fbpx

Crowdfunding encerrado! FluFest tem mais de 500 colaboradores e R$ 170 mil arrecadados

A campanha pela FluFest de 2018, iniciada em abril, terminou nesta quarta-feira, dia 18 de julho. Para confirmar presença na festa de 116 anos do Fluminense, que acontecerá no sábado, dia 21, nas Laranjeiras, o torcedor deveria colaborar com qualquer valor a partir de R$ 5. Cada pacote previa variadas recompensas, desde copos e livros até ingressos para os festejos no Salão Nobre e camisas-retrô. Tinha até uma bola homenageando Oscar Cox, dono da melhor ideia do mundo: o Fluzão, é claro.

Foi estipulada, como nos três anos anteriores, a meta de R$ 100 mil, alcançada no começo de junho. Ao fim do prazo para contribuições, o evento fechou com 565 contribuintes e R$ 171.543 arrecadados. Em total angariado, foi inferior a 2015 (R$ 185.183) e 2017 (R$ 279.495) e superior a 2016 (R$ 167.583). Teve o menor número de participantes desde a estreia, em 2015. 

Entenda mais sobre a festa: 

Para comemorar mais um aniversário do clube, foi idealizada, pela quarta vez, a FluFest, sempre um sucesso. Desta vez, o tema é a história do Fluminense no Maracanã. Desta temática surgiram os copos especiais; o pôster da torcida, que retrata a festa na final da Libertadores de 2008; e o livro, nomeado ‘Maraca é nosso!’. Entre os brindes, há, também, agradecimento nas redes sociais do clube e, como mencionado mais acima, entrada para a balada no Salão Nobre, camisa-retrô dos anos 1960 e bola em homenagem a Oscar Cox.

Nas faixas mais caras de valor, R$ 1000 e R$ 1500, os torcedores poderiam, no primeiro caso, indicar dois nomes para serem registrados na página de agradecimentos do livro; e, no segundo caso, jogar um jogo-festivo. 

Por falar em jogos-festivos, a sede do Fluminense será palco de dois! Um é entre artistas, ex-jogadores e quem colaborou com quantias a partir de R$ 1500. O segundo e principal se trata da despedida de Ricardo Berna, aos 39 anos. O goleiro chamou amigos e, entre eles, uma turma que passou pelo clube, como Leandro Euzébio, Magno Alves e Washington. 

Durante o dia, no estacionamento, com vista para o Cristo Redentor, tem novidade: o Flu de Truck, uma experiência que reúne música, gastronomia, grafismo e muito mais! Tudo comandado por apaixonados pelas três cores. 

No bar da piscina e circulando pela sede, ídolos do Fluminense estarão resenhando com os tricolores. E, depois dos amistosos, a Sala de Imprensa Nelson Rodrigues recebe os autores da obra ‘O Maraca é nosso’ para o lançamento oficial.

Às 21h30, as portas do Salão serão abertas para centenas de pessoas que assistirão ao stand-up de Sérgio Mallandro, humorista, e ao show da banda Blitz, de Evandro Mesquita. João Rodrigo, DJ, agita as comemorações por lá. Comida e bebida liberados.


LEIA MAIS: Blitz, de Evandro Mesquista, fará show na FluFest 2018
LEIA MAIS: Ferrugem foi cotado para FluFest, mas Blitz é confirmada e convoca torcida
LEIA MAIS: Aos 38 anos, Ricardo Berna encerrará carreira na FluFest: ‘Marco para mim’
LEIA MAIS: Brindes da FluFest, livro e pôster têm capas escolhidas pela torcida
LEIA MAIS: Centenas de tricolores se mobilizam, e FluFest bate meta a um mês do prazo
LEIA MAIS: Jogos-festivos com ídolos, shows da Blitz e de Sérgio Mallandro: tudo sobre a FluFest 2018
LEIA MAIS: Atração da FluFest, Sérgio Mallandro chama torcida para festejar ‘116 anos de sucesso’
LEIA MAIS: Fenômeno da balada carioca, DJ João Rodrigo confirma presença na FluFest 2018
LEIA MAIS: Fluminense leva imagens de protesto ao MP e se resguarda de tumulto na FluFest
LEIA MAIS: Berna convida torcida para FluFest e pede paz e união: ‘Tudo o que nosso clube precisa’
LEIA MAIS: Ex-tricolores se reunirão para jogos-festivos da FluFest, prestigiada até por uruguaios
LEIA MAIS: Uma semana para FluFest: Berna agradece convite e recompensas chegam à sede
LEIA MAIS: Thiago Silva e principais nomes do Fluminense ganham livro da FluFest 2018
LEIA MAIS: Personagem do livro da FluFest, Gum recorda auge no clube e sente falta de títulos


Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Top