fbpx

Fluminense sonda, mas ex-goleiro de Botafogo e Avaí prefere renovar com clube búlgaro

À procura de um goleiro, o Fluminense sondou Renan, que dividiu sua carreira no Brasil entre Botafogo (2008 a 2015) e Avaí (2016). Porém, ele decidiu não levar à frente a negociação com o Tricolor para renovar por três anos com o Ludogorets, da Bulgária.

– Teve algumas sondagens e consultas. Fico feliz pelo reconhecimento. Não foi uma decisão fácil. Conversei muito com a minha família e decididos ficar na Bulgária – explicou.

Aos 30 anos, Renan pode disputar a Liga dos Campeões pelo clube búlgaro, que é o campeão nacional e ainda busca uma vaga na fase de grupos do principal torneio europeu. Revelado pelo Bota, o jogador rumou para o Velho Continente no início de 2017.

A nova diretoria das Laranjeiras menciona o desejo de reforçar o gol desde a eleição de 8 de junho e considera Walter, do Corinthians, o plano A. A posição virou prioridade especialmente devido ao doping de Rodolfo, suspenso preventivamente. Com isso, sobram apenas Agenor e Marcos Felipe.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Após “desencontro”, Pedro e Paulo Henrique Ganso podem iniciar parceria diante do Botafogo

A cada passo dado por Pedro na recuperação da lesão no joelho direito, os torcedores se animavam com a proximidade do começo da parceria com Paulo Henrique Ganso. Todavia, eles se “desencontraram”. No jogo de ida da quarta fase da Copa do Brasil, contra o Santa Cruz (17/04), seu primeiro desde a contusão, o centroavante entrou no decorrer da segundo etapa e, nove minutos depois, viu o camisa 10 deixar o campo com dores na coxa. Só deu tempo de uma troca de passe entre os companheiros.

Ganso retomou os treinos nesta semana e será relacionado para o Clássico Vovô deste sábado, às 16h, no Maracanã. Ele pode assumir uma das duas vagas no meio-campo, uma vez que Airton e Bruno Silva estão machucados. Vale destacar que foi diante do Alvinegro, na Taça Rio, o primeiro gol marcado pelo meia com a camisa verde, branco e grená.

Por sua vez, Pedro, que soma dois gols em cinco partidas em 2019, tem grande chance de começar jogando a 4ª rodada do Brasileirão, de acordo com o planejado por Fernando Diniz desde o confronto passado, frente ao Grêmio. Sempre que perguntado sobre quando promoveria o retorno do jovem à titularidade, o técnico pregava cautela e lembrava que antecipou a reestreia em quase 15 dias. Aproveitou a semana sem compromissos para garantir ao jogador as melhores condições físicas possíveis.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Contra o Botafogo, Fluminense busca melhorar retrospecto em clássicos no ano

Em 2019, Tricolor já enfrentou rivais sete vezes e venceu apenas uma

Foto: Vitor Silva / SSPress / BFR

Com a chegada de Fernando Diniz para esta temporada, o Fluminense passou por uma reformulação em seu estilo de jogo. Além disso, trouxe reforços de peso, como Paulo Henrique Ganso, e outros que chegaram e assumiram a titularidade, como Caio Henrique e Yony González, por exemplo. A melhora do time é visível, mas os resultados ainda não concretizam o bom trabalho que o treinador vem fazendo. Principalmente nos clássicos.

Em 2019, o Tricolor das Laranjeiras já enfrentou seus rivais regionais sete vezes, tendo vencido apenas uma. De resto, foram dois empates – um deles com o Botafogo -, e quatro derrotas, duas para o Vasco e duas para o Flamengo. Neste sábado (11), o Fluminense terá a chance de melhorar esse retrospecto, pois enfrenta o Alvinegro às 16h (de Brasília), no Maracanã, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

Para esta partida, Diniz terá os desfalques de Airton e Bruno Silva, titulares no meio de campo tricolor. Em contrapartida, o treinador terá o retorno de Ganso, que pode até começar jogando. Outro nome de peso que pode aparecer entre os titulares é do artilheiro Pedro. Autor de dois gols desde que retornou aos gramados, o centroavante é cotado para iniciar o duelo contra o Botafogo. Porém, a dúvida que paira sobre a cabeça do comandante é em relação aos substitutos dos dois volantes, que ficam de fora por lesões.

No ano passado, Fluminense e Botafogo se enfrentaram duas vezes pelo Brasileirão. No primeiro turno, em duelo realizado no Nilton Santos, o Alvinegro triunfou por 2 a 1. Já no segundo, no Maracanã, o Tricolor venceu por 1 a 0. Naquela partida, Rodolfo, atualmente titular no Flu, substituiu Julio César no decorrer do jogo e defendeu um pênalti crucial para a vitória da equipe.

Torcida organiza festa com pó-de-arroz, e Fluminense vai repetir fumaças tricolores contra o Botafogo

Uma das principais marcas do Fluminense, o pó-de-arroz deve voltar ao Maracanã no Clássico Vovô, sábado, pela quarta rodada do Brasileirão. Depois da Festa das Bandeiras na derrota por 1 a 0 para o Goiás, o “Mobilização Tricolor” convocou os torcedores para arrecadar fundos para mais uma bela recepção aos jogadores, que venceram o Grêmio por 5 a 4, de virada, no fim de semana. De acordo com comunicado postado no mês passado, esta ação requer R$ 1.452,00.

Além disso, o próprio clube vai se encarregar de repetir o disparo de fumaças tricolores, como na abertura do campeonato. Caso seja confirmado, será a segunda vez em 2019 que a torcida lançará o pó-de-arroz nas arquibancadas. A primeira, organizada pelo grupo “Convocação Tricolor”, marcou a estreia de Paulo Henrique Ganso com a camisa verde, branco e grená, no fim de fevereiro.

Os ingressos estão à venda na internet e em pontos físicos. Custam entre R$ 10 (meia) e R$ 50 (inteira). Até o momento, não houve divulgação de parciais. Clique aqui para mais informações.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Bruno Silva analisa clássico com o Botafogo e afirma: “Virão embalados”

Volante reencontrará seu ex-clube mais uma vez

Foto: Lucas Merçon / FFC

No próximo sábado (11), o Fluminense enfrentará o Botafogo no Maracanã, às 16h (de Brasília), em duelo válido pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Com ambas as equipes vindo de vitória, o ‘Clássico Vovô’ promete ser disputado do início ao fim. Ex-jogador do Alvinegro, Bruno Silva projetou o reencontro com seu antigo clube e pregou atenção para o Tricolor sair de campo com os três pontos mais uma vez.

“O Botafogo venceu seus últimos dois jogos e virão embalados contra a gente. Mas, nós também recuperamos nossa confiança depois da bela virada diante do Grêmio. Acredito num clássico muito disputado. Conheço bem e respeito bastante o Botafogo. Sabemos que uma vitória diante deles significará a nossa afirmação no campeonato”.

Em 2019, Fluminense e Botafogo se enfrentaram apenas uma vez até aqui. O confronto aconteceu justamente no Maracanã e terminou empatado em 1 a 1. Paulo Henrique Ganso abriu o placar para o clube das Laranjeiras, enquanto Alex Santana empatou para o Glorioso em um gol relâmpago no início do segundo tempo.

Com semana sem jogos pela frente, Pedro vai aprimorar condição física para começar jogando o Clássico Vovô

Pedro precisou de pouco tempo para superar a cirurgia no joelho direito, curado em quase oito meses, e voltar a marcar com a camisa do Fluminense. Foram dois gols em cinco jogos em que, após iniciar no banco de reservas, entrou no segundo tempo. Além da cobrança convertida na disputa de pênaltis com o Santa Cruz, pela Copa do Brasil, mês passado.

Embora confirmasse a evolução do jovem, Fernando Diniz vinha alertando, em suas entrevistas, a importância de não acelerar o processo de retorno aos gramados. Por isso, até o último domingo, a titularidade do centroavante era vetada. Mas às 16h de sábado, no Maracanã, deve ser Pedro e mais dez.

Durante treino no CT do Internacional na véspera da virada por 5 a 4 sobre o Grêmio, Diniz conversou com o camisa 9 e avisou que a estratégia definida era de usar esta semana sem compromissos para aprimorar a condição física.

– Ele evolui dia a dia. Ficou oito meses parado, eu antecipei a volta dele em 15 dias (jogo de ida contra o Santa Cruz). Queremos que ele volte o mais rápido possível como titular, mas não vamos pular etapas. Estamos preparando ele para suportar um jogo de 90 minutos. Ele joga cada vez melhor. A tendência natural é que daqui a pouco ele comece as partidas. Estamos pensando no bem do Fluminense – explicou o técnico no domingo.

O elenco chegou ao Rio de Janeiro na tarde desta segunda-feira. Ganhou folga nesta terça para se reapresentar amanhã, no Centro de Treinamento, de olho no Botafogo. A tendência é que o meia Guilherme, depois de estreia apagada, deixe a equipe para dar lugar a Pedro.


INGRESSOS PARA FLU X BOTA:

O check-in para sócios está liberado desde o dia 02. Para o público-geral, a venda acontece na internet e, a partir da manhã desta quarta-feira, em pontos físicos. Os valores dos ingressos variam de R$ 10 (meia) a R$ 50 (inteira). Clique aqui para mais informações.


Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Presidentes dos quatro grandes do Rio se reúnem pela primeira vez para tratar do Carioca 2020

Na manhã desta terça-feira, dia seguinte à cerimônia que celebrou o encerramento do Carioca 2019, os presidentes dos quatro grandes do Rio de Janeiro se reuniram com Rubens Lopes e Leonardo Ferras, representantes da FERJ, para começar a tratar da próxima edição do campeonato.

Baseado no anúncio do presidente da CBF, Rogério Cabloco, de que os estaduais terão, a partir do ano que vem, 16 datas, em vez de 18, os dirigentes consideram a elaboração de um novo formato de disputa.

Foi combinada uma agenda mensal. Assim, os mandatários se reencontrarão em maio, já com sugestões de novidades. Estas, se aprovadas, serão levadas aos parceiros comerciais.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Vasco e Bota podem se tornar parceiros de Fluminense e Flamengo na gestão do Maracanã

Escolhidos gestores do Maracanã, Fluminense e Flamengo podem ganhar mais dois parceiros, desde que estes cumpram uma exigência. Vasco e Botafogo se juntarão à dupla caso mandem 25 jogos em um ano no local. O aluguel é de R$ 90 mil, inferior aos R$ 150 mil, em clássicos, e R$ 120 mil, nos demais duelos, cobrados pela concessionária que assumiu em 2013.

É verdade que a cessão do Governo aos clubes é, inicialmente, de seis meses. Mas é quase certo que o vínculo será renovado pelo mesmo período, completando um ano. Alocado no Nilton Santos, o Botafogo vê o acordo entre Flu e Fla pela administração do estádio com indiferença. Ao contrário do Vasco, que considera o Maraca um “patrimônio do povo”.

Desse modo, o Cruz-Maltino e o Alvinegro teriam de, praticamente, abrir mão de suas casas, uma vez que tem previstas de 26 a 41 partidas como mandantes numa temporada.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Ganso marca, Fluminense domina Clássico Vovô e sofre empate em falha defensiva

Paulo Henrique Ganso seria o protagonista em seu primeiro clássico pelo Fluminense, neste domingo, no Maracanã. Num momento em que o domínio era dos tricolores, o camisa 10 recebeu passe açucarado de Everaldo e só desviou para a rede, abrindo o placar aos 24′ do 1º tempo. Foi uma falha defensiva, na volta do intervalo, que levou o Botafogo ao empate, com Alex Santana, aos 39 segundos.

Logo no início, a equipe de Fernando Diniz indicava que dominaria as ações no jogo, apoiando-se, principalmente, na velocidade de Everaldo. Fosse no mano a mano ou arriscando para o gol, o jogador que interessa ao Cruzeiro bagunçava a zaga adversária. Como concentrava a marcação no entorno da área de Rodolfo, o Botafogo se expunha e sofria contra-ataques perigosos.

Após levar o gol, o Alvinegro cresceu no Clássico Vovô. Marcinho inaugurou a “nova postura” mandando uma bomba que parou, primeiro, em Rodolfo e, depois, no travessão. O goleiro, por outro lado, assustou torcedores quando, pressionado, se enrolou duas vezes com a bola.

Ganso, na saída para o intervalo, disse: “Espero que a gente continue com a mesma dedicação do primeiro tempo e possa sair vencedor”. Não foi o cenário que se desenhou na etapa final. Além do tento do rival em cochilo da zaga, o Fluminense caiu de produção e não repetiu a mesma intensidade.

Ainda assim, chegou perto de marcar o segundo. Matheus Ferraz cabeceou para defesa de Gatito Fernandéz. Na sequência, o paraguaio viria a operar um milagre em chapada de Luciano, que já se preparava para comemorar. Sem mais redes balançado, o duelo terminou em 1 a 1.

Comum em estádios pelo Brasil, a violência no futebol ganhou mais um episódio. Três tricolores foram presos acusados de tentarem agredir botafoguenses na bilheteria 4 do estádio.

Com o resultado, o Tricolor se mantém na liderança isolada do grupo B da Taça Rio, com 11 pontos, quatro a mais que o vice-líder, Volta Redonda. O próximo compromisso pelo segundo turno do Carioca é no próximo sábado, contra o Flamengo. Antes, quinta-feira, há o embate com o Antofagasta, no Chile, pela Sul-Americana.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

 

 

 

Clássico Vovô promete reencontros, e Diego Souza destaca gratidão ao Fluminense

Fluminense e Botafogo duelam pela primeira vez em 2019 às 19h deste domingo, no Maracanã, pela Taça Rio. O jogo promete reencontros entre jogadores e seus ex-clubes: Gilberto, Airton e Bruno Silva, hoje nas Laranjeiras, passaram por General Severiano em anos anteriores. Enquanto que Cavalieri, Cícero e Diego Souza fizeram sucesso vestindo verde, branco e grená e, agora, defendem as cores alvinegras.

Diego Souza, aliás, pode estrear pelo Bota logo contra o time que o revelou. Regularizado no BID nesta sexta-feira, o meia-atacante espera começar jogando e, em entrevista que ainda irá ao ar no Esporte Espetacular, se disse grato ao Tricolor. Cícero briga por vaga no meio-campo e Cavalieri é reserva de Gatito Fernandéz.

– Eu sou muito grato ao Fluminense, tudo que eu tenho hoje é por causa da oportunidade que eles me deram. Mas eu quero ganhar no domingo, jogar bem, fazer gols e ajudar.

Os três ex-botafoguenses que estão no elenco de Fernando Diniz são titulares. Porém, em razão do jogo contra o Antofagasta, que decide o classificado à segunda fase da Sul-Americana na quinta-feira, podem ser poupados.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

 

Top