fbpx

Ex Flu, Cavalieri encaminha acerto com a Chapecoense

Foto: Divulgação/FFC

O goleiro Diego Cavalieri, de 36 anos está acertando sua transferência para a Chapecoense.

A informação foi passada pelo repórter Mateus Montemezzo, setorista do Verdão do oeste na Rádio Oeste Capital.

Cavalieri disputou o último Campeonato Carioca pelo Botafogo, onde foi reserva de Gatito Fernandes grande parte do torneio, irá reencontrar caso se concretize a negociação com outro ex Tricolor, o zagueiro Gum, que acertou com a Chape no início deste ano.

Ainda de acordo com Montemezzo, o anúncio do goleiro pode acontecer a qualquer momento.

Gum revela que não pretendia deixar o Fluminense

Foto: Divulgação/Chapecoense

Zagueiro concedeu sua primeira entrevista pela Chapecoense.

Após ser oficializado e treinar o zagueiro Gum concedeu sua primeira entrevista pela Chapecoense nesta quinta-feira (14).

O zagueiro de 31 anos que tem grande identificação com o Fluminense onde atuou por quase 10 anos, não se esquivou ao ser questionado sobre sua saída do Tricolor:

– Foi algo recente. Não esperava sair do Fluminense, mas acabou acontecendo – llimitou-se em dizer o zagueiro, que ainda deu uma breve explicação do motivo da demora em acertar com a Chape

– Dia 2 de janeiro houve a proposta, conversa com a Chapecoense. Naquele momento não achei justo com a Chapecoense, meu coração estava ligado ao Fluminense. Foram quase 10 anos, me entreguei ao clube e precisava de um tempo para me desligar do clube emocionalmente. Chego com o coração na Chapecoense – afirmou o zagueiro que ainda revelou o porquê de escolher o verdão do oeste:

– A cidade respira a Chapecoense e isso é lindo de ver. Quando vejo isso nas pessoas, eu fico feliz, porque minha decisão foi certa no momento – concluiu Gum

Ex Flu, Gum e oficializado pela Chapecoense

Foto: Divulgação

Zagueiro já participou inclusive do primeiro treinamento.

Após sua saída do Fluminense no final do de 2018, o zagueiro Gum, de 31 anos, em fim já tem uma nova casa.

O zagueiro foi anunciado de forma oficial pela Chapecoense, com quem assinou contrato até dezembro de 2019.

Zagueiro já participou da primeira atividade na nova equipe. (Foto: Divulgação)

O jogador que já inclusive participou do primeiro treino em sua nova equipe, era pretendido também pelo CSA, de Alagoas, recém promovido a Série A.

Pelo Flu, Gum marcou trajetória com quase 10 anos de Laranjeiras, onde conquistou dois títulos brasileiros.

 

Siga também nosso canal no YouTube: https://www.youtube.com/user/flunewstv

Fora do Flu, Gum ainda aguarda definição de seu futuro

Foto: Léo Corrêa/AP

Zagueiro é o oitavo atleta com maior número de participação pelo clube.

Após nove anos vestindo a camisa do Fluminense, o zagueiro Gum deixou o clube ao final de seu contrato.

Livre no mercado, o jogador teve o nome ligado ao CSA, recém promovido a Série A do futebol brasileiro e, a Chapecoense. Contudo quase dois meses após deixar o Flu, o zagueiro ainda não acertou com uma nova equipe.

De acordo com o repórter Victor Mélo do site Globoesporte.com, o jogador confirmou que já conversou com alguns clubes, mas que ainda não definiu seu futuro e que estaria em oração para tomar a decisão certa.

Ainda de acordo com a reportagem do GE, o jogador ainda segue no radar do CSA e é pauta constante no clube alagoano.

Em nove anos vestindo a camisa do Fluminense, Gum alcançou a marca de oitavo jogador que mais vestiu a camisa Tricolor, com mais de 400 partidas pelo clube. O zagueiro ainda conquistou dois títulos brasileiros (2010 e 2012), além da conquista da Primeira Liga em 2016 e do Campeonato Carioca de 2012

Fluminense depende de si mesmo para se manter na Série A em 2019

A sequência de sete jogos sem vencer provocou nos tricolores o temor pelo rebaixamento, ainda que improvável, para a segunda divisão. Domingo, o Fluminense, que soma 42 pontos em 14º lugar, enfrenta o América-MG, que rema contra a degola, no Rio de Janeiro, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Abaixo, veja as contas para a permanência na Série A:

  • Caso vença ou mesmo empate com o América-MG, o Fluminense estará livre da queda;
  • Caso perca na rodada decisiva, dependerá de uma derrota do Vasco, que duela com o Ceará, vivo na luta por uma vaga na Sul-Americana, e de um empate/derrota da Chapecoense contra o São Paulo, que tenta um lugar na fase de grupos da Libertadores.

Também na confusão de baixo da tabela, o Sport, que arrancou 0 a 0 do São Paulo no Morumbi, nesta segunda-feira, pega o Santos, na Ilha do Retiro. Não chega no Fluminense, a menos que tire oito gols de saldo. Diante do panorama exposto acima, o clube de Laranjeiras precisa apenas fazer o dever de casa para escapar do Z-4, com Vitória e Paraná garantidos.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

 

Ex Flu, Cavalieri pode retornar ao Brasil

Goleiro estaria na mira da Chapecoense.

Ex goleiro do Fluminense, onde conquistou o título estadual e do Brasileirão em 2012, Diego Cavalieri, de acordo con o jornalista Mateus Montemezzo, da rádio Oeste Capital, estaria na mira da Chapecoense para substituir Jandrei, especulado na Sampdoria, da Itália.

O goleiro que foi dispensado do Fluminense ao final do ano passado, acertou sua transferência ao Crystal Palace, da Inglaterra no começo deste ano, mas não atuou em nenhuma partida e não teve o contrato renovado ao final da temporada europeia.

Ainda de acordo com o jornalista, os nomes de: Luiz, do Criciúma, Paulo Victor, do Grêmio, Marcelo Lomba, do Inter e Wilson, do Coritiba, também estão na pauta do clube catarinense.

 

ST,

Douglas Wandekochen

foto: Mailson Santana

Chapecoense pode ter mudanças contra o Fluminense

Kleina estuda a realização de até três mudanças.

Diante da boa fase em que atravessa a equipe tricolor, principalmente no setor ofensivo, o técnico da Chapecoense, Gílson Kleina, estuda fazer algumas mudanças na equipe catarinense para o duelo contra o Fluminense neste sábado (26), às 16h no estádio do Maracanã.

Durante os treinos ao longo da semana, Kleina testou as entradas de Eduardo, Elicarlos e Leandro Pereira nos lugares de Apodi, Guilherme e Wellington Paulista, visando segundo o treinador, deixar o time mais consistente:

– A gente notou que  precisamos ter alguma consistência diferente dentro ou fora de casa. Fizemos uma partida espetacular contra o Flamengo, competimos contra o Atlético-MG e fora de casa erramos muitos passes, o time ficou espaçado. Mudanças são sempre para o bem, vamos fazer a análise dos jogadores e, se preciso for, fazer alguma mudança – comemtou o treinador.

 

ST,

Douglas Wandekochen

CBF altera data e horário de Fluminense x Chapecoense

O duelo entre Fluminense e Chapecoense, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, sofreu mudanças de data e horário. A princípio, a bola rolaria dia 27 de maio, domingo, às 19h. Agora, o jogo está marcado para 26 do mesmo mês, às 16h. O Maracanã é o palco do encontro entre os times.

O Tricolor nunca venceu a Chape e busca dar fim ao tabu. Até aqui, foram nove embates, sendo três empates e seis vitórias do clube catarinense.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!

Top