fbpx

Tá mais que na hora de mudar o goleiro

No empate tricolor diante do Cruzeiro na noite de ontem, novamente, o goleiro Rodolfo foi vítima de muitas vaias. Afinal, o clube mineiro teve uma finalização e um gol o jogo inteiro. Nesse único lance, Pedro Rocha saiu quase cara-a-cara com o arqueiro tricolor e marcou o gol do time celeste.

Pedro Rocha e Fred comemoram o gol sobre o Fluminense (Foto: Jornal Alerta)

O que chamou a atenção foi que a bola chutada por Pedro, era altamente defensável. Além de estar em média altura, ela ainda encostou na mão de Rodolfo, fazendo-o ser chamado de “mão-de-alface” por muitos torcedores nas redes sociais.

O goleiro, após o lance, foi sempre muito vaiado pela torcida ao tocar na bola, mostrando a insatisfação não pelo erro dessa partida, como de outras no ano em que Rodolfo falhou.

Talvez não seja hora de dar chances à algum outro goleiro?

Vamos às opções:

De Amores – Goleiro uruguaio que se destacou pelo Liverpool-URU na Sulamericana de 2017, foi contratado ano passado à pedido de torcida e chegou com status para ser o camisa 1 e sujeito à ídolo. Porém, nunca chegou à entrar em campo e só foi relacionado para o banco uma vez. Sofreu com diversas lesões no joelho e cirurgias, o que impossibilitou de entrar em campo. Esse ano, já recuperado de tudo, treina com o elenco e tem contrato até o fim do ano, emprestado pelo Boston River-URU. Eleito melhor goleiro do mundia de clubes sub-20 em 2011, De Amores era a opção para substituir o goleiro Muslera na seleção uruguaia e visto como uma enorme promessa no país. Já passou da hora de receber uma chance e provar o seu valor.

De Amores só treina no Fluminense (Foto: Lucas Merçon/FFC)

Agenor – Contratado no início da temporada, proveniente do Guarani, o goleiro só atuou na derrota por 3×2 para o Flamengo na Taça Rio, onde o Flu jogou com o time todo reserva. Nada pode fazer nos três gols e ainda fez defesas difíceis. Sua forma física, quando chegou, foi muito criticada por estar acima do peso. Segundo Diniz, ele também sabe jogar com os pés.

Agenor em ação contra o Flamengo (Foto: Lucas Merçon/FFC)

Marcos Felipe – Goleiro da base tricolor, ficou conhecido por pegar um pênalti no estadual de 2017 contra o Volta Redonda. Nos vídeos de treinamento de goleiros que o clube geralmente posta, o jogador parece estar em boa forma física e com os reflexos em dia. Merecia uma chance para provar ou não, que pode ter espaço no tricolor.

Marcos Felipe ainda não teve chances com Diniz (Foto: Lucas Merçon/FFC)

Apesar de Rodolfo, segundo Diniz, saber jogar com os pés melhor do que qualquer outro da posição, suas recentes falhas vem colocando a posição do arqueiro titular em cheque.

Será que a mudança vai acontecer? Só o tempo dirá!

Saudações Tricolores,

João Eduardo Gurgel

Crédito da Foto Inicial: Fluminense FC/Lucas Merçon

Exclusivo – Fred fala sobre volta ao Flu: “Sei que Deus tem o melhor pra mim e um dia ele vai preparar esse retorno”

Foto: Douglas Wandekochen/Canal Flunews

O jogo entre Fluminense e Cruzeiro marcou mais um reencontro entre Fred e o Tricolor, clube ao qual o jogador deixa claro o grande carinho.

Ídolo de grande parte da torcida, o jogador atendeu a diversos torcedores na saída do Maracanã e ainda parou pra deixar uma rápida palavra com o Canal Flunews. O atacante deixou claro seu carinho e intenção de tornar ao clube:

– Todo mundo sabe do carinho e admiração que tenho pelo Fluminense, por tudo que vocês fizeram por mim, essa torcida, o clube, onde graças a Deus tenho amigos até hoje com contatos diários e, nada mudou, um dia ainda sonho em voltar, mas ainda tenho mais um ano de contrato com o Cruzeiro, mas eu sei que Deus tem o melhor pra mim e um dia ele vai preparar esse retorno – disse o camisa 9.

O atacante ainda deixou um recado para Pedro, centro avante Tricolor que ficou de fora do jogo por dores no joelho após ficar cerca de oito meses fora dos gramados:

– Pedrão, você é o futuro nove da nossa seleção, que Deus te abençoe e de muita força e que você ganhe pelo menos um Brasileiro ou uma Libertadores pelo Fluzão – finalizou Fred.

Fred volta a reencontrar o Fluminense novamente no sábado (18), quando os clubes voltam a se enfrentar no Maracanã, mas dessa vez pelo Campeonato Brasileiro.

Pedro é convocado para seleção olímpica e desfalcará Flu em jogos decisivos

Foto: Lucas Merçon/FFC

O atacante Pedro foi convocado por André Jardine e estará representando o Tricolor na seleção olímpica, que disputará o torneio de Toulon, na França, entre os dias 1° e 15 de junho.

Com a convocação, o atacante deve desfalcar o Flu por até três semanas, uma vez que os convocados tende se apresentar no dia 27 de maio. Desta forma, Pedro desfalcará o Tricolor por exemplo no jogo de volta da Copa Sul-Americana, dia 30 de maio, a volta contra o Cruzeiro pela Copa do Brasil, 5 de junho e o Fla-Flu do dia 9 de junho, válido pelo Campeonato Brasileiro

Outros jogadores do Flu, como Nino e Caio Henrique, chegaram a integrar a lista de pré convocados, mas ficaram de fora da lista definitiva, que ainda sim terá outro conhecido da torcida Tricolor: o meio campista Wendel, ex Flu e atualmente no Sporting de Portugal.

A estreia da seleção no torneio, que é a primeira etapa da preparação da equipe que vai buscar uma vaga nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, acontece no dia 2 de junho contra a Guatemala. No dia 5, o time pega a França; e no dia 8, o Catar. A final está marcada para o dia 15 de junho.

Acompanhe a lista completa:

Goleiros

  • Lucão – Vasco
  • Lucas Perri – Crystal Palace (Inglaterra)
  • Ivan – Ponte Preta

Defensores

  • Gabriel – Lille (França)
  • Murilo Paim – Cruzeiro
  • Luiz Felipe – Lazio (Itália)
  • Lyanco – Bologna (Itália)
  • Emerson – Betis (Espanha)
  • Guga – Atlético-MG
  • Iago Borduchi – Internacional
  • Renan Lodi – Athletico-PR

Meias

  • Douglas Luiz – Girona (Espanha)
  • Thiago Maia – Lille (França)
  • Tabata – Portimonense (Portugal)
  • Wendel – Sporting (Portugal)
  • Mateus Vital – Corinthians
  • Matheus Henrique – Grêmio

Atacantes

  • Pedrinho – Corinthians
  • Matheus Cunha – RB Leipzig (Alemanha)
  • Rodrygo – Santos
  • Antony – São Paulo
  • Pedro – Fluminense​

Candidato à presidência, Marcelo Souto responde sobre possível junção de chapas

Foto: Arquivo Pessoal

Motivado sobre uma entrevista em que o ex aliado de Celso Barros, Ademar Arrais, concedeu ao Canal Flunews, onde cobrava uma junção dos grupos políticos de dentro do clube, um dos candidatos à presidência do Fluminense, Marcelo Souto, enviou uma resposta ao Canal explicando o motivo da manutenção de sua candidatura.

Na resposta, Marcelo, fala de “não repetir os erros do passado” para justificar a sua ideia de não unir forças.

Acompanhe o comunicado na íntegra:

Caro Ademar,
na última quinta-feira fui surpreendido com um citação a uma possível conversa e abertura para uma coligação a chapa do pré-candidato Tenório, através de entrevista ao
Canal Flunews.

Gostaria de dizer a você, a quem considero e tenho muito apreço nessa caminhada pela luta a reerguer o verdadeiro Fluminense, o qual todo torcedor do Fluminense almeja, não cometa os mesmos erros que meu grupo cometeu. Sobre o pretexto de evitar que determinadas pessoas chegassem ao poder para uso e benefício próprio, e acreditando numa união com gestão compartilhada nos unimos com o que há de pior dentro do clube. Grupos que querem a perpetuação desse modelo falido, feudos que querem manter seu prestígio e suas benécias.

No último sábado vi pessoas boas tentando me convencer a voltar a cometer o mesmo erro.
Aprendi com os erros, e divido aqui com você. Amigo, errei como líder do meu grupo, acreditei no que você está acreditando nesse momento. Para isso existem os amigos, alerto a você e a todos os outros.

Agradeço o convite a uma possível conversa para coligação da chapa do Tenório composta com que o há de pior dentro do clube, e retribuo o convite a você e todos aqueles que conversaram comigo nas Laranjeiras no último sábado: venham fazer história do nosso lado, venham resgatar o verdadeiro Fluminense, venham livrar o clube dessas malditas amarras, venham combater o bom combate. Se por acaso Deus nos reservar a derrota, nos dará o fardo glorioso de cair em pé, com a cabeça erguida.

Cada dia que passa a torcida tricolor entende quem faz mal ao clube, há poucos dias atrás o “Pequeno Príncipe” fez gesto para um desses grupos, e a repercussão foi horrível. Desconsertado teve que criar um novo post para apagar o incêndio criado, nesse novo post diz que os esportes olímpicos serão autossustentáveis com uso de recursos de leis de incentivo. Será que o pré-candidato não sabe para ter direito a isso, o clube precisa ter as CNDs que não as detém e tão pouco as conseguirá em médio prazo de tempo? Será que desconhece que houve mudança na estrutura do ministério dos esportes, e que na prática estão aprovando menos projetos e com isso, usando menos dinheiro público? Ou será que vale a pena propagar a desinformação e o estelionato eleitoral?

Enquanto nós torcedores somos enganados com essa baboseira eleitoral o clube sangra, mais de 10 M negativos ano de quem arrecada 20 M, até quando aguentaremos isso? Até quando sairá dinheiro do Futebol para cobrir esses passivos?

Encerro esta minha carta a vocês torcedores e sócios do clube, o Fluminense não suporta mais esse modelo. Precisamos olhar para a frente, e focar na nossa razão de existir desde o tempo da nossa fundação, com o jovem Oscar Cox, o Fluminense Football Club. Esse é o verdadeiro Fluminense. Lutaremos até o fim.
Saudações Tricolores.
Pré-candidato Marcelo Souto.
Presidente do Esperança Tricolor
.

Diferente da Libertadores, próxima fase da Sula será decidida antes da Copa América

Foto: Reprodução

Diferente da Taça Libertadores da América que terá seus jogos da próxima fase só depois da parada para a Copa América, a Copa Sul-Americana será decidida antes do torneio das seleções.

Tendo o Atlético Nacional, da Colômbia como adversário, o Fluminense irá decidir a vaga nos dias 23 e 30 de maio, ambos numa quinta-feira. Com o primeiro jogo no Rio de Janeiro e o segundo em Medellín, no estádio Atanásio Girardot.

Além da data, o Tricolor teve a confirmação que poderá contar também com o Maracanã. Embora o estádio seja utilizado na Copa América, o comitê organizador do torneio liberou a utilização do Maraca até o dia 9 de junho, data do Fla-Flu, último jogo realizado antes de fechar o mais famoso do Mundo para a Copa América.

7 para 3: Diniz tem 7 jogadores e apenas 3 vagas para inscrição na Sula

Foto: Lucas Merçon/FFC

A próxima fase da Copa Sul-Americana já vai dar uma grande dor de cabeça ao técnico do Fluminense, Fernando Diniz.

Isso por que o treinador poderá fazer três substituições na lista de inscritos para o torneio, porém, tem nada mais nada menos que sete jogadores brigando pelas três vagas: Nino, Ganso, Leo Artur, Allan, Kelvin, Ewandro e Pedro.

Destes, Nino, Ganso, Allan e Pedro são considerados titulares da atual equipe e, deve sari daí os três escolhidos.

No elenco, ainda existem três atltas que não podem entrar pois já foram inscritos por outros clubes: Leo Santos (Corinthians), Yuri (Santos) e Guilherme (Bahia).

Velho conhecido: Fluminense já eliminou Atlético Nacional pela Libertadores

Foto: Divulgação/FFC

O próximo adversário do Fluminense, pela Copa Sul-Americana, o Atlético Nacional, é um velho conhecido do Tricolor.

A equipe colombiana e o clube das Laranjeiras se enfrentaram pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América em 2008, ano em que o Fluminense chegou até a final do torneio, perdendo para a LDU.

Na ocasião, o Tricolor, que tinha a melhor campanha da primeira fase, fez o primeiro jogo na Colômbia, e decidiu no Maracanã, ganhando as duas partidas: 2 a 1 na Colômbia, e 1 a 0 no Maraca.

Outros conhecidos do Fluzão, é o técnico dos colombianos, Paulo Autuori, e o centro avante Hernan Barcos.

Torcedores colombianos, do Atlético Nacional, mostram respeito ao Flu

O sorteio para definir os confrontos da segunda fase da Copa Sul-Americana, colocou o Atlético Nacional, no caminho do Fluminense.

Logo após a definição do adversário, alguns torcedores do Flu se mostraram temerosos com o adversário, porém, na Colômbia, alguns torcedores do Atlético também não gostaram de enfrentar o Tricolor e lamentaram o confronto pelas redes sociais.

Chaveamento coloca o Corinthians como único brasileiro no caminho do Flu na Sula

Foto: Divulgação

Além de apontar o Atlético Nacional, da Colômbia, como próximo adversário do Fluminense na segunda fase da Copa Sul-Americana, o sorteio realizado na noite desta segunda-feira (13) na sede da Conmebol, em Luque, no Paraguai, também definiu o caminho do Tricolor até uma possível final do torneio.

Assim como em 2017, quando foi eliminado pelo Flamengo nas quartas de funal, o Fluzão pode ter outro time brasileiro na mesma fase do torneio, o Corinthians, único brasileiro do mesmo lado da chave que o Tricolor.

Em um dos piores cenários possíveis, ainda tem a possibilidade de enfrentar o Independente, da Argentina, numa possível semifinal

Antes disso no entanto, o Fluminense, caso passe pelo Atlético Nacional, pega o vencedor de Deportivo Cáli e Penarol.

Top