fbpx

Liberado! Odair testa negativo para o coronavírus e volta a comandar o time contra o Bragantino

Em novo exame realizado, o técnico testou negativo para Covid-19 e, desta forma, pode voltar a comandar o Fluminense à beira de campo nesta quarta-feira, contra o Bragantino, às 19h15, em jogo válido pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Porém, Odair viajará para São Paulo somente no dia da partida, afim de respeitar os 10 dias previstos pelo protocolo da CBF. O resto da delegação embarca rumo á Bragança Paulista nesta terça-feira.

Ainda atendendo aos requisitos do protocolo, o técnico também não comandou o treinamento desta terça. Apesar de novo exame negativo, o Fluminense optou pela precaução. O teste que teve resultado positivo foi feito no último dia 9, completando exatos 10 dias nesta quarta-feira.

Confira a nota de esclarecimento da assessoria

Em novo teste, dessa vez para a quarta rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico Odair Hellmann tem novo resultado negativo para a Covid-19. Ainda assim, o treinador ficará afastado até a quarta-feira, 19/08, quando viaja para comandar o time contra o RB Bragantino, respeitando o protocolo da competição que prevê 10 dias de isolamento após qualquer resultado positivo (como o do dia 13, em exame feito pelo Albert Einstein, colhido no dia 09), mesmo em casos assintomáticos e ainda que haja resultado negativo na contra-prova.

Fonte: ge.globo
Foto: Lucas Merçon – FFC

Fluminense adere movimento de incentivo ao uso da máscara de proteção facial



O movimento União Rio, movimento voluntário da sociedade civil que une pessoas e organizações com objetivo de preservar vidas, lança no domingo 16 de agosto, durante a partida Fluminense x Internacional, a ação “Jogando juntos contra o corona”. O Tricolor entrará em campo com o escudo da camisa encoberto para promover o principal item de proteção nesta pandemia: a máscara. O movimento União Rio faz parte do movimento nacional, União BR, presente em 21 estados.

O uso de máscaras de proteção tem sido uma das principais recomendações das autoridades médicas para evitar a propagação do Coronavírus. A medida alinha-se a estudos recentes que comprovam a alta capacidade de transmissão de pessoas assintomáticas, tornando indispensável o uso da proteção mesmo para quem não apresenta febre, tosse, dor de cabeça ou de garganta. Desta forma, o hábito é um aliado fundamental na redução dos níveis de contaminação no contato social. Mas as pessoas ainda têm dúvidas: máscaras aumentam o risco de contágio? Qual tipo de máscara é o ideal? Quando deve-se efetuar a troca da máscara? Como lavar a máscara de pano? Visando manter essa discussão viva na agenda do país, o Flu vai demonstrar sua adesão ao uso de máscaras encobrindo o escudo da sua camisa. Os atletas só entram em campo se testarem negativo para o vírus e passam a mensagem da necessidade de proteção nas suas camisas.

“Muitas pessoas com COVID-19 não sabem que são portadoras do vírus. Estima-se que 40% das pessoas infectadas com o novo coronavírus sejam assintomáticas, mas potencialmente capazes de transmitir o vírus a outras pessoas. Na ausência de testes de triagem generalizados, não temos como identificar indivíduos que estão transmitindo o vírus silenciosamente, portanto, ações que popularizam o uso de máscaras são fundamentais”,explica Marcella Coelho, do movimento União Rioorganização que dá suporte à ação.

“A pandemia remodelou a vida como a conhecemos. Estamos em quarentena, em casa, evitando as pessoas na rua e mudando hábitos diários. Enquanto mudamos antigos comportamentos, há novas rotinas que precisamos adotar. Em primeiro lugar, é o hábito de usar uma máscara sempre que estamos em um espaço público. O Fluminense veio hoje reforçar essa mensagem”, destaca Mário Bittencourt, presidente do Fluminense.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Fonte: Fluminense FC

CBF sinaliza para liberação de público em outubro; enquanto isso, Brasileirão já teve 40 casos de Covid-19 entre os atletas

A Confederação Brasileira de Futebol, a CBF, está propensa em liberar a volta do público ao futebol já para o mês de outubro.

Segundo informado pelo repórter do Grupo Globo, Marco Aurélio Souza, já há entre os clubes uma briga pela decisão, uma vez que Flamengo seria a favor da medida, enquanto o Corinthians seria contra.

Vale destacar que desde o começo das competições nacionais, na última sexta-feira (07), já foram registrados cerca de 40 casos de Covid-19 entre os atletas distribuídos entre clubes das Series A, B e C, o que levou ao adiamento de três partidas.

Vale destacar ainda que alguns países como Rússia e França já realizaram partidas com a presença de público. Em contrapartida, EUA, Inglaterra, Portugal e Alemanha ainda não liberaram a volta do torcedor. Os dois últimos inclusive são sedes da Liga Europa e da Champions que ainda estão em disputa.

Apresentador Rodrigo Rodrigues morre por complicações em decorrência da Covid-19

O jornalismo esportivo está de luto. Morreu nesta terça-feira (28) o apresentador Rodrigo Rodrigues, de 45 anos, por complicações em decorrência da Covid-19.

O jornalista estava internado na UTI do Hospital da Unimed, na Barra da Tijuca, zona Oeste do Rio de Janeiro, desde o último sábado (25) com um trombose venosa cerebral.

RR, como carinhosamente era chamado pelos amigos, apresentou sintomas leves, como falta de paladar e olfato, mas disse que se sentia bem. No entanto, a situação mudou no último sábado (25) quando deu entrada no hospital com vômitos, desorientação e dor de cabeça.

De acordo com o boletim médico do hospital, foi diagnosticada uma trombose venosa cerebral, e o apresentador passou por uma cirurgia na noite de domingo para aliviar a pressão intracraniana. Nesta terça, porém, ele não resistiu e teve morte encefálica confirmada.

O jornalista estava na TV Globo desde janeiro de 2019, quando passou a apresentar o programa Troca de Passes, dos canais SporTV. Carismático, Rodrigo deixou amigos por onde passou.

Por meio de seu perfil oficial nas redes sociais, o Fluminense prestou homenagem ao jornalista:

O Canal Flunews se solidariza com amigos e familiares de Rodrigo Rodrigues !

Maracanã recebe selo de qualidade de prevenção à Covid-19

O estádio do Maracanã que abrigou um dos Hospitais de Campanha na luta contra a Covid-19 no Rio de Janeiro, recebeu nesta segunda-feira (27) o Selo de Excelência e Qualidade das Boas Práticas de Prevenção à Covid-19.

O título fou conferido pela Prefeitura do Rio de Janeiro pelos procedimentos realizados em dias de jogos.

A prática continuará sendo utilizada ao longo da disputa do Campeonato Brasileiro desta maneira enquanto durar a pandemia.

Vale destacar que o Maracanã foi primeiro estádio do Brasil a ficar pronto, cumprindo rigorosamente todos os protocolos de saúde, para a disputa dos jogos restantes do Carioca, assim como é único estádio do Rio que conta com este selo.

Revelado o jogador que testou positivo para a Covid-19 no Flamengo

Mais cedo o Flamengo informou através das suas redes oficiais que um jogador do elenco havia testado positivo para o novo Coronavírus (Covid-19) em testagem que o clube havia realizado em todo departamento de futebol e funcionários irão trabalhar no jogo, contudo o clube não revelou o nome do atleta.

Contudo, segundo informações do portal Globoespote.com, o atleta que testou positivo e foi afastado do grupo trata-se do lateral direito João Lucas, reserva de Rafinha.

Ainda de acordo com o GE, Matheuzinho, que ganhou destaque no início da temporada na disputa da Taça Guanabara, ocupará o lugar de João Lucas. 

Foto em destaque: Divulgação/CRF

Flamengo confirma que uma testagem positiva no elenco para a final da Taça Rio

Através de seu twitter, o Flamengo confirmou que realizou testes moleculares em todo elenco no CT do clube. Um atleta que o clube não divulgou o nome, testou positivo e foi afastado, colocado em quarentena e substituído por outro na relação.

Aí da de acordo com a equipe rubro-negra, todos os 40 funcionários e atletas envolvidos no jogo desta noite estão aptos a trabalhar normalmente.

Jogadores do Fluminense testam negativo para a Covid-19 e estão liberados para o jogo

O Fluminense divulgou na tarde deste domingo (28) que os jogadores relacionados para a partida contra o Volta Redonda, também neste domingo (28) realizaram o exame de PCR para testagem do novo Coronavírus (Covid-19) e todos os atletas testaram negativo para o vírus.

Desta forma o clube não terá nenhum desfalque para o jogo exceto Nenê, que testou positivo na reapresentação do elenco e teve de ser afastado do grupo.

Vale destacar que o protocolo da Ferj, prevê a realização do exame no dia do jogo para todos os atletas e membros da comissão técnica relacionados para a partida.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Três jogadores do Volta Redonda testam positivo para o Covid-19, poucas horas antes de enfrentar o Flu

A delegação do Volta Redonda realizou uma testagem em todo elenco e departamento de futebol na manhã deste domingo (28), mesmo dia que enfrenta o Fluminense pela quarta rodada da Taça Rio. E, três jogadores testaram positivo para o novo Coronavírus (Covid-19).

Os testes fazem parte do protocolo de segurança da Federação de Futebol do Rio, a Ferj, que exige que todos integrantes da delegação do clube, incluindo arbitragem e outros profissionais que terão acesso ao campo, realizem o teste no dia do jogo.

Os atletas do Voltaço que foram diagnosticados vinham treinando com a equipe desde a reapresentação do elenco, que aconteceu no dia 16 de junho. Inclusive, estavam presente na última atividadedo grupo, aconteceu na manhã de sábado (27).

Vale destacar que o exame realizado neste domingo (28) é o chamado PCR, que indica se o paciente está ou não com a doença no momento da testagem. Não é possível precisar há quantos dias eles estão infectados.

Vale destacar ainda que o último teste feito em todo o elenco tinha sido feito quando os jogadores se apresentaram para retomada dos treinos. Na ocasião, um atleta teve o resultado inconclusivo, foi dispensado das atividades e orientado a fazer isolamento domiciliar.

Para a partida deste domingo, a equipe dispensou os atletas que testaram positivo e três jogadores que não estavam relacionados para a partida anteriormente foram convocados de última hora. Eles também passaram pela testagem, que apontou negativo para Covid-19, e foram considerados aptos para o jogo.

Foto em destaque: Divulgação/Volta Redonda FC

Fonte: Globoesporte.com

Fluminense entrará de luto na partida contra o Volta Redonda, em homenagem às vítimas do Covid-19

Mesmo sendo contrário a volta do futebol em meio a pandemia de Covid-19, o Fluminense cedeu e aceitou retornar às atividades. Porém, o presidente do clube, Mário Bittencourt afirmou que a equipe jogará sob protesto.

E neste sábado (27), em coletiva de apresentação de Fred, o mandatário endossou seu posicionamento e anunciou que os jogadores entrarão com uma camisa preta na partida contra o Volta Redonda, neste domingo (28), às 19h, no Nilton Santos, simbolizando luto pelas vítimas do coronavírus.

Mário informou ainda, que uma camisa será ‘eternizada’ na sala de troféus do clube e outra será ‘contemplada’ ao torcedor que mais adquirir ingressos simbólicos da partida válida pela quarta rodada da Taça Rio.

Foto: Reprodução FluTV

Top