De volta ao meio, Calegari faz boa partida e se emociona com o filho

Na véspera da partida contra o Internacional, Calegari foi chamado à sala de Marcão no CT Carlos Castilho. Lá, foi questionado se estava preparado e ouviu que o treinador confiava nele. A “convocação” era para que o Moleque de Xerém voltasse à sua posição de origem e atuasse como volante para suprir a ausência de três desfalques importantes. Ele não titubeou e garantiu que estava preparado. E estava mesmo. Fundamental na vitória por 1 a 0 nesta quarta-feira (24/11), o jovem jogador viveu uma noite que lembrará para sempre, da comunhão com a torcida nas arquibancadas do Maracanã, onde seu nome ecoou, à comemoração com o filho Theo, de apenas um ano.

“Eu falei antes do jogo que a torcida era de extrema importância para a gente, independentemente de a gente estar vencendo, empatando ou perdendo. E a gente decidiu no campo jogar as camisas, o Fred falou com a gente e todo mundo concordou, porque o apoio da torcida foi sem igual, nos ajudou muito nessa vitória, como um 12º jogador dentro de campo. Um sentimento inexplicável. E também quando eu saí do jogo, a torcida cantando meu nome, eu sempre sonhei com isso. Agora é continuar trabalhando para ter isso mais vezes”, disse Calegari, sobre o apoio dos mais 18 mil tricolores que compareceram ao Maracanã:

Desde o último jogo o apoio deles foi imensurável para a vitória. E dentro de campo a gente está focado no jogo, mas com o canto e o apoio deles o sague ferve, o coração ferve e com certeza dá um gás a mais para a gente correr atrás”.

Sem André, suspenso; Martinelli, lesionado; e Nonato, que não pode entrar em campo por força de contrato, Calegari precisou reviver os tempos em que atuava como volante. E mostrou toda sua polivalência.

“Foi uma responsabilidade muito grande substituir o André e o Martinelli, que vêm jogando muito bem. O Marcão me chamou ontem (terça), perguntou se eu estava pronto e disse que confiava em mim. Eu disse que sim, que já havia jogado de volante, conheço o espaço. Treinamos e eu consegui relembrar os movimentos. E graças a Deus deu tudo certo”, disse ele, antes de comentar sobre a exigência física do setor:

No começo eu senti um pouco, foi como uma novidade fisicamente, pois no meio-campo há uma mais troca de direção e movimentos curtos, diferentemente da lateral, em que os movimentos são mais longos. Mas ao longo do jogo eu fui me adaptando, adquirindo ritmo e consegui chegar até os 45 fazendo o meu máximo para conseguirmos a vitória”.

Foto: Lucas Merçon 

Calegari comenta sobre partida de hoje: ”Nosso time está preparado”

O Fluminense está em Caxias do Sul, onde enfrentará o Juventude, nesta quarta-feira às 20h30, no estádio Alfredo Jaconi pela 33° rodada do brasileirão 2021.

Atrás de mais uma vitória para continuar subindo na tabela e garantir a vaga na fase de grupos da Libertadores do ano que vem, o time tricolor precisa repetir a boa partida feita na última rodada quando ganhou de virada do Palmeiras no Maracanã.

Antes de partida, Calegari comentou sobre jogo de logo mais.

“TEMOS SEIS FINAIS PELA FRENTE, MAS AGORA O PENSAMENTO ESTÁ TODO NO JUVENTUDE. É UM JOGO DE EXTREMA IMPORTÂNCIA, FORA DE CASA. NOSSO TIME ESTÁ MUITO PREPARADO. ESTUDAMOS O TIME DELES, UMA BOA EQUIPE. A GENTE VAI COM TUDO EM BUSCA DA VITÓRIA, QUE NOS DARÁ AINDA MAIS CHANCES DE IR PARA A LIBERTADORES”, pontuou. 

Foto: Lucas Merçon 

De saída? Segundo portal, Calegari é monitorado por clubes italianos

O Fluminense pode perder uma das suas principais promessas em janeiro. Segundo informações do portal Torcedores.com, o lateral-direito Calegari vem sendo monitorado por dois clubes italianos: Fiorentina e Atalanta.

Apesar de ainda não ter feito uma proposta formal, a Fiorentina estaria mais perto da contratação, aproveitando o momento em baixa do jogador, que é reserva de Samuel Xavier, para tentar tirá-lo do Tricolor por um valor mais baixo.

O interesse da Viola em Calegari não é de hoje, com o clube de Florença procurando a diretoria do Fluminense no início da temporada para encontrar mais informações sobre o lateral, que também pode atuar no meio-campo, mas na ocasião, os italianos não formalizaram uma proposta.

Formado em Xerém, o jovem de 19 anos tem contrato até fevereiro de 2025, e multa rescisória de 40 milhões de Euros (cerca de R$ 260,6 milhões).

Fonte: Torcedores.com

Foto: Maílson Santana/FFC

Calegari se diz pronto para sequência de jogos e diz ter ficado na expectativa pela vinda de Daniel Alves

Além de Luiz Henrique, outro grande destaque do Flu na vitória por 2 a 1 sobre o Bragantino foi Calegari. Com a ausência de Samuel Xavier devido a dores musculares, o jovem lateral-direito de 19 anos, pedido no time titular por muitos torcedores, voltou a começar uma partida e teve atuação sólida, inclusive sendo eleito para a seleção da rodada em enquete popular do Brasileirão nas redes sociais. Perguntando se acredita que aproveitou a oportunidade, o ala aprovou seu desempenho:

Gostei da minha atuação e, principalmente, da equipe toda. Acho que fui seguro nas minhas ações defensivas e consegui aparecer na frente para dar suporte ofensivo aos meus companheiros. Acredito que aproveitei bem a oportunidade e vinha trabalhando forte enquanto ela não aparecia”, disse Calegari  elogiando também a dobradinha com Luiz Henrique entrosada desde a base no sub-17.

Não só no sub-17, mas acho que tivemos certo sucesso e certa consistência também na temporada passada. É um jogador com talento enorme e vem sendo muito decisivo para nós. Que ele continue evoluindo para seguir nos ajudando. E se estivermos ali pela direita, que a gente consiga fazer o melhor para ajudar o Fluminense a conquistar as vitórias”, comentou. 

A disputa ente Calegari e Samuel Xavier pela vaga de titular recentemente quase ganhou uma concorrência de peso e que, provavelmente, seria difícil de competir: Daniel Alves. Calegari admitiu ter vivido a expectativa pela contratação do astro, não só por ele, mas pelo grupo.

É um jogador com uma bagagem enorme, que com sua experiência poderia ajudar muito os jovens que nosso elenco tem. Mas confio na força do nosso elenco para alcançarmos coisas boas ainda esse ano”, disse. 

Fonte: Ge

Foto: Mailson Santana

Nonato e Martinelli brigam por uma vaga e Calegari volta ao time titular; veja a provável escalação do Fluminense

O Fluminense enfrenta o RB Bragantino neste domingo (26), de olho no G-6 do Brasileirão. Jogo que é uma briga direta por uma das vagas ao grupo de classificação para a Libertadores de 2022.

No jogo que pode colocar Marcão como técnico com maior número de partidas de invencibilidade no Flu em Brasileiros, o treinador deve promover mudanças na equipe. A principal dela: a entrada de Calegari na vaga de Samuel Xavier, que cometeu o pênalti contra o Cuiabá na última rodada.

Outra mudança pode acontecer no meio de campo, onde Nonato e Martinelli brigam por uma vaga no time titular. Veja a provável escalação: Marcos Felipe; Calegari, Nino, Luccas Claro e Danilo Barcelos; André, Yago e Nonato (Martinelli); Luiz Henrique, Caio Paulista e Fred.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Fonte: GE

Calegari ou Samuel Xavier? Portal compara números dos laterais na temporada

Com a não contratação de Daniel Alves, a titularidade da lateral-direita do Fluminense segue disputada entre Samuel Xavier e Calegari. Pensando nisso, o portal GE fez um comparativo entre os números dos atletas na temporada.

Atualmente reserva, Calegari leva vantagem sobre Samuel Xavier na maioria das categorias, com destaque para os números de interceptações, 1,22 por jogo contra 0,33, e desarmes, 2,11 por jogo contra 1,27.

Formado em Xerém, o jovem de 19 anos começou a temporada de titular, mas acabou perdendo a posição para o experiente lateral de 31 anos, ainda no comando de Roger Machado.

Contestado pela torcida, Samuel Xavier vem de uma sequência de atuações ruins. O jogador chegou a ser poupado em algumas partidas mas reassumiu a vaga no time após recuperar a forma física.

Fonte: GE

Foto: Maílson Santana/FFC

Fluminense ganha três desfalques para o jogo contra o América-MG

A delegação Tricolor já está em Minas Gerais, onde enfrenta o Atlético-MG, às 16h deste domingo (08), com uma série de desfalques.

Além dos já lesionados Caio Paulista e Hudson, Bobadilla, com Covid-19 também é desfalque, assim como Nino, que esteve com a seleção brasileira na conquista do ouro olímpico.

Além deles, Roger Machado também não contará com Luiz Henrique, Gabriel Teixeira e Calegari, que sequer viajaram.

Luiz Henrique sentiu dores musculares, enquanto Gabriel Teixeira se acometeu de um forte resfriado. Calegari foi liberado para acompanhar sua esposa em procedimento cirúrgico emergencial por conta de uma apendicite.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Titular contra o Sport, Calegari comemora virada em Pernambuco: “Vitória gigante”

O Fluminense foi até o recife para enfrentar o Sport pela 11° rodada do Campeonato Brasileiro. Pensando lá na frente, nas oitavas de finais da Libertadores, o técnico Roger Machado mandou um time alternativo para o jogo, e conquistou a vitória, garantindo os três pontos.

Titular na partida, Calegari comemorou a vitória nas redes sociais, quando publicou no twitter pessoal, que havia sido uma vitória gigante. Acompanhe:

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Fiorentina monitora Calegari e pode fazer uma investida pelo lateral

Um dos destaques do Fluminense na campanha do Campeonato Brasileiro de 2020, pode deixar o clube Carioca rumo à Itália. Isso porque, a Fiorentina está monitorando o lateral Calegari e pode fazer uma investida pelo jogador na abertura da janela de transferências.

A informação foi divulgada pela Rádio Globo, que confirmou ainda que o clube italiano já tem em mãos um documento assinado pelos representantes de Calegari que autorizam a Viola a fazer uma proposta oficial ao Fluminense. No entanto, nada de concreto chegou nas mãos do Flu.

Os italianos devem aguardar, a abertura da próxima janela de transferências para fazer uma investida no jogador que também vem sendo outros clubes europeus que buscaram informações sobre o jovem, mas todos os interesses não passaram de sondagens e não viraram ofertas concretas.

Vale destacar que Calegari renovou recentemente seu contrato com o Fluminense até fevereiro de 2025 e tem multa rescisória na casa dos 40 milhões de euros (em torno de R$ 264 milhões).

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Lateral ou no meio ? Calegari revela onde prefere atuar

O lateral/volante Calegari estava na manhã desta segunda-feira (8) ao lado de Luiz Henrique concedendo entrevista coletiva na sala de imprensa do CT Carlos Castilho.

Volante de origem e lateral nos profissionais, Calegari confidenciou em qual setor do campo que preferia atuar. Convocado ultimamente como lateral pela seleção sub-20, Calegari diz que convocação não influencia na decisão.

Até o Sub-17 eu fui convocado de volante. Minha primeira convocação como lateral aconteceu agora pelo sub-20 então isso não influencia na minha decisão. Deixo isso nas mãos do treinador, eles conversam comigo e eu me sinto confiante tanto na lateral quanto no meio campo, e por mais que tenha tido minha estreia no profissional pela lateral onde já estou a temporada toda jogando, nunca vou descartar minha posição de origem: volante, onde me sinto muito confortável.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC