fbpx

Você é a favor ou contra? Jornalista critica possível volta do mata-mata no Brasileirão

O jornalista Mauro Cézar, dos canais ESPN, falou sobre a situação do futebol brasileiro em meio a pandemia do coronavírus e sobre o futuro do principal produto da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), o Campeonato Brasileiro. Sem previsão para retornar as atividades futebolísticas no país, a entidade terá de ajustar o calendário, porém, ao depender do período de paralisação, não está descartado uma mudança no formato do Brasileirão, de pontos corridos para o mata-mata.

– Já tem cartola sugerindo sorrateiramente que o Campeonato Brasileiro tenha mudança de regulamento, a volta do mata-mata. Seria uma tremenda bizarrice e uma maneira de alguns cartolas de tentar mudar o campeonato porque suas equipes não têm a menor condição de disputar o título por pontos corridos, mas no mata-mata teriam alguma chance. É uma tentativa bizarra e cretina por um problema de humanidade. – disparou o jornalista

Diante do tema Mauro sugeriu alternativas para alternativas para organizar a temporada brasileira. E uma delas seria adotar o calendário que é praticado no futebol europeu, iniciando a pré-temporada entre julho e agosto e campeonatos terminando entre maio e junho do ano seguinte.

– Qual a solução? Tentar adaptar o calendário brasileiro ao da Europa. Há muito tempo deveria ter sido feita essa mudança, mas é bem difícil. Reduzir o campeonato ao mata-mata seria só um turno, com oito se classificando, o número de partidas na TV seria muito menor. Será que eles vão aceitar? Acho absurda a ideia. – ponderou

Fonte: UOL
Foto: Divulgação CBF

Clubes recusam proposta de limitar troca de técnicos no Brasileirão

A CBF realizou na tarde da última quinta-feira (27) o conselho técnico para aprovar novas regras no Brasileirão, nas quais contou com mudança na inscrições de jogadores e proibição da venda de mando de campo. Um porém nem chegou a ser votada: o limite de troca de técnicos.

A CBF chegou a propor um debate sobre o tema, porém, os representantes dos clubes não aprovaram e a questão nem chegou a ir ao debate.

Vale destacar que em menos de dois meses de atividades no país, cinco técnicos de clubes que disputarão a Série A em 2020 já foram demitidos, Alberto Valentin, com apenas 7 jogos no ano pelo Botafogo; Cristóvão Borges, com os mesmos 7 jogos com o Atlético Goianiense; Guto Ferreira 9 jogos à frente do Sport; Argel Fucks, 5 jogos pelo Ceará e Dudamel, com 10 jogos pelo Atlético Mineiro.

Já o técnico Tricolor, Odair Hellmann, sofre uma grande pressão da torcida pela saída, no entanto, ganhou sobrevida após receber apoio do presidente Mário Bittencourt e a classificação à segunda fase da Copa do Brasil.

CBF divulga tabela do Brasileirão com Fluminense tendo jogos complicados logo de cara

A CBF divulgou na tarde desta quinta-feira (27) a tabela oficial do Campeonato Brasileiro, com a primeira rodada acontecendo nos dias 2, 3 e 4 de maio.

O Fluminense não terá vida fácil e contará com uma sequência extremamente difícil logo de cara, contando inclusive com um clássico na sexta rodada.

Logo na primeira rodada, o Fluzão encara o Grêmio, em porto Alegre. Em seguida, recebe o Palmeiras e Internacional, ambos no Maracanã. Na quarta rodada sai para enfrentar o Red Bull Bragantino, em São Paulo e Athletico Paranaense, em Curitiba, depois retorna ao Rio para fazer o clássico diante do Vasco.

Foi anunciado ainda duas mudanças em relação ao Campeonato do ano passado. Diferente do que vinha acontecendo em anos anteriores, não será mais permitida a venda de mando de campo, exceto com uma autorização excepcional da CBF.

A outra mudança é em relação ao número de atletas inscritos por clube, que houve uma diminuição, caindo de 45 para 40 jogadores por equipe, podendo ser feito oito trocas ao longo da competição.

Veja a tabela completa do Fluminense:

✈️ Grêmio
🏠 Palmeiras
🏠 Inter
✈️ RB Braga
✈️ Athletico PR
🏠 Vasco
🏠 Atletico GO
✈️ São Paulo
🏠 Flamengo
🏠 Corinthians
✈️ Sport
🏠 Coritiba
✈️ Botafogo
✈️ Goias
🏠 Bahia
✈️ Atletico MG
🏠 Ceará
🏠 Santos
✈️ Fortaleza

Foto em destaque: Divulgação/CBF

Ex craque tricolor ironiza seleção da década do Brasileirão: “Joguei vôlei”

Eleito craque do Brasileirão 2010 após jogar todas as 38 rodadas na campanha que culminou com o título do Fluminense, o argentino Darío Conca ficou de fora da seleção dos últimos 10 anos da competição.

A seleção que foi montada através de votação popular com jogadores que atuaram na competição entre os anos 2010 a 2019, não contou com a presença do meia, que usou seu perfil pessoal no Twitter para dar uma “debochada”, usando a hashtag: “jogueivolei”

Conca já havia se mostrado contrariado assim que saiu a divulgação da seleção, usando o próprio Twitter para questionar o time eleito, fazendo alusão as 38 rodadas que disputou no Brasileirão 2010:

Vale destacar que além de Conca, outros dois Tricolores, destaques na campanha do título de 2012, Fred e Diego Cavalieri também ficaram de fora da seleção, que não contou com nenhum Tricolor.

E aí torcedor, concorda com o time da década do Brasileirão ?

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Primeira vez relacionado como profissional, Marcelo Pitaluga comemora; “Sonho realizado”

O jogo entre Fluminense e Fortaleza hoje, ás 21h30, no Maracanã, além da disputa da vaga na Copa Sulamericana do ano que vem, reserva ainda momentos especiais para alguns jogadores. Hoje, pela primeira vez, o goleiro Marcelo Pitaluga foi relacionado.

Marcelo, que tem 16 anos de idade, é tido como uma das maiores promessas de Xerém. Ele estava no elenco da campanha do título da Seleção Brasileira Sub-17, que foi campeão mundial há cerca de um mês. Ele usou sua rede social para falar da emoção de estar relacionado pela primeira vez para um jogo profissional.

Pitaluga é tido como uma das grandes promessas do Flu (Foto: Twitter Pessoal)

Em meus melhores sonhos, sempre imaginei uma relação no time profissional do Fluminense. Sempre me preparei para isso. Era mantra. Quase perto de completar 17 anos, vou para o Maracanã, com o time do @fluminensefc profissional pela primeira vez. Sonho realizado. Minha gratidão por todos que me ajudaram até aqui. Desde a minha família, em especial o meu pai, meu espelho, exemplo para vida, até a minha avó, uma mulher guerreira que está sempre comigo. Também não poderia esquecer o pessoal de Xerém. Vocês sempre foram incríveis. A comissão técnica do Fluminense por acreditar no meu trabalho, principalmente ao André Carvalho, preparador de goleiros. Também tenho que mencionar o staff que me orienta fora dos gramados, vocês são peças fundamentais nesse sonho. Estamos juntos. Agora vamos ali no Maracanã realizar mais um objetivo. Vamos pra cima Fluzão! ” – disse Marcelo no seu Instagram pessoal.

Saudações Tricolores,

João Eduardo Gurgel

Cruzeiro perde para o Vasco e Flu oficialmente se livra do rebaixamento! Foco agora é na vaga para a Sulamericana



O sofrimento principal, acabou! O Fluminense está garantido na Serie A do Brasileirão de 2020. Após o empate com o Avaí, o clube precisava que o Cruzeiro perdesse o jogo contra o Vasco para confirmar 100% a permanência na elite.

O cruz-maltino ganhou o jogo por 1×0 e deixou o time celeste com 36 pontos. O Flu tem 42 e mesmo se perdesse os dois jogos restantes, e o Cruzeiro ganhando os dois, ainda sim, ficaria na frente do time mineiro pelo número de vitórias. O Flu tem 11 e o Cruzeiro tem apenas 7.

Contudo, o Flu ainda briga com Botafogo, Atlético Mineiro e Vasco pelas últimas vagas na Copa Sulamericana do ano que vem. Diretamente, a disputa será contra o Botafogo, que no próximo jogo, visita o Atlético.

Já o Flu, recebe o Fortaleza, quarta feira, ás 21h30 no Maracanã, sendo esse o último jogo em casa na temporada.

Saudações Tricolores,

João Eduardo Gurgel

Com Digão suspenso, Marcão pode promover estreia de Luccas Claro contra o Avaí

Treinador do Fluminense elogiou o desempenho do zagueiro nos treinamentos e não descartou escalá-lo na próxima rodada

Foto: Lucas Merçon / FFC

Apesar dos três pontos cruciais na luta contra o rebaixamento, a vitória por 1 a 0 sobre o Palmeiras rendeu ao Fluminense importantes desfalques para o duelo com o Avaí, neste domingo (1), às 16h (de Brasília), na Ressacada. Um deles é o capitão Digão, que vem colecionando boas atuações, mas ficará de fora por ter recebido o terceiro cartão amarelo.

Para seu lugar, Marcão pode acabar optando por Luccas Claro, contratado para a segunda parte da temporada, mas que ainda sequer entrou em campo com a camisa tricolor. Em entrevista coletiva após a vitória no Maracanã, o treinador não descartou promover a estreia do zagueiro contra o Avaí, tendo em vista que seu desempenho nos treinamentos vem sendo satisfatório.

“O Luccas vinha treinando muito bem, é um cara que está preparado se a gente optar por ele. Vem treinando muito bem e, se for utilizado, vai fazer um grande jogo”, afirmou o técnico.

Gilberto celebra boa atuação contra o Palmeiras: “Uma das minhas melhores partidas”

Lateral-direito tricolor foi bem em todos os quesitos e ajudou a equipe a vencer o terceiro colocado do Brasileirão por 1 a 0

Foto: Lucas Merçon / FFC

Alvo de críticas por parte da torcida tricolor, Gilberto vinha sofrendo com o desempenho aquém dentro de campo e vinha sendo questionado cada vez mais. Porém, na vitória por 1 a 0 sobre o Palmeiras, o lateral tricolor se destacou e relembrou o nível de atuação do ano passado, antes de se lesionar na segunda parte da temporada.

Colecionando bons lances no setor ofensivo e demonstrando uma obediência tática na marcação que não se via há algum tempo, o jogador agradou os tricolores que foram até o Maracanã assistir a importante vitória. Após o apito final, Gilberto falou com a imprensa e comemorou bastante a boa atuação. Para ele, foi uma de suas melhores partidas.

“Não me lembro se foi minha melhor atuação no ano. Hoje eu me sobressaí mais porque o time jogou bem, mas foi uma das minhas melhores partidas”.

Gilberto em ação contra o Palmeiras (Foto: Lucas Merçon / FFC)

Na 15ª posição do Campeonato Brasileiro, o Fluminense encara o já rebaixado Avaí na próxima rodada, em Florianópolis. Em caso de vitória, o Tricolor carioca, que agora soma 41 pontos na tabela, pode se livrar de vez de qualquer possibilidade de rebaixamento.

Allan cita alívio após vitória fora de casa e projeta sequência decisiva no Brasileirão

Volante tricolor também comentou a suspensão de Yuri, seu companheiro de posição, que ficará de fora da partida contra o Palmeiras

Foto: Mailson Santana / FFC

Alívio. Esse é o sentimento do Fluminense após a vitória sobre o CSA, fora de casa. Com o resultado, o Tricolor deixou a zona de rebaixamento e respirou no Campeonato Brasileiro. Porém, a tranquilidade é passageira. Isso porque, nesta quinta (28), a equipe do treinador Marcão enfrenta o Palmeiras, às 19h30 (de Brasília), no Maracanã.

Já de olho no duelo contra os paulistas, Allan citou esse alívio depois do triunfo conquistado em Alagoas, mas afirmou ser necessário corrigir os erros e ir com tudo para a partida desta quinta-feira.

“Não temos como esconder. O momento é difícil, não desejo que ninguém passe. Foi um “ufa” mesmo, um respiro. Vamos trabalhar esses dois dias, ver o que erramos, para tentar uma vitória sobre o Palmeiras e sair dessa o mais rápido possível”, disse.

O volante tricolor também comentou sobre a suspensão de Yuri, seu companheiro no meio-campo, que levou o terceiro cartão amarelo contra o CSA. De acordo com Allan, seus substitutos estão a altura e irão dar sequência ao bom trabalho que vem sendo feito.

“Não vai mudar nada (a saída de Yuri). O Airton e o Dodi têm as mesmas características do Yuri e toda confiança nossa também. Vamos continuar com a mesma pegada para tentar sair dessa zona de perigo o mais rápido possível”, concluiu.

Risco de queda do Flu no Brasileiro diminui

Tricolor ainda está na zona de rebaixamento

O Campeonato Brasileiro se encaminha para o fim, e o Fluminense continua na briga para escapar da zona de rebaixamento. No entanto, apesar do ruim resultado na partida contra o Atlético-MG, no último sábado, o risco de jogar na Série B em 2020 foi reduzido.

Após empatar em 1 a 1 contra o Galo, no Maracanã, o Tricolor das Laranjeiras somou 35 pontos na tabela, amargando a 17ª colocação.

Mesmo com o tropeço, de acordo com o site “Infobola”, o Tricolor tem 39% de risco de queda. No fechamento da 32ª rodada, a parcial era maior: 41%.

O Fluminense volta a campo na próxima segunda, no confronto direto contra o CSA, que ocupa a 18ª posição com 29 pontos.

Top