Opinião:Pequenos gestos fazem uma grande diferença

Nessa semana, o Fluminense recebeu as delegações do Uruguai e da Argentina no seu centro de treinamento, localizado na Barra da Tijuca. Ambas as seleções estão participando da Copa América e utilizaram as instalações tricolores como local de treino.

O que realmente chamou a atenção do público foi o gesto da diretoria tricolor em distribuir camisas personalizadas. Uma ação de marketing simples, mas que gerou uma(pequena) identificação com os principais jogadores das delegações como Cavani, Suárez e até um dos maiores jogadores da história e da atualidade, Lionel Messi.

Pedro junto com Suárez e Cavani (Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC)
Messi recebeu uma camisa do Flu e tirou uma foto com Pedro (Foto:Lucas Merçon/Fluminense FC)

Esse gesto foi repercutido em diversos jornais e levaram os tricolores ao delírio nas redes sociais. Se o objetivo era causar impacto na mídia e que os uruguaios e argentinos ficassem agradecidos, ele foi perfeitamente cumprido. Pergunte para esses jogadores, daqui a alguns anos se eles não saberão quem é o Fluminense.

Pode ter sido algo simples, como dar uma camiseta do clube de presente, mas marcou todos os jogadores dessas seleções. Expandir a marca do clube com jogadores internacionais e mostrar isso à todos foi uma ação muito eficiente. O Fluminense, dessa vez, mandou muito bem!

Saudações Tricolores,

João Eduardo Gurgel

Crédito da Foto Incial: Lucas Merçon/Fluminense FC

Celso Barros posa ao lado de Cavani: “Quem sabe no futuro ele poderá estar conosco”

Celso Barros e Cavani conversaram terça-feira no Centro de Treinamento do Fluminense, na Barra da Tijuca, que vinha servindo à seleção uruguaia na Copa América. O vice-presidente, empossado há duas semanas, postou uma imagem ao lado do centroavante de 32 anos e, na legenda, escreveu que sonha, futuramente, com a contratação. O craque tem contrato com o PSG até junho de 2020.

– Foi com alegria que recebemos as delegações do Uruguai e da Argentina no Centro de Treinamento do Fluminense. Tive oportunidade de bater um papo rápido com Cavani e tirar essa foto. Ele foi extremamente simpático. Quem sabe no futuro ele poderá estar conosco. Sonhar não custa nada – disse.

Assim como os demais uruguaios, Cavani ganhou do clube uma camisa oficial personalizada. Tirou foto com Pedro e Luis Suárez e levou os tricolores à loucura. A mesma ação ocorreu com a Argentina de Messi, nesta quarta-feira.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Cavani, Suárez e até Arrascaeta: Fluminense presenteia elenco uruguaio em último treino no Rio

A seleção uruguaia vive clima de despedida do Rio de Janeiro após vencer o Chile no Maracanã por 1 a 0 e se classificar em primeiro lugar do grupo C da Copa América. Hoje pela manhã, no último treino no Centro de Treinamento do Fluminense, o elenco de estrelas ganhou camisas oficiais.

As roupas estavam expostas logo na entrada do CT. À medida que chegavam, os jogadores pegavam as suas e agradeciam aos tricolores Pedro, Gilberto e Matheus Ferraz.

Cavani, que marcou o gol do triunfo desta segunda-feira, Suárez e até mesmo Arrascaeta, que joga no Flamengo, foram alguns dos presenteados. O centroavante do PSG, inclusive, foi flagrado admirando o uniforme e, em seguida, cumprimentando Pedro.

Ao lado de Suárez, Pedro é cumprimentado por Cavani, que segura camisa do Fluminense. (Foto: Victor Lessa/Rádio Globo)

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.