Após cumprir quarentena, Cano deve se reapresentar ao Fluminense nesta quarta-feira

Após cumprir isolamento social por conta da Covid-19, o atacante German Cano ficou de fora da reapresentação do elenco do Fluminense nesta segunda-feira (10), quando 30 jogadores estiveram no CT Carlos Castilho iniciando o trabalho para a temporada 2022.

O atacante no entanto, já cumpriu o prado estabelecido para quarentena e é esperado nesta quarta-feira (12) para ser apresentado oficialmente e iniciar o trabalho de pré temporada junto com os novos companheiros.

Luiz Henrique testa positivo para Covid-19 e fica de fora da reapresentação do Fluminense

O elenco do Fluminense se reapresentou no CT Carlos Castilho na manhã desta segunda-feira (10) para início do trabalho visando a temporada 2022. Porém, o time já contou com uma baixa: o atacante Luiz Henrique, que testou positivo para a Covid-19 e teve que cumprir quarentena.

Além do jogador, outros quatro funcionários do clube também testaram positivo e também já iniciaram a quarenta. Assim, os quatro positivados, contando com Luiz Henrique, se reapresentarão na próxima semana.

Felipe Melo, que já havia testado positivo para a doença na última semana, é outro que ficou de fora da apresentação, porém, sua quarenta acaba ainda nesta semana e ele deve se reapresentar logo em seguida.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Com sintomas leves, Felipe Melo testa positivo para Covid-19

Um dos reforços do Fluminense para a temporada, o volante Felipe Melo testou positivo para Covid-19 e terá que cumprir isolamento social. Através das redes sociais, nesta quinta-feira, o jogador afirmou que está com sintomas leves, se sentindo bem, mas que contraiu a doença junto com a esposa e o filho.

Na postagem, Felipe Melo diz ainda que fez o teste após ter contato com pessoas que deram positivo para a doença. Já a esposa do jogador, Roberta Nagel, em um vídeo, afirmou que está com secreção nasal e que o volante está com uma tosse leve.

Covid chegou por aqui. Davi Melo, Felipe Melo e eu tratando sintomas leves“, disse.

Roberta também utilizou as redes sociais para mostrar Felipe Melo jogando videogame e contar que durante o isolamento social irá organizar as bagagens com mudanças da família para o Rio de Janeiro.

Por ter dado positivo para a doença, a tendência é que o jogador desfalque o elenco na apresentação da equipe no CT Carlos Castilho, dia 10 de janeiro.

Cano testa positivo para a Covid-19 e adia apresentação pelo Flu

Ja acertado com o Fluminense, o atacante German Cano teve que retardar sua apresentação pelo Tricolor. Cano tinha previsão para desembarcar no Rio de Janeiro nesta quinta-feira (06), mas testou positivo para a Covid-19 e teve que adiar a apresentação.

Com o teste positivo, o jogador terá de realizar quarentena antes de se apresentar ao CT do Fluminense para assinar contrato. A tendência é que a chegada seja feita após o dia 10 de janeiro.

José Constanzo, empresário do atacante, confirmou que ele não virá ao Rio agora, informou Marcelo Neves, setorista do Flu pelo jornal “O Globo”.

Conmebol veta quatro jogadores do River pra jogo contra o Flu

O Fluminense enfrenta o River Plate na noite desta terça-feira (25) quando decide sua vaga para a próxima fase da Libertadores. Para o duelo, os “Milionários” terão a volta de nove atletas recuperados da Covid-19.

Ao todo, 13 atletas testaram negativo, no entanto, a Conmebol vetou quatro deles, que segundo a TyC Sports são: Franco Petroli (goleiro), Benjamín Rollheiser (atacante), Tomás Castro (meia) e Bruno Zuculini (meia).

Segundo a Conmebol, os jogadores não têm alta epidemiológica por ainda apresentarem carga viral. O River, no entanto, ainda tenta contornar a situação junto à Conmebol para liberar os jogadores para o duelo. A lista de relacionados pelo clube argentino ainda não foi divulgada inclusive exatamente por conta desse motivo.

Foto em destaque: Divulgação

Jogadores do River testam negativo para a Covid-19 e argentinos terão 13 reforços contra o Flu

O Fluminense enfrenta o River Plate nesta terça-feira (25), no Monumental de Nuñez, quando decide seu futuro na Libertadores da América. Para o duelo, os argentinos poderão ter a volta de até 13 atletas.

Fora no último jogo quando os “Milionários” venceram o Santa Fé por 2 a 1, os 13 atletas testaram negativo para a Covid-19 e estão aptos para enfrentarem o Fluminense. Assim, os goleiros Franco Armani, Germán Lux e Franco Patroli, além de Robert Rojas, Franco Zuculini, Nico De La Cruz, Simón, Matías Palavecino, Castro Ponce, Matías Suárez, Rafael Santos Borré, Girotti e Rolheiser, participaram do treinamento e podem entrar em campo nesta terça-feira (25).

Os atletas se somam áqueles que já estavam treinando, totalizando desta forma 23 jogadores aptos a entrarem em campo. Vale destacar que o Fluminense precisa da vitória para garantir classificação a fase mata-mata sem depender do resultado de Santa Fé x Júnior Barranquilla.

Argentina decreta lockdown e federação suspende realização de jogos no país

O Fluminense enfrenta o River Plate, na próxima terça-feira (25), porém, o Tricolor pode ter um novo problema na sua viagem, isso porque o presidente da Argentina decretou um decreto rigoroso de nove dias em diversos pontos do país, inclusive em Buenos Aires, local marcado para a realização da partida. Além disso, a AFA (Associação de Futebol Argentino) também suspendeu a realização de partidas de futebol no país.

Em nota porém, a entidade destacou que suspendeu a programação de jogos em todas as localidades e competições que a federação organiza.

A Conmebol, no entanto ainda não se manifestou sobre a manutenção ou mudança no local da partida entre River e Fluminense marcado para a próxima terça-feira (25).

Ao anunciar o decreto, o presidente Alberto Fernández, disse que o país “atravessa o pior momento da pandemia” de covid-19, com registro diário de cerca de 35 mil casos e 450 mortes.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

River pode ter a volta de até 15 jogadores para duelo contra o Fluminense

O jogo entre River Plate x Fluminense, que acontece na próxima terça-feira (24) irá definir o futuro do Tricolor na competição, que terá que vencer os argentinos para não depender do resultado do jogo entre Santa Fé x Júnior Barranquilla.

Desfalcado de 20 jogadores na última partida, qua do teve que improvisar um jogador de linha no gol, os “milionários” podem ter a volta de até 15 jogadores contra o Fluminense.

Segundo protocolo adotado pela Libertadores, basta que os atletas cumpram os 10 dias de quarentena para que sejam liberados para atuarem. Assim, da primeira e maior leva do surto terminarão na segunda (23), véspera da partida contra o Fluminense

Desta forma, 15 atletas devem retornar na partida contra o Tricolor. São eles:

Goleiros: Armani, Bologna, Lux e Petroli;

Zagueiros: Díaz e Rojas;Volante: Zuculini;

Meias: Palavecino, De La Cruz, Simón, Rollheiser e Ponce;

Atacantes: Borré, Matías Suarez e Girotti;

Vale destacar que a maioria dos atletas ficou assintomática, porém, alguns apresentaram sintomas, como os titulares Borré, De La Cruz e Díaz. Todos passarão por novos exames antes da partida, mas há precedente na Libertadores de não precisar apresentar resultado negativo depois dos 10 dias de isolamento. No ano passado, com o aval da Conmebol, o Flamengo relacionou contra o Del Valle, do Equador, sete jogadores que testaram positivo e cumpriram a quarentena, independentemente dos resultados dos novos exames. Algo parecido também aconteceu com o Boca Juniors.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Fonte: GE

Mesmo recuperado da Covid-19, John Kennedy segue de fora do time

Após ficar 14 dias afastado do elenco Tricolor depois que testou positivo para a Covid-19, o atacante John Kennedy se reapresentou na última quinta-feira (13), porém, ainda seguirá de fora da equipe.

O time que enfrenta o Flamengo neste sábado (15), no primeiro jogo da decisão do Estadual, também não deve ter Fred e Nenê, ambos poupados.

John Kennedy começou a sentir sintomas de gripe próximo ao jogo contra o River Plate, no dia 22 de abril, pela estreia na Libertadores, e foi afastado preventivamente ficando fora, inclusive, da viagem para a Colômbia, na semana seguinte, para o jogo contra o Santa Fe, dia 28. Neste mesmo dia, o atacante testou positivo para Covid-19.

Os 14 dias de isolamento determinados pelo clube após o resultado positivo para Covid-19 se encerrou nesta terça-feira. Como o Fluminense joga nesta quarta pela Libertadores, contra o Santa Fé, no Maracanã, a reavaliação do jogador ficou para quinta-feira.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Apesar da indefinição, Fluminense seguirá viajem para Bogotá nesta segunda

A equipe do Fluminense já encontrou seu primeiro grande problema extracampo na disputa desta Libertadores da América 2021. Com decreto visando conter o avanço da Covid-19, o jogo desta quarta-feira (28) entre Santa Fé x Fluminense, não deve acontecer Bogotá, cidade de origem da equipe colombiana. Contudo sem receber nenhuma confirmação oficial, o clube Tricolor manteve a programação e embarca daqui a pouco para a Colômbia.

Ao longo do dia surgiu algumas incertezas quanto ao palco do jogo, porém, de acordo com o governo local, não poderá acontecer em Bogotá, exatamente por conta do decreto. Assim, surgiu a possibilidade da partida ser realizada em Tunja, outra cidade colombiana. Não foi descartado também a possibilidade de uma transferência para o Paraguai, onde as medidas contra a Covid-19 são mais brandas em relação ao esporte.

Porém, como não houve nenhum comunicado oficial da Conmebol, o Fluminense seguirá para Bogotá. Confira a bota enviada pelo clube: “O Fluminense Football Club mantém a programação estipulada em protocolo da CONMEBOL para a partida desta quarta-feira (28/04) contra o Santa Fé (COL), na Colômbia. A delegação treinou normalmente pela manhã e, após o almoço, embarca para Bogotá às 15h30″, disse a nota.

Vale destacar que segundo a própria programação que o clube divulgou, ainda não há uma definição para a atividade de terça-feira (27), coisa que deve ser definida quando a delegação chegar em solo colombiano.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC