fbpx

Pênalti, VAR e gol anulado: Odair questiona arbitragem entre Palmeiras e Fluminense

A derrota do Fluminense para o Palmeiras por 2 a 0 na noite deste sábado (14), no Allianz Parque, em São Paulo, poderia ter sido diferente se não fosse a intervenção do VAR, que anulou um gol do Fluminense no primeiro tempo, quando identificou impedimento de Luccas Claro e o pênalti que culminou no primeiro gol do Palmeiras.

Na coletiva pós jogo, o técnico Odair Hellmann questionou a atuação do árbitro, principalmente no pênalti marcado para o Palmeiras no início do segundo tempo. Após chute de Lucas Lima a bola bateu no braço de Wellington Silva e após analisar o VAR, o juiz assinalou pênalti.

Aqui eu não vou ficar falando de arbitragem, mas pra mim não foi pênalti, temos que começar a fazer uma avaliação melhor dentro deste contexto, mas aí pega uma avaliação do VAR, lance que para e volta, num chute de alta velocidade que o Wellington faz o movimento de instinto com o braço fechado, sendo que aconteceu a mesma coisa no primeiro tempo contra eles, outras situações que não chama e ainda não está uniforme essas utilizações e decisões, e aí fez a diferença a marcação de pênalti no segundo tempo onde o Palmeiras abre o placar – disse Odair, que ainda questionou a demora no impedimento que anulou o gol do Fluminense marcado por Luccas Claro no primeiro tempo.

O jogo que ficou cinco minutos parado para um decisão milimétrica, se é impedimento, se não é impedimento, mas a gente tem que acreditar no movimento dessa máquina aí, né ? Que deu o impedimento. Mas como o pênalti fez a diferença pra eles, poderia fazer a diferença pra gente, principalmente em um momento onde estávamos melhor na partida, mas quando a gente faz um gol e coloca lá na máquina e fica cinco minutos para ver se foi gol ou se não foi, desconcentra um pouquinho – finalizou o treinador.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Presidente do Santos questiona decisões da arbitragem e diz que vai recorrer à CBF

A vitória do Fluminense por 3 a 1 sobre o Santos na tarde deste domingo (25) no Maracanã, gerou alguns lances polêmicos, que foram muito questionandos pelo presidente do Santos, Orlando Rollo, ao final do jogo.

Rollo questionou os dois gols anulados do Santos, no segundo tempo, além de duas faltas que na visão do dirigente, teve uma interpretação equivocada do árbitro Anderson Daronco, na aplicação do cartão.

Confira:

Foto em destaque: Lucas Merçon/Fluminense FC

Em tarde polêmica, comentarista de arbitragem vê dois pênaltis a favor do Flu

A partida entre Fluminense e Bahia que aconteceu neste domingo (11), às 16h no Maracanã, pela 15° rodada do Brasileirão, foi cercada de polêmica, com a equipe baiana reclamando do pênalti marcado a favor da equipe carioca.

O comentarista de arbitragem do grupo Globo, Sandro Meira Ricci no entanto, entende que o juiz acertou ao assinalar o pênalti pró Fluminense.

– Daria o pênalti porque o jogador do Bahia está atrás do Nenê, e com o braço ele desloca o Nenê – disse Ricci, sobre o lance que o juiz assinalou o pênalti após ajuda do VAR.

Ricci questiona inclusive uma outra jogada, ainda no primeiro tempo, quando a bola desviou na mão e Juninho e não foi marcada nenhuma infração, nem pelo juiz de campo, nem pelo VAR.

Foto: Reprodução/TV Globo

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Fluminense já tem arbitragem definida para próximo jogo do Brasileirão

Após a vitória por 3 a 0 sobre o Figueirense e garantir classificação na Copa do Brasil, o Fluminense volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro, quando enfrenta o Vasco no próximo sábado (29), às 19h, no estádio do Maracanã.

E para este confronto, a equipe de arbitragem já foi definida e será da Federação Catarinense, com Bráulio da Silva Machado no comando do apito, auxiliado por Kléber Lúcio Gil e Henrique Neu Ribeiro.

Bráulio já se envolveu em uma polêmica nesse Brasileirão quando apitou o jogo entre Corinthians x Corotiba. Na ocasião o clube paranaense questionou algumas marcações do árbitro,. principalmente no lance do pênalti pró Corinthians, quando Bráulio não foi ao VAR rever a marcação e ainda mandou voltar a primeira batida da penalidade, contada por Jô e defendida por Wilson, que ainda defendeu a segunda.

Daniel Nobre Bins comandará o jogo entre Athletico-PR x Fluminense

Athletico-PR e Fluminense se enfrentam na tarde deste sábado (22) pela abertura da 5° rodada do Campeonato Brasileiro

Para o confronto o árbitro Daniel Nobre Bons foi o.sortrado para comandar a partida e será auxiliado por José Eduardo Calza e Jorge Eduardo Bernardi, trio do Rio Grande do Sul. Robson Babisnki, do Paraná, será o quarto árbitro. Emerson de Almeida será o responsável pelo VAR, tendo o auxílio de Março Aurélio Ferreira e Celso Luiz da Silva Bitencourt, todos de Minas Gerais.

Vale destacar que a partida que terá início às 16h, não terá transmissão com imagens por conta de divergências contratuais. A FluTv fará a transmissão, contudo, apenas por áudio.

Olho no apito: arbitragem para reestréia do Flu já está definida

O Fluminense volta a campo ao que tudo indica no próximo domingo às 19h, quando enfrenta o Volta Redonda no estádio do Maracanã às 19h – o Tricolor ainda tenta mudar o local da partida por conta do hospital de campanha alocado em um dos complexos do Maracanã.

E a arbitragem para o jogo já está definida, com Bruno Arleu de Araújo como árbitro principal e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha e Diogo Carvalho Silva como assistentes.

Bruno Arleu já participou inclusive da partida que marcou a volta do futebol no Rio, quando foi o quarto árbitro do jogo entre Bangu x Flamengo.

Foto em destaque: Divulgação/Ferj

Detalhes de arbitragem da segunda partida da Taça Rio: Fluminense X Resende

O Fluminense fará sua segunda partida pela Taça Rio contra o Resende, dia (08) domingo, às 18H, e a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) já designou o trio de arbitragem desta partida.

Rafael Martins de Sá apitará a partida, com os auxiliares Gabriel Conti Viana e Daniel de Oliveira Alves Pereira.

Fonte: NetFlu

Técnico do Flamengo, Jorge Jesus, reclama da arbitragem no Fla-Flu

O técnico do Flamengo, Jorge Jesus, se mostrou um tanto quanto insatisfeito com a arbitragem de Graziani Maciel Rocha no Fla-Flu da última quarta-feira (12) que terminou com a vitória do Flamengo por 3 a 2 sobre o Fluminense.

A reclamação de Jesus foi refente ao segundo gol Tricolor, quando Pacheco, em impedimento, ameaça a ir na bola, mas não participa do lance. Na sequência da jogada, Evanilson marcou o segundo.

– Quem controla o impedimento? É o árbitro. Eles fizeram os gols e nitidamente o árbitro quis que o Fluminense entrasse no jogo. A partir daí, acreditaram que poderiam buscar o 3 x 3, ganharam emocionalmente e terminarem o jogo atuando no limite do risco. Não há nenhuma equipe do mundo que jogue os 90 minutos em cima do adversário. Se fosse, não seria 3 x 0, seria 6 x 0 – disse Jesus.

O técnico rubro-negro ainda chegou a falar dos dois gols anulados do Tricolor, insinuando que o árbitro quase interferiu no resultado da partida.

A fala do treinador sofre várias críticas da imprensa. Em uma delas, Jorge Sormani, dos canais Fox Sports, cobrou mais respeito do treinador com seus adversários. Confira o vídeo de Sormani:

Foto em destaque: Raisa Simplício/Brasil Global Tour

Olho no apito: Graziani Maciel Rocha será o responsável por comandar o Fla-Flu da semifinal da Taça Guanabara

A Ferj divulgou na tarde desta segunda-feira (10) que o clássico entre Fluminense e Flamengo, válido pela semifinal da Taça Guanabara, terá Graziani Maciel Rocha como comandante do apito.

O árbitro de 37 anos será auxiliado por Luiz Claudio Regazone e Michael Correia serão os auxiliares. Já o tão polêmico VAR, será comandado por Carlos Eduardo Nunes Braga.

Como se classificou em primeiro do grupo B, o Fluminense joga com a vantagem do empate. O classificado enfrenta quem passar do jogo entre Boavista e Volta Redonda, que será disputado no próximo domingo (16). A final acontece no sábado de carnaval, dia 22.

Detalhes da arbitragem entre Fluminense X Bangu

A equipe do Fluminense enfrenta o Bangu, neste domingo (26), em Moça Bonita, às 16h (no horário de Brasília).

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) divulgou o trio de arbitragem para a terceira rodada da Taça Rio. Referente a partida do Fluminense quem apitará será Marcelo de Lima Henrique, os auxiliares serão Rodrigo Figueiredo Corrêa e Guilherme Vogas Tavares.

Fonte: NetFlu

Top