DEFINIDO! Fluminense enfrentará o Criciúma-SC nas oitavas de final da Copa do Brasil 2021

Na tarde de hoje 16, aconteceu o sorteio das oitavas de final da Copa do Brasil 2021. Com isso, o Fluminense enfrentará o Criciúma.

O Fluminense no último sorteio da terceira fase, pegou o RB Bragantino e avançou as oitavas depois de ganhar por 2 a 0 no Maracanã e perder fora de casa por 2 a 1, que no agregado ficou 3×2 Fluminense.

O calendário da CBF prevê que os jogos de ida e volta das oitavas de final da Copa do Brasil sejam realizados entre o fim de julho e início de agosto. Com as datas a serem definidas.

Em coletiva, Luccas Claro comenta sobre momento da zaga e elogia Nino: ”Melhor do Brasil”

A construção da boa fase do Fluminense, classificado para as oitavas de final da Libertadores e da Copa do Brasil, além de ainda invicto no Brasileirão, passa por uma defesa sólida, que desde a última temporada tem se mostrado um dos pontos fortes da equipe. Para Luccas Claro, que concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira, no CT Carlos Castilho, os méritos são de um coletivo forte.

“Nós enfrentamos grandes equipes. Mesmo estando bem posicionado, as vezes acontece de sofrer um gol. Acho que o nosso time estava se comportando bem. E mesmo levando gol o nosso time sempre vem fazendo também”, destacou.

Luccas também falou sobre seu companheiro de zaga, Nino, e disse que hoje ele é o melhor do Brasil.

O Nino é um grande companheiro. Acredito que é o melhor zagueiro atuando no Brasil. Então é importante ter a volta dele. Quem ganha é o Fluminense. Quem jogar vai estar representando bem essa camisa”, resumiu.

Foto: Lucas Merçon/FFC

Com 1/3 das partidas, Abel Hernández já igualou o número de gols que fez na temporada passada

Contratado às vésperas da Libertadores, o pacotão de reforços do Fluminense chegou em meio à maratona de jogos e ainda nem foi apresentado oficialmente. Mas podemos dizer que um deles já se apresentou por conta própria em campo: Abel Hernández.  Com 1/3 das partidas, o experiente centroavantes uruguaio já igualou o número de gols que marcou pelo Inter na temporada passada e vive seu melhor momento no futebol brasileiro. Mesmo na reserva de Fred.

Abel tem cinco gols e uma assistência em 475 minutos ou 11 jogos com a camisa tricolor, sendo apenas quatro como titular.

”A equipe e os dirigentes me receberam da melhor maneira quando cheguei. Encontrei um clube muito grande e em constante desenvolvimento, isso é bom para o dia a dia dos treinos e sem dúvida para o bom clima de trabalho. Considero que a adaptação foi muito boa desde o primeiro momento em que cheguei, e acho que isso me ajudou na hora de entrar em campo. As oportunidades e os resultados foram surgindo com o decorrer dos jogos, e os primeiros gols me fizeram ganhar a confiança necessária para continuar marcando.” Disse o atacante

Nas Laranjeiras, Abel parece ter reencontrado não só o seu futebol, como a alegria de jogar. E ele não se incomoda em ser uma “alternativa de luxo” para Fred. Em sua primeira entrevista como jogador do Fluminense, o uruguaio – que é fã de Ronaldo Fenômeno e tem uma tatuagem do brasileiro na perna direita – disse tratar a concorrência como um incentivo e revelou pegar conselhos do camisa 9:

”Claro que é um incentivo para mim, e acho que para todo o grupo também. Eu conhecia o Fred como jogador por sua carreira de destaque e o que ele significa para o clube. Não considero (a disputa) como uma competição, mas como um bom momento para continuar assimilando conceitos de jogo graças aos seus conselhos no dia a dia. Ele é um ótimo companheiro dentro e fora de campo e uma referência para todos nós.” – afirmou Abel

Contratado após rescindir amigavelmente com o Inter, Abel Hernández assinou com o Fluminense até dezembro, com a opção de renovação por mais uma temporada. O uruguaio já caiu nas graças da torcida tricolor, que não tinha dois centroavantes goleadores desde Fred e Rafael Moura em 2011/2012. Mas ele por ora não quer pensar no futuro:

Não estou pensando muito no futuro, agora estou focado em continuar treinando o melhor possível para quando tiver que jogar poder ajudar nos objetivos da equipe.” finalizou.

O Fluminense volta a campo nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília) contra o Bragantino no Nabi Abi Chedid, valendo uma vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. O time tricolor venceu o jogo de ida por 2 a 0 no Maracanã e pode até perder por um de diferença.

Matéria: Ge

Foto: Divulgação

Tática Didática: Como joga o Bragantino adversário do Flu na Copa do Brasil

Análise: Veja como joga o Bragantino

Fluminense e Bragantino fazem nesta quarta-feira, 02, o primeiro confronto pela Copa do Brasil. O jogo será disputado no Maracanã e as equipes apresentam desfalques importantes nos seus times.

Do lado do Bragantino, Claudinho e Cleiton estarão servindo a seleção olímpica e serão desfalques. Com Raul ainda se recuperando de lesão, Jadsom Silva volta ao time titular formando dupla de volantes com Eric Ramires e Lucas Evangelista, que deve atuar mais adiantado. O goleiro do Massa Bruta para esta partida deve ser Júlio César.

As equipes têm formas de jogar bem parecidas, em um 4-2-3-1 com possibilidade desse sistema virar um 4-1-4-1 de forma a compactar a marcação e dar amplitude nos espaços. Porém o Fluminense força mais a saída pelos lados com Samuel Xavier e Egídio. Já o Bragantino sai mais do seu campo de defesa pelo meio de campo na presença de um volante com recurso de passe.

Para executar essa saída para o jogo o Bragantino conta com Eric Ramires abrindo pelo lado esquerdo e permitindo que Helinho consiga ter mais profundidade. Além de ter mais poder ofensivo o time do Bragantino consegue pressionar mais a saída de bola do adversário.

Mais detalhes, no vídeo abaixo. Assista e deixe sua opinião!

Foto destaque: Lucas Merçon/FFC

Fred é eleito craque da semana pela Libertadores e, Nenê tem o gol mais bonito

A histórica vitória do Fluminense sobre o River Plate em pleno Monumental de Núñez, na última terça-feira, rendeu prêmios individuais aos “vovôs” tricolores. A Conmebol anunciou nesta segunda que o atacante Fred foi eleito o craque da semana que fechou a fase de grupos da competição continental. Já Nenê teve seu gol, o segundo do triunfo por 3 a 1 em Buenos Aires, escolhido como o mais bonito da rodada.

Apesar de não ter deixado sua marca, Fred deu duas lindas assistências para os gols de Caio Paulista e Nene, ainda no primeiro tempo, que abriram caminho para a vitória que garantiu a classificação para as oitavas de final com a primeira colocação no Grupo D, na frente do próprio River, vice-líder, e dos colombianos Junior Barranquilla e Independiente Santa Fe. Após a partida em Buenos Aires, Fred ainda recebeu o prêmio de melhor jogador em campo.

Agora, o Fluminense aguarda a definição de seu adversário nas oitavas de final da Libertadores, que será definido através de um sorteio nesta terça-feira, na sede da Conmebol, no Paraguai. O confronto será, necessariamente, diante de um time que terminou a fase de grupos no segundo lugar de sua chave. Os possíveis adversários são: Defensa y Justicia-ARG, Olimpia-PAR, Boca Juniors-ARG, River Plate-ARG, São Paulo, Universidad Católica-CHI, Vélez Sarsfield-ARG ou Cerro Porteño-PAR.

Fonte: Fluminense

Foto: Lucas Merçon/FFC

Segundo jornalista, Fred retornará contra o RB Bragantino pela estreia da Copa do Brasil

Depois de ficar fora da partida de estreia do Campeonato Brasileiro contra o São Paulo, Fred pode voltar a campo na partida do meio de semana contra o RB Bragantino pela terceira fase da Copa do Brasil.

repórter Victor Lessa, setorista do Fluminense pela Rádio Globo, confirmou a presença do camisa 9, que irá para o jogo que marca a estreia do Tricolor na competição nacional.

Fonte: Victor Lessa 

Foto: Lucas Merçon/FFC

Manoel, David Braz ou Ferraz? Ausência do Nino abre vaga na zaga titular do Flu

As grandes atuações com a camisa do Fluminense levaram Nino para a seleção olímpica brasileira. Em um primeiro momento, o zagueiro vai ser desfalque pouco mais de uma semana, ficando fora da estreia tricolor na Copa do Brasil, nos dois jogos do mata-mata contra o Bragantino, além da partida diante do Cuiabá pelo Campeonato Brasileiro. Mas sua ausência abre uma disputa no elenco de olho também no futuro.

Por isso, Roger Machado terá a dura missão de encontrar um novo parceiro para Luccas Claro inclusive para as oitavas de final da Copa Libertadores, nas semanas dos dias 14 e 21 de julho, quando o titular pode já não estar à disposição. Três jogadores disputam a vaga, são eles: Manoel, David Braz e Ferraz.

MANOEL

Primeiro reforço do pacotão para a Libertadores, Manoel ainda tem pouco tempo de Fluminense. Disputou apenas três partidas até agora, todas como titular, mas em times alternativos em jogos do Campeonato Carioca. Fez dupla duas vezes com Matheus Ferraz e uma com Nino e ainda não perdeu com a camisa tricolor. Ex-Athletico-PR, Corinthians e Cruzeiro, ele se destaca pela força física

DAVID BRAZ

Enquanto Manoel foi o primeiro, David Braz foi o último dos reforços do pacotão tricolor. E sua chegada ainda atrasou porque ele foi infectado pela Covid-19 e só começou a treinar no CT Carlos Castilho no fim de abril. Ainda sequer estreou pelo Fluminense, mas já levou um cartão amarelo no banco de reservas por reclamação. A seu favor, conta a experiência de estar habituado a jogar a Libertadores (já disputou por Grêmio, Santos e Flamengo).

MATHEUS FERRAZ

No clube desde 2019, Matheus Ferraz já viveu grandes momentos com a camisa tricolor, mas conviveu com lesões. A última, um edema ósseo no joelho direito, inclusive foi o que levou a diretoria a buscar mais de um zagueiro no mercado às vésperas da Libertadores. Apesar de aparentemente estar no “fim da fila”, ficando fora até mesmo do banco de reservas, ele tem como vantagem o entrosamento. Já jogou 14 partidas ao lado de Luccas Claro, com sete vitórias, quatro empates e três derrotas.

Há ainda como opção os jovens Davi (19 anos) e Higor (22 anos), formados em Xerém, e Rafael Ribeiro, contratado por empréstimo junto ao Náutico e que está no time sub-23. Os três estão inscritos na Libertadores, mas correm muito por fora nessa disputa, que promete ser difícil substituir Nino à altura, e o próprio Roger sabe disso.

Fonte: Ge

Foto: Divulgação Ge

Tática Didática: Fred é o maior ídolo da história do Fluminense? Análise

Ter a camisa 9 do Fluminense envergada com Fred é algum comum nos últimos 12 anos. Tirando um período em que o centroavante atuou pelo Cruzeiro e pelo Atlético-MG, o número esteve com o jogador nas Laranjeiras.

Em 2021, Fred está sendo ainda mais decisivo. Na Libertadores foi o autor da maioria dos gols da equipe. E a classificação para o mata-mata passou, literalmente, pelos pés do jogador.

E isso faz reacender a discussão sobre o qual prateleira Fred ocupa na história do Fluminense. Claro que não é uma discussão fácil. Até porque, uma equipe tão tradicional, tem na sua história diversos nomes emblemáticos.

Alguns podem citar Castilho, em uma época tão distante, quando não sonhava que o futebol seria tão profissional e mexeria com a vida de tantas pessoas, como hoje.

Outros podem falar de Rivelino, que ajudou o Fluminense a estar no patamar dos grandes do futebol nacional. Há aqueles que ainda podem citar Washington e Assis, que encantaram a torcida na década de 80.

A discussão é boa. E é muito difícil cravar um nome. São vários aspectos, diversas formas de ver futebol e, principalmente, contextos diferentes. O inegável, sem sobra de dúvidas, é: Fred é um dos grandes da história tricolor. E vê-lo em campo é um privilégio.

Foto destaque: Lucas Merçon/FFC

Perguntado sobre a escolha do batedor de pênalti, Roger sai em defesa de Nenê

Questionado sobre como se deu a escolha do cobrador do pênalti, Roger assumiu que foi uma opção feita por ele e saiu em defesa de Nenê. 

O meia já havia perdido o último pênalti que cobrou pelo Fluminense, no ano passado, na vitória por 3 a 1 sobre o Athletico-PR no Maracanã. Enquanto Abel Hernández, que já converteu dois na atual temporada, estava em campo e não foi escolhido:

– A escolha é definida pela comissão técnica e por mim. Dependendo do jogo, a gente escolhe dois ou três e tem uma ordem dos batedores para penalidades. O Nenê é um batedor eficaz, errou hoje, mas converteu inúmeros outros. Não é obrigatoriedade de sempre ser o centroavante a bater (Abel Hernández converteu os dois últimos). Por isso a escolha pelo Nenê, mas faz parte. Finalizou 

Em estreita no Brasileiro com empate, Roger Machado comenta sobre o jogo: “Poderíamos ter saído com a vitória”

O Fluminense estreou no Campeonato Brasileiro com um empate diante do São Paulo no Morumbi, a quem olha só o placar, o ponto conquistado fora de casa contra o atual campeão paulista poderia ser considerado um bom resultado, mas pela atuação o Tricolor carioca merecia a vitória, que escapou por detalhes, como por exemplo o pênalti desperdiçado por Nenê no primeiro tempo. 

Em entrevista coletiva após a partida, o técnico Roger Machado exaltou sua equipe e admitiu que o resultado teve um gosto amargo:

– Foi um grande jogo, uma partida segura. Penso que os pequenos ajustes feitos no jogo do River e repetidos hoje foram muito importantes porque conseguimos ter volume de jogo e postura agressiva, mesmo quando estávamos com o bloco mais baixo. Pressionamos alto quando precisou, retomamos a bola no campo de ataque, contra-atacamos e tivemos as melhores oportunidades. O São Paulo teve uma ou duas mais contundentes. Fomos muito bem, claro que fica o gosto de que algo poderia ter acontecido de diferente pelo o que nós produzimos. Mas conquistar ponto fora contra o São Paulo, atual campeão paulista, e que vinha de grandes atuações, foi muito bom. Salientei para os atletas que estava feliz pela atuação e pelo ponto conquistado, mas sabendo que poderíamos sair com a vitória.” Finalizou Roger 

Foto: Mailson Santana/FFC