Flamengo, o Tricolor terá um “descanso” de uma semana sem jogos, só voltando a competir na próxima quarta-feira (03) contra o Luverdense, pela Copa do Brasil.

Fernando Diniz prepara improviso na zaga para duelo com o Antofagasta

Após o empate em 1 a 1 com o Botafogo, domingo, pela Taça Rio, o Fluminense vira a chave para a Sul-Americana. Encara, na quinta-feira, o Antofagasta, no Chile, com quem ficou no 0 a 0 no Maracanã, em fevereiro. Alguns reforços não foram regularizados a tempo e, assim, são desfalques na primeira fase. Um deles é Paulo Henrique Ganso.

O maior problema, porém, é a defesa, setor onde Fernando Diniz sofre com a falta de opções. Digão, lesionado, não jogará por dois meses. Léo Santos, substituto do camisa 26, e Nino não estão inscritos no torneio. Desse modo, sobram Paulo Ricardo e Frazan, que sequer estrearam em 2019.

No treino desta segunda-feira, os atletas que participaram do Clássico Vovô fizeram uma atividade regenerativa. No campo, o treinador testou Caio, volante de 20 anos promovido da base, como parceiro de zaga de Matheus Ferraz. Ele ainda não ganhou uma chance com Diniz, que também não descarta improvisar Airton na posição.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

 

 

Ex-Botafogo, Airton enaltece desempenho da equipe contra o Boavista e mira Clássico Vovô

Foto: Lucas Merçon / FFC

Volante reencontrará ex-clube no próximo domingo (17)

Após a vitória por 3 a 0 sobre o Boavista, em Bacaxá, alguns jogadores do Fluminense conversaram com a imprensa. Um dos pilares do time titular, Airton elogiou a atuação da equipe, que não teve problemas em derrotar o adversário. Com o triunfo, o Tricolor das Laranjeiras chegou aos 10 pontos e se isolou na liderança do Grupo A da Taça Rio. O volante também fez questão de virar a chave e garantiu foco no clássico contra o Botafogo, onde atuou por quatro anos.

Hoje o time se comportou muito bem, fizemos uma boa partida e conseguimos sair com os três pontos. Agora é descansar, pois domingo a gente tem o clássico“.

Além de Airton, o volante Allan, contratado por empréstimo para esta temporada, também falou sobre a vitória. O jogador de 22 anos destacou a importância de conquistar bons resultados para ganhar confiança.

Vitória importante para nos dar confiança. E o mais importante foi não ter levado gol. E chegar domingo focado“.

O Fluminense tem uma sequência decisiva de jogos nesses próximos dias. Primeiro, o clássico contra o Botafogo, que pode garantir o Tricolor nas semifinais da Taça Rio. Depois, no meio da próxima semana, a partida de volta contra o Antofagasta, no Chile. Na ida, em pleno Maracanã, o time de Fernando Diniz não conseguiu furar o bloqueio adversário e saiu de campo com um amargo 0 a 0. Para o confronto fora de casa, o treinador não poderá contar com Digão, capitão da equipe. O provável substituto será Paulo Ricardo.

Airton revela conversa com Abad e minimiza atrasos salariais: “Vão quitar o que estão devendo”

Na segunda-feira, o Fluminense chegou a três meses de salários atrasados ao não pagar os vencimentos referentes a fevereiro. Logo, passou a lidar com o risco de ser acionado judicialmente por seus jogadores, respaldados pela Lei Pelé, que libera pedido de rescisão em casos de inadimplência por esse mesmo período. Foi assim que Gustavo Scarpa deixou o clube rumo ao Palmeiras, no início do ano passado.

– A gente sabe que a diretoria está trabalhando. O grupo está focado para dar o máximo. Começamos a semana muito bem e estamos no início de um trabalho. A diretoria está trabalhando para colocar tudo em dia – disse Airton.

Em acordo com lideranças do grupo, a diretoria decidiu pagar janeiro aos novos contratados, que não haviam recebido nenhuma remuneração. As pendências na CLT são 13º e férias de 2018, janeiro e fevereiro de 2019. Quanto aos direitos de imagem, são novembro e dezembro de 2018 e janeiro de 2019. O próximo vencimento é no dia 15: imagem de fevereiro. Não há prazo para regularização.

Na entrevista aos jornalistas nesta terça-feira, o volante revelou que houve uma reunião entre o elenco e o presidente Abad.

– A gente sempre está trabalhando com a comissão e com a diretoria. Nosso foco é dentro do campo. Estamos sempre buscando as vitórias. A diretoria está trabalhando para cumprir o que está devendo – declarou, emendando:

– Temos um grupo muito fechado, sempre conversando com a comissão e com a diretoria. Estamos focados para colocar o clube onde todos querem.

A imprensa especulou que os jogadores vinham se incomodando com as contratações negociadas pela diretoria enquanto perdura a dívida. A bola da vez é Nenê, na mira desde o início do ano. Airton, porém, rechaçou a polêmica.

– Não estou aqui para achar incoerente. Estamos focados, tivemos ontem uma reunião com o presidente. Eles têm passado as coisas. Estamos focados no campo, junto com o professor Diniz. Eles vão quitar o que estão devendo.


Veja mais respostas:

Fernando Diniz
O professor Diniz tem um método de trabalhar diferente. Sempre quer impor o ritmo e ir em busca da vitória. Cheguei no ano passado e estou em busca de oportunidades.

Titularidade
Ninguém tem garantia, está todo mundo trabalhando, todos são iguais. Quem tem oportunidade tem dado conta. Quem está entre os 11 tem que mostrar o potencial.

Boa fase do Fluminense
O Fluminense está fazendo uma pré-temporada e conseguiu uma sequência boa de jogos. Espero ajudar o Fluminense.

Sequência de jogos
A gente vai ter uma sequência grande de jogos e precisamos pensar jogo a jogo. O professor Diniz procura conversar bastante com a gente para evitar lesões.


Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Em julgamento sobre polêmicas contra o Vasco, TJD-RJ pune Airton e Felipe Bastos e absolve Luciano

Em audiência na tarde desta terça-feira, o TJD-RJ julgou, em primeira instância, os envolvidos em polêmicas na final da Taça Guanabara, entre Fluminense e Vasco, ocorrida no dia 17 e vencida pelo rival por 1 a 0.

Expulsos durante o jogo, Airton, acusado por xingar o juiz, e Luciano, que teria empurrado o vascaíno Andrey ou, segundo a súmula, o companheiro Dodi, tiveram seus casos analisados pelo relator Leonardo Lemos, acompanhado da 2ª Comissão Disciplinar. Cabe recurso às punições.

A pedido dos advogados tricolores, o atacante, que é réu primário, acabou sendo absolvido por falta de prova pela maioria dos julgadores. Um deles, inclusive, afirmou, ao observar o vídeo, que, o árbitro empurrou um jogador do Fluminense.

– Pela prova de vídeo, há demonstração que o atleta que empurra não é o denunciado, mas o 37 (Everaldo). Ele é que vem correndo e, nessa corrida, esbarra no atleta adversário – alegou Lemos.

Mesmo com a defesa argumentando que “palavras, ali, no calor da emoção, são um mero desabafo”, Airton não escapou e, por maioria, pegou suspensão por dois jogos no Campeonato Carioca, baseado na denúncia no artigo 258. O volante, assim como Luciano, já havia desfalcado o time na sexta-feira, frente ao Bangu.

– Acho que temos de sair da situação do homem médio e ir para o ambiente de futebol. Se trata de uma situação corriqueira, que se encaixa mais no desrespeito do que ofensa em si. Foi no calor da emoção. Acompanho a pena de dois jogos – explicou um dos relatores, Rafael Lira.

Em virtude da estreia na Sul-Americana, nenhum dos atletas de Fernando Diniz compareceu ao local. Pedro Abad, indiciado por estimular a violência em entrevista e sujeito a dois anos de suspensão ou multa de até R$ 100 mil, se ausentou por um compromisso do clube no exterior.

Entre os denunciados, só Felipe Bastos, do Cruz-Maltino, que gravou vídeo em tom homofóbico, apareceu para depor, justificando que havia repetido a música cantada pela torcida. Ele se disse arrependido e sofreu gancho de somente três jogos.

– Acho que ninguém no Flu se sentiu ofendido. Não tem vítima. foi o único prejudicado pelas próprias declarações. Desclassifico para o 258. Acho três jogos demais, mas vale a maioria, punição por 3 jogos – disse o presidente da mesa, Wanderley Rebello de Oliveira Filho.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Top