Jorge elogia Diniz e almeja conquistas na temporada: “Temos tudo para chegar nas finais e ganhar títulos”

Um dos sete reforços do Fluminense para a temporada, o lateral-esquerdo Jorge, que veio por empréstimo junto ao Palmeiras, foi apresentado de forma oficial à imprensa nesta terça-feira (10). E no primeiro contato com os jornalistas, o jogador não perdeu a oportunidade de elogiar o comandante:

– Ele conversa muito comigo no dia a dia e me pede pra correr. Dentro de uma equipe como o Fluminense temos que correr muito. Não é só qualidade, tem que correr, até porque com o Diniz não tem time titular. Todos somos um só. Não tem posição exata e vou dar o meu melhor. A competição dentro do treino é boa e temos tudo para chegar em finais e trazer títulos para o Fluminense – destacou o lateral.

Foto em destaque: Marcelo Gonçalves/FFC

Diniz vê méritos na classificação do Corinthians, mas contesta resultado: “Muito cruel”

https://www.betnacional.com?p=canalflunews

O Fluminense foi eliminado na Copa do Brasil nesta quinta-feira (16) ao ser derrotado por 3 a 0 para o Corinthians na Neo Química Arena, em São Paulo.

Na coletiva pós jogo, o técnico do Flu, reconheceu os méritos do adversário mas contestou o resultado:

Pra falar do jogo de hoje tem que falar do jogo no Rio, onde fomos muito superiores. Tivemos chances de sair com vantagem boa, cedemos o empate, até no primeiro gol, que foi um lance que a gente acabou entregando. Hoje foi muito equilibrado aqui, Corinthians marcou bem, mas voltamos pressionando muito, eles souberam se defender, travaram a maioria dos chutes. 3 a 0 não demonstra o que foi a partida, foi muito cruel o resultado. Mas o Corinthians teve mérito, partida equilibrada, principalmente aspecto defensivo. Passou com justiça – declarou o treinador.

Foto em destaque: Marcelo Gonçalves/FFC

Fernando Diniz lamenta chances perdidas pelo Flu: “faltou a bola entrar”

São Paulo e Fluminense ficaram no empate por 2 a 2 em jogo válido pela 17° rodada do Campeonato Brasileiro, neste domingo (17), no Morumbi.

Na coletiva pós jogo, o técnico do Fluminense, Fernando Diniz lamentou as chances perdidas, mas elogiou a segunda etapa da equipe:

Faltou a bola entrar. Tivemos muitas chegadas, mas a bola só entrou duas vezes. Pagamos um preço nesse jogo. Se você me perguntar o ponto mais delicado do jogo, foi o momento do primeiro tempo que a gente podia ter aproveitado o momento de instabilidade do São Paulo para acelerar o jogo e não aproveitamos. Torcedor do São Paulo já estava um pouco insatisfeito, mas eles cresceram e a torcida foi junto. Mas no segundo tempo jogamos o tempo todo muito melhor. As chances mais claras do São Paulo estavam em impedimento. Mas gostei bastante do comportamento da equipe no segundo tempo – disse o treinador.

Foto em destaque: Marcelo Gonçalves/FFC

Diniz lamenta vitória com placar apertado: “poderia ter sido mais elástico”

O Fluminense bateu o Cruzeiro por 2 a 1 na noite desta quinta-feira (23) no Maracanã, pelo primeiro jogo das oitavas de finais da Copa do Brasil.

Jogando com um a mais desde o final do primeiro tempo, o técnico Fernando Diniz lamentou a vitória com o placar apertado:

Quero parabenizar pelo que a gente fez, pela vitória, e saber que poderíamos ter aproveitado melhor nossas chances e não ter cedido o gol que cedemos para o Cruzeiro, totalmente evitável. O que ficou de ruim foi que o placar teria que ter sido mais elástico para traduzir melhor a história do jogo – disse o treinador.

Vale lembrar que não há mais o gol qualificado. No jogo da volta, marcado para o dia 12 de julho, no Mineirão, o Fluminense avança com qualquer empate. Em caso de vitória do Cruzeiro por um gol de diferença a decisão será nos pênaltis.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Presidente do Fluminense convoca coletiva para tarde desta segunda-feira

Questionado por boa parte da torcida e mídia segmentada, o presidente do Fluminense convocou coletiva para a tarde desta segunda-feira (13).

O aviso foi informado pela assessoria de comunicação do clube, que limitou-se a confirmar o dia e horário, sem especificar que tipo de assunto o presidente irá tratar na coletiva. Acompanhe o comunicado:

AVISO DE COLETIVA:
O presidente Mário Bittencourt dará entrevista coletiva, às 16h desta segunda-feira (13/06), no CT Carlos Castilho. Entrada da imprensa a partir das 15h45.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Fernando Diniz se alegra com vitória do Fluminense sobre o Atlético-MG: “A gente fez um jogo sensacional”

Depois de uma vitória de 5×3 sobre o Atlético-MG no Maracanã, Diniz definiu a partida como “Sensacional”, mas com a exceção dos erros nos gols cedidos ao Galo.

A gente fez um jogo sensacional. Do ponto de vista do futebol, para o torcedor tricolor e também para quem gosta de futebol. Foi uma grande exibição. Tivemos erros, claro. Cedemos gols para o adversário que não poderiam ter sido cedidos. Mas queria destacar o desempenho e a coragem de jogar contra um dos favoritos para ganhar o Brasileiro e também a Libertadores. Jogamos futebol de alto nível, os jogadores estão de parabéns. E os torcedores também, eles foram premiados com um grande jogo e uma grande vitória – disse o treinador, que fez um apelo para os torcedores do Fluminense:

Peço aos muitos tricolores que venham ao estádio, porque a presença deles é muito importante. Quero muito ver esse Maracanã lotado com torcedores tricolores, que é uma torcida apaixonada, linda – completou.

O técnico foi só elogios na coletiva de imprensa. Elogiou o desemprenho e a coragem da equipe no jogo, e destacou o gol de barriga do Germán Cano:

 – O gol de barriga foi uma feliz coincidência (risos). O Cano tem uma sintonia bastante fina com aquilo que eu penso do futebol. Mas é mais do que penso do futebol, é do que penso na vida. É um cara diferente, minha relação com ele no Vasco foi extremamente prazerosa, com um grau de profundidade que não é fácil de ter em pouco tempo.

Diniz também falou um pouco do clima no vestiário:

É um clima de muita alegria, mas pode ter certeza que de pés no chão. Os jogadores têm que desfrutar de uma vitória desse, e têm que desfrutar mesmo. Têm que aproveitar até o momento que der. Passou amanhã, já vamos começar os treinamentos e pensar no Atlético-GO. Temos que procurar corrigir os erros que tivemos no jogo e otimizar as coisas que fizemos bem feito.

Foto em destaque: Marcelo Gonçalves/FFC

Diniz revela que Fluminense solicitou o adiantamento da partida: “Jogo totalmente adaptável para se realizar em outra data”

O jogo entre Juventude x Fluminense ficou marcado pelo péssimo estado do estádio Alfredo Jaconi, totalmente alagado devido às fortes chuvas que atingiram Caxias do Sul.

Tendo perdido o jogo por 1 a 0, grande parte da delegação Tricolor questionou o estado do gramado e, segundo o técnico Fernando Diniz, chegou inclusive a solicitar o adiantamento da partida:

– O Fluminense solicitou (o adiamento do jogo). É uma vergonha permitir que um jogo desses na Série A do Campeonato Brasileiro, ainda mais que o Fluminense não está na Libertadores e nem na Sul-Americana. E o Juventude não está disputando nada internacional e nem a Copa do Brasil. Era uma partida facilmente adaptável para fazer um jogo de futebol em outra data. Não seria uma coisa difícil. E mesmo que fosse, porque não tinha condições de praticar futebol – revelou o treinador.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Especialista na recuperação de jogadores, Diniz elogia Nathan: “Se encaixa perfeitamente no modelo que penso de futebol”

De volta ao Fluminense após três anos, o técnico Fernando Diniz se mostrou empolgado no retorno ao clube. Na coletiva de apresentação realizada de forma presencial no CT Carlos Castilho, o treinador falou sobre seu histórico de recuperar jogadores em baixa e rasgou elogios para o meia Nathan.

O Nathan é um jogador extremamente talentoso, que se encaixa perfeitamente no modelo do que eu penso de futebol. Vou fazer de tudo para poder ajudá-lo, para que ele atenda às expectativas que foram criadas com chegada dele aqui. É um jogador que tem um potencial enorme. – disse Diniz.

O treinador também fez questão de lembrar jogadores que se destacaram na sua primeira passagem e apareceram no cenário nacional.

Em 2019 a marca negativa daquele trabalho foi a campanha no Brasileiro, e não podemos ter uma campanha como aquela. Por mais que joguemos bem, temos que pontuar bem também. Mas, tirando isso, aquele foi um momento muito especial para o Fluminense. O Nino era um desconhecido, Allan, Caio Henrique, Yony González, João Pedro, Marcos Paulo, Miguel… foi um celeiro de preparar jogadores que, praticamente ninguém, conhecia, para estourarem no cenário nacional. Teve muito resultado também naquele time, a campanha do Campeonato Brasileiro, em termos de números, não foi boa, mas teve muita coisa positiva naquele momento também. – completou o treinador.

A reestreia de Fernando Diniz no Fluminense acontece no duelo decisivo contra o Junior Barranquilla-COL, pela quarta rodada da Copa Sul-Americana, amanhã (4/5), às 21:30, no Maracanã.

Foto: Marcelo Gonçalves/ FFC

Em coletiva, Abel elogia temporada do time: “Ninguém vai vencer fácil o Fluminense”

O Fluminense fez sua estreia na Copa Sul-Americana nesta quarta-feira (06) quando venceu o Oriente Petrolero por 3 a 0, no Maracanã.

Com uma atuação segura, o treinador Abel Braga destacou não só a vitória sobre os bolivianos, como também destacou a temporada do time:

Hoje o Fluminense tem um respeito que não tinha. Perdemos pro Olímpia, resultado que nos deixou mal, mas recuperamos rápido. Ninguém vai vencer fácil o Fluminense. O time que entrar em campo vai ser sempre o melhor. Hoje não tive o Nino. O Calegari estava no limite. Aquilo que a fisiologia falar esse aqui pode, esse não pode, é o que eu vou mudar. Vou tentar colocar sempre os melhores em campo – afirmou o treinador, garantindo que Nino e Calegari retornam contra o Santos, sábado (09) pela estreia do Brasileirão.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Abel cita Fred como exemplo e tenta tirar algo de positivo da classificação do Flu: “é mais legal eu dar confiança do que chegar e execrar”

O Fluminense ficou por um triz de ser eliminado do Campeonato Carioca para o Botafogo. Após ganhar o primeiro jogo por 1 a 0, o Flu poderia perder até por um gol de diferença que conquistava a classificação. E foi exatamente isso que aconteceu.

Perdendo por 2 a 0, depois de fazer uma partida muito abaixo da crítica, o time comandado por Abel Braga buscou o gol que garantiu a classificação nos minutos finais do jogo. E, mesmo se garantindo na final, o desempenho abaixo do esperado não foi deixado de lado.

O técnico Abel Braga, porém, preferiu ir em outra vertente e buscou tirar algo de positivo da partida, citando a atitude de Fred:

– A reação que o Fred teve depois do segundo gol deles, de pegar a bola da rede e botar no meio de campo, criou uma expectativa de algo mais. Já mandei preparar alguns vídeos de algumas situações que não está dando. A tomada de decisão está ruim. Porém, é mais legal eu dar confiança do que chegar e execrar, e é assim que eu vejo. No lado coletivo, não fomos tão mal. Mas individualmente fomos abaixo – disse o treinador.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC