fbpx

Fluminense anuncia acordo com novo patrocinador

Foto: Divulgação

O Fluminense anunciou no início da tarde deste sábado (3), a chegada de mais um patrocinador, que irá estampar seu nome na camisa Tricolor.

O Azeite Royal fechou um contrato com o clube das Laranjeiras e irá estampar sua marca na barra das costas do uniforme do Fluzão.

O clube no entanto, não informou os valores envolvidos no acordo que vai até o final de 2020.

Vale salientar no entanto, que além do Flu, a empresa também fechou com o Botafogo e o Vasco.

Imagem da possível nova camisa branca do Flu já circula pelas redes sociais

Uma imagem do que seria a nova camisa número dois do Fluminense, na cor branca, está circulando nas redes sociais.

Recentemente o clube já havia apresentado o primeiro, na cor tricolor, e o terceiro uniforme, na cor azul, contudo, a branca, que já foi aprovada em reunião pelo conselho ainda não há previsão de lançamento.

A reportagem da equipe do Canal Flunews entrou em contato com representantes do clube que não confirmaram a veracidade da camisa.

Vale destacar ainda que este deve ser o último modelo da Under Armour pelo Fluminense, uma vez que clube e empresa já anunciaram o fim da parceria no final do contrato, que vai até 2020.

Apresentado, mas ainda sem numeração: Nem revela qual camisa pretende usar

Foto: Mailson Santana/FFC

Apresentado oficialmente como novo jogador do Fluminense na tarde desta sexta-feira (19), o atacante Wellington Nem ainda não teve a sua numeração definida.

Porém, Nem não titubeou em sua primeira entrevista na volta e já deixou claro qual número pretende usar em seu retorno ao Tricolor.

Vou esperar o que vai acontecer com o Luciano. Se ele for embora, vou querer jogar com a 18. Foi importante para mim e para o Fluminense, mas vamos esperar – afirmou o jogador.

O número pretendido por Nem no entanto não deve ser problemas, uma vez que Luciano negocia sua saída do Tricolor e deve deixar as Laranjeiras nos próximos dias.

Vale ressaltar que o número 18, pretendido por Wellington Nem, foi o número que o atacante se destacou em 2012, quando foi campeão Estadual e Brasileiro pelo Fluzão. No ano seguinte ainda mudou para o número 11, antes de deixar o Flu rumo ao Shakhtar Donetsk-UCR.

Fluminense inicia venda online da camisa nova durante a madrugada

Divulgada há uma semana, a camisa número 1 da segunda coleção da Under Armour para o Fluminense está à venda na loja online do clube desde o início da madrugada desta quinta-feira, dia 25. Todavia, por enquanto, só no modelo masculino, a R$ 249,90 e nos tamanhos P, M, G, GG e 2GG.

Anúncio da camisa aparece logo na primeira página da loja online do Fluminense.

No site da empresa norte-americana, porém, a roupa é encontrada nos demais modelos: feminino (PP, P, M e G) e infantil (PP, P, M, G e GG) custam R$ 229,90 e R$ 199,90, respectivamente. A fornecedora pôs o produto em destaque em sua página de início, assim como o Tricolor.

Ilustrações retiradas do site da Under Armour: da esquerda para direita, os modelos masculino, infantil e feminino.

A comercialização nos estabelecimentos físicos começará logo de manhã: às 9h nas Laranjeiras e às 10h nos shoppings Nova América (franquia do Fluminense), Rio Sul e Barra (franquias da Under Armour). Sócios possuem 10% de desconto na compra.

A novidade agradou a maioria dos tricolores e até mesmo rivais. A estreia do uniforme ocorrerá na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, contra o Goiás, às 19h de domingo, no Maracanã. Nesse jogo, aliás, será promovida uma “Festa das Bandeiras”, organizada pelo grupo Mobilização Tricolor.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fluminense vai usar camisa com homenagem ao centenário das Laranjeiras

Nomeado Manoel Schwartz em 2004, em homenagem a um ex-presidente do Fluminense, o Estádio das Laranjeiras completará 100 anos no dia 11 de maio. Por isso, o Fluminense produziu uma logo que virá em um patch a ser incorporado à camisa e usado pelos jogadores durante o próximo mês, em localização ainda indefinida.

Os tricolores interessados poderão ir às lojas do clube e pedir a aplicação da novidade em seus modelos. Essa é uma das ações pensadas pelo clube para celebrar o centenário. 

Inaugurado em 1919, o estádio recebeu o primeiro jogo da Seleção, que fez do local a sua casa até a construção do Maracanã, e era sede de treinos e confrontos do Fluminense. Foi palco de vários eventos históricos, políticos e culturais ao longo do século. Hoje, abriga compromissos de categorias inferiores e do futebol feminino.

Publicado por: Nicholas Rodrigues. 

Fonte: Globoesporte.com.

Sassá pode ser punida por ir ao Fla-Flu com a camisa do rival

Foto: Reprodução Instagram

Jogadora foi flagrada após amiga postar a foto em uma rede social.

A jogadora de vôlei do Fluminense, Sassá pode ser punida pelo clube das Laranjeiras após comparecer ao clássico do último domingo (24) com a camisa do Flamengo.


A jogadora que foi flagrada após uma amiga que também estava no estádio postar a foto em uma rede social, teve a atitude extremamente reprovada pela grande maioria dos torcedores do Fluminense.


De acordo com o UOL Esportes, tal atitude repercutiu negativamente também com alguns dirigentes do Tricolor que não gostou da repercussão do caso e estuda uma punição para a atleta.


 

Vale destacar que mesmo com o Fluminense já eliminado da Superliga Feminina de Vôlei, Sassá ainda tem contrato em vigor com o clube e uma rescisão não é descartada.


 

fonte: Uol Esporte

Inspirado no Flu ? Vélez lança camisa tricolor

Foto: Divulgação

O time têm uma grande empatia por parte da torcida do Fluminense.

O time argentino Vélez Sarsfield, clube de grande empatia entre alguns torcedores do Fluminense, lançou sua terceira camisa na cor tricolor. E, de certa forma parecida com alguns modelos usado pelo Fluminense em outros épocas.

O vídeo divulgado pelas mídias sociais do clube deixa claro no entanto que a intenção e homenagear a Itália, que faz parte da história de fundação do clube.

Mas, como sempre podemos notar algumas camisas do Vélez nos jogos do Fluzão, até que esse lançamento veio bem a calhar.

Fluminense lança terceira camisa e inicia venda em lojas

 Na madrugada desta quinta-feira, o Fluminense, enfim, revelou o terceiro uniforme produzido pela Under Armour para a temporada, após três atrasos no lançamento – que, inicialmente, aconteceria em outubro; depois, dezembro; e, agora, em janeiro. Pedro, Digão e Ibañez aparecem como modelos em propaganda exibida na loja online. 

Assim como as roupas casuais e de treino, a camisa azul com listras tricolores está à venda nas lojas em Laranjeiras e no Shopping Boulevard, em Vila Isabel, desde esta manhã. Os preços são R$ 249,90, para peças masculinas; R$ 229,90, para femininas; e R$ 199,90, para infantis. O modelo de performance, que é o usado pelos jogadores, custa R$ 349,90.

Camisas usadas para treino e o lançamento desta semana estão à venda na loja nas Laranjeiras

Imagens vazadas durante a última semana geraram uma repercussão negativa entre os torcedores. Porém, a novidade vem ganhando elogios, embora ainda divida opiniões. A cor azul-marinho remete a história de 1904.

– Nossa camisa tem peso e tradição. Hoje, lançamos mais uma terceira camisa com estilo diferenciado, de acordo com uma tendência de mercado e que iniciamos com a camisa laranja, em homenagem às Laranjeiras, em 2002. Além disso, a cor azul tem história de 115 anos no Fluminense. Em votação para definir a camisa que substituiria a cinza e branco, em 1904, um modelo azul ficou em segundo lugar, dando a nós não só uma camisa linda, mas a nossa alma Tricolor –  disse o presidente Abad.

Modelo masculino da camisa azul.

Aprovada pelo Conselho Deliberativo em julho de 2018, a nova coleção está incompleta. As armaduras 1 e 2 devem ser lançadas ao longo do ano. 

A estreia ocorrerá no próximo domingo, dia 27, em jogo contra a Portuguesa, no Maracanã, válido pela terceira rodada da Taça Guanabara.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.


Top