fbpx

Provável estréia de Ganso deve acontecer no maior palco de futebol do Mundo

A partida estava marcada para acontecer em Moça Bonita.

A maior contratação do futebol carioca e nacional, Paulo Henrique Ganso, deverá ter sua estréia com a camisa tricolor no maior palco de futebol do mundo, o Maracanã.

O jogador que não chegou há tempo de ser inscrito nem na Taça Guanabara e nem na primeira fase da Sul-Americana, deve realizar sua primeira partida pelo Flu na estréia da Taça Rio, contra o Bangu.

Planejando a estréia de seu maior astro, o Fluminense, junto com a TV detentora dos diretos de transmissão do Campeonato, solicitou junto à Ferj que a partida até então marcada para Moça Bonita, “casa do Bangu”, fosse transferida para o Maracanã. Pedido esse, aceito e confirmado pela entidade no início da tarde desta quinta-feira (14).

Fluminense vence o Bangu em amistoso

O amistoso foi o terceiro realizado sob o comando de Marcelo Oliveira.

Fluminense e Bangu realizaram um amistoso na manhã desta quarta-feira (11) no CTPA (Centro de Treinamento Pedro Antônio), que terminou com vitória do Tricolor pelo placar de 2 a 0, com gols de Gum e Pablo Dyego.

A atividade que foi a terceira sob o comando do jogo treinador, Marcelo Oliveira ( 4 a 0 sob o Resende, 0 a 1 contra a Portuguesa) consolidou a base testada pelo treinador nos amistosos anteriores, quando abriu mão do esquema com três zagueiros, voltando ao tradicional 4-4-2.

A arivativi desta quarta-feira, foi realizada em três tempos – dois de 35 minutos e um de 40 – sendo que no primeiro os titulares participaram do jogo, quando Gum marcou o gol. Os titulares participaram dos primeiros – quando Gum O time reserva, com alguns jogadores do sub-20, atuaram na etapa final diante do time sub-20 do Bangu. Neste período, Pablo Dyego determinou o resultado.

O resultado não foi divulgado pelos clubes e chegou a gerar uma série de boatos sobre um possível revés do Flu. Um deles informação o placar de 8 a 2 para o Bangu.

 

ST,

Douglas Wandekochen

foto: Lucas Merçon

Fluminense derrota o Bangu e se garante na semifinal da Taça Rio Sub-20

A molecada de Xerém está vivendo um grande momento em 2018, ano em que sofreu eliminações precoces e viveu o trauma da morte de filhos do técnico. Invicto, o Fluminense derrotou o Bangu neste sábado, em Laranjeiras, por 3 a 1, e confirmou sua vaga na semifinal da Taça Rio Sub-20. Detalhe: com uma rodada de antecipação. Apesar das dificuldades, sobrou garra ao time de Léo Percovich e, no fim, placar de 3 a 1 a favor do mandante.

Os rumos da partida, pelo que se viu durante o primeiro tempo, apontavam para um final infeliz. Os garotos tricolores perderam pênalti e ainda viram o Bangu sair na frente. Porém, o Fluminense manteve a cabeça no lugar e, ciente da capacidade de seus jogadores, foi buscar a virada. Os três gols – marcados por Leandro Spadacio, Lucas e Samuel – saíram na etapa final, coroando o esforço da equipe.

– Fruto de muito trabalho. Não fizemos uma grande partida, mas viramos o jogo e conseguimos os três pontos. Já são 10 vitórias consecutivas (considerando Copa do Brasil e Taça Rio). Quero agradecer aos meus companheiros e toda a comissão pela confiança e força que me dão no dia a dia. Ainda temos muito para evoluir, mas estamos no caminho certo – disse Spadacio, durante entrevista.

Consistência defensiva

As vitórias saem, claro, por conta do ataque. Mas o setor defensivo se fortalece a cada jogo e evita resultados negativos. Um dos responsáveis pela consolidação da defesa como um ponto forte é o goleiro Guilherme Boer, de 18 anos, que analisa a fase do time.

– Estamos vivendo um momento muito legal como um todo, não só na defesa. Vencemos clássicos, estreamos bem na Copa do Brasil, mantivemos a liderança na Taça Rio. São indícios de que o trabalho está no caminho certo.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

 

Top