Arthur é convocado para jogos preparatórios com a Seleção Brasileira sub-17

O meia Arthur foi convocado pelo técnico da Seleção Brasileira sub-17 Paulo Victor Gomes para a disputa de dois jogos preparatórios com o Paraguai, em Assunção, nos dias 2 e 5 de setembro.

Os atletas chamados se apresentam no dia 25 de agosto na Granja Comary, e embarcam para o Paraguai na terça-feira (31).

Os convocados retornam aos respectivos clubes no dia 6 de setembro, após o segundo jogo.

Considerado uma das principais joias de Xerém, Arthur recentemente foi campeão da Copa Rio sub-17 com o Tricolor, em final decidida nos pênaltis contra o Vasco.

Foto: Maílson Santana/FFC

Sub-17, Flu recebe a Chapecoense nesta terça

Atual campeão, o tricolor já está classificado para a segunda fase do Campeonato Brasileiro da categoria. A bola irá rolar às 15h, nas Laranjeiras. 

Em segundo lugar na tabela com 17 pontos, um a menos que o líder Athletico PR, mas com um jogo a menos, o Fluminense é o único time invicto na competição até o momento. 

O tricolor tem alguns destaques que podem fazer a diferença como o camisa 10 e capitão Arthur que inclusive já atuou entre os profissionais, e o jovem artilheiro Samuca. 

Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

Uh vem que tem! Com show de Arthur e Samuca, Flu vence o Fortaleza por 3 a 1 na estreia do Brasileirão sub-17

Na estreia do Campeonato Brasileiro sub-17, Moleques de Xerém não tomam conhecimento do Fortaleza e vencem por 3 a 1 nas Laranjeiras, gols de Samuca, Arthur e Gabriel Lyra.

Atual campeão da competição, o Fluminense veio a campo com caras novas em relação ao time da temporada passada. Formado em sua maioria por atletas nascidos em 2004, a nova geração Tricolor não decepcionou no cartão de visitas, aos 18, o camisa 7 Samuca roubou a bola na área e bateu com categoria para abrir o placar.

A locomotiva de Xerém não diminuiu a intensidade. Dois minutos depois do gol, Isaac foi derrubado na área, pênalti para o Flu. O camisa 10 Arthur converteu a cobrança e ampliou a vantagem nas Laranjeiras. Aos 27, Gabriel Lyra recebeu belo lançamento de Arthur e driblou o goleiro para marcar o terceiro gol Tricolor na partida.

Na volta do intervalo, o grande destaque continuou sendo Samuca. O atacante levou perigo em todas as jogadas no um contra um, criando boas oportunidades para Gabriel Lyra e Isaac. Com 21, depois de uma desatenção da zaga, Dagoberto subiu sozinho e diminuiu o placar para a equipe do Fortaleza.

No restante da segunda etapa, o Fluminense apenas administrou a vantagem e garantiu a estreia com vitória no Campeonato Brasileiro sub-17, Fluminense 3, Fortaleza 1.

Na próximo rodada os Moleques de Xerém enfrentam a equipe do Internacional, no sábado (15/5), às 15hrs, no Estádio Francisco Novelletto, em Porto Alegre. A partida terá transmissão da plataforma de streaming MyCujoo.

Foto: Maílson Santana/FFC

Jóia do Flu, Arthur já esteve na mira do Flamengo

O jovem Arthur, que se tornou o jogador mais jovem a atuar entre os profissionais do Fluminense poderia ter tido uma história bem diferente. Isso porque, o portal GE divulgou que o jogador esteve na mira do Flamengo.

Desde 2015 no Flu, Arthur assinou seu primeiro contrato profissional no último domingo (07), quando fechou um acordo de cinco anos com o Tricolor.

Camisa 10 das seleções de base e dono de 96 gols em Xerém, Arthur já foi monitorado pelo Arsenal, da Inglaterra, e nos últimos anos vem despertando diversas sondagens do exterior, mas Pitta, agente do jogador, não revelou nomes de clubes. No mercado nacional, o “GE” apurou que uma pessoa ligada ao Flamengo procurou o jogador antes de ele assinar o pré-contrato com o Fluminense no ano passado. O rival chegou a oferecer salários na casa dos R$ 100 mil para o garoto, mas o projeto tricolor falou mais alto.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Jogador mais jovem a atuar pelo Flu, Arthur assina contrato profissional até 2026

Joia de Xerém que se tornou o jogador mais jovem a estrar pela equipe principal Tricolor, com 16 anos e 8 dias, assinou seu primeiro contrato professional com o Flu de cinco anos, até março de 2026, acima do tempo permitido pela Fifa para atletas menores de 18 anos.

Essa divergência ocorreu em acordo com a CBF. Segundo informações do portal GE, o presidente Mário Bittencourt vem mantendo diálogos com o presidente da Federação, Rogério Caboclo, sobre uma sugestão de alterar a legislação junto a Fifa para dar mais proteção aos clubes formadores.

A diretoria Tricolor soube nas conversas com a CBF que a entidade tem registrado contratos de cinco temporadas com atletas de 16 anos, com base no que permite a Lei Pelé.

Em entrevista ao site oficial do Fluminense, Arthur comemorou a extensão do vínculo com o clube:

É um momento muito especial na minha vida. Eu sonhei com isso, mas é só o começo e vou continuar trabalhando. (Expectativa no profissional) Muito boa. Que esse ano seja um ano de vitórias e dê tudo certo. – disse o meia de 16 anos.

Arthur está relacionado para o duelo de logo mais contra a Portuguesa, às 16hrs no Maracanã, e pode fazer seu segundo jogo como profissional.

Fonte: GE

Foto: Divulgação Fluminense

Arthur faz história e se torna o jogador mais jovem a estreiar pelo Flu

Jovem promessa Tricolor entrou aos 29 minutos do segundo tempo na derrora por 2 a 1 para o Resende na estreia do Campeonato Carioca.

Com 16 anos e 8 dias, Arthur se tornou o atleta mais jovem a jogar pela equipe principal do Flu, superando a marca de outra joia de Xerém, o meia Miguel, titular na partida de ontem, que estreou com 16 anos e 71 dias contra o Cruzeiro, na Copa do Brasil de 2019.

Na saída de campo, o jovem comentou sobre a estreia nos profissionais:

– Sonho realizado por lembrar de tudo que passei, batalhei muito por esse momento. Tão jovem assim não imaginava, mas iria trabalhar para chegar, e cheguei nessa idade que não imaginava. Agora é continuar trabalhando para virem coisas boas. (…) Fico feliz de ser o mais novo a jogar, mas triste pela derrota. Mas tenho certeza que vamos corrigir nossos erros para conseguir a vitória já contra a Portuguesa – disse Arthur.

O garoto assinou em 2020 um pré-contrato com o Flu, garantindo seu primeiro vínculo profissional em 2021. A direção Tricolor criou um projeto de estágio na equipe profissional para o meia, que já está acostumado a atuar em categorias acima da sua idade.

Foto: Maílson Santana/FFC

Fluminense pode promover estreia e ter nova marca de jogador mais novo a vestir a camisa do clube

Arthur provavelmente será relacionado para a partida dessa quinta-feira, no Maracanã, contra o Resende, às 21h. O indício de que isso irá acontecer, foi uma publicação do atleta em sua conta no Instagram. 

Caso entre em campo, o jogador fará sua estreia nos profissionais com apenas 16 anos e 8 dias, superando a marca de um outro jovem talento que também estará em campo, Miguel Silveira que fez sua estreia com 16 anos e 71 dias contra o Cruzeiro pela Copa do Brasil em 2019. 

O jovem Arthur desde muito novo vem se destacando na base tricolor, e da seleção brasileira. Com a camisa amarelinha, geralmente ele sempre é titular de uma categoria acima de sua idade, o que mostra o quão precoce e talentoso é o atleta. 

No clube desde o sub-11, o jogador tinha marcas expressivas na base, até o sub-15, ele tinha feito 128 jogos e marcado 95 gols com a camisa tricolor. Aos 15 anos, já era titular da geração dos sonhos do Flu, ao lado de Matheus Martins, Kayky, Metinho e João Neto. Agora a estreia do jovem talento está nas mãos do treinador Ailton. 

Fonte: Flunews

Foto: Reprodução pessoal do atleta 

Moleques de Xerém, meias Arthur e Thiago são convocados para Seleção sub-17

Dupla tricolor foi chamada pelo técnico Paulo Victor Gomes para período de treinos na Granja Comary entre os dias 8 e 18 de Março, visando o Torneio Sul-americano sub-17.

No perfil oficial do Twitter, o Fluminense parabenizou os jovens pela convocação, confira:

Integrantes da “Geração dos sonhos” de Xerém, ambos são mais novos que o restante dos companheiros de equipe. Thiago tem 16 anos e Arthur, 15 (o meia faz aniversário amanhã).

Na temporada, o sub-17 Tricolor foi campeão brasileiro e finalista da Copa do Brasil e Supercopa da categoria.

Foto: Thiago Mendes/Porthix

Flu monta “projeto especial” para Arthur e conta com a família do jovem como trunfo em futuras negociações

Um dos pilares da “Geração dos sonhos” de Xerém, o meia Arthur é destaque do sub-17 mesmo com a pouca idade, faz 16 em fevereiro. Visando se proteger do assédio do futebol europeu, o Fluminense montou um projeto especial para o jovem, que passará por um “estágio” na equipe profissional a partir da temporada 2021.

Segundo informações do jornalista Caio Blois, do portal Uol, a família de Arthur é vista como um trunfo internamente. Diferente de outras revelações de Xerém, desejam um desenvolvimento físico, psicológico e esportivo do jogador antes de partir para a Europa, apesar da vontade do jovem e de seus agentes de trocar o Brasil pelo velho continente.

A diretoria Tricolor sabe do valor e potencial de Arthur, e não quer arriscar uma situação parecida com a de Marcos Paulo, sair sem custos.

Fonte: UOL

Foto: Maílson Santana/FFC

Diário espanhol destaca jovens campeões pelo Fluminense no Brasileirão sub-17

A molecada Tricolor que acabou faturando o título brasileiro no sub-17 já vem chamando atenção da Europa. Logo após a vitória de 2 a 1 sobre o Athletico-PR, que culminou com o título Tricolor, o diário espanhol AS, da Espanha, publicou uma matéria onde já destacou dois jogadores do Flu: Kayke e Arthur.

O portal fez inclusive uma análise específica dos dois jogadores, destacando Kayke como artilheiro e Arthur como peça central do time. Veja o que disse a publicação:

Kayky atua como um ala direito, embora seja canhoto e apareça constantemente na linha central de ataque. É um jogador de puro talento, com dribles diabólicos com a bola presa ao pé e um excelente remate de média distância. Ele marcou um dos melhores gols do torneio na semifinal contra o São Paulo depois de enfrentar vários adversários e na final já marcou nos dois jogos.

Ele sabe ler o jogo para acelerar ou frear na hora certa, se relaciona com os companheiros, faz o time se mexer e nesta categoria não encontrei rival que seja capaz de retardá-lo.

Porém, para dar um salto, vital para se tornar um profissional e ser tão importante quanto é agora, é preciso melhorar sua aparência física. Apesar de ser um dos melhores jogadores do Flu , sempre foi substituído na hora do jogo, quando seu desempenho tende a cair.

Arthur , por sua vez, é um dos jogadores mais jovens desta edição do Brasileirão aos 15 anos e é considerado pelos técnicos como a grande joia que o Fluminense tem no momento no futebol de base. Atua como meio-campista e embora se destaque pelo jogo virtuoso com a bola, oferece um grande sacrifício defensivo.

Gosta de ter a posse de bola e também é inteligente na hora de se mover sem ela para aproveitar os espaços, entrar na área e finalizar as chances. Mostra caráter e sempre se oferece para receber nas entrelinhas. Tem muito espaço para melhorias, mas parece estar crescendo aos trancos e barrancos.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC