fbpx

Fluminense é multado em R$ 15 mil por polêmicas em semi da Taça Rio contra o Flamengo

As polêmicas que marcaram a semifinal entre Fluminense e Flamengo na Taça Rio, em 27 de março, foram avaliadas pelo TJD-RJ em audiência nesta segunda-feira. Além de Paulo Henrique Ganso, por discussão com o quarto árbitro, e Bruno Henrique, por entrada violenta em Gilberto, os clubes e o preparador de goleiros do Tricolor, André Carvalho, passaram por julgamento.

Ao reclamar do gol invalidado pelo VAR no primeiro minuto, André Carvalho precisou deixar o campo por decisão do juiz. Foi denunciado no artigo 258 (conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva) e, por ser réu primário, suspenso por só um jogo.

Em razão do atraso na reposição de bolas, o Flu sofreu multa de R$ 2 mil, baseado no artigo 191 do CBJD (deixar de cumprir, ou dificultar o cumprimento de deliberação, resolução, determinação, exigência, requisição ou qualquer ato normativo ou administrativo do desporto a que estiver filiado ou vinculado).

Em conjunto com o rival, o time das Laranjeiras respondeu pelo tumulto no túnel que liga o gramado ao vestiário, após a derrota por 3 a 2. Foram indiciados no artigo 257 (participar de rixa, conflito ou tumulto, durante a partida, prova ou equivalente). Apesar do pedido dos advogados Carlos Portinho (Fluminense) e Michel Assef Filho (Flamengo) por absolvição, o TJD puniu os clubes em R$ 13 mil cada.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Top