fbpx

Zagueiro Tricolor minimiza perda da liderança geral do Carioca: “Ainda temos a chance de ir para a final”

Na coletiva desta quarta-feira (01) Nino respondeu sobre a perda da liderança geral do Carioca. Mesmo sem ainda estar definido, o zagueiro enxerga “um caminho pela Taça Rio” e afirma que o Fluminense vai buscar o título do turno.

– Nós entendemos que ainda temos a chance de ir para a final. Tem um caminho pela Taça Rio e é esse caminho que vai percorrer. Ainda não está definido a colocação geral. Então até o último minuto nós vamos lutar, mas, existem outros caminhos e a gente vai tentar buscar essa classificação para a final e esse título, sem se abalar por causa de uma derrota ou por causa de uma perda de colocação – Afirmou Nino

Vale lembrar que o Tricolor depende de um tropeço do Flamengo diante do Boavista, nesta quarta-feira, para ter chances de retomar a liderança geral do estadual. Em caso de vitória do time da gávea, o Flu terá que conquistar a Taça Rio se quiser marcar presença na finalíssima.

Foto: Lucas Merçon – FFC

Nino projeta duelo contra o Macaé pelo Carioca: “Estamos bastante focamos”

Em coletiva, nesta quarta-feira (01) no CT do clube, o zagueiro Tricolor projetou o confronto contra o Macaé, nesta quinta-feira, às 17h30, pela última rodada da Taça Rio. Nino afirmou que o grupo está focado para confronto.

– Estamos bastante focamos nesse jogo para voltar a vence, para classificar bem. E trabalhamos para que amanhã tudo de certo, que a gente possa estar 100% focado, todo mundo bem fisicamente. E que amanhã seja um resultado bem diferente do que foi o jogo passado – Afirmou o defensor.

Foto: Reprodução FluTV

Fluminense confirma apresentação de Fred de maneira virtual

O Fluminense por meio de sua assessoria confirmou que o atacante Fred será apresentado à imprensa na manhã deste sábado (27) a partir das 11h e 15, quando o atacante concederá uma coletiva de forma virtual.

O jogador que foi anunciado oficialmente no dia 31 de maio, já vem realizando o trabalho com bola e pode inclusive iniciar a partida contra o Volta Redonda, domingo (28), às 19h em local ainda por ser definido.

Essa será a segunda coletiva promovida pelo clube desde que retornou aos trabalhos no CTCC (Centro de Treinamento Carlos Castilho) e, assim como será a de Fred, Hudson, já havia conversado com a imprensa de modo remoto na última quarta-feira (24).

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Em primeira coletiva após parada da pandemia, Hudson faz duras críticas pela volta apressada do Carioca

Um dos líderes do atual elenco, o volante Hudson foi o escolhido para conceder a primeira coletiva do Fluminense após a parada forçada pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). O jogador que vem sendo um dos mais atuantes nós posicionamentos contrários à volta do futebol, não poupou críticas ao ser perguntado sobre o tema:

– É lógico que é muito difícil jogarmos futebol, que é o esporte do país, que comove o país inteiro, paixão de milhares de torcedores que vivem por isso e parecer que não está acontecendo nada lá fora. O maior exemplo disso é o Maracanã, que tem um hospital de campanha dentro do complexo e a gente fazer um gol e ter uma pessoa morrendo do lado. Isso é, no mínimo, estranho, é falta de humanidade, é não pensar no próximo. Talvez as pessoas responsáveis por toda a programação, pelo calendário, não estejam agindo com a maior humanidade possível, estejam agindo por interesses externos e internos – disse o jogador.

Veja a coletiva na íntegra:

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Fluminense suspende coletiva de Odair Hellmann

O Fluminense que já havia suspendido as entrevistas de jogadores – exceto para a emissora detentora dos direitos de transmissão, suspendeu também a coletiva do técnico Odair Hellmann pós jogo.

De acordo com o comunicado do clube, os canos oficias do próprio Fluminense disponibilizarão um material para ser usado pela prensa.

Foto em destaque: Douglas Wandekochen/Canal Flunews

Em virtude do Coronavírus Fluminense suspende entrevistas

Adorando medidas preventivas ao risco de contaminação do Coronavírus (Covid-19), o Fluminense suspendeu as entrevistas dos jogadores durante e após a partida deste domingo (16) contra o Vasco.

Ainda de acordo com o comunicado do clube no entanto, há duas excessões: os jogadores falarão com a detentora dos direitos de transmissão na saída do campo – no final do primeiro e segundo tempo, e a coletiva de Odair Hellmann, que essa sim, será com toda a imprensa.

Vale destacar que por determinação da federação todas as partidas desta rodada serão realizadas com os portões fechados e, ainda há uma recomendação para que os torcedores não se concentrem nos entornos dos estádios.

Fluminense e Vasco se enfrentam neste domingo, às 18hrs, no Maracanã, pela quarta rodada da Taça Rio.

Após derrota Fluminense chega em silêncio, mas presidente Mário confirma coletiva para esta sexta-feira

Após a derrota por 1 a 0 para o Figueirense na noite da última quarta-feira (11) em Santa Catarina, o Fluminense desembarcou no Rio de Janeiro na tarde desta quinta-feira (12) em silêncio. Nenhum jogador quis falar com a imprensa presente.

A própria assessoria do clube já havia informado que não haveria coletiva no desembarque e mais, confirmou também que o treino desta sexta-feira (13) será sem a presença da imprensa também.

Os repórteres terão acesso ao CT Carlos Castilho só ao final da atividade, quando o presidente Mário Bittencourt estará presente para cerimônia de inauguração da placa que homenageia o CT, e em seguida dará uma coletiva.

Foto em destaque: Gabriela Rossi/Globo esporte.com

Evanilson concede coletiva e fala sobre bom início na temporada e mais

Evanilson concedeu uma coletiva na manhã desta terça feira (3), comentou sobre diversos temas, como o bom início de temporada, eliminação na Sul-Americana.

O jogador falou também sobre referência, idolatria e suas características no futebol profissional, além da convivência com os jogadores mais experientes. Acompanhe a entrevista completa:

Fluminense vira a chave para não repetir na CdB o mesmo vexame da Sula

Três dias após a vexatória eliminação da Copa Sul-Americana ainda na primeira fase, quando o Fluminense empatou em 0 a 0 com o La Calera, do Chile, os jogadores já tenta virar a chave para não repetir o mesmo fracasso na Copa do Brasil.

Em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (21), o lateral Egídio destacou a importância do time entrar ligado e com vontade:

Vamos jogar com muita atenção e igualar na vontade para nossa qualidade sobressair. Estamos treinando muito bem, e temos uma semana cheia para nos prepararmos – destacou o lateral.

Egídio também comentou sobre o clima “pesado” pós eliminação na Sula:

Logo após o jogo foi aquele sentimento horrível de ser desclassificado. Nossa expectativa era 100% de passar. O clima na volta para o hotel foi muito ruim. Pensamento de que não podia ter acontecido aquilo, mas, infelizmente, aconteceu. É o futebol. Lógico que o torcedor ficou triste, muito chateado. Nós, jogadores, a diretoria e o presidente também – completou.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Em dia de coletiva, Muriel conversa com a imprensa

O goleiro Muriel concedeu entrevista no CT Carlos Castilho na tarde dessa terça-feira (28). Confira alguns pontos da coletiva do camisa 27:

Vitória contra o Bangu e Entrosamento

“Foi um jogo muito positivo. Campo difícil, calor, seis estreias e menos tempo de trabalho, mas imprimimos um bom ritmo de jogo. Estamos em andamento para melhorar”.

Time com a cara do Odair

“Isso com certeza tem a mão do Odair! Estamos nos acostumando ao estilo de jogo dele e acho que é muito satisfatório o desempenho dele. Essa mescla de jogadores experientes com os mais jovens que funcionou bem. Mesmo com muitas estreias, jogadores que chegaram agora, conseguimos superar isso. E teremos mais coisas para superar ao longo do ano”.

Muriel responde as perguntas da imprensa/Foto: João Eduardo Gurgel

Retorno após a lesão

“Fiquei dois meses parado, e nos primeiros jogos ainda não me sentia tão confiante. Da lesão estou 100% recuperado. Fisicamente demorei a chegar no meu nível e acho que não estou no meu ápice ainda, isso só se adquire jogando. Pensamos no geral e tomamos a decisão para que eu venha crescer à cada jogo, e para os jogos mais decisivos, de mata-mata, estar 100%”.

Priorizar algum campeonato em específico (Copa do Brasil, Sulamericana)?

“A gente sabe da importância que tem um jogo mata-mata. É decisivo, mas sempre que um time grande entra é para vencer. Acredito que o clube fez muito certo em equilibrar, dividir os jogos, alongar um pouquinho a pré-temporada. No meu caso, demorei um pouquinho mais para estrear. Mas estamos encarando com a mesma seriedade todos os jogos. A Sul-Americana começa já com mata-mata, temos que estar em nível alto já nesse jogo de semana que vem, com certeza. Mas a dedicação é igual para todos”.

Expectativa para o Fla X Flu e escalação

“Todo mundo quer jogar. Sabemos a importância de ter um jogo. Bons jogadores ganham jogos. Elenco ganha campeonatos. Todos aqui querem jogar, mas sabemos da importância de ter um grupo forte. O bem maior é do Fluminense, todos têm a ganhar”.

“Ano passado a gente não conseguiu jogar nosso máximo dentro desse. O Flamengo estava vivendo um momento extraordinário e foi superior. A gente perdeu alguns jogadores, mas mantivemos uma identidade, o clube se reforçou muito bem, está criando um grupo consistente e focado. É pouco tempo de trabalho ainda, mas quem acompanha o dia-a-dia sabe que todos têm se cobrado. O torcedor pode esperar um time muito aguerrido, que vai dar tudo para vencer, seja contra adversário grande ou pequeno. Só assim vamos criar uma identidade vencedora”.

Sobre o novo goleiro, João Lopes

“Goleiro muito rápido, estava jogando como eu, lá em Portugal. Lá, o calendário permite descansar mais. Falei com ele que aqui no Brasil, vai ter ralar um pouquinhos mais (risos). Mas é um cara que tem qualidade, e vem pra somar e contribuir para o crescimento de todos”.

Saudações Tricolores,

João Eduardo Gurgel

Crédito da Foto Inicial: João Eduardo Gurgel

Top