fbpx

Primeira vez relacionado como profissional, Marcelo Pitaluga comemora; “Sonho realizado”

O jogo entre Fluminense e Fortaleza hoje, ás 21h30, no Maracanã, além da disputa da vaga na Copa Sulamericana do ano que vem, reserva ainda momentos especiais para alguns jogadores. Hoje, pela primeira vez, o goleiro Marcelo Pitaluga foi relacionado.

Marcelo, que tem 16 anos de idade, é tido como uma das maiores promessas de Xerém. Ele estava no elenco da campanha do título da Seleção Brasileira Sub-17, que foi campeão mundial há cerca de um mês. Ele usou sua rede social para falar da emoção de estar relacionado pela primeira vez para um jogo profissional.

Pitaluga é tido como uma das grandes promessas do Flu (Foto: Twitter Pessoal)

Em meus melhores sonhos, sempre imaginei uma relação no time profissional do Fluminense. Sempre me preparei para isso. Era mantra. Quase perto de completar 17 anos, vou para o Maracanã, com o time do @fluminensefc profissional pela primeira vez. Sonho realizado. Minha gratidão por todos que me ajudaram até aqui. Desde a minha família, em especial o meu pai, meu espelho, exemplo para vida, até a minha avó, uma mulher guerreira que está sempre comigo. Também não poderia esquecer o pessoal de Xerém. Vocês sempre foram incríveis. A comissão técnica do Fluminense por acreditar no meu trabalho, principalmente ao André Carvalho, preparador de goleiros. Também tenho que mencionar o staff que me orienta fora dos gramados, vocês são peças fundamentais nesse sonho. Estamos juntos. Agora vamos ali no Maracanã realizar mais um objetivo. Vamos pra cima Fluzão! ” – disse Marcelo no seu Instagram pessoal.

Saudações Tricolores,

João Eduardo Gurgel

Cruzeiro perde para o Vasco e Flu oficialmente se livra do rebaixamento! Foco agora é na vaga para a Sulamericana



O sofrimento principal, acabou! O Fluminense está garantido na Serie A do Brasileirão de 2020. Após o empate com o Avaí, o clube precisava que o Cruzeiro perdesse o jogo contra o Vasco para confirmar 100% a permanência na elite.

O cruz-maltino ganhou o jogo por 1×0 e deixou o time celeste com 36 pontos. O Flu tem 42 e mesmo se perdesse os dois jogos restantes, e o Cruzeiro ganhando os dois, ainda sim, ficaria na frente do time mineiro pelo número de vitórias. O Flu tem 11 e o Cruzeiro tem apenas 7.

Contudo, o Flu ainda briga com Botafogo, Atlético Mineiro e Vasco pelas últimas vagas na Copa Sulamericana do ano que vem. Diretamente, a disputa será contra o Botafogo, que no próximo jogo, visita o Atlético.

Já o Flu, recebe o Fortaleza, quarta feira, ás 21h30 no Maracanã, sendo esse o último jogo em casa na temporada.

Saudações Tricolores,

João Eduardo Gurgel

Com Digão suspenso, Marcão pode promover estreia de Luccas Claro contra o Avaí

Treinador do Fluminense elogiou o desempenho do zagueiro nos treinamentos e não descartou escalá-lo na próxima rodada

Foto: Lucas Merçon / FFC

Apesar dos três pontos cruciais na luta contra o rebaixamento, a vitória por 1 a 0 sobre o Palmeiras rendeu ao Fluminense importantes desfalques para o duelo com o Avaí, neste domingo (1), às 16h (de Brasília), na Ressacada. Um deles é o capitão Digão, que vem colecionando boas atuações, mas ficará de fora por ter recebido o terceiro cartão amarelo.

Para seu lugar, Marcão pode acabar optando por Luccas Claro, contratado para a segunda parte da temporada, mas que ainda sequer entrou em campo com a camisa tricolor. Em entrevista coletiva após a vitória no Maracanã, o treinador não descartou promover a estreia do zagueiro contra o Avaí, tendo em vista que seu desempenho nos treinamentos vem sendo satisfatório.

“O Luccas vinha treinando muito bem, é um cara que está preparado se a gente optar por ele. Vem treinando muito bem e, se for utilizado, vai fazer um grande jogo”, afirmou o técnico.

Gilberto celebra boa atuação contra o Palmeiras: “Uma das minhas melhores partidas”

Lateral-direito tricolor foi bem em todos os quesitos e ajudou a equipe a vencer o terceiro colocado do Brasileirão por 1 a 0

Foto: Lucas Merçon / FFC

Alvo de críticas por parte da torcida tricolor, Gilberto vinha sofrendo com o desempenho aquém dentro de campo e vinha sendo questionado cada vez mais. Porém, na vitória por 1 a 0 sobre o Palmeiras, o lateral tricolor se destacou e relembrou o nível de atuação do ano passado, antes de se lesionar na segunda parte da temporada.

Colecionando bons lances no setor ofensivo e demonstrando uma obediência tática na marcação que não se via há algum tempo, o jogador agradou os tricolores que foram até o Maracanã assistir a importante vitória. Após o apito final, Gilberto falou com a imprensa e comemorou bastante a boa atuação. Para ele, foi uma de suas melhores partidas.

“Não me lembro se foi minha melhor atuação no ano. Hoje eu me sobressaí mais porque o time jogou bem, mas foi uma das minhas melhores partidas”.

Gilberto em ação contra o Palmeiras (Foto: Lucas Merçon / FFC)

Na 15ª posição do Campeonato Brasileiro, o Fluminense encara o já rebaixado Avaí na próxima rodada, em Florianópolis. Em caso de vitória, o Tricolor carioca, que agora soma 41 pontos na tabela, pode se livrar de vez de qualquer possibilidade de rebaixamento.

Allan cita alívio após vitória fora de casa e projeta sequência decisiva no Brasileirão

Volante tricolor também comentou a suspensão de Yuri, seu companheiro de posição, que ficará de fora da partida contra o Palmeiras

Foto: Mailson Santana / FFC

Alívio. Esse é o sentimento do Fluminense após a vitória sobre o CSA, fora de casa. Com o resultado, o Tricolor deixou a zona de rebaixamento e respirou no Campeonato Brasileiro. Porém, a tranquilidade é passageira. Isso porque, nesta quinta (28), a equipe do treinador Marcão enfrenta o Palmeiras, às 19h30 (de Brasília), no Maracanã.

Já de olho no duelo contra os paulistas, Allan citou esse alívio depois do triunfo conquistado em Alagoas, mas afirmou ser necessário corrigir os erros e ir com tudo para a partida desta quinta-feira.

“Não temos como esconder. O momento é difícil, não desejo que ninguém passe. Foi um “ufa” mesmo, um respiro. Vamos trabalhar esses dois dias, ver o que erramos, para tentar uma vitória sobre o Palmeiras e sair dessa o mais rápido possível”, disse.

O volante tricolor também comentou sobre a suspensão de Yuri, seu companheiro no meio-campo, que levou o terceiro cartão amarelo contra o CSA. De acordo com Allan, seus substitutos estão a altura e irão dar sequência ao bom trabalho que vem sendo feito.

“Não vai mudar nada (a saída de Yuri). O Airton e o Dodi têm as mesmas características do Yuri e toda confiança nossa também. Vamos continuar com a mesma pegada para tentar sair dessa zona de perigo o mais rápido possível”, concluiu.

Risco de queda do Flu no Brasileiro diminui

Tricolor ainda está na zona de rebaixamento

O Campeonato Brasileiro se encaminha para o fim, e o Fluminense continua na briga para escapar da zona de rebaixamento. No entanto, apesar do ruim resultado na partida contra o Atlético-MG, no último sábado, o risco de jogar na Série B em 2020 foi reduzido.

Após empatar em 1 a 1 contra o Galo, no Maracanã, o Tricolor das Laranjeiras somou 35 pontos na tabela, amargando a 17ª colocação.

Mesmo com o tropeço, de acordo com o site “Infobola”, o Tricolor tem 39% de risco de queda. No fechamento da 32ª rodada, a parcial era maior: 41%.

O Fluminense volta a campo na próxima segunda, no confronto direto contra o CSA, que ocupa a 18ª posição com 29 pontos.

Em rede social, Wellington Nem vibra com gol marcado e cita ‘cabeça erguida’ mesmo após derrota

Atacante tricolor marcou pela primeira vez desde que retornou ao clube para a temporada de 2019

Foto: Mailson Santana / FFC

Campeão brasileiro pelo Fluminense em 2012, Wellington Nem retornou ao clube por empréstimo para atuar até o final da temporada. Desde que chegou, o atacante, que pertence ao Shakthar Donetsk-UCR, vinha oscilando e sofrendo com o jejum de gols. Porém, na derrota por 2 a 1 para o Internacional, fora de casa, o atleta acabou com a seca.

Após começar no banco de reservas, Nem entrou no segundo tempo e, aproveitando a falha de Cuesta, marcou o gol de honra do Tricolor em uma belíssima jogada individual. Após diminuir o placar, a equipe pressionou e tentou o empate, mas não conseguiu correr atrás do resultado e voltou a ficar em uma situação complicada no Campeonato Brasileiro.

Através de seu Instagram, Wellington Nem comemorou o tento e afirmou que o elenco segue de ‘cabeça erguida’ já que, mesmo com o placar ruim, teve uma atuação satisfatória no Beira-Rio.

Nino não esconde frustração após mais uma derrota, mas promete: “Vamos lutar até o fim”

Zagueiro disse não ter explicação para fase ruim do Tricolor, mas prega sequência do trabalho para escapar do rebaixamento

Foto: Lucas Merçon / FFC

Nesta última quarta, o Fluminense perdeu por 2 a 0 para o Ceará e viu sua situação no Campeonato Brasileiro se complicar mais ainda. Apesar da derrota, o Tricolor até tentou pressionar e reagir, mas novamente a bola não entrou. Após a partida, Nino concedeu entrevista ao Canal Premiere e, abatido, não conseguiu encontrar explicação para o péssimo momento.

“Difícil explicar. Não tem explicação. Única coisa que nos resta é trabalhar, para que essa bola comece a entrar. A gente se esforça, tem tentado colocar em prática aquilo que temos trabalhado, mas, infelizmente, a bola não tem entrado. Temos que fazer algo a mais para sair dessa situação”, disse.

O resultado ruim em mais um confronto direto fez com que o Fluminense ficasse com 30 pontos, podendo entrar na zona de rebaixamento caso o Cruzeiro vença o Botafogo. O zagueiro lamentou bastante o revés, mas prometeu que o elenco lutará até o fim.

“Era um confronto direto. Queríamos ganhar, mas vamos lutar até o fim. Time não era para estar nesta situação”, concluiu.

Caio Henrique diz entender protestos da torcida e prega foco total no Ceará: “Temos que ir lá e ganhar”

Lateral-esquerdo tricolor também comentou sobre o baque sentido pela equipe após levar o gol da Chapecoense

Foto: Lucas Merçon / FFC

Convocado novamente para a seleção olímpica, Caio Henrique criou jogadas, correu bastante, mas não conseguiu ajudar o Fluminense a sair do Maracanã com a vitória. Após desperdiçar muitas chances, o Tricolor empatou 1 a 1 com a Chapecoense e viu sua situação no Campeonato Brasileiro ficar mais complicada ainda.

Após o tropeço dentro de casa, o lateral-esquerdo da equipe carioca comentou sobre o ‘apagão’ após o adversário abrir o placar ainda no primeiro tempo. De acordo com ele, o Fluminense não pode continuar com a mesma atitude de quando sai atrás no placar.

“A gente está se abatendo bastante. Quando sofremos gols, a gente se abate. Isso não pode acontecer. Hoje faltou um pouco mais de força para conseguir o gol da virada”, disse.

O camisa 19 tricolor também analisou as vaias da torcida, que protestaram bastante, principalmente na parte final do jogo. Caio Henrique afirmou que as reclamações são totalmente entendíveis, mas que é preciso mudar o foco e ir com tudo para vencer o Ceará fora de casa, na próxima quarta (30).

“Com certeza (a torcida tem razão em vaiar). Desde a virada do turno, a gente já vem amargando a região perto da zona de rebaixamento. Não estamos conseguindo o resultado em casa, ainda mais contra adversários diretos. Agora temos outra pedreira contra o Ceará. Temos que ir lá e ganhar deles”, finalizou.

Autor do gol do Flu, Marcos Paulo não esconde chateação após tropeço diante da Chapecoense

Único jogador a falar com a imprensa na saída do gramado, jovem atacante afirmou que o empate dentro de casa foi ‘inaceitável’

Foto: Lucas Merçon / FFC

De volta ao time titular do Fluminense, Marcos Paulo não teve uma grande atuação, mas foi o autor do gol no empate em 1 a 1 com a Chapecoense, no Maracanã, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Após a partida, o jogador, que comemorou bastante quando balançou as redes, não escondeu a frustração por mais um tropeço dentro de casa.

“A gente não pode aceitar isso, fez um ponto dentro de casa. Agora temos que conseguir os três pontos a qualquer custo”, disse.

O jovem atacante, que vinha sendo utilizado bastante por Fernando Diniz, perdeu espaço após a chegada do também ex-treinador Oswaldo de Oliveira e, desde a efetivação de Marcão, seguia de fora do time. Com a escolha do atual técnico em colocar Paulo Henrique Ganso no banco, Marcos Paulo voltou a ser titular, mas conseguiu dar a vitória ao Tricolor.

O próximo compromisso do Fluminense é contra outro adversário direto na briga contra o rebaixamento: o Ceará. A partida acontece na próxima quarta-feira (30), às 21h30 (de Brasília), no Castelão.

Top