fbpx

Por conta da pandemia e Copa de Mundo, estaduais devem sofrer alterações nos próximos anos

Havendo a necessidade de comprimir todo calendário do futebol brasileiro de 2020, 2021 e 2022, afim de que as três temporadas sejam concluídas um mês antes do início da Copa do Mundo no Qatar, que será realizada em novembro, os estaduais devem ser os que mais serão impactados, com perdas de datas e, principalmente, desvalorização do produto.

Isso porque segundo o colunista Marcel Rizzo, do portal UOL, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol, já trabalha com a ideia de enxutar ainda mais as competições estaduais. A princípio, isso se aplicaria nas edições de 2022, tendo em vista que toda a temporada precisa caber entre janeiro e outubro. Porém as reduções de datas podem começar já no próximo ano.

Com o Brasileiro-2020 terminando somente em fevereiro de 2021, há algumas possibilidades sobre o que fazer com os Estaduais no ano que vem que estão sobre a mesa e que precisam levar em conta que os atletas dos principais times, provavelmente, terão férias até meados de março:

– Começar os Estaduais na semana seguinte ao Brasileiro, com os times que estavam na Série A usando atleta de equipes de base;

– Iniciar os Estaduais ainda em janeiro, intercalando com datas livres do Brasileiro; aqui provavelmente os principais times também usariam a garotada, já que dificilmente topariam cansar suas estrelas na reta final da Série A;

– Deixar os Estaduais bem reduzidos, de meados de março ao começo de maio, com os times principais em campo
.

Apesar de ter na cartolagem das federações estaduais sua base de sustentação política, a direção da CBF, com aval do Grupo Globo, que vê nos Estaduais um estorvo para o calendário, resolveu ajustar a data desses torneios, padronizando por regiões: Rio e São Paulo, os mais rentáveis, teriam um modelo, Minas e Rio Grande do Sul, outro e Pernambuco, Bahia, Ceará, Goiás, Santa Catarina e Paraná um terceiro.

Resta saber se as federações vão aceitar tal mudança, o que acarretaria em um impacto financeiro significado.

Fonte: UOL
Foto: Editoria de Arte – Globoesporte.com

Fim dos estaduais: ex Tricolores são campeões em vários pontos do país

O último domingo (21) marcou o fim dos Campeonatos Estaduais em grande parte do país.

Fora das finais do Campeonato Carioca, o Fluminense viu alguns jogadores com recente passagens pelo clube sagrando-se campeões por diversos times espalhados pelo Brasil.

O Corinthians, campeão em São Paulo e, o Cruzeiro em Minas Gerais, foram os clubes que tiveram o maior número de jogadores que passaram pelo Fluminense nos últimos anos. Pelo Corinthians, estavam: Sornoza, Richard e Henrique. No Cruzeiro: Fred, Thiago Neves, e Jadson. Além deles, teve ex tricolor gritando: É campeão, na Bahia, como o volante Douglas, em Fortaleza, com Matheus Alessandro, Alagoas, com Robinho, além de Abel Braga, campeão no Rio com o Flamengo.

Top