fbpx

Ainda com problema na coxa, Digão deve seguir de fora do time titular

Desfalque no último domingo (9) quando o Fluminense venceu o Resende por 4 a 0 pela segunda rodada da Taça Rio, o zagueiro Digão deve seguir de fora da equipe no jogo desta quarta-feira (11) pela terceira fase da Copa do Brasil, ante o Figueirense, em Santa Catarina.

O zagueiro que foi diagnosticado com um edema na coxa esquerda na última semana, na vitória de 2 a 0 sobre o Botafogo-PB não participou da atividade desta segunda-feira (9), e deve ser desfalque mais uma vez.

Com isso, Matheus Ferraz que era um pedido da torcida deve ter outra oportunidade ao lado de Nino. O experiente zagueiro que já substituirá Digão contra o Resende, mostrou segurança na partida e não comprometida ao longo dos 90 minutos.

Fluminense e Figueirense iniciam o duelo da terceira fase da Copa do Brasil nesta quarta-feira (11) quando o tricolor viaja até Florianópolis para o primeiro jogo. Na outra semana a decisão é no Maracanã.

Fluminense vira a chave para não repetir na CdB o mesmo vexame da Sula

Três dias após a vexatória eliminação da Copa Sul-Americana ainda na primeira fase, quando o Fluminense empatou em 0 a 0 com o La Calera, do Chile, os jogadores já tenta virar a chave para não repetir o mesmo fracasso na Copa do Brasil.

Em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (21), o lateral Egídio destacou a importância do time entrar ligado e com vontade:

Vamos jogar com muita atenção e igualar na vontade para nossa qualidade sobressair. Estamos treinando muito bem, e temos uma semana cheia para nos prepararmos – destacou o lateral.

Egídio também comentou sobre o clima “pesado” pós eliminação na Sula:

Logo após o jogo foi aquele sentimento horrível de ser desclassificado. Nossa expectativa era 100% de passar. O clima na volta para o hotel foi muito ruim. Pensamento de que não podia ter acontecido aquilo, mas, infelizmente, aconteceu. É o futebol. Lógico que o torcedor ficou triste, muito chateado. Nós, jogadores, a diretoria e o presidente também – completou.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Problema nacional: brasileiros passam em branco fora da casa tanto na Libertadores como na Sula 2020

O Fluminense foi eliminado da Copa Sul-Americana ao empatar em 0 a 0 com o La Calera, no Chile, na última terça-feira (18), porém, o fraco desempenho não foi exclusivo do Fluminense. Todos os times brasileiros que entraram em campo, tanto pela Libertadores, como pela Sul-Americana em 2020, não marcaram um gol sequer.

Foto: Reprodução/Seleção SporTV

Internacional e Corinthians que entraram em campo pela Libertadores não marcaram nenhum gol em solo estrangeiro. Pior para o Corinthians, que foi eliminado assim como o Fluminense, na primeira fase, ao perder por 1 a 0 no Paraguai e ganhar por 2 a 1 em São Paulo. Sendo eliminado pelo gol qualificado, assim como o Fluminense.

Já pela Sul-Americana, Atlético-MG, Fluminense, Fortaleza, Goiás e Vasco, também não marcaram nenhum gol fora de casa. O Vasco no entanto, passou de fase por ter ganhado em casa.

Já Atlético-MG, Fortaleza e Goiás, ainda vão disputar a vaga dentro de casa. Situação difícil é a do Galo, que precisa reverter um placar de 3 a 0.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Fonte: Seleção SporTV

Eliminação na Sul-Americana gera baque financeiro no Fluminense e faz clima ficar ruim


FOTO: LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE F.C.

A eliminação na primeira fase da Copa Sul-Americana certamente foi uma surpresa desagradável ao tricolor carioca, mas além de ter sido vista como algo humilhante, a eliminação também custou ao time uma boa oportunidade financeira, pois os times são recompensados com dinheiro por cada etapa completada.

Se tivesse conseguido a classificação nesta última terça-feira, o tricolor carioca teria recebido R$ 1.262.340,00. A partir deste valor, os próximos aumentariam cada vez, com o prêmio de campeão valendo um total de R$16.831.200,00.

Além da perda monetária, as noticias da eliminação também afetam os futuros planos do tricolor, em especial, a volta do atacante Fred e o novo programa de sócio torcedor.

A eliminação precoce caiu como um balde de água fria na torcida, animada pelo possível retorno do ídolo, a diretoria tricolor planejava usar a Sul-Americana como um incentivo para o jogador e para o programa de sócio torcedor. Agora basta aguardar e conferir quais são os novos planos que o conselho realizará.

Opinião: Depois da tempestade… vem a enchente

Muitos tricolores, com alguma razão, entendiam que nada poderia ser pior, ao destino do Fluminense, do que a Flusócio.

Eu tinha lá minhas as dúvidas.

Aliás, dúvida no número singular, com nome e sobrenome: Mário Bittencourt, cuja odiosa arrogância só é superada pela gigantesca incompetência.

Em vez de deitar falação, vou direto ao ponto. Ô Mário, seu farsante, pegue o Odair, o Orinho, o Gilberto, o Digão, o Henrique, o Angione e toda a sua patota e vá para a ponte que partiu.

E vá já!!!

Saudações tricolores a todos os que amam o Fluminense, o que exclui Peter, Abad, Mário etc etc etc.

Fluminense joga mal, empata com o Unión La Calera e é eliminado da Sul-Americana


FOTO: LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE F.C.

Após empatar de 1×1 no Rio de Janeiro, o Fluminense não conseguiu buscar a vitória no Chile, com o resultado de 0x0, o time carioca foi eliminado da Copa Sul-Americana.

O time teve uma atuação apática, sem criatividade e sem criar muitas chances perigosas, o time de Odair Hellmann não conseguiu abrir o placar, o time chileno entrou para segurar o empate e foi o que eles conseguiram.

Com a eliminação, o Fluminense só volta agora a campo na quarta-feira da semana que vem, quando o time enfrenta o Moto Club no Maranhão.

Eliminação que custa caro, muito caro

O Fluminense entrou em campo na noite desta terça-feira (18) para enfrentar o Unión La Calera pela primeira fase da Copa Sul-Americana.

Com uma partida totalmente apática, o Tricolor não foi capaz de furar o bloqueio chileno e acabou sendo eliminado após empatar em 0 a 0.

Com a eliminação, a equipe das Laranjeiras perdeu a chance de seguir na competição mais desejada pela torcida e ainda deixou de arredar cerca de R$ 1,2 mil com a classificação.

O Flu retorna ao Rio de Janeiro já nesta quarta-feira (19) e já dá início para o jogo contra o Motoclube-MA pela primeira fase da Copa do Brasil, o de o Tricolor tem a vantagem do empate.

Foto em destaque: Divulgação/CONMEBOL

Unión La Calera volta a provocar o Fluminense

A equipe do Unión La Calera usou seu perfil oficial do clube para provocar o Fluminense pelas redes sociais. A equipe chilena que já havia usado o mesmo artifício no jogo de ida, quando publicou: “Vamos fazer história”. Se referindo a realizar um grande resultado no Maracanã, usou agora um tom mais cometido.

Com uma foto de Nenê no estilo preocupado, com a frase: Quando Sabe que amanhã é terça, e ainda adicionou a seguinte legenda: “Amanhã vamos com tudo”.

Vale lembrar que o Fluminense se classifica ganhando a partida ou empatado com dois ou mais gols. 0 a 0 passa o time chileno. Um novo 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Já em solo chileno, Fluminense realiza último treino antes de enfrentar o La Calera

A delegação com os jogadores do Fluminense desembarcou na noite do último domingo (16) no Chile, onde nesta terça-feira (18) enfrenta o Unión La Calera pela primeira fase da Copa Sul-Americana.

Recepcionado por alguns torcedores no Chile, a delegação Tricolor seguiu para um hotel e ainda realiza um treinamento nesta segunda-feira (17) às 17hrs (horário local) o último treinamento antes de enfrentar o La Calera.

Para o treinamento, único em solo chileno, o Fluzão usará as dependências do Universidad de Chile.

Unión La Calera x Fluminense acontece nesta terça-feira (18) e o Flu tem que vencer ou empatar marcando mais de dois gols para avançar a próxima fase. Empate em 0 a 0 passa o time chileno. Um novo 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Grupo de torcedores recepcionam elenco Tricolor em desembarque no Chile

O elenco do Fluminense chegou ao Chile na noite deste domingo (16) onde irá enfrentar o Unión La Calera, na terça-feira (18), às 19h e 15.

No desembarque em solo chileno os jogadores do Flu foram recebidos por diversos torcedores que já esperavam a equipe carioca ainda no aeroporto.

A viagem contou com duas novidades em relação ao último jogo – eliminação da Taça Guanabara ante o Flamengo. A volta do meia uruguaio Michel Araújo e Nino, relacionado pela primeira vez no ano, uma vez que esteve a serviço da seleção brasileira sub-23.

Para voltar com a classificação o Fluminense precisa vencer a partida ou empatar marcando dois ou mais gols. 0 a 0 passa a equipe chilena. Já um novo 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Top