fbpx

Com contrato vencendo em dezembro, Odair ainda não foi procurado para renovação do vínculo

O técnico Odair Hellmann, que vem fazendo uma boa campanha com o Fluminense no Campeonato Brasileiro, tem contrato por vencer em dezembro e ainda não foi procurado pela diretoria Tricolor para estender o vínculo.

Desta forma, Odair não tem presença garantida no clube até o fim do Campeonato Brasileiro, que só se encerra em fevereiro de 2021.

Desde o início do ano no comando técnico do Flu, Odair tem até o momento 62,5% de aproveitamento como mandante, e 70% no Brasileiro, onde está no G4 e invicto nos últimos sete jogos. Os números do trabalho são bons e se somam ao prêmio de melhor técnico do Carioca e a vice-liderança do Bola de Prata. Porém, as eliminações precoces na Copa Sul-Americana e Copa do Brasil deixa um ar de insatisfação entre os torcedores.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Próxima jóia: jovem sensação da base assina pré contrato e passa a realizar treinos no CTCC

O Fluminense firmou um pré contrato com o jovem Arthur, de 15 anos e conhecido na base como Arthurzinho, tido como a próxima “jóia de Xerém”.

Como Arthur possui apenas 15 anos e não poderia assinar um contrato profissional, o Fluminense já se cercou e assinou o pré contrato com a jovem promessa que deve assinar o primeiro vínculo em fevereiro de 2021, quando completa 16 anos.

Além disso, Arthur que já tem passagens por seleções de base, irá participar de alguns treinamentos no CTCC para já ir ganhando rodagem com a intenção de ser integrado definitivamente quando completar os 16 anos.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Fluminense encaminha renovação de contrato de promessa da base

O Fluminense está muito próximo de garantir a extensão de vínculo de um dos atletas mais promissores da base: o lateral direito Daniel Lima, o Dani Bolt.

A Informação foi divulgada em primeira mão pelo Youtuber Marcelo Jorand, que informou ainda que o novo vínculo deve ser prorrogado por mais dois anos, indo até dezembro de 2022.

Dani foi alvo de uma certa polêmica exatamente por conta do tempo de contrato, uma vez que o jogador ficaria à disposição do técnico Odair Hellmann para disputar o primeiro amistoso contra o Botafogo, dia 25 de agosto. Contudo, como estava com contrato por vencer ao final de 2020, acabou sendo cortado da relação. Já no segundo amistoso, dia 1 de abril, acabou sendo relacionado mesmo não tendo prorrogado o vínculo.

Daniel é tido comi uma das boas novidades da base Tricolor e pode inclusive ganhar espaço no time principal, que atualmente conta com Igor Julião que vem sendo titular e Calegari, que embora seja volante de origem, estreou pelos profissionais como lateral e assim tem sido relacionado.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Detalhes sobre o tempo de contrato do meia Miguel

Miguel assinou em 2019 o seu primeiro contrato profissional, que tem duração até junho de 2022 e multa de 35 milhões de euros (R$ 161 milhões). O jogador despertou o interesse de empresários e sondagens de clubes europeus, mas o Fluminense garantiu a assinatura do contrato e possui 90% dos direitos econômicos do atleta. Os outros 10% são do próprio Miguel.

Fonte: Explosão Tricolor

Foto: Mailson Santana/FFC

Após estrear no time profissional, Miguel assina primeiro contrato com o Fluminense

Aos 16 anos de idade, promessa tricolor acertou vínculo de três anos com o clube; multa deve passar dos R$ 100 milhões para o futebol estrangeiro

Foto: Mailson Santana / FFC

Poucos dias depois de fazer seu primeiro jogo com a camisa do Fluminense, o garoto Miguel, de apenas 16 anos, realizou um sonho compartilhado por muitos meninos da sua idade: assinar seu primeiro contrato profissional com o clube. O vínculo acertado entre o meia e o Tricolor é de três anos, com multa que beira mais de R$ 100 milhões para clubes do futebol europeu. Esse foi um dos últimos, se não o último, da gestão do mandatário Pedro Abad, que deixará a presidência do Flu no próximo domingo. Vale lembrar que neste sábado, nas Laranjeiras, acontecerão as eleições para presidente, que colocam na disputa os candidatos Mário Bittencourt e Ricardo Tenório.

Conforme informado pelo Globoesporte.com, a negociação entre o jogador, seus representantes e Pedro Abad se desenrolaram por um bom tempo. Isso porque Marcelo Teixeira, antigo responsável por Xerém, deixou o clube e fez com que a conversa tivesse de ser direta entre empresários e o presidente. Com um grande potencial, o meia despertou interesse de times estrangeiros.

Na última quarta, na eliminação para o Cruzeiro pela Copa do Brasil, Miguel entrou em campo no segundo tempo e se tornou o jogador mais jovem a atuar com a camisa do Fluminense. O recorde pertencia ao atacante Walmir e durava desde 1965. Escolhido por Diniz aos 44 da etapa final quando a equipe perdia por 2 a 1, o atleta de 16 anos iniciou a jogada que culminou no gol de bicicleta de João Pedro e levou a decisão para os pênaltis.

Foto: Lucas Merçon / FFC

Desde que foi integrado ao elenco profissional, em abril, o meia vem treinando e sendo relacionado pelo treinador tricolor, sem sequer ter passado pelo sub-20. Em entrevista ao site oficial do clube das Laranjeiras, Miguel comemorou o contrato assinado e fez diversos elogios e juras de amor ao Fluminense.

“Estou muito feliz, muito motivado. É o primeiro grande desafio da minha carreira. Espero que seja um sucesso, como sempre foi. O Fluminense é o clube que me abriu as portas, que acreditou no meu futebol. Eu sempre darei a vida por esse clube”.

Under Armour denuncia contrato com o Fluminense

Foto: Divulgação

Em informações obtidas com exclusividade pelo Canal Flunews, dá conta que a Under Armour já denunciou o contrato com o Fluminense, ou seja, avisou de forma formal ao Tricolor que não renovará o vínculo com o clube, que vence em junho de 2020.

A empresa Norte-americana no entanto assumiu cumprir com o fornecimento dos materiais até o final do contrato.

Vale destacar no entanto que a distribuição dos materiais vêm sendo o principal problema na parceria, com a Under Armour atrasando por diversas vezes o prazo estabelecido para a entrega do material.

Vale destacar ainda que o fim da parceria se deve também por conta da Under Armour decidir encerrar suas atividades com o futebol.

Fluminense e empresário discutem renovação de contrato de Gum

Na terça-feira, Gum deu o primeiro passo para renovar contrato com o Fluminense e completar, pelo menos, uma década nas Laranjeiras. O compromisso em vigor é válido até dezembro deste ano. Seu empresário, Jorge Moraes, foi ao Centro de Treinamento, na Barra, para as primeiras conversas com Paulo Angioni, diretor de futebol, sobre o assunto.

– Foi uma conversa agradável e vamos ver o prosseguimento dela, se chegamos a um consenso. Ainda está muito prematuro, mas foi um início das tratativas pela renovação – confirmou Angioni.

Aos 32 anos, Gum está perto de fazer seu jogo de número 400 pelo clube. No momento, ele é, ao lado de Marcão, com 397 partidas, o décimo profissional que mais representou as cores verde, branco e grená. Suspenso do duelo com o São Paulo, domingo, o zagueiro deve superar o ex-volante e subir no ranking em 16 de setembro, quando o time enfrenta o Atlético-PR, na Arena da Baixada. Nos bastidores, discute-se uma homenagem pela marca histórica.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Pablo Dyego acerta renovação de contrato com o Flu

Antigo vincuvíse encerraria dia 31 de dezembro deste ano.

O atacante Pablo Dyego acertou sua renovação de contrato com o Fluminense por mais uma temporada. O jogador que tinha contrato com o Tricolor até dezembro deste ano, acertou a renovação ainda a ser assinada, até 31 de dezembro de 2019.

O jogador que ganhou espaço no início da temporada, teve boas atuações nas mãos do técnico Abel Braga, contudo, nunca consegui se firmar como titular da equipe. Com a chegada de Marcelo Oliveira e os novos reforços: Júnior Dutra, Everaldo e Luciano, perdeu ainda mais espaço com o novo treinador.

Na temporada 2018, Pablo Dyego tem 20 jogos e três gols marcados. Dois no Brasileiro e um na Sul-Americana.

 

ST,

Douglas Wandekochen

foto: Lucas Merçon

fonte: Globoesporte.com

Titular absoluto, Júlio César tem futuro indefinido no Flu

Contrato do goleiro com o Tricolor vai até dezembro deste ano.

Titular absoluto do gol Tricolor desde a saída de Diego Cavalieri no final do ano passado, o goleiro Júlio César afirmou não ter sido procurado pela direção do clube para uma renovação de contrato, onde o vínculo atual do jogador vai ate dezembro deste ano.

Ainda de acordo com o goleiro, mesmo com a indefinicindo seu futuro, ele está totalmente focado no Fluzão e com a cabeça voltada às competições em disputa (Campeonato Brasileiro e Copa Sul-Americana).

Vale destacar que além de Júlio César, o Fluminense conta com mais três goleiros em seu elenco, De Amores, Rodolpho e Marcos Felipe.

 

ST,

Douglas Wandekochen

foto: Lucas Merçon

fonte: Victor Mendes / Rede mais esportes

 

Top