Conmebol veta quatro jogadores do River pra jogo contra o Flu

O Fluminense enfrenta o River Plate na noite desta terça-feira (25) quando decide sua vaga para a próxima fase da Libertadores. Para o duelo, os “Milionários” terão a volta de nove atletas recuperados da Covid-19.

Ao todo, 13 atletas testaram negativo, no entanto, a Conmebol vetou quatro deles, que segundo a TyC Sports são: Franco Petroli (goleiro), Benjamín Rollheiser (atacante), Tomás Castro (meia) e Bruno Zuculini (meia).

Segundo a Conmebol, os jogadores não têm alta epidemiológica por ainda apresentarem carga viral. O River, no entanto, ainda tenta contornar a situação junto à Conmebol para liberar os jogadores para o duelo. A lista de relacionados pelo clube argentino ainda não foi divulgada inclusive exatamente por conta desse motivo.

Foto em destaque: Divulgação

Jogadores do River testam negativo para a Covid-19 e argentinos terão 13 reforços contra o Flu

O Fluminense enfrenta o River Plate nesta terça-feira (25), no Monumental de Nuñez, quando decide seu futuro na Libertadores da América. Para o duelo, os argentinos poderão ter a volta de até 13 atletas.

Fora no último jogo quando os “Milionários” venceram o Santa Fé por 2 a 1, os 13 atletas testaram negativo para a Covid-19 e estão aptos para enfrentarem o Fluminense. Assim, os goleiros Franco Armani, Germán Lux e Franco Patroli, além de Robert Rojas, Franco Zuculini, Nico De La Cruz, Simón, Matías Palavecino, Castro Ponce, Matías Suárez, Rafael Santos Borré, Girotti e Rolheiser, participaram do treinamento e podem entrar em campo nesta terça-feira (25).

Os atletas se somam áqueles que já estavam treinando, totalizando desta forma 23 jogadores aptos a entrarem em campo. Vale destacar que o Fluminense precisa da vitória para garantir classificação a fase mata-mata sem depender do resultado de Santa Fé x Júnior Barranquilla.

Argentina decreta lockdown e federação suspende realização de jogos no país

O Fluminense enfrenta o River Plate, na próxima terça-feira (25), porém, o Tricolor pode ter um novo problema na sua viagem, isso porque o presidente da Argentina decretou um decreto rigoroso de nove dias em diversos pontos do país, inclusive em Buenos Aires, local marcado para a realização da partida. Além disso, a AFA (Associação de Futebol Argentino) também suspendeu a realização de partidas de futebol no país.

Em nota porém, a entidade destacou que suspendeu a programação de jogos em todas as localidades e competições que a federação organiza.

A Conmebol, no entanto ainda não se manifestou sobre a manutenção ou mudança no local da partida entre River e Fluminense marcado para a próxima terça-feira (25).

Ao anunciar o decreto, o presidente Alberto Fernández, disse que o país “atravessa o pior momento da pandemia” de covid-19, com registro diário de cerca de 35 mil casos e 450 mortes.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

River pode ter a volta de até 15 jogadores para duelo contra o Fluminense

O jogo entre River Plate x Fluminense, que acontece na próxima terça-feira (24) irá definir o futuro do Tricolor na competição, que terá que vencer os argentinos para não depender do resultado do jogo entre Santa Fé x Júnior Barranquilla.

Desfalcado de 20 jogadores na última partida, qua do teve que improvisar um jogador de linha no gol, os “milionários” podem ter a volta de até 15 jogadores contra o Fluminense.

Segundo protocolo adotado pela Libertadores, basta que os atletas cumpram os 10 dias de quarentena para que sejam liberados para atuarem. Assim, da primeira e maior leva do surto terminarão na segunda (23), véspera da partida contra o Fluminense

Desta forma, 15 atletas devem retornar na partida contra o Tricolor. São eles:

Goleiros: Armani, Bologna, Lux e Petroli;

Zagueiros: Díaz e Rojas;Volante: Zuculini;

Meias: Palavecino, De La Cruz, Simón, Rollheiser e Ponce;

Atacantes: Borré, Matías Suarez e Girotti;

Vale destacar que a maioria dos atletas ficou assintomática, porém, alguns apresentaram sintomas, como os titulares Borré, De La Cruz e Díaz. Todos passarão por novos exames antes da partida, mas há precedente na Libertadores de não precisar apresentar resultado negativo depois dos 10 dias de isolamento. No ano passado, com o aval da Conmebol, o Flamengo relacionou contra o Del Valle, do Equador, sete jogadores que testaram positivo e cumpriram a quarentena, independentemente dos resultados dos novos exames. Algo parecido também aconteceu com o Boca Juniors.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Fonte: GE

Mesmo recuperado da Covid-19, John Kennedy segue de fora do time

Após ficar 14 dias afastado do elenco Tricolor depois que testou positivo para a Covid-19, o atacante John Kennedy se reapresentou na última quinta-feira (13), porém, ainda seguirá de fora da equipe.

O time que enfrenta o Flamengo neste sábado (15), no primeiro jogo da decisão do Estadual, também não deve ter Fred e Nenê, ambos poupados.

John Kennedy começou a sentir sintomas de gripe próximo ao jogo contra o River Plate, no dia 22 de abril, pela estreia na Libertadores, e foi afastado preventivamente ficando fora, inclusive, da viagem para a Colômbia, na semana seguinte, para o jogo contra o Santa Fe, dia 28. Neste mesmo dia, o atacante testou positivo para Covid-19.

Os 14 dias de isolamento determinados pelo clube após o resultado positivo para Covid-19 se encerrou nesta terça-feira. Como o Fluminense joga nesta quarta pela Libertadores, contra o Santa Fé, no Maracanã, a reavaliação do jogador ficou para quinta-feira.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Apesar da indefinição, Fluminense seguirá viajem para Bogotá nesta segunda

A equipe do Fluminense já encontrou seu primeiro grande problema extracampo na disputa desta Libertadores da América 2021. Com decreto visando conter o avanço da Covid-19, o jogo desta quarta-feira (28) entre Santa Fé x Fluminense, não deve acontecer Bogotá, cidade de origem da equipe colombiana. Contudo sem receber nenhuma confirmação oficial, o clube Tricolor manteve a programação e embarca daqui a pouco para a Colômbia.

Ao longo do dia surgiu algumas incertezas quanto ao palco do jogo, porém, de acordo com o governo local, não poderá acontecer em Bogotá, exatamente por conta do decreto. Assim, surgiu a possibilidade da partida ser realizada em Tunja, outra cidade colombiana. Não foi descartado também a possibilidade de uma transferência para o Paraguai, onde as medidas contra a Covid-19 são mais brandas em relação ao esporte.

Porém, como não houve nenhum comunicado oficial da Conmebol, o Fluminense seguirá para Bogotá. Confira a bota enviada pelo clube: “O Fluminense Football Club mantém a programação estipulada em protocolo da CONMEBOL para a partida desta quarta-feira (28/04) contra o Santa Fé (COL), na Colômbia. A delegação treinou normalmente pela manhã e, após o almoço, embarca para Bogotá às 15h30″, disse a nota.

Vale destacar que segundo a própria programação que o clube divulgou, ainda não há uma definição para a atividade de terça-feira (27), coisa que deve ser definida quando a delegação chegar em solo colombiano.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Decreto em Bogotá pode alterar local e horário do jogo entre Santa Fé x Fluminense

O Fluminense viaja na tarde desta segunda-feira (26) para Bogotá, na Colômbia, onde irá enfrentar o Santa Fé, pelo segundo jogo da fase de grupos da Libertadores, na próxima quarta-feira (28), às 21h (horário de Brasília). Contudo, os planos podem ser alterados devido à Covid-19.

Um decreto assinado nesta manhã pela prefeita da cidade, Claudia López Hernández, prevê algumas medidas mais restritivas para conter o avanço da Covid-19 em Bogotá. Assim, o jogo entre Santa Fé e Fluminense pode mudar de local e até de horário.

De acordo com o parágrafo 4, do artigo 2, “durante o processo de restrição previsto no presente decreto, não se poderão realizar atividades esportivas, tais como o futebol profissional”. As linhas gerais passam a ser válidas já nesta segunda-feira (26), mas a proibição para eventos esportivos só se inicia no sábado (01). Em tese, o decreto não interfere na partida válida pela segunda rodada do Grupo D da Libertadores, no entanto, há um problema com o toque de recolher, que dá permite circulação em Bogotá até 20h (horário local) e por si só já obrigaria a remarcação do duelo, marcado para 19h horário local (21h de Brasília). Uma permissão especial para o evento não está descartada.

Deve haver mudança no horário da partida entre Santa Fe e Fluminense. Se jogaria neste mesmo dia, mas mais cedo. Nas próximas horas, iremos confirmar se terá solicitação para mudança de horário ou se haverá uma permissão especial para este dia — conta Yerson David Caucha, jornalista do Noticias Uno.

Vale destacar que a imprensa colombiana ainda trabalha com a alteração no local da partida, porém, uma decisão definitiva é esperada ainda para esta segunda-feira (26).

Foto em destaque: Divulgação

Fonte: O Globo

Covid-19 altera arbitragem para Fluminense x River Plate

Dois casos de Covid-19 levaram à Conmebol a alterar a equipe de arbitragem para o jogo entre Fluminense x River Plate, nesta quinta-feira (22), às 19h, no Maracanã.

O árbitro assistente 1, Christian Schiemann, do Chile, e o quarto árbitro, Eduardo Gamboa, também do Chile, testaram positivo para a Covid-19 e foram substituídos pela dupla uruguaia Richard Trinidad e Andres Matonte .

A nova formação ficou assim:

Árbitro: Roberto Tobar (CHI)

Assistente 1: Claudio Rios(CHI)

Assistente 2: Richard Trinidad (URU)

4° árbitro: (URU) Andres Matonte

Foto em destaque: Divulgação

Próximo de acerto com o Flu, David Braz testa positivo para a Covid-19

O zagueiro David Braz,que está em negociações com o Fluminense, teria pedido para não atuar mais pelo Grêmio, que enfrenta o Independiente Del Valle, nesta quarta-feira (14). Porém, segundo publicação do próprio jogador pelas redes sociais, ele testou positivo para a Covid-19, e por isso não atuará pelo clube gaúcho.

Como alguns já tiveram conhecimento, infelizmente fui testado positivo para Covid-19 logo após o retorno do jogo com o Del Valle. Estou apenas com sintomas leves e desde então sigo isolado e cumprindo as orientações dos médicos. Por conta disso, não poderei ajudar a equipe na próxima partida. Sempre cumpri meus compromissos com o Grêmio com total profissionalismo e respeito e seguirei com a mesma postura até o meu último dia de contrato com o clube – escreveu Braz em suas redes sociais.

Tendo contrato com o Grêmio até dezembro deste ano, Braz não deve mais vestir a camisa da equipe gaúcha. Em negociação avançada com o Flu, o zagueiro espera apenas a liberação do Grêmio para acertar com o Flu, coisa que deve acontecer até o final desta semana.

Foto em destaque: Lucas Uebel/GFPA

Após superar a Covid-19, Branco recebe alta hospitalar

Ex-lateral e ex-dirigente do Fluminense, Branco deixou o Hospital na tarde deste sábado (03) após vencer a Covid-19.

Branco esteve internado no hospital Copa Star, onde ficou grande parte do tempo na UTI e até entubado por conta de complicações com a Covid-19. Agora, de alta, o ex-jogador e campeão do mundo com a seleção brasileira em 94, seguirá a recuperação em casa.

Foto em destaque: Divulgação