Vice presidente do Fluminense, Celso Barros parabeniza equipe pela vitória

O vice presidente eleito do Fluminense, Celso Barros, usou sua conta oficial para parabenizar a equipe do Fluminense pela vitória na última quarta-feira (06), de virada, por 2 a 1 sobre o Flamengo.

Celso, que ultimamente usava sua conta das redes sociais para contestação da atual gestão, dessa vez limitou-se a parabenizar a equipe. Confira:

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Celso Barros volta a criticar trabalho de Marcão e alfineta Thiago Silva

O vice presidente eleito do Fluminense, Celso Barros, voltou a criticar a o desempenho de Marcão à frente do comando técnico do Fluminense. Celso usou a porcentagem obtida pelo novo treinador, e ressaltou que é importante parar de queimar a gordura conquistada no primeiro turno.

Celso ainda alfinetou Thiago Silva, que saiu em defesa do técnico e amigo Marcão, na última postagem do vice presidente, criticando o técnico.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Thiago Silva responde postagem de Celso Barros e cobra créditos para Marcão

O zagueiro e ídolo da torcida Tricolor, Thiago Silva, movimentou as redes sociais na manhã desta quarta-feira (23), quando comentou uma postagem do vice presidente geral do clube, Celso Barros, que segue afastado.

Na postagem, Celso falou sobre o interesse de Ariel Holan e Lisca em treinar o Fluminense em 2019, antes da efetivação de Marcão naquela época.

Celso Barros “reaparece” nas redes sociais, questiona escolhas e dispara: “Só os amigos do rei são escolhidos”

Após a derrota do Fluminense para o Atlético-Go, na última quarta-feira (16), o vice presidente eleito do Fluminense, Celso Barros, que segue afastado do futebol do clube, usou sua rede social para questionar alguma escolhas feitas pelo atual presidente, Mário Bittencourt.

Além disso, Celso, também questionou as vendas dos jovens jogadores e manutenção de alguns veteranos:

Foto em destaque: Divulgação

Sobre suposta “rachadinha” Celso Barros cobra conselheiros: “que estas questões sejam apuradas com todo rigor”

O vice-presidente geral do clube, Celso Barros, se manifestou neste sábado, através das redes sociais, (10) com relação a polêmica envolvendo uma possível “rachadinha” durante as negociações de um patrocínio, para final do Carioca, contra o Flamengo.

Em seu texto, o dirigente tricolor cobra para que as apurações sobre o fato sejam investigadas com rigor, por parte dos conselheiros do clube.

Confira a postagem de Celso Barros

Foto: Fluminense Football Club

Pelas redes sociais Celso Barros fala sobre postagem com exclusão de Conca: “atitude lamentável de ingratidão e de ódio”

A polêmica postagem do Fluminense esperando a imagem de Conca em uma comemoração de um gol, gerou grande críticas por parte da torcida, tanto que o clube tentou amenizar postando inclusive os gols da partida com um deles sendo marcado exatamente por Conca.

O que começou na torcida chegou até o vice presidente geral, Celso Barros, que já havia feito fortes críticas ao presidente Mário Bittencourt, em entrevista ao GE na última sexta-feira (25), e voltou a atacar o mandatário no caso Conca. Veja a postagem:

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Celso Barros classifica temporada como “muito ruim” e aponta responsável pelo momento atual do clube

Após a eliminação do Fluminense na Copa do Brasil, o vice presidente eleito do clube, Celso Barros, que segue afastado do futebol, concedeu entrevista na última sexta-feira (25) ao GE e apontou o que pra ele seria o principal responsável pelo atual momento do clube:

O culpado maior não é o Odair, o grande culpado é o Mário… Se quiser discutir técnico, contratação de A ou B, vide os atletas do Cruzeiro rebaixado que vieram, que se discuta. Mas o Mário foi o grande responsável pelo elenco, assumiu o futebol sozinho, descartou um acordo politico que existia entre eu, ele e o grupo dele. E infelizmente o resultado está sendo bem ruim – declarou Celso, que chegou a afirmar que “erros” em contratações é normal, porém a forma como o presidente atual vem administrando que seria o “errado”.

Contratação de jogador você sempre vai errar, mas tem que minimizar ao máximo, acertar mais do que errar. Mas vai errar, seja eu, ele, qualquer um. Quando trouxe o Cícero e o Soares, o grande nome era o Soares, acabou que quem deu certo foi o Cícero. Então isso acontece, seja quando eu estava lá, seja agora na formação do elenco. Mas hoje, o grande responsável, e ele desejava isso ao promover a minha exclusão, chama-se Mário Bittencourt. Quis assumir uma posição que sabe tudo.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

“Ninguém conseguirá fazer uma boa gestão trabalhando de forma isolada”, diz Celso Barros sobre atual momento do Flu

O vice presidente eleito do Fluminense, Celso Barros, afastado do departamento de futebol desde setembro do ano passado usou as redes sociais para falar do atual momento vivido pelo clube.

Na postagem, Celso questionou as relações com empresários e falta de transparência, tema que também vem sendo muito questionado por torcedores nas redes sociais.

Celso aproveitou a postagem para questionar a forma com a atual gestão vem trabalhando à frente do clube, chegando a dizer que: “Ninguém conseguirá fazer uma boa gestão trabalhando de forma isolada.”

Confira a postagem:

Por meio de rede social, Celso Barros se manifesta por ausência em Live: “Não Fui Convidado”

O Fluminense comemorou seus 118 anos – completados na última terça-feira (21), neste sábado (25) quando marcou diversos eventos ao longo do dia. Um deles: uma live com “personagens” do título Brasileiro de 2010 in loco (Fred, Digão e Tarta), além de outros depoimentos por video. Contudo, algumas ausências chamaram a atenção.

Uma delas, a do principal patrocinador na época e atual vice presidente do clube, Celso Barros, que por meio de suas redes sociais na noite deste domingo (26), explicou a ausência.

https://www.instagram.com/p/CDHvoxAprUQ/?igshid=rcq0hs7ay9qm

Na mesma publicação, Celso ainda mencionou alguns outros nomes de destaque na conquista que ficaram de fora da Live, como Conca, principal jogador daquela competição, Emerson Sheik, autor do gol do título, Muricy Ramalho, técnico campeão, além de Roberto Horcades, presidente do clube em 2010.

Vale destacar que Celso apesar de vice presidente eleito, está afastado de clube desde o final do ano passado após divergências com o atual presidente Mário Bittencourt.

Opinião – Fluminense está equivocado em se posicionar de forma radical

Vice Presidente do Fluminense ao se pronunciar contra Governo Federal e clubes co-irmãos , joga para galera e age de forma equivocada .

Talvez tentando embarcar no momento de pequeno declínio popular do Presidente da República naquela data e aproveitando se do fato de duas agremiações rivais estarem reunidas com nosso representante máximo do executivo da Federação. Dr Celso Barros me fez questionar sobre como se deve, o Fluminense e quem está a frente do clube agir .

Deixar sua posição pessoal sobre retorno ou não do futebol Brasileiro nesse momento é algo salutar e compreensivel, até porque ele é médico e tem alguma capacidade mínima para nesse contexto dar seu parecer , e ele diz priorizar vidas humanas num contexto e é até de se admirar e tem até uma lógica , disso ele não fugiu . Mas há outros pontos que analisei que vejo imprudência nas declarações dele .

Um ponto relevante mediante tudo isso é a marcação política dele. Tal como Raí do São Paulo critiquei muito , Celso não irá fugir a isso . Citar termos ao fim da postagem como “Gripezinha” deu ênfase num posicionamento particular político dele , ou seremos ingênuos !? Não! Ele da uma cutucada no nosso Presidente, mas ao Lula , condenado, ele até hoje replica em suas redes sociais . Direito dele mas cabe registro .

Mas antes fosse só isso. Foi além , aliás se fosse isso não me daria o trabalho de escrever , era completamente inteligente ignorar .

A questão está a volta ou a viabilidade de se retornar as atividades esportivas , discussão de calendário , e da volta de jogos com ou sem público! Opa pera lá!
Como assim ?! Não estava lá não sabe detalhes do que foi conversado e ataca a Flamengo e Vasco a troco de nada e sendo contra a volta do Futebol , esporte esse que é a mola propulsora das finanças do Clube e da existência do Clube , o Fluminense é pioneiro tem que estar discutindo na CBF , na FERJ e em qualquer dos Governos a viabilidade do retorno das atividades desportivas , se vai ser em Junho, Julho , Agosto ou Setembro , ele deve estar inserido nesse contexto e não simplesmente marcar uma posição contrária de forma mimada e teimosa retumbando o famoso #fiqueemcasa como se o mundo pudesse parar , discutir se pode ou não ter jogos e dar condicões a isso é fundamental, que seja sem público, que se faça testes nos atletas , levem soluções inteligentes e tentem ajudar nesse processo .

O Fluminense deu uma grande mancada nesse posicionamento , vejo com tristeza que a demagogia patife e o lobby corrente do momento político aproveitando-se dessa crise na saúde tenha atingido em cheio Laranjeiras , pois sabe-se que essa é a posição de nosso Presidente em exercício Mário Bittencourt também, lamentavelmente.

Erra o Fluminense em não tentar entrar nessa discussão e achar soluções, se fechar num casulo trazendo a política do politicamente correto só para não “mancharem” sua imagem e deixar protagonizar Flamengo e Vasco , e pior ainda trazendo uma luta politica do assunto para alfinetar rivais fora de campo .

A vida tem que continuar , o Futebol tem que continuar , há de se adaptar a uma nova realidade , hoje não pode ter público, não tenha , mas gradativamente e de forma responsável esse retorno se torna vital, ou há interesse em não retonar ou arrastar o máximo que puder ?!

Por isso vejo de forma lamentável o posicionamento do Fluminense e seus respectivos gestores em exercício.

Por Marco Velloso