fbpx

Solução caseira: dificuldade no mercado faz Flu voltar as atenções para a base

Foto: Lucas Merçon/FFC

A diretoria do Fluminense reconhece e busca reforçar o setor defensivo, mais especificamente zaga e lateral esquerda. Porém, o Tricolor vem encontrando uma grande dificuldade em achar jogadores para o setor no mercado. Três nomes estão sendo especulados para a zaga, mas nenhuma proposta ainda foi feita.

Diante das dificuldades, o clube pode adotar uma solução usada em diversos momentos anteriores: a base.

O zagueiro Luan e o lateral esquerdo César, ambos de 19 anos, vão ganhando espaço no elenco enquanto os reforços não chegam, tanto é que os jogadores já treinam entre os profissionais. Luan, inclusive, já foi relacionado em quatro oportunidades, contudo, não entrou em nenhuma delas.

Outro nome que surge como possível alternativa, é Diogo, lateral direito de origem, mas que também atua como zagueiro. Aos 21 o jogador vêm treinando também com o elenco profissional, após retornar de uma passagem pelo Samorin

Cara nova, mas nem tão nova assim: Lucão deu seus primeiros passos na base do Fluzão

Foto: Divulgação/FFC

Anunciado oficialmente nesta sexta-feira (9) como novo jogador do Fluminense, essa não será a primeira vez que o atacante Lucão irá vestir a camisa Tricolor.

O jogador que se destacou para o futebol brasileiro com as camisas do Criciúma e Goiás, o atacante iniciou a trajetória de jogador ainda na base do Fluzão, onde deu seus primeiros passos em uma escolinha da equipe, em Brasília, cidade natal do atleta.

Lucão - Escolinha do Fluminense
Foto: Arquivo Pessoal

Ainda adolescente, Lucão permaneceu na base do Fluminense por cerca de quatro anos.

Agora, a apresentação do atacante deve ocorrer no início da próxima semana, mas ainda deverá demorar cerca de duas semanas para estar a disposição do treinador Fernando Diniz.

Fonte: Lancenet!

Futuros craques: base do Fluminense se destaca e coleciona títulos no primeiro semestre

Meninos tricolores tiveram ótimas campanhas na parte inicial do ano e terminaram muito a frente dos rivais regionais, especialmente no futsal

Foto: Divulgação / FFC

Conhecido por formar uma série de jogadores de alto nível em Xerém, o Fluminense vem fazendo um ótimo trabalho em 2019. No primeiro semestre deste ano, o Tricolor tem obtido bons resultados na categoria de base, especialmente no futsal, onde o domínio perante os outros rivais encontra-se exacerbado ultimamente. Com uma nova política de interação e captação entre o futsal e Xerém, celeiro de craques, o clube se destacou no cenário regional nestes primeiros meses de temporada.

Somando todas as categorias, do sub-7 até o sub-17, o Fluminense chegou em sete finais, conquistando três títulos e ficando com três vices. Enquanto isso, Vasco e Flamengo sagraram-se campeões apenas uma vez. Já o Botafogo, somou apenas três vice-campeonatos. Mas os bons números não param por aí. Na Copa Dente de Leite Kids, disputada em campo reduzido, nas categorias sub-7, sub-8 e sub-9, o Tricolor das Laranjeiras foi soberano e ficou com os três troféus, vencendo Flamengo, duas vezes, e Madureira.

Em entrevista ao site do Fluminense, o Gerente de Futsal, Ivan Proença, falou sobre a evolução no trabalho nas categorias de base de ambos os esportes e afirmou que a diretoria, que segue trabalhando e analisando os atletas dia após dia, busca a hegemonia total no Rio de Janeiro.

“Queremos vencer sempre, buscamos a hegemonia no Rio. Vencer está no DNA do Fluminense e queremos formar atletas vitoriosos desde o início. Estamos nesta parte de continuidade e evolução no trabalho da nossa base e temos orgulho de neste primeiro semestre termos chegado em praticamente todas as finais e conquistado seis títulos. Mas queremos sempre mais”.

Base forte: molecada tricolor é convocada para seleção sub-17

Foto: Divulgação/FFC

Não é de hoje que o Fluminense é reconhecido pela formação de jogadores. E o resultado vêm aparecendo não só nos profissionais, como também para as convocações de base.

O Tricolor que já tinha Pedro na seleção olímpica, emplacou mais três jogadores na sub-17.

O volante Calegari, goleiro Marcelo e o meia Miguel Silveira foram convocados para um período de treinamentos visando a preparação para o Mundial da categoria, que será realizado no Brasil.

Através de sua conta oficial no Twitter, o Fluminense parabenizou os jogadores.

Veja a postagem:

Base forte: se eleito, Tenório promete um maior cuidado com Xerém

Foto: Douglas Wandekochen/CanalFlunews

Xerém, a Escola de Formação de Futebol do Fluminense, está em debate. E a eleição do Fluminense será decisiva nesta questão. Em minha história com o Fluminense, devo muito à Xerém. Minha mais fantástica e inesquecível experiência aconteceu em 2009, quando nasceu o Time de Guerreiros. Foi a grande virada!

Os prognósticos diziam que o Fluminense tinha 99% de chances de cair para a 2ª divisão. E eu fui convocado para a grande virada. Naquele momento, Fred retornou aos gramados após contusão.

No campo, Fred contou com uma garotada impressionante: Maicon Bolt, Alan, Digão, Tartá e outros jovens que viriam a se destacar no futuro. A soma da experiência com a garra e a vocação dos moleques de Xerém ajudou o Fluminense. O que parecia impossível aconteceu. Viramos o jogo!

Xerém tem marcado as grandes viradas do Fluminense em campo. E, a minha história, me faz acreditar no futebol formado em Xerém. Meus adversários, por histórico, nunca acreditaram. Sempre apostaram as contratações milionárias. E só nelas.

Na hora de decidir o seu voto, pense nisso. Pense nas diferenças.

Abaixo, as minhas propostas para Xerém:

  • Utilizar parte das vendas de atletas formados em Xerém e do mecanismo de solidariedade da FIFA para reinvestir na base.
  • Proteger Xerém do interesse de empresários.
  • Base do Fluminense será ligada diretamente ao presidente, evitando desgastes das derrotas do futebol profissional e influência da política do clube.
  • Investir no setor de captação e tecnologia de informação de Xerém, para não perder jogadores observados para outros clubes.
  • Investir em estrutura e tecnologia de Xerém. Os clubes adversários estão avançando na formação de atletas e o Fluminense precisa seguir na frente da formação de jogadores.
  • Aprimorar e atualizar a metodologia de treinos da base do Fluminense, fazendo uma revisão com especialistas técnicos.
  • Manter e aumentar a % dos jogadores com o Fluminense, tendo o objetivo de chegar até 80% de direitos econômicos de todos os atletas de Xerém.
  • Aprimorar o Projeto Guerreirinhos para aumentar a observação e captação de atletas pelo Brasil e América do Sul.
  • Intensificar a integração Futsal-Xerém, com diretoria do futsal participando ativamente da base.
  • Retomar a participação das categorias de base em torneios internacionais para capacitar atletas, comissão técnica e aumentar a divulgação da marca Fluminense no cenário mundial.
  • Atrair patrocinadores específicos para a base, auxiliando no investimento de Xerém.
  • Diminuir a descontinuidade da base (jogadores que são liberados no processo), melhorando os critérios de avaliação na captação dos atletas.
    Ricardo Tenório – Chapa Libertadores
Foto: Maílson Santana

Fluminense apresenta projeto 2019 para o futsal do clube

Foto: Maílson Santana
Foto: Maílson Santana/FFC

Evento contou com a participação do meia Daniel, oriundo da base e hoje nos profissionais.

O Fluminense apresentou na noite da última terça-feira (19) o projeto para o futsal Tricolor em 2019. O evento contou com presença do meia Daniel, dos auxiliares técnicos Leo Percovich e Edevaldo de Freitas, e do preparador de goleiros André Carvalho, todos oriundos da base e hoje integrantes do Futebol profissional.

Familiares das crianças do futsal estiveram presentes em Laranjeiras para acompanharem o evento que tem a proposta de apresentar, aos pais e responsáveis, o planejamento para o ano de 2019, abordando a filosofia do clube, a integração direta com Xerém e sua força.

Importante no clube, o futsal já ajudou na revelação de grandes nomes da equipe, como: Marcelo, Gerson, os gêmeos Fábio e Rafael além do próprio Daniel.

– Quando eu cheguei aqui com o Daniel, com 7 anos, sabia da responsabilidade. Tenham cuidado com a transferência dessa responsabilidade para as crianças. Eu tive muita ajuda na minha época, procurem ajudar outros pais também com a experiência que adquiriram. Boa sorte para todos vocês – disse o pai do meia Daniel, Edilson Simões.

Errata: lateral do Olímpia-PAR passará por período de testes no Fluminense

Foto: Divulgação/Olímpia-PAR

Jogador de 18 anos acumula passagens pela seleção de base de seu país.

O Fluminense anunciou que o lateral esquerdo Yair Mendez, de apenas 18 anos e que pertence ao Olímpia, do Paraguai, passa por um período de testes no Tricolor.

A informação foi dada em primeira mão pelo site Flunomeno e confirmada pela equipe do Flunews, que apurou ainda que o jovem jogador chega ao Flu para incorporar a equipe sub-20 do Tricolor e, inclusive já participa das atividades com o grupo, em Xerém. De acordo com a assessoria do clube no entanto, ainda não se pensa em contrato com p jogador. A comissão irá analisar seu desempenho para depois decidir os moldes de um possível contrato.

Yair chega ao Flu por empréstimo de uma temporada. (Foto: Divulgação)

Yair, que acumula passagens pela seleção de base de seu país chegou ao Fluzão através de observação da equipe de scout do Tricolor, que vê grande potencial no jogador.

Jovem do Flu declara seu amor ao rival pela rede social

Tido como uma promessa Tricolor, o jovem já tem passagens pela seleção de base.

O meia Bruno Praxedes, de 16 anos, se envolveu em polêmica com alguns torcedores do Fluminense. Isso porquê, o jogador da base Tricolor declarou seu amor ao Flamengo através de um post no Twitter, onde o jogador usou a resposta: “Segue o líder” para responder uma pergunta da rede social.

Não demorou para aparecerem os tricolores reclamando da resposta do atleta, que chegou a responder de forma ríspida um dos seguidores

Diante de vários comentários de torcedores do Fluminense, surgiu até um internauta se dizendo flamenguista e reclamando da atitude do atleta

Bruno Praxedes e tido como uma promessa na base do Flu e já têm inclusive passagem pela base da seleção brasileira.

 

ST,

Douglas Wandekochen

foto: Reprodução Twitter

Observado pela Juve, joia renova contrato e vê multa rescisória subir para R$ 205 milhões

Aos 17 anos, Marcos Paulo atraiu os olhos da Juventus. Segundo o jornalista Wilson Pimentel, do portal ‘Eu, Rio’, ele tem passaporte português, o que facilita uma possível transferência para a Europa. A joia de Xerém estendeu seu vínculo com o Fluminense, em razão do interesse italiano, até a metade de 2020, podendo ser prorrogado por mais cinco anos. A multa rescisória foi elevada a R$ 205 milhões (€ 45 milhões). O clube de Laranjeiras tem 80% do passe do atacante, diz o balanço financeiro de 2017.

– Primeiramente, quero agradecer a Deus, à minha família e a todos que me ajudaram de alguma forma. Primeiro contrato profissional assinado. Agradecer ao Fluminense pela oportunidade e por confiar no meu trabalho – escreveu o jovem, em rede social.

É comum vê-lo nas convocações para as seleções de base. Apesar da pouca idade, esteve presente em treinamentos do profissional do Fluminense, mas sequer foi relacionado por Abel Braga. Integrante do elenco do sub-20, comandado por Léo Percovich, Marcos Paulo foi banco na estreia do Brasileirão da categoria, contra o Grêmio, e viaja a Campinas para o jogo com a Ponte Preta, quarta-feira.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!

Fluminense perde goleiro para o Grêmio por R$ 100 mil

O adeus de Guilherme Boer, de 19 anos, significa a chegada da crise financeira, antes um problema só do profissional, às divisões de base do Fluminense. Destaque do time de Léo Percovich, o goleiro estava emprestado pelo Tubarão-SP até sábado passado. Teria sua permanência garantida se o clube adquirisse 50% de seu passe, fixado em apenas R$ 100 mil. Mas a falta de recursos impediu, levando o jovem a se transferir para o Grêmio.

Interessado em continuar com Boer no elenco, o Fluminense sondou o Tubarão sobre a possibilidade de estender o empréstimo por mais um ano e meio. A oferta foi recusada. Sem dinheiro e com a negativa dos catarinenses, a antiga comissão técnica do profissional, com Abel Braga à frente, entendeu que a chance do jogador ser testado no profissional era mínima. O que foi determinante para a decisão de desistir do negócio.

O arqueiro foi afastado e se juntou aos demais jogadores que estavam fora dos planos, treinando separado do restante do grupo até confirmar sua ida para Porto Alegre. Quem assumiu sua vaga foi Pedro Paulo, que se prepara para o Brasileirão sub-20.

Guilherme Boer se tornou titular em fevereiro e foi responsável pela maior sequência do Fluminense sem sofrer gols na temporada: quatro jogos, todos pelo Carioca. Na Taça Rio, da qual foi campeão, de dez partidas, ficou cinco sem ser vazado. No fim de semana, o ex-moleque de Xerém se despediu e agradeceu o clube.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!

 

Top