fbpx

Com a concorrência do Inter, Fluminense negocia por Guilherme Parede, do Coritiba

Aos 23 anos, Guilherme Parede, mesmo jogando na segunda divisão, atraiu os olhares de Fluminense e Internacional, que negociam sua contratação para a próxima temporada. Ele terminou o ano como artilheiro do Coritiba, com 12 gols em 47 jogos, apesar da má campanha do time.

Parede ainda tem contrato até o fim de 2021. Mesmo assim, Flu e Inter oficializaram o interesse ao Coxa, que o revelou e chega a vê-lo como uma joia. Dessa forma, a condição para liberá-lo é uma boa compensação financeira. Mas os clubes, por enquanto, propuseram apenas o empréstimo de jogadores que agradem a diretoria paranaense.

– Se não houver contrapartida financeira ou atletas que interessem ao clube, Parede não sai. Temos um objetivo claro de acesso, precisamos acrescentar e não perder. Por enquanto, só interesse e conversas entre as diretorias – disse Rodrigo Pastana, diretor de futebol, que foi a Porto Alegre para conversar com dirigentes colorados.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Programa flagra Kleber chegando ao hospital no Rio

Jogador deve assinar com o Flu até o final de 2019.

A repórter Luana Trindade e o cinegrafista Leonardo Silva, ambos do programa “Os Donos da Bola”, flagraram o momento em que o atacante Kleber Gladiador chegava ao hospital Vitória, na Barra da Tijuca, zona Oeste do Rio de Janeiro para realização dos exames médicos.

Assim que aprovado, o atacante de 34 anos assinará com o tricolor. Contudo, ainda não há data definida para a apresentação do jogador que deve assinar até o final de 2019 com um salário dentro do atual teto Tricolor, abaixo do que ganhava no Coritiba, que visando”se livrar” do atacante, não dificultou na liberação e o Flu não pagará nada ao clube paranaense.

 

ST,

Douglas Wandekochen

 

foto: Reprodução vídeo/ Leonardo Silva

Baixo salário e contratação a custo zero: por que o Fluminense escolheu Kléber

A parada entre a eliminação no Campeonato Carioca, depois da derrota para o Vasco, e a estreia na Sul-Americana, daqui a quatro dias, serviu para o Fluminense encaminhar acerto com reforços pontuais para 2018. Como adiantado por Paulo Autuori, os focos eram: zaga (existe acerto verbal com Luan Peres, da Ponte Preta), meio-campo e ataque. Para o setor mais ofensivo, os nomes são João Carlos, ex-Cabofriense, e Kléber, do Coritiba, que disputa a final do Paranaense, domingo, frente ao Atlético-PR.

A negociação com o Gladiador, noticiada, em primeira mão, pelo Canal FluNews, está em vias de ser confirmada. Há, porém, enorme desconfiança da torcida a respeito da vinda do atacante, de 34 anos. Com informações exclusivas, o portal explica o que a diretoria avaliou para abrir conversas com o camisa 83 do Coxa.

Baixo salário

Dada as dificuldades financeiras, o Fluminense está sem poder de fogo no mercado. Portanto, busca opções mais baratas e que se enquadrem na sua realidade. Kléber é uma delas. Os gastos mensais com o jogador serão de apenas R$ 140 mil.

Contratação a custo zero

Além do baixo valor de salário, a contratação, se confirmada, o que é provável que aconteça, será a custo zero. Ou seja, sem gasto de aquisição.

Experiência

A diretoria vê evolução do time de janeiro para cá, mas reconhece a necessidade de encorpar o elenco com jogadores experientes. Embora valorize as joias de Xerém, bateu o martelo e decidiu por escolher figuras mais prontas no mundo do futebol. Kléber, por exemplo, vestiu as camisas de São Paulo, Palmeiras, Cruzeiro, Grêmio e Vasco, além do Coritiba. Defendeu, ainda, um time europeu: o Dynamo de Kiev.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fluminense estaria em negociaçoes avançadas com Kléber Gladiador

Atacante disputou 5 jogos e marcou 1 gol em 2018.

Além de acertar com João Carlos, da Cabofriense, o Fluminense estaria muito próximo de acertar com Kléber Gladiador, ex Coritiba.

Segundo apurou o Canal Flunews, o jogador está em negociações avançadas com o tricolor que espera pela realização dos exames médicos para só então anunciar o atacante.

A preocupação do Tricolor se justifica: com apenas cinco partidas disputadas em 2018, Kléber marcou apenas um gol. Durante 2017, o Gladiador participou de apenas 41% dos jogos do Coxa, o que corresponde à 20 partidas disputadas das 51 do clube.

Com 34 anos, Kléber tem contrato com o Coxa até o final de 2018 e devido ao alto salário do jogador, o Coritiba não dificultaria a saída do atacante.

 

ST,

Douglas Wandekochen

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação/Coritiba
Top