De volta ao time titular, André comemora reedição de dupla vencedora com Martinelli: “Não tem felicidade maior”

Depois de três meses sem jogar, desde a vitória por 1 a 0 contra o Bangu no Carioca, André voltou a ser titular do Fluminense no empate por 1 a 1 com o Fortaleza na última rodada do Campeonato Brasileiro.

Além da vaga entre os 11 titulares, o volante de 19 anos pode reeditar a vitoriosa dupla com Martinelli no meio-campo. Jogando juntos, os jovens foram campeões Cariocas sub-17 e finalistas da Copa do Brasil e Taça BH da categoria em 2018, em um time que também contava com Calegari, Luiz Henrique, João Pedro, Marcos Paulo, Luan Freitas, Wallace e Marcelo Pitaluga.

– A gente está indo para o quarto ano jogando junto. Martinelli é meu amigo, fico muito feliz de ter atuado do lado dele e muito feliz pelo momento que ele está vivendo. É uma pessoa excepcional, um cara diferenciado, creio que ainda vai dar muitas alegrias para o torcedor tricolor. Passa pela cabeça que há dois, três anos estávamos jogando juntos na base, e hoje representarmos o Fluminense no profissional… Não tem felicidade maior. – comemorou.

Com Martinelli suspenso da primeira partida da fase de oitavas da Libertadores contra o Cerro no dia 13 de julho, a boa partida de André frente ao Fortaleza credencia o jovem para a a vaga de substituto.

Fonte: GE

Foto: Lucas Merçon/FFC

Site crava entrada de André no lugar de Yago, suspenso

O Fluminense vai ao Ceará enfrentar o Fortaleza, neste domingo (20), com um desfalque certo, o volante Yago, suspenso pelo terceiro cartão amarelo recebido contra o Santos.

Para seu lugar titular será André, pelo menos é que indicou o treinador na coletiva pós jogo e conforme cravou o portal GE.

Assim, o Flu deve iniciar o jogo com a seguinte escalação: Marcos Felipe; Calegari, Nino, Luccas Claro e Egídio; Martinelli, André e Nenê; Caio Paulista, Gabriel Teixeira e Fred.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Roger Machado dá indícios que pode escalar André contra o Fortaleza

A vitória do Fluminense de 1 a 0 sobre o Santos deixou um problema para o técnico Roger Machado: o terceiro cartão amarelo de Yago Felipe. Com a advertência, o jogador será desfalque contra o Fortaleza, próximo confronto do Flu pelo Brasileirão.

Com a ausência do camisa 20, quem pode ganhar uma oportunidade é André. O jovem que começou o ano como titular, perdeu espaço com a chegada dos titulares, porém, agora deve ganhar uma nova oportunidade:

Salientei pro Wellington que o André vem entrando muito bem e a resposta precisa ser dada. Disse pra ele que o André está merecendo uma oportunidade também. O André está próximo de receber uma oportunidade – disse o treinador na coletiva após o jogo contra o Santos.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Chance de mostrar serviço! Com Miguel fora, Matheus Martins se junta a André e volta a ser integrado aos profissionais do Flu

Com o pedido na justiça de Miguel para a rescisão unilateral do contrato com o Fluminense, outros atletas da base ganharam espaço. É o caso do meia-atacante Matheus Martins, o jovem de 17 anos, destaque da “Geração dos sonhos” de Xerém, voltou a ser integrado aos profissionais do Fluminense.

O jogador, que foi campeão brasileiro sub-17 na temporada passada atuando ao lado de Kayky, Metinho, João Neto, Arthur e Jefté, entrou no segundo das partidas contra Portuguesa e Bangu, nas primeiras rodadas do carioca, quando o Fluminense utilizou uma equipe alternativa. Com a volta dos titulares, perdeu espaço e acabou descendo para a base.

Questionado sobre o “Caso Miguel” após a vitória contra Portuguesa na semifinal do Carioca, o técnico Roger Machado comentou sobre oportunizar outro atletas da “Fábrica de Xerém” para a vaga deixada pelo jogador. No dia seguinte, Matheus já treinava com o elenco profissional do clube.

– Eu vou te pedir desculpa, mas como não é uma questão técnica, é uma ação administrativa, foge à minha alçada comentar um assunto que foge da questão do campo. O que posso dizer é que existem outros meninos na base que estão há bastante tempo esperando a oportunidade e para a vaga de um jogador que saiu vamos buscar um outro atleta lá da fábrica de Xerém para suprir essa ausência que para a gente é importante, é sentida, porque contamos com todo mundo. O Miguel sempre esteve no nosso planejamento, mas como frisei no início, não gostaria de comentar um assunto que não é mais técnico, é administrativo – disse Roger após a vitória contra a Portuguesa.

Além de Matheus Martins, outro jovem de Xerém que volta a ganhar espaço é o volante André. O jovem de 19 anos, que quase foi emprestado, voltou a ser integrado ao elenco principal após a lesão de Hudson, que não deve mais jogar na temporada.

Fonte: GE

Foto: Maílson Santana/FFC

Avançando ! Fluminense enxerga com bons olhos ida de André ao Botafogo

Com pouco espaço no Fluminense, o volante André deve ser emprestado para uma equipe no restante da temporada. O jogador que esteve na mira do CRB, pode pintar no Botafogo.

Segundo informações do portal Uol Esportes, Memo a diretoria do Flu tendo ficado chateada com o fracasso da negociação de Matheus Babi, ainda sim, enxerga com bons olhos a ida do volante ao Botafogo.

Ainda de acordo com o portal, o clube das Laranjeiras crê que o volante pode ter mais oportunidades no Alvinegro e ganhar rodagem na Série B do Campeonato Brasileiro. Pesa ainda o fato das equipes não se enfrentarem mais em 2021.

Tido como uma das boas promessas de Xerém, André iniciou o ano como titular, porém, com a incorporação do elenco completo, o jogador acabou perdendo espaço, que ficou ainda mais reduzido com a chegada de Wellington e renovação de Hudson. Assim, um empréstimo daria mais rodagem ao jogador, que voltaria mais maturado para a próxima temporada.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Repercussão negativa nas redes sociais melou ida de André ao CRB

Tido como uma das gratas revelações de Xerém, o volante André ainda busca seu espaço no time principal, porém, o jogador ainda não conseguiu se firmar. André que chegou a atuar como titular e capitão no início da temporada, mas com a volta dos titulares e chegada de reforços o volante acabou perdendo espaço.

Nesse sentido, seu estafe e o Flu veem um empréstimo com bons olhos. No entanto, há o entendimento de que, em um primeiro momento, André sofre com a concorrência na posição. Por isso, o atleta esteve próximo de empréstimo ao CRB para a disputa da Série B, conforme informação do GE, mas de acordo com o UOL Esporte, a repercussão negativa nas redes sociais, além de outras questões, impediram, por ora, o acerto no mercado da bola.

André é visto por todos que participaram de sua formação em Xerém como um jogador mais completo que Martinelli, sua dupla nas divisões de base e hoje dono do meio de campo do Tricolor.

Chegou a ser noticiado inclusive um possível desentendimento entre o jogador e Ailton, técnico do sub-23, informação desmentida pelo próprio jogador através de suas redes sociais.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Três concorrentes, uma vaga. Quem substituirá Martinelli na última rodada do brasileiro?

Marcão terá um desafio e tanto para resolver quem substituirá o jovem Martinelli que vinha muito bem, e se lesionou na última partida contra o Santos após uma entrada de Sandry, onde nem falta foi marcada. 

As opções para o lugar do volante são André, Hudson e Yuri. Quem a torcida menos contestaria seria o também jovem André, mas ele tem poucos minutos no time de cima. O volante tem 10 jogos no time de cima com 5 vitórias, 4 empates e 1 derrota. 2 partidas como titular e 8 vindo do banco. André foi destaque ao lado de Martinelli na base jogando na função de primeiro volante, justamente a posição que ficará vaga com a ausência do companheiro. 

A outra opção é Hudson, que tem 25 jogos no Brasileirão, com 14 vitórias, 6 empates e  5 derrotas. 19 como titular, 6 como reserva. Hudson era homem de confiança de Odair Hellman e perdeu espaço com a efetivação de Marcão, mas ainda assim todo jogo entra no mínimo no segundo tempo. O que joga contra o atleta é que já avisou a diretoria que irá para o São Paulo ao fim do contrato dia 27 desse mês. O clube paulista briga diretamente com o tricolor carioca pela vaga direta na Libertadores.

E por último temos Yuri. Com 16 jogos, 7 vitórias, 2 empates e 7 derrotas. 13 partidas como titular, 3 como reserva. O atleta é muito contestado pela torcida pela sua lentidão e falta de proteção a zaga quando está em campo. Essas são as principais opções do treinador Marcão para substituir Martinelli contra o Fortaleza. Só saberemos a resposta de quem conseguiu a vaga momentos antes da partida.

Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

André e Miguel fora dos relacionados

Os jovens atletas ficaram de fora da convocação do técnico Marcão para o jogo contra o Sport. O motivo de não serem relacionados foi opção técnico a do treinador. 

Marcão optou por um grande número de atacantes não lista, preterindo os jovens que atuam no setor de meio campo. A grande novidade é a primeira relação de John Kennedy, atacante que a torcida espera muito no futuro.

Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC

Marcão explica barracão de André: “em alguns momentos temos que fazer escolhas por alguns deles”

Uma das surpresas na lista de relacionados do Fluminense para o jogo contra o São Paulo no último sábado (26) foi a ausência do volante André, que foi preterido por Martinelli e Nascimento, mesmo com Martinelli tendo realizado apenas um treinamento com bola após se recuperar de lesão.

Na coletiva após a partida, o técnico explicou a ausência do volante:

O André é um grande menino, mas hoje a gente fez uma opção pelo Martinelli e pelo Nascimento. Em alguns momentos temos que fazer escolhas por alguns deles. São meninos valorosos, que vão ajudar bastante o Fluminense. Em alguns momentos temos que fazer as nossas escolhas – explicou o treinador.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Além de Nenê, André também ficou de fora dos relacionados

O Fluminense divulgou na manhã deste sábado (26) o nome dos jogadores relacionados para a partida contra o São Paulo, logo mais, às 21h, no estádio do Maracanã.

As surpresas ficaram por conta das ausências de Nenê e André, ambos fora, mas por motivos diferentes. Segundo informado pelo clube, Nenê realizou trabalho físico em separado pelo grupo e por isso ficou de fora dos relacionados.

André por sua vez foi sacado por opção do treinador, Marcão, que optou Nascimento e Martinelli, mesmo o segundo tendo realizado apenas um treinamento com bola ao longo da semana.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC