fbpx

Seleção confirma corte e troca Pedro por Richarlison

A lesão no joelho direito, detectada neste domingo, tirou Pedro da convocação da Seleção para os amistosos de 7 e 11 de setembro, contra os Estados Unidos e El Salvador. O corte, oficializado nesta segunda-feira, dá a Richarlison, ex-companheiro do centroavante no Fluminense, de estrear com a amarelinha. Atualmente, ele atua pelo Everton, da Inglaterra, e tem se destacado no início da Premier League.

– Ficamos muito chateados com a lesão do Pedro. Falei com o Fluminense e com o atleta com o objetivo de tranquilizá-lo, para que ele tenha uma boa recuperação, pois certamente continuará a ser observado quando voltar a jogar – avisou Edu Gaspar, coordenador de Seleções.

Pedro ficará parado por, pelo menos, três semanas. Quando retornar aos gramados, terá pouco tempo para mostrar serviço e tentar a vaga na lista do dia 21 de setembro ou, mais tarde, em 26 de outubro, para testes que estão no planejamento de preparação para a Copa América, entre junho e julho do ano que vem, em solo brasileiro.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

 

Com lesão, Pedro deve perder amistosos da Seleção e ganha ‘combustível’ em tratamento

Depois da cena que preocupou o Brasil, sábado, durante o primeiro tempo da derrota para o Cruzeiro, por 2 a 1, Pedro desembarcou no Rio de Janeiro sem mancar e fez o domingo amanhecer com uma ponta de esperança. Mas os exames, realizados nesta tarde, confirmaram o temor da torcida: lesão no joelho direito. Segundo o Fluminense, o tratamento, a princípio, sem necessidade de cirurgia, deve ser finalizado em até três semanas.

A contusão tira o centroavante de, pelo menos, quatro jogos importantes do clube no Brasileirão, contra São Paulo, Vitória, Botafogo e Atlético-PR. Kayke, que o substituiu no Mineirão, deve ganhar a vaga. No entanto, o problema é ainda maior para o jovem que sonhava conquistar seu espaço na Seleção. Convocado para os amistosos de setembro, nos dias 7 e 11, diante dos EUA e El Salvador, Pedro corre o risco de ser cortado da lista de Tite, dado o prazo de recuperação estimado – nada foi oficializado por enquanto.

Na saída do estádio em Belo Horizonte, o camisa 9 se mostrou confiante e tentou passar tranquilidade aos tricolores.

– Graças a Deus, foi só um susto. Tive uma torção de leve na hora. Eu fiquei assustado com a dor. Preferi sair pois não estava me sentido bem. Agora, estou me sentindo melhor. Queria agradecer a todos os torcedores do Fluminense e do Brasil pelo apoio. Isso é fundamental para me dar força. Foi só um susto – disse.

Hoje, com o problema médico constatado, o discurso se mantém baseado na fé a na gratidão. Veja como ele se posicionou nas redes sociais:

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Pedro impressiona em derrota para o Internacional e vê Seleção mais perto: ‘Sonho realizado’

Enquanto o Fluminense enfrenta uma maré turbulenta, Pedro está prestes a comemorar sua primeira convocação para a Seleção. Artilheiro do Campeonato Brasileiro, com 10 gols, ele foi assistido por Tite nesta segunda-feira, no Maracanã, na derrota para o Internacional, por 3 a 0. 

Embora tenha passado em branco, os lances em que esbanja qualidade técnica foram elogiados pelo técnico brasileiro. No replay de um deles, no camarote do estádio, o comandante foi flagrado elogiando o centroavante: “Joga muito”. 

– Fico feliz pelo elogio do professor Tite, mas triste pela derrota do Fluminense. Não posso ficar ansioso por isso (convocação), porque nós temos um jogo importante na quinta-feira. Vou trabalhar forte, fazer o meu melhor quinta-feira e, se Deus quiser, esse sonho vai acontecer – disse, mantendo pés no chão.

A convocação para os amistosos de setembro, contra EUA e El Salvador, nos dias 7 e 11, acontece nesta sexta-feira, quando Pedro estará retornando ao Rio de Janeiro, depois de decidir vaga nas oitavas-de-final da Sul-Americana, contra o Defensor. 

– Isso é o Tite que tem que ver. Ele que vai convocar a Seleção. Como sempre falo, é fazendo meu melhor aqui no Fluminense que as coisas vão acontecer naturalmente, se Deus quiser na próxima convocação meu nome vai aparecer e vai ser um sonho realizado, uma oportunidade que não quero deixar escapar.

Ao passo que se destaca no Brasil e ganha visibilidade na Europa, Pedro preocupa os tricolores por uma eventual saída. Com salários atrasados, o Fluminense pode ter na venda do camisa 9 a esperança de regularizar dívidas e aliviar os cofres nas Laranjeiras. Segundo o jornal ‘O Globo’, a investida em Kayke, ex-Bahia, é já para preencher uma lacuna que, até o fechamento da janela, em 31 agosto, talvez fique vaga. 

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Na mira da Seleção, Pedro será observado por auxiliares de Tite no Maracanã

Mantido como técnico da Seleção, eliminada da Copa do Mundo nas quartas-de-final, Tite inicia nesta quarta-feira o seu segundo ciclo à frente da ‘Canarinho’. De olho nos destaques de times brasileiros e, especialmente, nas jovens promessas, a comissão técnica se espalhará pelo país para acompanhar os principais jogos deste meio de semana.

Nome do Fluminense na temporada, Pedro, como é sabido, está no radar e pode ganhar chance ainda em 2018, em amistosos. Artilheiro do Campeonato Brasileiro, o centroavante, assunto até durante o Mundial, pela sua ascensão, é, hoje, considerado o melhor camisa 9 de sua geração. Ao Globoesporte.com, ele confirmou a expectativa por uma convocação.

– Estou confiante, sim. Mas tem de continuar fazendo gol, trabalhando firme. A oportunidade vai aparecer na hora certa. É dar o meu melhor e, se acontecer, será um sonho realizado. Essa oportunidade não quero deixar passar de jeito nenhum.

Enquanto Tite estará em Porto Alegre para assistir a Grêmio x Flamengo, pela Copa do Brasil, Matheus Bachi e Fernando Lázaro vão ao Maracanã na quinta-feira para acompanhar o jogo do clube de Laranjeiras contra o Defensor, pela segunda fase da Sul-Americana.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Pedro confia em Seleção e minimiza sondagens da Europa: ‘Meu foco é o Fluminense’

Grande nome do Fluminense na temporada, Pedro é acompanhado pela Seleção desde 2016 e vê o sonho de vestir a amarelinha cada vez mais perto. Cotado para ser convocado para os últimos amistosos do ano, o centroavante se mostra ansioso e, principalmente, otimista. 

– Estou confiante, sim. Mas tem de continuar fazendo gol, trabalhando firme. A oportunidade vai aparecer na hora certa. É dar o meu melhor e, se acontecer, será um sonho realizado. Essa oportunidade não quero deixar passar de jeito nenhum – declarou. 

A marca de Pedro em 2018 são os gols, as assistências e o talento técnico. Características que, somadas, significam o perfil ideal para times europeus.   Além de sondagens, a diretoria do clube recebeu, na semana passada, a primeira proposta pela joia de Xerém: o Bordeuax ofereceu quase R$ 40 milhões, recusados. 

– Claro que o sonho de qualquer jogador é atuar na Europa. Não é diferente comigo. Meu foco é o Fluminense. Claro que vai haver sondagem, pois faço um bom trabalho. Mas as coisas vão acontecer naturalmente. O que eu espero, sim, é fazer o melhor aqui no clube – disse.

Saudações Tricolores,

Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Observado por Tite, Pedro pode ganhar chance na Seleção ainda em 2018

Principal nome do Fluminense, Pedro tem colhido os frutos de seu talento e brilho em 2018, ano em que assumiu a camisa 9 do clube onde foi formado. O artilheiro do Campeonato Brasileiro, com nove gols, desponta como possível novidade nas convocações de Tite para os últimos amistosos do Brasil nesta temporada, em setembro, outubro e novembro.

Observado pela comissão técnica da Seleção desde 2016, quando treinou duas vezes com os selecionados do treinador, o centroavante é considerado uma raridade no futebol brasileiro, dada a atual dificuldade em revelar jogadores para a posição. Pedro agradou pela mobilidade e pela facilidade em proteger a bola.

Até mesmo durante a Copa do Mundo, entre junho e julho, Pedro e sua ascensão eram assuntos comentados por Tite a seus auxiliares. À época, o moleque de Xerém já se destacava com a camisa verde, branca e grená. Com o fim do Mundial, conquistado pela França, surgiu a discussão sobre quem deve ser o homem-gol do Brasil, uma vez que Gabriel Jesus, dono da vaga, teve um desempenho ruim e acabou abrindo brechas para Roberto Firmino entrar de vez na disputa.

Na segunda-feira, os trabalhos serão retomados na sede da CBF, no Rio de Janeiro. A ideia é decidir as diretrizes da próxima lista, que deve ser anunciada em 17 de agosto e valerá para os jogos do dia 7 e 11 de setembro, contra Estados Unidos e El Salvador, respectivamente. Aos 21 anos, Pedro briga pelo seu espaço e tem chances de ser lembrado.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Escolhido de Tite: Thiago Silva assume faixa de capitão contra o México

Tem ex-Fluminense assumindo a liderança da Seleção na Rússia, palco da Copa do Mundo de 2018. Capitão contra a Costa Rica, ainda na fase de grupos, Thiago Silva vestirá a faixa, pela segunda vez no Mundial, nesta segunda-feira, dia de jogo decisivo, entre Brasil e México, nas oitavas-de-final.

Desde que recuperou a titularidade, o ‘Monstro’ só tem ganhado mais confiança e se destacado na Copa. Afinal, marcou um gol importante, diante da Sérvia, e acumulou atuações brilhantes na primeira etapa do torneio. Por isso é quem ganha, das mãos de Tite, a braçadeira de capitão.

Às vésperas da partida de daqui a pouco, o zagueiro alertou sobre os atacantes mexicanos e se atentou para um detalhe: a maioria de seus companheiros de PSG foram fundamentais nas classificações de suas seleções. É a vez de Neymar, também craque do time francês.

– São jogadores extremamente inteligentes, sabem ocupar os espaços como ninguém. Chicharito já conheço um pouco melhor, nos enfrentamos algumas vezes, sei da qualidade que esse menino tem. Todo cuidado com esse trio de ataque, mas não só com eles. Quem faz a bola chegar com qualidade também – avisou, antes de garantir torcida por uma grande performance do camisa 10 da Seleção:

– Por incrível que pareça, quando acabaram os dois jogos (França x Argentina e Uruguai x Portugal), fiquei com esse mesmo pensamento na cabeça. Que no nosso jogo será o Neymar. Os dois (Mbappé e Cavani) foram fundamentais nas vitórias das suas seleções. Mesmo o Dí Maria sendo eliminado, fez um grande jogo. O Paris Saint-Germain está muito bem representado, mas a Seleção está equilibrada. Tem o momento certo dos atacantes aparecerem. A gente espera que que o Neymar esteja inspirado como os outros.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!

Recuperado de espasmo na coluna, Marcelo deve enfrentar o México

Às vésperas do duelo com o México, nas oitavas-de-final, segunda-feira, o Brasil está quase certo de que terá Marcelo entre os titulares. Contra a Sérvia, no meio de semana, o ‘moleque de Xerém’ sofreu um espasmo na coluna e deu lugar a Filipe Luís, sendo, em seguida, medicado. Mas os médicos trataram do problema e estão otimistas quanto à presença do lateral-esquerdo na primeira fase do mata-mata da Copa do Mundo, na Rússia.

No treino desta sexta-feira, em Sochi, o craque apareceu no gramado, mas usando chinelos. Foi poupado da atividade regenerativa. Conversou com Tite e logo retornou à fisioterapia.

– Após a chegada e o descanso, Marcelo está em tratamento, apresentou boa melhora, seguirá em acompanhamento – disse a assessoria da CBF, quinta-feira.

Um dos líderes da Seleção, Marcelo, jogador do Real Madrid, foi capitão na estreia no Mundial, diante da Suíça, e disputou todas as partidas da fase de grupos.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!

A pedido da CBF, Fluminense analisa México, próximo rival do Brasil na Copa: ‘Ataque veloz’

Em parceria com a CBF, cada clube que disputou a Série A em 2017, exceto o Flamengo, ficou encarregado de observar, a partir de outubro, uma ou duas Seleções da Copa do Mundo, realizada na Rússia. Em sorteio, o México se tornou responsabilidade dos analistas de desempenho do Fluminense. Curiosamente, o Brasil enfrenta os mexicanos nas oitavas de final, segunda-feira.

– Observamos alguns jogos feitos pela equipe do México, como contra Polônia, Bélgica, algumas partidas amistosas. Ali fizemos uma análise, bem preliminar, do que poderia acontecer, de algumas formações, formas de jogar. Observamos, também, que o forte deles é o ataque, muito veloz. Com Vela, Lozano e o Chicharito Hernández, que são jogadores de muita velocidade e que podem nos causar algum problema – alerta Alex da Costa, analista de desempenho.

Os relatórios elaborados foram enviados à CBF antes do Mundial, que começou há duas semanas, e se somaram aos detalhes destrinchados pelo CPA (Centro de Pesquisa e Análise) da Seleção.

– Foi uma análise mais prévia, feita com antecedência. O pessoal da comissão do Tite, o Fernando e o Maurício Dulac, coordenadores, dão prosseguimento à análise. Estão lá na Rússia, fazendo as observações. Com certeza, já reuniram todas as informações para o Brasil. Foi um trabalho que o Fluminense teve a honra de participar. E, por sorteio, casou de ser um trabalho com certa relevância, porque é um adversário de oitavas de final – disse Fábio Moreno, auxiliar-técnico, destacando a importância do projeto:

– CBF, hoje, principalmente com a chegada do Tite e do Edu Gaspar, tem dado todo suporte e fomento para o desenvolvimento dessa área. Cada vez mais, o futebol evolui e essas informações têm sido mais determinantes para o resultado. Não é à toa que o Brasil vem fazendo grande campanha, por conta, também, do trabalho dessas pessoas que cercam o futebol.

Com a novidade, a CBF procura dar a chance de os profissionais do país apresentarem seu trabalho e, com visões diferentes sobre cada participante do torneio, impedir que algum detalhe escape aos seus olhos.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!

 

 

Thiago Silva marca contra Sérvia, entra para história da Seleção e renova memórias de Moscou

Na despedida da fase de grupos, nesta quarta-feira, o Brasil enfrentou a Sérvia, precisando, pelo menos, de um empate para se classificar ao mata-mata da Copa do Mundo, na Rússia. Quem começou a construir o placar foi Paulinho, encobrindo o goleiro do adversário. Mas quem deu tranquilidade à Seleção, em um momento em que o rival encontrava espaços para pressionar, foi Thiago Silva, ex-Fluminense. Final: 2 a 0.

Tão julgado pelo choro em 2014, mesmo sem jogar a semifinal contra a Alemanha, o zagueiro tem provado por que merece a confiança de Tite. É o brasileiro mais regular do Mundial. O destaque até aqui foi premiado com a cabeçada certeira que guardou o nome do ‘Monstro’ na história da Seleção. Tornou-se o único defensor a marcar gols em Copas diferentes – 2014 e agora.

A atuação segura e o gol renovam as memórias que Thiago Silva tem de Moscou. As antigas são amargas. Em 2005, quando defendia o Dínamo de Moscou, ficou cinco meses hospitalizado, em razão de tuberculose. O quadro grave levou médicos a sugerir a retirada do pulmão, o que acabaria com sua carreira. Mas a família impediu.

Foi quando apareceu Ivo Worttmann, com quem o craque do PSG trabalhou nos tempos de Juventude. O treinador conseguiu um especialista para tratar e curar o zagueiro. No ano seguinte ao diagnóstico, a caminhada de Thiago no futebol foi reiniciada. Retornou ao Fluminense, onde deu os primeiros passos, e brilhou, ao lado do mesmo técnico que o ajudou a se recuperar da doença.

– Um dos piores momentos da minha carreira e vida pessoal foi aqui. Graças a Deus, agora está sendo bem proveitoso para mim. Não só em Moscou, mas na Rússia, em geral, tenho tido equilíbrio muito grande e os jogos vão me dando confiança – disse o camisa 2, na zona mista.

Ele merece! Continuará ‘voando’ e, dia 15, na grande final, volta a Moscou para terminar de escrever essa nova história.


Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!

 

Top