Fluminense já utilizou 22 jogadores da base na temporada; confira os nomes

Com a entrada no intervalo do empate por 3 a 3 com o Coritiba no Couto Pereira, John Kennedy se tornou o 22º jogador formado em Xerém a ser utilizado na temporada 2020. O portal Lance listou todos os atletas da base a jogarem entre os profissionais, confira:

Marcos Felipe – Antes reserva de Muriel, o arqueiro formado em Xerém já soma 14 partidas nesta temporada, sendo nove seguidas como titular.

Igor Julião – O lateral também é velho conhecido da torcida tricolor e soma 23 partidas nesta temporada. No momento é reserva, mas chegou a ganhar a vaga de Calegari como titular.

Calegari – Atual titular na lateral direita, o jovem passou a estar com o profissional logo depois do retorno das partidas na pandemia e rapidamente conquistou seu espaço. São 18 jogos feitos até o momento.

André – O volante de 19 anos se divide entre o Sub-20, Sub-23 e o profissional, mas chegou a ser titular duas vezes ainda com Odair Hellmann. Pelo grupo principal, são sete jogos.

Martinelli – Titular nas últimas partidas com Marcão, o volante vinha se destacando no Sub-23. São seis jogos pelo time principal, sendo quatro como titular.

Miguel – Uma das revelações da base nos últimos anos, o meia de 17 anos não vem tendo tantas oportunidades, mas está com o profissional e soma 15 jogos e 520 minutos.

Marcos Paulo – Próximo de deixar o Fluminense, o atacante teve 41 jogos, oito gols e sete assistências na segunda temporada atuando com os profissionais.

Wellington Silva – Também no time dos veteranos, Wellington Silva retornou ao Tricolor no início do ano passado. Aos 28 anos, foram 34 jogos e cinco gols marcados até o momento.

Luiz Henrique – Uma das grandes joias do Fluminense atualmente, o atacante vem se dividindo entre o time principal e a Seleção de base. No elenco desde o retorno das atividades na pandemia, o jogador de 20 anos soma 21 partidas e um gol marcado.

Caio Paulista – Dispensado de Xerém há alguns anos, o jogador retornou quando foi contratado nesta temporada. Um dos reservas mais utilizados, Caio Paulista tem 28 jogos e três gols.

Daniel – Dentre os jogadores que entraram pouco, mas estrearam pelo profissional estão o lateral-direito Daniel. Atleta do Sub-23, ele entrou no final da partida contra o Goiás, mas já ficou no banco outras 10 vezes.

Christian – Quem também jogou nos acréscimos da vitória por 4 a 2 do Fluminense contra o Goiás foi Christian, do Sub-23. Esta foi a única partida em que foi relacionado até o momento.

Wisney – Defensor do Sub-23, o jovem de 21 anos estreou contra o Coritiba, na goleada por 4 a 0, entrando aos 32 minutos do segundo tempo. Depois, ainda teve outra oportunidade contra o Goiás, já aos 45 da etapa final. Ficou na reserva em outros dois jogos.

Nascimento – Quem vem aparecendo com alguma frequência entre os relacionados é Nascimento, que teve apenas uma oportunidade até o momento, contra o Red Bull Bragantino, no Maracanã. Ele ficou no banco outras 12 vezes.

Matheus Pato – Artilheiro do Sub-23 e com contrato apenas até o fim deste mês, Matheus Pato é um nome antigo da base do Fluminense que fez a estreia pelo profissional apenas em 2020. Aos 25 anos, ele atuou por nove minutos na goleada por 5 a 1 contra o Bangu, no Carioca.

Evanilson – Um dos grandes nomes do Fluminense no início do ano, o atacante ainda é o vice-artilheiro da equipe e se transferiu ao Porto (POR) em setembro.

Digão – O experiente zagueiro já deixou o Fluminense rumo à Tailândia, mas antes disso disputou forte a titularidade, fazendo 22 partidas e dois gols.

Matheus Alessandro – Fora dos planos do Fluminense, o atacante foi mais um que não conseguiu vingar no profissional. Atualmente está no Botafogo-SP, mas jogou as duas partidas da Sul-Americana, uma como titular, e cinco jogos do Carioca.

Pablo Dyego – O atacante está atualmente no CRB após ficar fora dos planos do Fluminense. Ele atuou em apenas duas partidas do Carioca.

Gabriel Capixaba – O atacante ficou no banco em algumas partidas do Carioca e entrou contra Bangu, quando fez um gol, e Boavista. Depois, atuou pelo Sub-23, sofreu uma lesão e atualmente está no Amora, de Portugal.

Lucas Barcelos – Atualmente jogador do Figueirense, o atacante recebeu algumas oportunidades durante o Carioca, entrando até no clássico com o Flamengo. Fez quatro jogos pelo Flu em janeiro e só se transferiu em novembro.

Fonte: Lance

Foto: Thiago Mendes/ Porthix

CBF divulga calendário do futebol de base para 2021

A CBF se reuniu na última quarta-feira (6/1) e definiu o calendário das competições de base para a temporada 2021, divulgados nessa sexta (8/1). Confira as datas de início dos torneios disputados pelos Moleques de Xerém:

Brasileiro Sub-17: 23 de Março

Copa do Brasil Sub-17: 27 de Julho

Brasileiro Sub-20: 26 de Maio

Brasileiro de Aspirantes: 10 de Junho

A Ferj também já confirmou a realização dos estaduais sub-15, sub-16 (Guilherme Embry), sub-17 e do Torneio Otávio Pinto Guimarães (OPG), cancelados em 2020 por conta da pandemia, além do Carioca sub-20.

Lembrando que os Moleques de Xerém ainda disputam duas competições de base remanescentes da temporada 2020: a Copa do Brasil Sub-17 (nas quartas de final contra o Atlético-MG) e o Brasileiro de Aspirantes (semifinal contra o Vila Nova-GO).

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Agenda lotada! Flu tem jogos importantes e decisivos do sub-17 ao profissional no início de janeiro

2021 começa com tudo para o tricolor das laranjeiras. O Fluminense terá confrontos que podem valer seu ano do sub-17 ao profissional. E o ge preparou uma agenda com data e informações de cada confronto. 

Já no dia 04/01, a série decisiva começa com um Fla x Flu valendo vaga na semifinal do brasileiro sub-20. Após perder o primeiro jogo de 3 x 1 para o time da Gávea fora de casa, o tricolor terá que correr atrás do prejuízo, e reverter o placar dentro de Laranjeiras, as 15h. A tarefa será complicada, mas bem possível, afinal o time é qualificado. Em caso de vitória com dois gols de diferença a vaga será decidida nos pênaltis, por três gols ou mais, o seu adversário será São Paulo ou Athletico-PR. 

No dia 06/01, será a vez da geração dos sonhos, recém campeã brasileira sub-17 medir forças com o Atlético-MG pelas quarta de finais da Copa do Brasil da categoria. O primeiro jogo será em Minas Gerais no Sesc Alterosas, 19h.

O jogo da volta está marcado para o dia 10/01, em um domingo. A partida em princípio será disputada no Luso Brasileiro, na Ilha do Governador, as 18h15. 

No mesmo dia 06/01 para fechar a noite, teremos o segundo Fla x Flu da semana, mas agora pelo profissional. O Fluminense tentará sair da má fase recente, e voltar aos trilhos após a saída do treinador Odair Hellman. A partida é válida pela 28º rodada do Brasileirão e será disputada às 21h30, no Maracanã. Em sétimo lugar, o tricolor sonha com uma vaga na Libertadores. E no dia 13/01, o Fluminense viaja até São Paulo para confrontar o Corinthians pela 29º rodada. O time paulista tá crescendo na competição, e nesse momento se encontra apenas um ponto atrás do Flu. Na data da partida, dependendo dos confrontos da rodada anterior, poderá está na frente do time de Laranjeiras na classificação. Essas partidas serão de suma importância para o sonho da Libertadores tornar-se realidade. 

Para fechar a lista, o time de aspirantes ou sub-23, enfrentará o Vila Nova dia 07/01, as 15h30, no estádio Luso Brasileiro pelo jogo de ida das semifinais do brasileirão da categoria. Esse é o primeiro ano do projeto, e ser campeão seria muito importante para a consolidação da ideia implementada lá em Dezembro de 2019. O jogo de volta será dia 14/11 em Goiânia, no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga. Quem passar para a final, enfrentará Ceará ou Juventude.

Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

Hat-trick contra o Palmeiras faz Jonh Kenedy chegar aos 12 gols na temporada

A lua de mel com as redes tem deixado a torcida tricolor esperançosa. John Kennedy tem feitos gols e mais gols e transformado em doces sonhos as tardes e noites dos torcedores do Fluminense. Neste domingo (22), o time sub-20 do Fluminense venceu o Palmeiras, no Allianz Parque, por 4 a 2 com hat-trick de John Kennedy, em jogo válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro da categoria. Com estes três gols, John chegou a sete em oito jogos disputados na categoria. Já no sub-23, ele disputou cinco e marcou dois. Ao todo, nas duas categorias (sub-20 e sub-23) ele tem 13 jogos e 9 gols. Somando as duas categorias, John Kennedy precisa de 88 minutos para marcar um gol ou menos de uma partida inteira.

– Olha, tenho uma coisa fixa na minha cabeça: fazer gols o máximo que eu puder. Quero ser uma máquina de fazer gols. É o meu ofício. Claro que isso inclui em ajudar o Fluminense em todas as categorias que eu for jogar, sejam elas no sub-20, no sub-23 e no profissional, se o professor Odair precisar de mim. Tenho focado aqui na base, mas é o sonho de todo jogador vestir a camisa do do time de cima e comigo não é diferente. Não fugir disso. Enquanto o momento não chega, vou fazendo gols com a ajuda dos meus companheiros. – disse John Kennedy.

O próximo jogo do Fluminense de John Kennedy será na quarta-feira, dia 25, às 15h nas Laranjeiras, diante do Vasco da Gama, partida também pelo Campeonato Brasileiro. Ou não. Se for o caso, depende de como o Tricolor vai querer distribuir seus gols, John Kennedy poderá atuar no sub-23, na abertura da segunda fase do Campeonato Brasileiro da Aspirantes, no sábado (28), às 15h, contra o Bragantino, em Jarinu, interior de São Paulo. Cardápio vasto. Com fartura de gols.

NÚMEROS DE JOHN KENNEDY EM 2020:

  • 21 jogos
  • 12 gols

POR CAMPEONATO
Copinha

  • 3 jogos (110 minutos)
  • 2 gols
    Obs: 1 gol a cada 55 minutos

Campeonato Carioca sub-20:

  • 5 jogos (262 minutos)
  • 1 gol

Sub-20:

  • 8 jogos (545 minutos jogados)
  • 7 gols
    Obs: 1 gol a cada 77 minutos

Sub-23

  • 5 jogos (251 minutos jogados)
  • 2 gols

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Para o restante da temporada, Flu deve apostar em ‘reforços internos’

O Fluminense se prepara para as principais competições na temporada: o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil. E com o dificuldade financeira, agravada pela pandemia de coronavírus, o Tricolor não deve ir ao mercado em busca de contratações pontuais. A expectativa é que se aposte em ‘reforços internos’.

Com a indefinição do calendário sub-23, o Flu avalia o que fazer com a equipe comandada por Marcão. Assim alguns jovens que saíram do sub-20 para o time de aspirantes, foram integrados ao profissional e a tendência é de que sejam aproveitados já na retomada do Brasileirão e da Copa do Brasil, em agosto. É o caso do volante André, o atacante Luiz Henrique,
o zagueiro Luan, o lateral-direito Calegari, volante Martinelli e o meia Wallace, que com a sequencia de jogos do time, deverão ter oportunidades com Odair Helmann. O treinador já conta com o Marcos Paulo e Miguel, promovidos ao elenco principal em 2019.

Por outro lado, sem as competições do sub-23, o Fluminense terá um elenco inflado e por isso, existe a possibilidade de que uma barca de jogadores deixe às Laranjeiras, seja por fim de empréstimo ou rescisão. É o caso do centroavante Felippe Cardoso, que pode ser devolvido ao Santos

A cúpula Tricolor irá fazer uma avaliação após o reinício dos treinamentos, que está previsto para próxima segunda-feira (20), quando os atletas se reapresentam no CT Carlos Castilho.

Fonte: UOL
Foto: Lucas Merçon/Fluminense






Nem subiu e já pode sair: Fluminense luta para renovar com artilheiro da base

Foto: Mailson Santana/FFC

O Fluminense vem buscando nos últimos meses a renovação de contrato do atacante Evanilson, de 19 anos, artilheiro do Estadual e Brasileiro sub-20 pelo Fluzão, com 13 e oito gols respectivamente.

Tendo contrato em vigência até fevereiro de 2020, Evanilson já pode assinar um pré contrato com qualquer outra equipe.

Para “segurar” o atacante, o Fluminense ofereceu um contrato de cinco anos e mais um aumento salarial ao atacante, que ainda busca uma garantia que será aproveitado no elenco profissional na próxima temporada.

A preocupação de Evanilson e seu estafe se justifica: o jogador completará 21 anos em 2021, ou seja, só poderá atuar por mais um ano nas categorias de base.

Evanilson está no Fluminense desde 2013, quando veio por meio da captação de olheiros do clube, que pinçaram o atacante do Estação-PE. O jogador chegou a ser convocado para a seleção brasileira sub-17 e passou também pelo Samorín, clube da Eslováquia que tinha parceria com o Tricolor.

Fonte: Globoesporte.com

Fluminense figura entre os clubes que mais revelou jogadores atuando no Brasileirão

Foto: Lucas Merçon/FFC

O Fluminense é reconhecidamente um dos clubes com uma das melhores bases do futebol brasileiro. Nomes como Marcelo, Diego Souza, Carlos Alberto, Kennedy, Gerson, entre outros, saíram da base do clube, em Xerém, para brilhar nos gramados mundo a fora.

A base têm ajudado não só a encher os cofres do clube, como também para encorpar o time profissional, tanto é que o Fluzão é atualmente um dos clubes que mais utiliza jogadores na base no Campeonato Brasileiro 2019.

Com 11 jogadores usados até aqui, o Tricolor fica em terceiro lugar, atrás de Botafogo e Flamengo, que utilizaram 13 e 12 jogadores no atual Brasileirão até aqui.

Nomes como a dupla sensação da base, Marcos Paulo, João Pedro e Pedro, talvez seja os primeiros nomes que vêm até a cabeça do torcedor, porém, nomes mais experientes como Digão, Igor Julião e Wellington Nem também completam a lista.

Veja os 11 jogadores de Xerém utilizados no Brasileirão 2019:

Frazan, Mascarenhas, Digão, Igor Julião, Daniel, Miguel, Wellington Nem, Pablo Dyego, Pedro, João Pedro e Marcos Paulo

Fonte: Globoesporte.com

Fluminense promove peneira no dia 18

Crédito: Divulgação

Buscando encorpar ainda mais a base Tricolor, o Fluminense vai promover a sua famosa peneira no próximo dia 18 de maio. O Dia do Guerreiro Tricolor, como é chamado, é a chance de jovens de 10 a 17 anos poderem integrar a base do Fluzão.

A data para a inscrição de crianças de 10 a 13 anos será no dia 13 de maio em Xerém, no próprio Centro de Treinamento. Já para os times Sub-15 e Sub-17 a data é no dia 14, no mesmo local. Os documentos necessários para validação da inscrição são: carteira de identidade (se tiver); certidão de nascimento (original); eletrocardiograma de repouso com laudo e atestado médico para futebol com validade de 30 dias. A taxa é de inscrição é de R$ 20.

De acordo com a nota publicada pelo Clube, as inscrições ocorrerão por ordem de chegada, a partir das 9h. Porém, como as vagas são limitadas, o Fluminense aconselha que os jovens cheguem cedo.

Inscrições Sub-11 e Sub-13 (Nascidos em 2006, 2007, 2008 e 2009)

Dia: 13/05

Horário: 9h (ordem de chegada)

Local: CT Vale das Laranjeiras, em Xerém

Documentos: Identidade (se tiver), certidão de nascimento (original), eletrocardiograma de repouso com laudo e atestado médico para o futebol

Taxa: R$ 20

Inscrições Sub-15 e Sub-17 (Nascidos em 2002, 2003, 2004 e 2005)

Dia: 14/05

Horário: 9h (ordem de chegada)

Local: CT Vale das Laranjeiras, em Xerém

Documentos: Identidade (se tiver), certidão de nascimento (original), eletrocardiograma de repouso com laudo e atestado médico para o futebol

Taxa: R$ 20

Incêndio no CT do Flamengo deixa dezenas de vítimas na base rubro-negra

Foto: Reprodução/TV Globo

O incêndio teria começado nas primeiras horas do dia.

O Centro de Treinamento Presidente George Helal, mais conhecido como Ninho do Urubu, CT que abriga desde as categorias de base até a equipe profissional do Flamengo, passou por uma grande tragédia na manhã desta sexta-feira (08), onde um incêndio em um dos alojamentos deixou ao menos 10 mortos e três feridos.

De acordo com as primeiras informações do corpo de bombeiros, a maioria das vítimas tinham entre 14 e 17 anos, uma vez que o local afetado servia como alojamento para os jovens da categoria de base do clube.

O incêndio teria iniciado por volta das 5:10 da manhã, sendo controlado por volta das 7h:30, tempo suficiente para deixar o local parcialmente destruído e até irreconhecível.

Embora o CT esteja localizado em Vargem Grande, Zona Norte do Rio de Janeiro, uma das áreas mais castigadas pelo forte temporal que abalou a cidade na noite da última quarta-feira (06), a causa do incêndio, de acordo com as primeiras informações teria sido em decorrência de um estouro de botijão de gás.

O local atingido seria uma dos espaços mais antigos do CT do Clube. A área abrigava o elenco da base desde 2018, ano em que foi inaugurado o módulo profissional e a ala mais antiga passada aos garotos.