John Kennedy marca, mas Fluminense é eliminado pelo Santos nas oitavas da Copinha

Na Arena Luminosa, o Fluminense foi derrotado pelo Santos por 2 a 1 e deixou a Copinha nas oitavas de final. O gol Tricolor foi marcado pelo atacante John Kennedy.

O jogo

Com duas equipes leves e técnicas, a partida começou muito estudada e com a intensidade alta. Apoiado pela torcida, o Santos levava perigo ao goleiro Thiago com chutes de fora da área.

O time da casa abriu o placar aos 17 minutos após desatenção do sistema defensivo. Rwan Seco recebeu livre e acertou a trave, Lucas Barbosa aproveitou o rebote e mandou a bola para o fundo das redes.

O Fluminense melhorou após o gol e passou a incomodar mais o adversário com a dupla John Kennedy e Matheus Martins em cobranças de falta.

Apesar da melhora, o tricolor tinha dificuldades em furar a defesa santista. Aos 40 minutos, Lucas Barbosa recebeu na entrada da área, limpou a marcação e bateu com categoria para marcar o segundo.

Os Moleques de Xerém começaram a reagir aos 24 do segundo tempo. Wallace carregou a bola do campo de defesa e serviu John Kennedy, o centroavante teve calma e categoria para diminuir o placar.

O Fluminense foi para cima do Santos na reta final e teve nos pés de John Kennedy a melhor chance de gol. O camisa 9 fez uma grande jogada individual mas parou em boa defesa do goleiro Diógenes.

A equipe do técnico Eduardo Oliveira foi a campo com: Thiago; Jhonny, Davi, Felipe e Marcos Pedro (Jefté); Alexsander, Nathan (Luan Brito) e Wallace (Edinho); Yago (Miguel Vinícius), Matheus Martins e John Kennedy.

Foto: Maílson Santana/ FFC

Flu! Moleques de Xerém vencem a Ponte Preta por 3 a 0 e avançam para as oitavas da Copinha

Vence o Fluminense! Com gols de John Kennedy, Matheus Martins e Luan Brito, os Moleques de Xerém venceram a Ponte Preta por 3 a 0 e garantiram a classificação para as oitavas de final da Copinha. Tricolor aguarda o vencedor do confronto entre Ferroviária e Santos.

O jogo

Assim como no último jogo, o Fluminense começou com tudo e logo no primeiro minuto, Jhonny recebeu de Yago e cruzou na medida para John Kennedy, de cabeça, abrir o placar no Ferreirão.

O segundo gol Tricolor saiu aos 37 minutos, Matheus Martins ganhou na velocidade do zagueiro e foi derrubado na área. O árbitro assinalou o pênalti e o camisa 10 teve categoria para ampliar a vantagem.

O Fluminense chegou a marcar o terceiro com um golaço de letra de Wallace nos acréscimos, mas a arbitragem

No segundo tempo, os Moleques de Xerém criaram boas oportunidades com Yago, Matheus Martins, Luan Brito, Edinho e Miguel Vinícius. Já nos acréscimos, Luan Brito recebeu de Edinho, cortou a marcação e finalizou forte para dar números finais ao jogo.

A equipe do técnico Eduardo Oliveira foi a campo com: Thiago; Jhonny (Justen), Davi, Felipe e Marcos Pedro; Alexsander (Edinho), Nathan e Wallace (Jefferson); Yago (Arthur), Matheus Martins (Miguel Vinícius) e John Kennedy (Luan Brito).

Foto: Maílson Santana/ FFC

Moleques de Xerém vencem a Francana-SP por 3 a 1 e avançam para a terceira fase da Copinha

Com gols de John Kennedy (2x) e Matheus Martins, os Moleques de Xerém venceram a Francana-SP por 3 a 1 e confirmaram a classificação para a terceira fase da Copinha. Adversário Tricolor sai do confronto entre Ponte Preta e Jacuipense.

O jogo

O Fluminense começou a partida com tudo e logo aos 7 minutos, John Kennedy recebeu lançamento de Marcos Pedro e teve categoria para concluir de primeira e abrir o placar no Ferreirão.

Os Moleques de Xerém quase ampliaram aos 16 minutos, após cruzamento de Jhonny, John Kennedy tentou uma bicicleta, Matheus Martins aproveitou o rebote e bateu forte, obrigando o goleiro a fazer uma boa defesa. Na sequência, foi a vez do zagueiro Felipe levar perigo ao gol da Francana.

Antes do intervalo, Wallace fez uma grande jogada individual, deixou a marcação no chão e finalizou rasteiro perto da trave. Nos minutos finais, o camisa 8 fez outra boa jogada e rolou para John Kennedy, mas o centroavante foi travado na hora do chute.

Na segunda etapa, o Fluminense não diminuiu a intensidade e ampliou a vantagem aos 8 minutos com John Kennedy, o camisa 9 aproveitou o cruzamento na medida de Matheus Martins em cobrança de falta para marcar seu segundo gol na partida.

A diferença no placar não durou muito. Aos 13 minutos, após cobrança de lateral na área, Pedro Policarpo desviou de cabeça e Vitor Mendonça apareceu livre para diminuiur o marcador para a Francana.

Os Moleques de Xerém não se abateram com o gol sofrido e voltaram a ampliar a vantagem aos 28 minutos. Após lançamento do goleiro Thiago, John Kennedy tabelou com Yago e deixou Matheus Martins livre para tirar do arqueiro adversário e marcar o terceiro do Flu.

O Tricolor ainda teve a chance de aumentar o placar com Miguel Vinícius na reta final do jogo, o atacante arrancou em velocidade e acertou a bola trave. Luan Brito, já nos acréscimos, também teve uma boa oportunidade mas acabou sendo atrapalhado pelas condições do gramado.

A equipe do técnico Eduardo Oliveira foi a campo com: Thiago; Jhonny, Davi (Justen), Felipe e Marcos Pedro (Jefté); Alexsander, Nathan e Wallace (Arthur); Yago (Guilherme), Matheus Martins (Miguel Vinícius) e John Kennedy (Luan Brito).

Foto: Maílson Santana/ FFC

Fluminense enfrenta o Francana-SP na segunda fase da Copinha; Tricolor segue no mesmo estádio da fase de grupos

A Federação Paulista de Futebol divulgou os confrontos da segunda da Copinha. Líder do grupo 6, o Fluminense enfrenta a equipe do Francana-SP, segundo colocado na chave 5. O confronto acontece amanhã, às 15hrs, no Estádio Ferreirão, mesmo da primeira fase da competição.

Se ganhar a partida, o Tricolor enfrenta o vencedor de Ponte Preta e Jacuipense na terceira fase.

Possíveis adversários dos Moleques de Xerém nas fases seguintes:

– Oitavas: Nova Iguaçu, Ferroviária, Santos ou Chapadinha.

– Quartas: Votuporanguense, Guarani, Vila Nova, Bahia, Mirassol, Atlético-MG, Sport ou Linense.

Foto: Maílson Santana/ FFC

Com uma equipe alternativa, Moleques de Xerém vencem a Matonense por 3 a 2 e confirmam a liderança do grupo na Copinha

Na última rodada da fase de grupos, o Fluminense venceu a Matonense-SP por 3 a 2 e confirmou a classificação na liderança do grupo 6 da Copinha. Guilherme e Luan Brito (2x) marcaram os gols da partida.

Já classificado para a próxima fase da competição, o técnico Eduardo Oliveira promoveu mudanças na equipe e escalou um time quase todo alternativo, com destaque para o meia Arthur, titular pela primeira vez na Copinha.

O jogo

Com muitas alterações na formação, o Tricolor começou a partida desatento e, logo no primeiro minuto, a Matonense-SP aproveitou uma falha de marcação da zaga e abriu o placar com Iago Teixeira.

Apesar da desvantagem, os Moleques de Xerém não se abateram e dominavam as ações do jogo, criando boas oportunidades com Alexandre Jesus, Edinho, Cauã Aguiar e Davi.

O Fluminense não demorou a reagir e empatou aos 29 minutos com Guilherme. O atacante, que veio do Serra Macaense e fez sua estreia com a camisa Tricolor, recebeu cruzamento na medida de Jhonny, destaque da partida, e testou para o fundo das redes.

No segundo tempo, o técnico Eduardo Oliveira colocou o atacante Luan Brito para aumentar o poder de ataque Tricolor, mas assim como na primeira etapa, o time voltou desligado e aos 2 minutos, Juan Carlos subiu livre na área para colocar a equipe da casa na frente do marcador.

Após o gol, Matheus Martins e Yago entraram no lugar de Guilherme e Arthur, e os Moleques de Xerém voltaram a controlar o jogo. Aos 31, Jefferson encontrou Jhonny na área, o lateral cruzou rasteiro para Luan Brito deixar tudo igual.

A virada Tricolor não demorou e aos 35, Luan Brito, artilheiro do último Carioca sub-20, aproveitou desatenção da zaga adversária para bater de esquerda e colocar o Fluminense na frente do placar.

Com a liderança da chave, os Moleques de Xerém aguardam a definição do grupo 5 para conhecer o adversário da próxima fase.

O Fluminense foi a campo com: Thiago; Jhonny (Cipriano), Davi, Joílson (Felipe) e Marcos Pedro; Nathan, Edinho e Arthur (Yago); Cauã Aguiar (Luan Brito), Guilherme (Matheus Martins) e Alexandre Jesus (Jefferson).

Foto: Maílson Santana/ FFC

Moleques de Xerém vencem o Fast Clube por 3 a 0 e garantem a classificação na Copinha

Pela segunda rodada do grupo 6, o Fluminense venceu o Fast Clube-AM por 3 a 0 e garantiu antecedência a classificação para a próxima fase da Copinha.

O jogo

Apesar das dificuldades impostas pelo gramado em péssimas condições, o Fluminense foi superior e dominou as ações do jogo. Os Moleques de Xerém abriram o placar aos 19 minutos do primeiro tempo com Miguel Vinícius, após passe de Yago, que aproveitou a falha da zaga adversária.

O Tricolor voltou bem do intervalo e levou perigo aos 10 minutos da segunda etapa com Matheus Martins, que recebeu de Yago e bateu cruzado, parando no goleiro. Aos 19, um golaço coletivo do Flu, o goleiro Thiago saiu jogando com Jhonny, o lateral tabelou com Yago e bateu forte para ampliar o marcador.

Aos 28, Felipe cabeceou na área e a bola bateu no braço do zagueiro do Fast, o árbitro assinalou o pênalti e John Kennedy converteu a cobrança para aumentar a vantagem dos Moleques de Xerém.

Já classificado, o Fluminense volta a campo na segunda-feira (10/9), às 15:15, contra a equipe da Matonense-SP, laterna do grupo.

Os Moleques de Xerém foram a campo com: Thiago; Justen (Jhonny), Davi, Felipe e Jefté (Marcos Pedro); Alexsander (Edinho), Wallace (Nathan) e Yago; Matheus Martins (Alexandre Jesus), Miguel Vinicius (Arthur) e John Kennedy. Técnico: Eduardo Oliveira.

Foto: Divulgação Fluminense

Eduardo Oliveira espera aproveitar time experiente para conquistar a copinha: ”Estamos esperançosos”

O Fluminense é o segundo maior campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior com cinco títulos, empatado com o Inter e só atrás do Corinthians, que tem 10. No entanto, já são 33 anos sem ganhar, e a última vez em que o Tricolor disputou uma final foi em 2012, quando perdeu para o Corinthians por 2 a 1. Agora, 10 anos depois, para buscar o hexa, a equipe de Xerém aposta em um time forte com alguns nomes que já estão no elenco principal, como John Kennedy, Matheus Martins e Wallace.

Nós sempre tivemos jogadores expoentes de cada geração indo direto para o profissional e, com isso, não dava para ter os melhores jogadores da faixa etária jogando a Copinha, pelo fato de ser durante a pré-temporada. Esse ano, o Flu optou seguir a estratégia de deixar alguns dos jogadores da idade no profissional disputarem a competição”, contou o técnico Eduardo Oliveira ao ge.

“Para nossa equipe, são jogadores que já têm uma experiência maior e que estão acostumados também com a forma de trabalho do clube como um todo. Vemos com bons olhos essa integração base-profissional. Estamos muito esperançosos e trabalhando muito para que possamos fazer uma uma excelente competição”, acrescentou.

A preparação para a Copinha começou no início de dezembro, sob o comando de Eduardo Oliveira. A equipe sub-20 tricolor ainda foi convidada para treinar na Granja Comary, casa da seleção brasileira, em Teresópolis. O Fluminense estreia no torneio nesta terça-feira, às 15h15 (de Brasília, contra o Jacuipensa-BA, em Matão. Os outros adversários do Grupo 6 são Fast Club-AM e Matonense-SP.

Foto: Lucas Merçon 

Fluminense faz último treino no Rio antes da copa São Paulo Sub-20

O Fluminense realizou, na tarde deste domingo (2/1), o último treino antes da viagem para a Copa São Paulo Sub-20 deste ano. No CT Vale das Laranjeiras, os Moleques de Xerém fizeram uma atividade tática e técnica no campo 1 e realizaram os últimos preparativos para a competição.

“Traçamos um planejamento e, em um momento inicial, no Torneio do Chile, observamos os jogadores de primeiro ano da categoria. Os jogadores de 19 e 20 anos já estavam treinando no CT do profissional, na Barra, e sendo observados pela comissão técnica durante a reta final do Brasileirão. Quando voltamos do Chile, fechamos e reunimos o grupo por 20 dias, com os 30 jogadores que foram inscritos na Copinha. Fizemos a preparação e vamos para o campeonato com os atletas que o clube entende que terão desenvolvimento individual com a participação na Copa São Paulo”, disse o técnico Eduardo Oliveira.

Neste primeiro momento da Copa São Paulo, o Fluminense levará para Matão, sede do clube na primeira fase, 24 jogadores. O restante ficará no Rio, treinando, e viajará para São Paulo, caso seja necessário.

“No Fluminense temos uma boa coordenação deste processo entre futebol profissional e futebol de base. Temos o entendimento de que alguns jogadores que estavam no profissional, mas têm idade para a competição, deveriam ser relacionados para o torneio. Vamos com um grupo forte, confiando no trabalho realizado e prontos para a disputa”, explicou o treinador.  

Foto: Mailson Santana

Eduardo Oliveira explica preparação e garante jogo ofensivo na copinha

O Fluminense Sub-20 dará início ao ano de 2022 com uma grande missão: a disputa da Copinha. Com estreia marcada para terça-feira (04/01), às 15h15, contra o Jacuipense-BA, o Tricolor intensificou a preparação para a principal competição de base do país.

“Procuramos entender os nossos jogadores e desenvolver um sistema defensivo e ofensivo que se adeque a eles. Fizemos um estudo minucioso sobre cada jogador que levaremos para a Copinha e criamos variações baseadas na equipe que estará em campo”, explica o treinador Eduardo Oliveira.

Além de ser conhecida por formar jogadores mundialmente renomados, a base do Time de Guerreiros carrega em seu DNA o espírito vencedor que promete impulsionar os Moleques de Xerém em busca de mais uma conquista. O clube é o segundo maior campeão do torneio, com cinco títulos.

“O nosso grande objetivo é potencializar o indivíduo para que ele consiga desempenhar seu máximo, no local em que mais rende no campo e da forma como a equipe melhor se comporta. Partimos do indivíduo para a equipe, sem perder a coletividade, mas, com certeza, levando o talento individual como o nosso carro-chefe”, afirma o comandante.

Os tricolores poderão acompanhar a trajetória do Flu na Primeira Fase através das transmissões do Sportv. A equipe integra o Grupo 6, com sede em Matão, ao lado de Jacuipense-BA, Fast Club-AM e Matonense-SP.

“Meu grande objetivo como treinador do Fluminense é gerar no torcedor a emoção que ele mais gosta. Ou seja, ele quer vibrar com gols e comemorar vitórias. Quer um futebol de toque de bola, intenso, em que se destaquem aqueles que ele espera que sejam os melhores jogadores. Essa é a nossa missão como comissão técnica”, diz o técnico, para, em seguida, finalizar:

“Xerém é, além de um centro de treinamento, um programa de desenvolvimento de talentos que o torcedor abraça e no qual confia. Contamos com o apoio que nos vem sendo dado há tempos. Temos jogadores em diferentes estágios, mas faremos o nosso melhor para dar orgulho e emoção ao nosso torcedor”.

Foto: Divulgação

Moleques de Xerém conhecem adversários na fase de grupos da Copinha 2022

Em busca do sexto título da competição, o Fluminense conheceu hoje seus adversários na fase de grupos da Copinha. O Tricolor caiu no grupo 6, sediado em Matão, com Matonense-SP, Fast Clube-AM e Jacuipense-BA.

Com 128 equipes, divididas em 32 grupos, o torneio começa no dia 2 de janeiro e termina no aniversário da cidade de São Paulo, dia 25 de janeiro.

Jogadores inscritos na Copinha:

Goleiros

  • Thiago Gonçalves – 2001
  • Cayo Fellipe – 2003
  • Dênis – 2003
  • Álvaro – 2004

Laterais

  • Jhonny – 2002
  • Marcos Pedro – 2001
  • Jefté – 2003

Zagueiros

  • Felipe – 2002
  • Davi – 2002
  • Joílson – 2003
  • Lucas Justen – 2003
  • Damaceno – 2002
  • Cipriano – 2002

Volantes

  • Nathan – 2002
  • Alexsander – 2003
  • Diego – 2003
  • Edinho – 2001
  • Pedro Rocha – 2003

Meias

  • Wallace – 2001
  • Yago – 2001
  • Arthur – 2005

Atacantes

  • John Kennedy – 2002
  • Matheus Martins – 2003
  • Guilherme – 2002
  • Cauã Aguiar – 2001
  • Miguel Vinicius – 2002
  • Alexandre Jesus – 2001
  • Antony Kennedy – 2002
  • Jefferson – 2001
  • Luan Brito – 2002

Foto: Divulgação Fluminense