fbpx

CBF define trio de arbitragem para Cruzeiro x Fluminense

Confronto que decide a classificação para as oitavas da Copa do Brasil terá juiz catarinense no apito

Foto: Lucas Merçon / FFC

Nesta quarta-feira (05), às 19h15 (de Brasília), Fluminense e Cruzeiro se enfrentam no Mineirão por uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. No jogo de ida, no Maracanã, cariocas e mineiros ficaram no empate em 1 a 1, deixando o confronto totalmente em aberto. Responsável pela arbitragem, a CBF já definiu o trio que estará no comando do duelo. Rafael Traci (SC) apitará, enquanto Fabricio Vilarinho da Silva (FIFA-GO) e Carlos Berkenbrock (SC) auxiliarão.

Se a arbitragem já foi definida, não se pode dizer o mesmo do time titular tricolor. Isso porque Matheus Ferraz e Yony González, substituídos na derrota para o Athletico-PR no último final de semana, ainda são dúvidas. Os dois jogadores ainda esperam resultados dos exames para saber se estarão aptos a atuar contra o Cruzeiro.

Igor Julião vira a página, prega foco no Cruzeiro e afirma: “Classificação é muito importante”

Lateral-direito tricolor destacou que duelo pela Copa do Brasil será difícil, mas que a equipe está preparada

Foto: Lucas Merçon / FFC

O Fluminense não tem mais tempo para lamentar a derrota por 3 a 0 para o Athletico-PR, na Arena da Baixada, pela sétima rodada do Brasileirão. Isso porque na próxima quarta-feira (05), o time de Fernando Diniz já tem uma decisão pela frente: o jogo de volta das oitavas da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro, no Mineirão. Após o revés em Curitiba, Igor Julião, que foi titular na vaga de Gilberto, poupado, destacou a necessidade de virar a página e focar totalmente na partida contra os mineiros. De acordo com o lateral, o Tricolor carioca está pronto para conquistar um bom resultado em Minas.

“Jogo difícil, mas nossa equipe está bem preparada. Vamos esquecer essa derrota e se preparar para o jogo decisivo. Temos que esquecer rápido o que aconteceu hoje e focar na quarta-feira, porque a classificação é muito importante para esse grupo”, disse.

No confronto de ida, realizado no Maracanã, Fluminense e Cruzeiro empataram em 1 a 1. Com isso, qualquer empate leva a decisão para os pênaltis. A equipe que vencer consegue a classificação. Na última parcial de ingressos divulgada, mais de 36 mil torcedores já haviam adquirido bilhetes para a partida.

De olho no Cruzeiro, Matheus Ferraz e Yony González serão reavaliados no Rio

A derrota por 3 a 0 para o Athletico-PR, nesse domingo, na Arena da Baixada, rendeu ao Fluminense possíveis desfalques para o jogo de quarta-feira, contra o Cruzeiro, no Mineirão, pela volta da Copa do Brasil – novo empate leva aos pênaltis. Matheus Ferraz e Yony González deixaram o gramado machucados e passarão por exames nessa segunda-feira, no Rio. No dia seguinte, a delegação embarca para Belo Horizonte.

O zagueiro saiu no primeiro tempo com incômodo no joelho direito. Foi apenas uma pancada em dividida, ou seja, preocupa menos. Por sua vez, o atacante acusou dores musculares após arrancada na segunda etapa.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Sequência de jogos faz vítimas e Fluminense pode ter desfalques contra o Cruzeiro

Titulares na equipe de Fernando Diniz, Matheus Ferraz e Yony González deixaram o campo com dores na derrota por 3 a 0 para o Athletico-PR

Foto: Lucas Merçon / FFC

Apesar de ter poupado alguns jogadores para a partida contra o Athletico-PR devido ao desgaste físico causado pela sequência de jogos apertada que o Fluminense vem passando, Fernando Diniz viu dois de seus principais jogadores deixarem o campo da Arena da Baixada com dores que preocupam. Na derrota por 3 a 0 para a equipe paranaense, Matheus Ferraz saiu ainda no primeiro tempo com um incômodo na lateral do joelho, enquanto Yony González foi substituído sentindo muito a coxa na etapa final. O caso do colombiano é o que mais preocupa, tendo em vista que o jogador saiu do gramado com dificuldades para pisar no chão.

Com isso, os dois se tornaram dúvida para o duelo importantíssimo com o Cruzeiro na próxima quarta-feira (05), às 19h15 (de Brasília), no Mineirão, pelas oitavas da Copa do Brasil. No jogo de ida, no Maracanã, cariocas e mineiros ficaram no empate por 1 a 1. Contudo, mesmo com a dor de cabeça e a preocupação com a situação dos dois atletas, Diniz também terá motivos para comemorar, já que contará com a volta de Luciano, Paulo Henrique Ganso e Gilberto, poupados na derrota para o Athletico-PR.

Nino assume incômodo com campanha ruim no Brasileirão: “

Na véspera do duelo com o Cruzeiro pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro, o zagueiro Nino lembrou a necessidade de recuperação na tabela após início ruim. Em 15º lugar, o Fluminense, apesar das boas apresentações, soma só três pontos.

– É uma coisa que incomoda a todos. Sabemos que Fluminense não fez um começo bom, mesmo com boas atuações. Uma vitória em quatro jogos está nos incomodando. Sabemos que temos que ganhar, melhorar isso.

As equipes voltam a se enfrentar no Maracanã depois do empate em 1 a 1 pela Copa do Brasil. Quarta-feira, a zaga não deu espaços para Fred, que saiu apagado do jogo. Nino se disse honrado em marcar o ex-tricolor, mas quer pará-lo novamente.

– Eu, durante muito tempo, acompanhei o Fred jogar. Para mim, é uma honra poder estar marcando ele. Uma grande experiência. Estamos empenhados para que ele não marque. É importante parar um jogador como o Fred.


LEIA MAIS RESPOSTAS DE NINO NA COLETIVA:

Reencontro com o Cruzeiro: “É curioso. Poucas vezes acontece. Estamos preparados. Estamos focados no nosso resultado, no que temos que fazer. Precisamos ganhar e estamos empenhados para isso”.

Inscrição na Sul-Americana: “Tenho tentado buscar meu espaço. Desde que cheguei estou trabalhando firme para isso. Sei que o professor fará a melhor escolha para o time. Estou tranquilo em relação a isso”.

Parceria com Matheus Ferraz: “É um cara sensacional. É um prazer estar fazendo dupla com ele. Tem muito futebol. Tem me ensinado e eu tenho tentado absorver o máximo que posso”.


Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Ex-jogador do Flu, Richarlison assiste partida no Maracanã e revela desejo: “Espero voltar um dia”

Atacante esteve presente no empate do Tricolor em 1 a 1 com o Cruzeiro

Foto: Divulgação / FFC

Nesta última quarta-feira (15), o Fluminense teve um torcedor de peso no empate em 1 a 1 com o Cruzeiro, em duelo válido pelas oitavas da Copa do Brasil. Ex-jogador do clube, Richarlison esteve presente no Maracanã para torcer para o Tricolor. Atualmente no Everton-ING, o atacante fez posts em seu Instagram e posou com a camisa do Flu nos camarotes. Vivendo uma ótima fase na Europa, o jogador vem sendo convocado para a Seleção Brasileira constantemente e caiu nas graças do treinador Tite.

Após a partida entre cariocas e mineiros, Richarlison concedeu entrevista à Radio Brasil e aproveitou para agradecer o carinho da torcida tricolor. Além disso, manifestou o desejo um dia voltar a vestir a camisa do Fluminense.

“Espero voltar um dia e dar mais alegrias para essa torcida maravilhosa. Fiquei feliz de ver que a torcida compareceu e do carinho deles comigo. Ainda bem que fiquei até o final para ver o gol do João Pedro. Mas agora tem VAR, né? Fiquei nervoso ali até o final do lance”, disse.  

Allan defende Rodolfo de vaias e faz apelo aos torcedores: “Um pouco mais de paciência”

Volante comentou sobre o episódio após o empate em 1 a 1 com o Cruzeiro; além do goleiro, Luciano também foi vaiado

Foto: Lucas Merçon / FFC

Caindo nas graças da torcida a cada dia mais, Allan teve mais uma boa atuação no empate em 1 a 1 com o Cruzeiro, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Após a partida, o volante tricolor concedeu entrevista e falou sobre as vaias da torcida direcionadas a Rodolfo logo após o gol dos mineiros. Para ele, é essencial que os tricolores tenham mais paciência com o goleiro.

“É uma situação chata ser vaiado pela torcida. Acho que a torcida deveria ter um pouco mais de paciência. Acho que o Rodolfo está tranquilo, a gente abraça ele e vai nos ajudar muito”.

O Fluminense volta à campo no próximo sábado (18), quando enfrenta novamente o Cruzeiro, no Maracanã, às 18h (de Brasília), em duelo válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Atualmente, o time de Fernando Diniz ocupa a 15ª posição, com uma vitória e três derrotas.

Caio Henrique destaca poder defensivo do Cruzeiro, mas afirma: “A gente não merecia perder”

Improvisado na lateral-esquerda, meia teve mais uma boa atuação

Foto: Lucas Merçon / FFC

Nesta última quarta (16), o Fluminense recebeu o Cruzeiro no Maracanã e empatou por 1 a 1, em partida válida pela ida das oitavas da Copa do Brasil. Assim como em outros jogos ao longo do ano, o time de Fernando Diniz encontrou um forte bloqueio defensivo e sofreu para furá-lo. Dominando as ações durante todo o duelo, o Tricolor deu 20 chutes contra apenas um dos mineiros. Após o suado empate, conquistado nos acréscimos, Caio Henrique concedeu entrevista na zona mista.

O meia, que vêm sendo improvisado na lateral-esquerda, teve mais uma boa atuação e foi participativo nas jogadas de ataque. Em uma análise sobre o jogo, Caio Henrique destacou a força defensiva do Cruzeiro, mas fez questão de afirmar que seria injusto o Fluminense sair derrotado de campo.

“A equipe do Cruzeiro se defende bem. Tivemos que se superar. A gente não merecia perder. Agora é trabalhar porque vamos enfrentá-los de novo no Brasileiro”.

‘Salvador da pátria’, João Pedro revela papo com Diniz: “Falou que eu iria fazer o gol”

Jovem atacante entrou na parte final do jogo e marcou o gol de empate do Tricolor nos acréscimos

Foto: Lucas Merçon / FFC

Aos 17 anos de idade, João Pedro se viu em uma situação de bastante pressão na partida contra o Cruzeiro. O Fluminense perdia o jogo de ida por 1 a 0 e se complicava demais na Copa do Brasil, até que aos 37 minutos do segundo tempo Fernando Diniz o chamou e o mandou à campo. Revelado nas categorias de base do Tricolor, o atacante aproveitou muito bem o pouco tempo que teve. Mostrou-se incisivo, buscou o ataque e, nos acréscimos, foi premiado com o gol de empate, levando a torcida presente no Maracanã ao delírio.

Após o duelo com os mineiros, João Pedro revelou a ‘profecia’ do treinador do Fluminense antes de fazer a substituição e fez questão de enaltecer a postura dos jogadores diante das adversidades.

“Ele (Diniz) falou para eu acreditar até o final, que eu iria fazer o gol. Deu certo, graças a Deus. O grupo todo está junto. Quando a gente entra dentro de campo, dá o nosso melhor. Vamos tentar a classificação lá em Belo Horizonte”.

O Fluminense volta à campo no próximo sábado (18), quando enfrenta novamente o Cruzeiro, no Maracanã, em confronto válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

Sem poder contar com Pedro, Fluminense pode ter novidades no time titular

Fernando Diniz pode acabar optando por uma mudança no esquema para a partida contra o Cruzeiro

Foto: Lucas Merçon / FFC

Nesta quarta-feira (15), o Fluminense enfrenta o Cruzeiro pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O duelo acontece no Maracanã, às 21h30 (de Brasília). Para o importante confronto diante dos mineiros, Fernando Diniz não poderá contar com Bruno Silva, lesionado, nem Pedro, que após ser titular pela primeira vez desde que voltou de lesão levou uma pancada contra o Botafogo e não se recuperou das dores, por isso não estará em campo nesta noite.

Além dos dois atletas, o volante Airton, já recuperado, ainda sente um pouco a falta de ritmo e não deve começar jogando contra o Cruzeiro. Em meio a esse quebra-cabeça, Diniz preparou o time desde segunda-feira e não escondeu a vontade de repetir a mesma escalação feita contra o Botafogo, no último final de semana. Porém, com a ausência de Pedro, isso não será possível.

Portanto, para o duelo da Copa do Brasil, o treinador deve promover o retorno de Dodi para o time titular, mudando o esquema habitual, o 4-3-3, para o 4-4-2, com apenas Luciano e Yony González no ataque. Caso Diniz não opte pelo volante, Kelvin deve ser o escolhido para substituir Pedro.

A provável escalação do Fluminense é a seguinte: Rodolfo; Gilberto, Matheus Ferraz, Nino, Caio Henrique; Allan, Dodi (Kelvin), Daniel, Ganso; Luciano e Yoni González.

Top