Yago define meta contra o Coritiba: “Seguir pontuando para cumprir nosso objetivo”

Em busca da vaga para a Libertadores, Flu enfrenta o Coritiba no Couto Pereira rola às 20:30. O volante Yago comentou sobre as dificuldades esperadas para o confronto e o objetivo Tricolor no jogo.

– No segundo turno todos estão disputando algo, o que torna todo jogo muito complicado. Cada jogo é muito importante, principalmente fora de casa. A gente tem essa consciência e sabe da importância de seguir pontuando a cada rodada para que a gente possa cumprir nosso objetivo. – disse o jogador.

Foto: Lucas Merçon/ FFC

Marcão projeta duelo com o Coritiba: “Trazer mais três pontos fazendo um bom jogo”

Após vitória contra o Sport na última rodada, Flu busca mais um resultado positivo no duelo de hoje com o Coritiba, às 20:30, no Couto Pereira. O técnico comentou sobre as expectativas para a partida de logo mais.

– Esperamos um jogo forte do adversário, mas a nossa equipe vem de um jogo forte, com resultado importante, e fizemos bons treinamentos. É levar isso tudo para dentro de campo e trazer mais três pontos fazendo um bom jogo. – disse o treinador.

O Fluminense é o sétimo colocado na tabela com 46 pontos conquistados em 30 partidas.

Foto: Lucas Merçon/ FFC

Fluminense enfrenta sequência que pode ser considerada tranquila

Tricolor enfrentará nas próximas quatro partidas times que estão brigando diretamente contra o rebaixamento. São eles Coritiba (20/01), Botafogo (24/01), Goiás (31/01), Bahia (07/02). Todos no momento estão dentro da zona de rebaixamento.

Apesar de na teoria serem jogos tranquilos, na prática tem tudo para ser difícil. O Coritiba na última rodada venceu o Vasco fora de casa, e receberá o Fluminense no Couto Pereira tentando puxar seu último ar praticamente. 

O jogo seguinte será contra o Botafogo, no estádio de São Januário. Apesar do alvinegro estar em último na tabela, continua sendo um clássico. 

O jogo contra o Goiás será o da volta para casa. Após dois jogos longe do Maracanã por conta do mesmo estar entregue a conmebol para a final da Libertadores, o tricolor voltará para seus domínios contra os goianos. 

E por último, o Fluminense vai até a Bahia enfrentar seu adversário na Fonte Nova. Apesar de estar em 17º, o tricolor baiano é um adversário complicado, principalmente dentro de casa. O centroavante Gilberto é a maior arma dos donos da casa.

Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

Marcão comenta sobre a importância da partida

Em coletiva para a FluTV, Marcão falou sobre a carga emocional do jogo, após uma derrota acachapante na rodada passada.

“Era um jogo importantíssimo, com uma carga muito grande. Após a partida passada teve uma sessão de treinamento para ajustar, mudar algumas peças. A gente sabia que iria jogar contra uma equipe muito organizada taticamente.  Que valoriza muito esse jogo de transição.  Então tivemos que criar situações para furar esse bloqueio. Conseguimos o gol, e tivemos algumas outras oportunidades.”

Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

André e Miguel fora dos relacionados

Os jovens atletas ficaram de fora da convocação do técnico Marcão para o jogo contra o Sport. O motivo de não serem relacionados foi opção técnico a do treinador. 

Marcão optou por um grande número de atacantes não lista, preterindo os jovens que atuam no setor de meio campo. A grande novidade é a primeira relação de John Kennedy, atacante que a torcida espera muito no futuro.

Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC

Marcão fará mudanças no time para jogo contra o Sport neste sábado

Jogo válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro às 19h no Nilton Santos. De volta à beira do gramado após dois jogos fora por conta da Covid-19, o tecnico Marcão fará ao menos três mudanças no time titular para o jogo contra os pernambucanos. Yuri, Hudson e Wellington Silva serão sacados para as entradas de Martinelli, Lucca e Luiz Henrique. 

O provável time tricolor deve ser: 

Marcos Felipe, Calegari, Luccas Claro, Matheus Ferraz e Danilo Barcelos; Martinelli, Yago e Michel Araújo; Lucca, Luiz Henrique e Fred

Mesmo com a goleada sofrida diante do Corinthians a defesa provavelmente será mantida, a ideia do treinador é melhorar a pegada do meio campo, tornando-o menos pesado e deixar a recomposição pelas pontas mais leve.  

Fonte: Ge

Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC

Após 15 anos, Fluminense voltar a perder por 5 gols de diferença

A última vez que isso aconteceu, foi em 2005 pelo Campeonato Brasileiro, na Arena Capanema, contra o Paraná. O resultado da partida foi 6 x 1 para os donos da casa. 

Já a última vez que perdeu por 5 x 0, foi em 2004 contra o Santos. Essa vitória do Corinthians tornou-se a maior goleada do confronto. 

O que resta ao torcedor tricolor é tentar esquecer, ou lembrar e cobrar para que não ocorra novamente.

Fonte: Netflu

Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC

Vergonha!

Armado com a mesma escalação do Fla x Flu, a ideia tricolor começou bem parecida, postado no campo defensivo, e tentando especular um contra ataque que não saia no início de jogo. 

Logo aos 3 minutos, Jô teve uma chance interessante de finalização dentro da área, mas foi travado por Calegari. Até os 15 minutos, o tricolor praticamente não tinha conseguido trocar três passes ou ao menos entrar no campo do alvinegro paulista.

Cenário bem parecido com o clássico na rodada anterior, porém, o Corinthians também não criava nenhuma chance clara apesar de ter a bola. 

Aos 17, o time paulista fez boa trama com Fagner que abriu a jogada para Gustavo que cruzou, e Luccas Claro afastou. Na sobra Fagner e Gabriel se atrapalharam para pegar o rebote, e ficou fácil para o goleiro Marcos Felipe defender. Ainda aos 17, o primeiro chute tricolor na partida, Michel Araujo clareou a jogada para o meio e tentou bater colocado. Mas a bola passou sem perigo para o goleiro Cássio. 

Em mais uma boa trama corintiana enfim saiu o gol. Aos 25 minutos, Gustavo Silva ameaçou chutar, e abriu a bola para Fagner completamente livre cruzar para Gustavo que chutou, Marcos Felipe deu rebote e Jô só empurrou para o fundo da rede. 1 x 0.

Ao tomar o gol, o tricolor foi tentar especular algo no ataque finalmente. Após bate e rebate a bola sobrou para Fred tentar finalizar de esquerda, mas sem perigo para o goleiro Cássio.

Aos 31 minutos, a equipe tricolor pediu pênalti em Michel Araujo, depois de carrinho frontal do zagueiro Jemerson. O árbitro escutou o Var, mas mandou seguir a partida. 34 minutos, e novamente o Flu tentando algo no ataque. Depois de enfiada de bola para Fred, o goleiro Cássio saiu mal do gol, o atacante tirou do goleiro, cruzou para Michel, mas o uruguaio não conseguiu completar para o gol travado por Cantillo.

37 minutos, e mais uma chegada do Corinthians, agora depois de bola mal cortada por Yuri, Cazares chega emendando para o gol, mas passou ao lado da meta tricolor.

39 minutos e uma defesa monumental de Marcos Felipe. O goleiro tricolor buscou na gaveta em finalização de Matheus Vital, a bola ainda bateu na trave antes de sair para escanteio. 

Final do primeiro tempo, e assim como contra o Flamengo, uma primeira etapa muito fraca do tricolor. Muito retraído, nas vezes que tentou sair para o jogo sofreu contra ataques rápidos e perigosos dos donos da casa. Além de não levar perigo ao Corinthians.

O tricolor voltou do intervalo com duas substituíveis, Nene na vaga de Michel Araujo e Lucca no lugar de Hudson. Uma clara tentativa de jogar mais no campo ofensivo.

O início da segunda etapa começou truncado, e a primeira finalização foi aos 6 minutos em cabeçada de Jemerson que passou com perigo. Aos 8 novamente o Corinthians, Jô faz a parede para Gabriel finalizar para fora.

2 x 0 Corinthians. Após erro na saída de bola, contra ataque mortal do alvinegro. Gustavo Silva em velocidade progrediu com a bola, a defesa tricolor desmontada não conseguiu fechar o atacante que rolou para Cazares bater no cantinho do tricolor.

3 x 0. Linda jogada corintiana. Com muita calma, rodando a bola, Cantillo achou linda bola nas costas de Danilo Barcelos para Fagner que solta a bola cruzada no gol. 

Golaço de Vital. Novamente rodando a bola, o meio campo achou espaço para levar a bola com muita liberdade nas costas dos volantes, clareia e solta a pancada na gaveta de Marcos Felipe.

Aos 24, Ailton tira Fred e Wellington Silva para as entradas de Martinelli e Caio Paulista. Com 32 minutos, Luccas Claro subiu bem, mas foi atrapalhado por Caio Paulista, a bola sobra tranquila para Cássio defender. 35 minutos novamente após bola parada, Lucca emenda um voleio, mas novamente tranquilo o goleiro alvinegro defende a bola.

5 x 0. Goleada acachapante. Péssimo jogo tricolor. O time não entrou em campo na arena Corinthians e foi goleado impiedosamente. A próxima rodada será contra o Sport, dia 16/01, no Nilton Santos.

Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC

Ainda sem Marcão, Ailton será o treinador e Eduardo Oliveira seu auxiliar nesta quarta

Com Edevaldo de Freitas envolvido com o jogo de volta pela semifinal do Brasileirão de aspirantes, Eduardo Oliveira treinador do sub20 tricolor estará no banco de reservas ao lado de Ailton contra o Corinthians, pela 29ª rodada do Brasileirão.

Marcão continua afastado, pois, ainda não completou o isolamento social após ter contraído covid. Eduardo já vem acompanhando os treinos do time principal diariamente. O treinador Marcão só deverá estar à beira do gramado na 30ª rodada contra o Sport, dia 16, no Nilton Santos.

Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

Fonte: Ge

Dupla Marcão e Ailton ganha força para a sequência da temporada

Segundo o Uol, Marcão e Ailton ganharam força e sobrevida para o restante da temporada após a vitória contra o maior rival. De acordo com o portal, Marcão inclusive volta para a beira do gramado quarta-feira contra o Corinthians.

O treinador ficou fora do clássico contra o rubro-negro por conta de ter testado positivo para a covid. Cumpriu o isolamento e retornará para a área técnica. 

O jogo contra os alvinegros paulistas é de suma importância, por ser um confronto direto com um rival que vem de boa sequência nas últimas partidas.

Fonte: Uol

Foto: Mailson Santana/Fluminense FC