fbpx

Fluminense se desculpa por “erro” com Conca

E a confusão evolvendo a foto cortada de Conca parece ter chegado ao fim. Por meio de seu perfil oficial nas redes sociais, o Fluminense pediu publicamente desculpas ao ídolo e craque do Brasileirão 2010, fazendo uma postagem em homenagem ao jogador.

O pedido de desculpas veio após o clube ser duramente criticado por torcedores, quando ao fazer uma publicação em homenagem ao Tri de 2010, colocando a uma foto de comemoração de um gol, cortando o argentino.

Na manhã deste domingo (27) inclusive, até o vice geral do clube, Celso Barros, questionou a ação.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Pelas redes sociais Celso Barros fala sobre postagem com exclusão de Conca: “atitude lamentável de ingratidão e de ódio”

A polêmica postagem do Fluminense esperando a imagem de Conca em uma comemoração de um gol, gerou grande críticas por parte da torcida, tanto que o clube tentou amenizar postando inclusive os gols da partida com um deles sendo marcado exatamente por Conca.

O que começou na torcida chegou até o vice presidente geral, Celso Barros, que já havia feito fortes críticas ao presidente Mário Bittencourt, em entrevista ao GE na última sexta-feira (25), e voltou a atacar o mandatário no caso Conca. Veja a postagem:

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Fluminense “corta” foto de Conca e ira torcedores nas redes sociais; clube recua e posta vídeo com o gol do jogador

Na noite deste sábado o Fluminense divulgou em suas redes sociais uma foto relembrando uma das partidas da Campanha que culminou com o título do Brasileirão de 2010. Contudo, na edição da foto, cortou Conca, grande nome do time naquela campanha.

Na postagem, o clube relembrava uma vitória de 2 a 1 sobre o Vitória, no Barradão. No entanto, na foto só aparecia Rodriguinho, autor de um dos gols, sendo que na imagem original,. Rodriguinho comemorava o gol junto de Conca.

Com a repercussão negativa e a cobrança dos torcedores pelo vídeo com os gols do jogo, o clube demorou, mas nas primeiras horas deste domingo (27) publicou os gols do jogo.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Fluminense separa golaço de Conca em homenagem ao aniversário do argentino

O argentino Dário Conca está completando 37 anos nesta segunda-feira (11) e o Fluminense não só lembrou do aniversário do argentino, como também separou um dos seus belos gols com a camisa do tricolor.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Ídolo do Clube, Conca completa 37 anos nesta segunda e Flu o parabeniza

Um dos maiores jogadores da história recente do clube, Darío Conca, completou nesta segunda-feira (11), 37 anos e o Tricolor, através das redes sociais, parabenizou ex-jogador. Confira.

Com duas passagens pelo Flu, Conca iniciou sua trajetória em 2008, permanecendo até o início de 2011. Neste período fez parte da campanha do Vice-campeonato na Libertadores e da Sul-americana no ano seguinte. Em 2010 teve a melhor temporada de sua carreira, que culminou no título Brasileiro. O argentino atuou nas 38 rodadas e foi eleito o melhor jogador da competição.
Em 2014, retornou às laranjeiras, após passagem pelo Guangzhou Evergrande, da China (2011-2013), e ficou até o ano a seguinte. Ao todo o ex-camisa 11, soma 272 partidas e 56 gols marcados.

Foto: Globoesporte.com

Ex craque tricolor ironiza seleção da década do Brasileirão: “Joguei vôlei”

Eleito craque do Brasileirão 2010 após jogar todas as 38 rodadas na campanha que culminou com o título do Fluminense, o argentino Darío Conca ficou de fora da seleção dos últimos 10 anos da competição.

A seleção que foi montada através de votação popular com jogadores que atuaram na competição entre os anos 2010 a 2019, não contou com a presença do meia, que usou seu perfil pessoal no Twitter para dar uma “debochada”, usando a hashtag: “jogueivolei”

Conca já havia se mostrado contrariado assim que saiu a divulgação da seleção, usando o próprio Twitter para questionar o time eleito, fazendo alusão as 38 rodadas que disputou no Brasileirão 2010:

Vale destacar que além de Conca, outros dois Tricolores, destaques na campanha do título de 2012, Fred e Diego Cavalieri também ficaram de fora da seleção, que não contou com nenhum Tricolor.

E aí torcedor, concorda com o time da década do Brasileirão ?

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Caio Henrique vira jogador que mais vestiu a camisa do Fluminense numa temporada desde Conca em 2009

No triunfo por 2 a 1 sobre o Corinthians, domingo, no encerramento do Brasileirão, Caio Henrique chegou ao jogo de número 65 em 2019. A marca torna o jovem de 22 anos o jogador que mais vestiu a camisa do Fluminense em uma temporada desde 2009, quando Conca entrou em campo 67 vezes.

Em seguida, com 63 partidas, estão o goleiro Júlio César (2018), o zagueiro Henrique e o volante Cícero (2016). O ranking ainda conta com nomes como Mariano, Diego Cavalieri, Edinho e Henrique Dourado. Considerando a presente década, o lateral-esquerdo é quem mais jogou pelo Tricolor durante um ano. Confira:

  • 2010: Conca – 60 jogos
  • 2011: Mariano – 61 jogos
  • 2012: Diego Cavalieri – 61 jogos
  • 2013: Edinho – 61 jogos
  • 2014: Conca – 60 jogos
  • 2015: Diego Cavalieri – 58 jogos
  • 2016: Cícero e Henrique – 63 jogos
  • 2017: Henrique Dourado – 59 jogos
  • 2018: Júlio César – 63 jogos
  • 2019: Caio Henrique – 65 jogos

Emprestado ao Time de Guerreiros apenas até dezembro, Caio Henrique, vinculado ao Atlético de Madrid, vem sendo sondado por diversos clubes brasileiros, apesar de priorizar um retorno à Europa. Com convocações à seleção olímpica, ele assumiu o posto de atleta com mais partidas no país nessa temporada.

Quem desponta como principal candidato brasileiro à contratação é o Grêmio. Porém, o jogador admite querer ficar nas Laranjeiras, enquanto o clube busca a renovação do contrato.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

De volta ao Flu: Conca faz postagem sobre possível retorno ao Tricolor

Foto: Divulgação

Após a vitória do Fluminense sobre o São Paulo, que tirou o Tricolor do Z-4, um dos grandes ídolos recentes da torcida fez uma postagem que animou boa parte da torcida:

Torcedores logo entraram na postagem e passaram a apoiar a ideia, querendo a volta do craque do Brasileirão 2010.

E aí Tricolor, Conca teria vaga para mais uma temporada no Fluzão ?

Agora ex jogador, Conca se declara ao Fluminense

Foto: Divulgação

O argentino Dario Conca anunciou nesta terça-feira (23) sua aposentadoria do futebol depois de 20 anos de carreira.

Com uma passagem marcante pelo Fluminense, onde foi o grande protagonista do título Brasileiro de 2010, o meia fez questão de declarar seu amor ao Tricolor:

Tenho, com certeza, um carinho a mais pelo Fluminense no Brasil, por ter estado tanto tempo, conquistado (títulos) e ter me ajudado tanto – disse Conca, que ainda revelou o seu time de coração

Sou torcedor do Boca Juniors. Sempre assisti aos jogos, desde criança ia para o estádio, meu irmão me levava. Torço muito para o Boca – revelou o argentino.

Fonte: Globoesporte.com

Aos 35 anos, Conca anuncia aposentadoria no futebol e já mira outro esporte

Foto: Divulgação/FFC

Ídolo de boa parte da torcida do Fluminense, onde foi protagonista direto no título Brasileiro em 2010, o argentino Dario Conca anunciou nesta terça-feira (23) sua aposentadoria no futebol.

Aos 35 anos, com pouco menos de uma semana para completar os 36, Conca deixa o futebol após realizar mais de 600 jogos profissionais ao longo de 20 anos de carreira.

Em entrevista concedida ao site Globoesporte.com, o argentino explicou os motivos da decisão:

– Eu tomei a decisão de parar de jogar futebol profissionalmente. Eu já vou fazer 36 anos, é o momento para eu fazer outras coisas, ter novos projetos na minha vida. O futebol me deu muito, eu amo essa carreira, foi fantástica para mim, mas hoje penso que é o momento certo para eu parar – disse Conca.

Conca ainda deixou em aberto a possibilidade de rumar para outro esporte: o golfe.

– Hoje não estava com aquilo tudo de só pensar no futebol. Ele me deu muito, sou muito grato por tudo, consegui fazer uma carreira, ter reconhecimento. Me deu a possibilidade de cumprir meu sonho de criança, com toda minha família envolvida atrás desse sonho. Fico feliz quando sinto que começou como um jogo e depois você já tem responsabilidade. Faz parte da minha vida, me dediquei 100% à essa carreira magnífica, fantástica, mas que uma hora acaba – revelou o argentino.

Ao longo dos 20 anos de carreira, o jogador atuou por 10 clubes diferentes. Além do Fluminense, também vestiu as camisa de: Tigre, River Plate, Universidad Católica, Rosario, Vasco, Guangzhou, Shangai SIPG, Flamengo e, o Austin Bold, dos Estados Unidos, clube onde deu seus últimos passos como jogador.

Top