fbpx

Clássico com portões fechados gera prejuízo de mais de R$ 200mil ao Fluminense

Fluminense e Vasco entraram em campo no último domingo (15) em partida válida pela terceira rodada da Taça Rio. Apesar do mando de campo ter sido do Vasco, o Fluminense saiu com a maior parte do prejuízo, 88% da dívida.

Segundo o site Globoesporte.com, o Fluminense ficou com a maior parte das despesas por ter mantido o jogo no Maracanã. Ainda segundo o site, ao saber que o jogo seria com portões fechados (medida preventiva contra a disseminação do Coronavírus), o Vasco sugeriu realizar o jogo em São Januário, o Fluminense, pego de surpresa às vésperas da partida, se comprometeu em assumir a maior parte das despesas para a programação ser mantida no maior do mundo.

Mantida no Maracanã, o borderô da partida, divulgado pela Ferj, apontou para um custo de R$ 235.589,42. Como o jogo foi sem público, o valor virou saldo negativo as duas equipes, com o Fluminense no entanto arcando com a maior parte: R$ 207.966,28 das despesas, isto é, 88% do valor, 7,5 vezes a mais do que os R$ 27.623,14 (12%) que ficaram para o Vasco pagar. 

Mandante no clássico, Vasco estipula valor de ingressos para torcida do Flu

Fluminense e Vasco se enfrentam no próximo domingo (15) às 18hrs no Maracanã, com mando de campo do Vasco.

Apesar da determinação da Ferj do torcedor do Fluzão ficar no setor Sul do estádio, o Vasco, como mandante da partida, é quem determina os valores dos ingressos e, cobrou um valor bem salgado ao torcedor do Flu.

O valor mais barato aos tricolores, exatamente o setor Sul com exclusividade ao torcedor do Flu, custará a bagatela de R$100. Ainda há a possibilidade do setor Leste (misto) pelos mesmos R$100 ou então o Maracanã mais (misto) por R$165

A partida entre Fluminense e Vasco é válida pela terceira rodada da Taça Rio, e em caso de vitória do Fluzão elimina o rival do estadual.

Por opção técnica, Michel Araújo fica de fora do Fla-Flu

O Fluminense divulgou a lista de relacionados para o clássico desta quarta-feira (12) e de cara uma surpresa: a ausência do uruguaio Michel Araújo.

O uruguaio que chegou a ser relacionado nós últimos três jogos, mas nenhum como titular, chegou a entrar em dois deles, contra o Boavista, pela Taça Guanabara, e contra o Unión La Calera, pela Copa Sul-Americana.

Relacionado da última vez contra o Botafogo, em uma das vagas de meio de campo, o jogador teria sido preterido teoricamente por Hudson, que esteve de fora da última partida cumprindo suspensão automática.

Desta forma, os meias de origem que teoricamente Odair contará para o clássico serão três: Nenê, Ganso e Miguel.

Agora caso se considere o setor que Michel Araújo atuou nas duas partidas que entrou, os escolhidos por Odair no lugar do Uruguaio teriam sido Wellington Silva e Caio Paulista, qua atuam aberto pelo lado direito do campo, onde o uruguaio atuou nas duas oportunidades que teve.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Após servir a seleção, Nino ainda não é relacionado por Odair

O zagueiro Nino retornou ao Rio de Janeiro após disputar o Pré olímpico com a seleção brasileira sub-23 na Colômbia, quando a seleção conquistou uma das vagas nas Olimpiadas de Tóquio, no Japão.

O zagueiro que foi titular durante praticamente todo o torneio – exceto no último jogo contra a Argentina, quando cumpriu suspensão, se reapresentou ao Fluminense no entanto, ainda foi relacionado para o clássico desta quarta-feira (12), contra o Flamengo, pela semifinal da Taça Guanabara.

A expectativa é de que o jogador já possa ser relacionado na próxima terça-feira (18) quando o Fluminense vai ao Chile para enfrentar o Unión La Calera pela Copa Sul-Americana.

Com isso, a zaga titular deve ser formada por Digão e Luccas Claro, mesma dupla que jogou os últimos jogos, inclusive na vitória de 3 a 0 sobre o Botafogo, no último domingo (09).

Não só a zaga deve ser repetida, como também o time que iniciou o clássico vovô deve ser novamente escalado para a disputar o clássico desta quarta-feira.

Desta forma o time deve iniciar o jogo com a seguinte formação: Muriel, Gilberto, Luccas Claro, Digão e Egídio; Yuri, Henrique e Nenê; Wellington Silva, Marcos Paulo e Evanilson.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Fluminense faz promoção de ingressos para clássico contra o Flamengo

Embalado após três vitórias em três jogos, o Fluminense volta a campo na próxima quarta-feira (29) para enfrentar o Flamengo pela quarta rodada da Taça Guanabara.

Para o jogo que marca o primeiro clássico do Tricolor em 2020, a diretoria lançou uma promoção de ingressos, onde o sócio poderá adquirir seu bilhete por preços partir de R$16.

Para quem ainda não é sócio, o valor mais em conta é o de R$40 (R$20 meia). Como o mando de campo é do rival, os descontos só valerão para o setor Sul do estádio.

Veja todos os setores disponíveis para o público Tricolor:

Setor Sul  (Gratuidades neste setor)

R$ 16 – 60% de desconto – Tricolor de Coração, Pacote Futebol, Check-Ins 2020, Sócio Futebol, Eterno Amor, Construa o CT e Pacote Jogos.

 R$ 40 –  Guerreiro e Não-Sócios (R$ 20 meia-entrada)

Setor Leste Inferior – TORCIDA MISTA

R$ 50 – Sócios e Não-Sócios (R$ 25 meia-entrada)

Setor Oeste Inferior – TORCIDA MISTA

R$ 50 – Sócios e Não-Sócios (R$ 25 meia-entrada)

Setor Leste Mais (Buffet incluso*) – TORCIDA MISTA

R$ 200 – Sócios e Não-Sócios (R$ 132,50 meia-entrada)

Maracanã Mais (Buffet incluso*) – TORCIDA MISTA 

R$ 250 – Sócios e Não-Sócios (R$ 157,50 meia-entrada)

Os torcedores podem adquirir os ingressos de forma antecipada, retirada e troca de voucher e gratuidades nos postos físicos nesta segunda e terça-feira, dias 27 e 28 respectivamente.

Laranjeiras: Sede do Fluminense (Rua Álvaro Chaves, 41)
Dias 27/01 e 28/01, segunda e terça-feira, das 10h às 20h.

Maracanã:Bilheteria 1 (Avenida Maracanã, S/N)

Dias 27/01 e 28/01, segunda e terça-feira, das 10h às 17h.

Del Castilho: Loja Oficial Fluminense FC – Shopping Nova América (Avenida Pastor Martin Luther King Jr, 126, 1º Piso) – SOMENTE SETOR SUL

Dias 27/01 e 28/01, segunda e terça-feira, das 10h às 21h.

Bangu: Loja Sport West – Bangu Shopping (Rua Fonseca, 240, 1º Piso, Loja 134 e 134A) – SOMENTE SETOR SUL

Dias 27/01 e 28/01, segunda e terça-feira, das 14h às 21h.

Niterói: Loja Oficial Fluminense FC – Galeria Beco do Ouro (Avenida Gavião Peixoto, 104, Icaraí) – SOMENTE SETOR SUL

Dias 27/01 e 28/01, segunda e terça-feira, das 10h às 18h.

Ainda é possível a compra através da internet pelo site: https://flamengo.superingresso.com.br/#!/apresentacao/703263a902afa25e902b773132eb0c667927dc57.

Check in já está aberto para Fluminense x Vasco

A venda de ingressos para o clássico contra o Vasco, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, no dia 2 de novembro (sábado), às 19h, no Maracanã, já começou. 

A novidade é a Leste Inferior que será exclusiva para os sócios, quem adquirir o primeiro ingresso o segundo sairá de graça (exceto para membros do plano Guerreiro). Já os não-sócios a venda começou no domingo (27), no site do fluminensefc.futebolcard.com. E os pontos de vende abriram hoje (28/10).

Os ingressos terão os seguintes valores: R$ 50(R$ 25 a meia) no setor Sul e R$ 155 (R$ 110 a meia) no Maracanã Mais. Exclusiva para sócios, a Leste Inferior terá o valor de R$ 40para membros do plano Guerreiro; R$ 10 para sócios Eterno Amor, Construa o CT, Pacote Jogos e Sócio Futebol (com o segundo ingresso saindo com 100% de desconto); e dois ingressos com 100% de desconto para sócios Tricolor de Coração, Pacote Futebol e Check-Ins 2019.

Os ingressos para o setor Leste Inferior deverão ser carregados no cartão de sócio ou retirados em algum ponto de venda ou bilheteria. O E-Ticket está disponível apenas no Setor Sul e Maracanã Mais.

Créditos da imagem: Lucas Merçon/FFC

Fluminense perde para o Flamengo e volta a ser ameaçado pela zona de rebaixamento

Deu Flamengo no sexto clássico com o Fluminense em 2019. A derrota no Maracanã, perante maioria rubro-negra, começou a ser desenhada aos 3 minutos, quando Bruno Henrique marcou de cabeça, em cochilo da zaga após cobrança de escanteio. No lance anterior, Yony González havia dado a bola nos pés de Gabriel, dentro da área; Muriel mandou pela linha de fundo.

Logo em seguida, Wellington Nem completou, de voleio, cabeceio de Yony. Diego Alves espalmou, mas a jogada, provavelmente, seria anulada em caso de gol, em razão da posição irregular do atacante. A resposta veio num contra-ataque que terminou com Gabriel frente a frente com Muriel, novamente melhor no duelo com o artilheiro do Campeonato Brasileiro.

Aos 10′, o VAR entrou em ação. Anderson Daronco analisou suposto pênalti de Nino em Gabriel e, dois minutos depois, ordenou o prosseguimento do jogo. O rival seguiu dando trabalho a Muriel. Defendeu finalizações de Éverton Ribeiro e Rodrigo Caio; entretanto, só olhou as perigosas cabeçadas de Frazan e Vitinho.

Na primeira etapa, o Tricolor arrumou duas boas investidas. Wellington Nem arrancou e chutou para Diego Alves espalmar. No fim, Yony González acertou voleio para fora, com o goleiro já vencido.

Os erros depois do intervalo continuaram os mesmos. A marcação alta do Flamengo dificultava a saída de bola do Time de Guerreiros, que acabava se enrolando. Numa das chegadas, saiu o segundo gol: Gérson, revelado pelo Fluminense.

A intensidade rubro-negra caiu e, mesmo assim, o Tricolor pouco conseguiu ameaçar. Pelo contrário: chegou a apenas observar a troca de passes, enquanto a torcida rival cantava “Olé”. Frazan, caído, quase diminuiu, já nos acréscimos, ao finalizar para mais uma boa defesa de Diego Alves.

O segundo revés seguido recoloca o clube das Laranjeiras em condição delicada no Brasileirão, apesar de ainda ocupar o 15º lugar e não sofrer risco de cair para o Z-4. Por outro lado, perde uma posição se o Ceará vencer o Bahia, amanhã, na Fonte Nova, e empata em pontos com o CSA se este vencer o Botafogo no Nilton Santos. O próximo compromisso é diante da Chapecoense, sábado, no Maracanã.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Marcão analisa a derrota contra o CAP e já mira o clássico

Foto: Douglas Wandekochen/Canal Flunews

Pós a derrota de virada de 2 a 1 para o Athletico-PR, o Fluminense tem pouco tempo para digerir o resultado. Isso porque no domingo (20), o Tricolor volta à campo para enfrentar o Flamengo, líder da competição.

Após a derrota que pós fim há uma série de cinco partidas de invencibilidade, o treinador analisou o resultado às vésperas de um clássico:

Perder nunca é bom, mas a gente sabia que seria uma partida difícil. Jogando em casa, diante do nosso torcedor, a gente nunca imagina a situação de sair derrotado, mas enfrentamos uma grande equipe, estruturada, e tentamos minimizar erros do jogo passado. Infelizmente, alguns detalhes fizeram a diferença a favor deles – disse Marcão, que já projetou o confronto ante o Flamengo, no próximo domingo (20).

Agora, é corrigir nesse espaço curto de tempo para que domingo a gente esteja com a cabeça boa para enfrentar um grande rival – completou o comandante, dando indícios que não deve mexer na equipe, pelo menos para o próximo jogo.

Veja a coletiva de Marcão não integra:

Botafogo acerta venda de mando contra o Flu e jogo acontecerá fora do Rio

Foto: Divulgação/Comitê Olímpico

O clássico entre Fluminense e Botafogo, marcado a principio para o dia 6 de outubro, vai acontecer fora do Rio de Janeiro.

O jogo que é de mando do time alvinegro, seria disputado no estádio Nilton Santos, em Engenho de Dentro, foi negociado pelo Botafogo, e vai acontecer no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Vale destacar que o Fluminense usou do mesmo artifício e também vendeu um de seus jogos ao ao estádio da Capital federal, quando vai enfrentar o Corinthians, pela última rodada do primeiro turno, também no Mane Garrincha.

Top