fbpx

“Boa pessoa, mas o contrato termina agora e não vamos renovar”, Caio Vinícius não fica no Atlético-GO

Volante emprestado pelo Fluminense por três meses não terá o vínculo renovado

Além de rescindir com o jovem atacante Cristhyan na semana passada, o Atlético-GO já definiu que outro jogador também não continua no clube após o período de paralisação das atividades. Trata-se do volante Caio Vinícius, cujo vínculo se encerra no final de abril e não será renovado pela diretoria.

Caio chegou por empréstimo de três meses do Fluminense. Ele participou de oito jogos nesta temporada, mas foi titular apenas quando o Dragão atuou time misto. Edson e Marlon Freitas se firmaram no meio-campo e têm a preferência do técnico Eduardo Souza.

– Ótimo profissional, boa pessoa, mas o contrato termina agora e não vamos renovar. Estamos sem um rumo, não sabemos o que vai acontecer aí para frente (calendário), então não posso assinar novo contrato com ninguém – disse o presidente Adson Batista.

O elenco rubro-negro foi liberado no dia 19 de março e fica de férias coletivas por pelo menos 15 dias. No entanto, esse período deve ser prolongado por conta da suspensão do Campeonato Goiano e da Copa do Brasil, ainda sem data para serem retomados.

Fonte: Globo Esporte

Mais um fora! Flu empresta Caio ao Atlético-GO

O volante Caio é mais um que não ficará no Fluminense em 2020. Cria das divisões de base Xerém, o atleta atuará no Atlético-GO por empréstimo em 2020, equipe que disputa a Série A do Brasileirão.

Com vínculo até maio e 2021, Caio ficará no Atlético-GO até o fim do ano. Ele disputou apenas três partidas pelo tricolor e ganhou a antipatia de grande parte da torcida após um pênalti bobo na derrota por 1 a 0 para o lanterna Avaí, no Maracanã.

Saudações Tricolores,

João Eduardo Gurgel

Fluminense goleia por 9 a 0 em jogo-treino; volante que cometeu pênalti contra Avaí marca duas vezes

No dia seguinte à derrota por 1 a 0 para o Avaí, o Fluminense, representado pelos jogadores que não iniciaram o duelo de segunda-feira, goleou por 9 a 0 o Paraíba do Sul, equipe do interior do Rio, em jogo-treino no CT. Os demais tricolores fizeram trabalho regenerativo.

Curiosamente, o volante Caio, que cometeu pênalti que gerou o gol da equipe catarinense no Maracanã, marcou duas vezes. Gilberto (2), Pablo Dyego, Lucão (2), Ewandro e Luís Felipe completaram o placar.

Segundo indicou Oswaldo de Oliveira, Gilberto deve começar jogando contra o Fortaleza, sábado, no Ceará, retomando a vaga que perdeu para Igor Julião no fim de julho.

– Perguntei para o Gilberto: “como você está?”. Ele disse que estava bem, mas senti que poderia esperar mais. Disse que no próximo jogo ele inicia. Gilberto vem de uma contusão, vem se recuperando. Ele tem que aguardar um pouquinho e se recuperar melhor – explicou o técnico.

O elenco ainda tem mais três atividades até a 18ª rodada do Brasileirão. Em 18º lugar com 12 pontos, o Time de Guerreiros, a seis pontos do Cruzeiro, o primeiro acima da zona de rebaixamento, não vence no campeonato há um mês.

PROTESTO NO CT:

Ainda houve tempo para Digão, Nenê, Wellington Nem e o dirigente Paulo Angioni conversarem com cerca de dez torcedores que protestaram contra a má campanha do clube.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fernando Diniz prepara improviso na zaga para duelo com o Antofagasta

Após o empate em 1 a 1 com o Botafogo, domingo, pela Taça Rio, o Fluminense vira a chave para a Sul-Americana. Encara, na quinta-feira, o Antofagasta, no Chile, com quem ficou no 0 a 0 no Maracanã, em fevereiro. Alguns reforços não foram regularizados a tempo e, assim, são desfalques na primeira fase. Um deles é Paulo Henrique Ganso.

O maior problema, porém, é a defesa, setor onde Fernando Diniz sofre com a falta de opções. Digão, lesionado, não jogará por dois meses. Léo Santos, substituto do camisa 26, e Nino não estão inscritos no torneio. Desse modo, sobram Paulo Ricardo e Frazan, que sequer estrearam em 2019.

No treino desta segunda-feira, os atletas que participaram do Clássico Vovô fizeram uma atividade regenerativa. No campo, o treinador testou Caio, volante de 20 anos promovido da base, como parceiro de zaga de Matheus Ferraz. Ele ainda não ganhou uma chance com Diniz, que também não descarta improvisar Airton na posição.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

 

 

Top