fbpx

Atletas e funcionários do Flu são vacinados em ação da prefeitura no CTPA

Por Rômulo Morse


Além da paralisação dos jogadores no treinamento desta terça, outra novidade aconteceu no CT Pedro Antônio. Uma ação de vacinação da prefeitura do Rio de Janeiro foi promovida antes do protesto. Foram aplicadas doses da tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba) para atletas e funcionários. Vale lembrar que o clube registrou só em 2019 três casos de caxumba.  O zagueiro Frazan, o lateral-esquerdo Mascarenhas e o volante Caio foram diagnosticados com a doença.

Fluminense vê em Laranjeiras alternativa a possível interdição do CTPA

Foto: Marcelo Neves

Direção do clube já iniciou uma melhora no gramado e obras nas instalações.

Após ser autuado por falta de documentação necessária para o funcionamento do CTPA (Centro de Treinamento Pedro Antônio), o Fluminense corre para ajeitar as condições de Laranjeiras.

Embora o clube ainda tente a regularização de toda a documentação para legalizar a situação do CTPA, o clube já deu início na recuperação de sua sede histórica, em Laranjeiras buscando uma melhora no gramado e obras nas instalações como vestiários e reparos na cobertura, destruída parcialmente por conta de um temporal ocorrido no final do último mês, visando com isso receber o elenco profissional.

Vale destacar ainda que o clube convocou uma coletiva para a tarde desta quarta-feira (13) em Laranjeiras, onde o CEO do clube, Fernando Simone, irá tratar entre outros assuntos do tema do CTPA.

Fluminense convoca coletiva nas Laranjeiras às vésperas do clássico

Foto: Bruno Haddad/Fluminense

Motivo deve ser a autuação do Ministério de Fazenda por falta de alvará no CTPA

O Fluminense convocou coletiva de imprensa no final da tarde desta quarta-feira (13) com a presença do Gerente Geral do clube, Fernando Simone. O início do evento está previsto para às 16h na sede das Laranjeiras. 

Autuado pelo Ministério de Fazenda por falta de alvará no Centro de Treinamento Pedro Antonio, o Fluminense deve prestar esclarecimentos à imprensa sobre a possível irregularidade e esclarecer algumas dúvidas quanto a documentação. 

Vale ressaltar que o Tricolor passou ileso pela vistoria da Secretaria Municipal de Urbanismo, que confirmou todas as licenças necessárias para que o time carioca realize obras até 23 de outubro deste ano. 

Apesar de vistorias, o Fluminense mantém seu foco na semifinal da Taça Guanabara contra o Flamengo. A partida acontece nesta quinta-feira (14), às 20h30, no Maracanã. 

Por falta de alvará, Fluminense receia interdição do CT

Clube foi autuado pelo Ministério de Fazenda, que fará vistoria na próxima semana

Foto: Lucas Merçon/Fluminense

A tragédia no Ninho do Urubu fez a Prefeitura do Rio de Janeiro se mover. Um dos alvos foi o Centro de Treinamento Pedro Antonio, do Fluminense. Em vistoria, ficou comprovado a falta de documentos que podem resultar na interdição do local. 

Nesta semana, mais precisamente na segunda-feira (11), a Secretaria Municipal de Urbanismo visitou os CT’s dos clubes grandes do Rio de Janeiro e viu irregularidades em todos, exceto o do Tricolor. Foi constatado pelo órgão que o clube tem licenças necessárias para realizar obras até o dia 23 de outubro de 2019. 

Já o Ministério de Fazenda encontrou irregularidades. A entidade constatou que o clube não possui alvará de funcionamento, que depende do Certificado de Registro do Corpo de Bombeiros. O órgão cobrou regularização do clube junto à Prefeitura e irá realizar vistoria na próxima semana. 

A diretoria do Fluminense trabalha com a possibilidade de interdição e prepara a sede das Laranjeiras para receber os treinamentos e cuidados necessários com o elenco profissional. 

 

Ct do Fluminense é autuado por falta de alvará

Foto: Divulgação/FFC

CT do Tricolor tem licença de obras válida até 23 de outubro de 2019.

A secretária municipal de turismo e urbanismo realizou uma vistoria no CT do Fluminense durante o dia da última segunda-feira (11). Na vistoria realizada, os técnicos detectaram que o projeto aprovado confere quanto à projeção e volumetria dos prédios.

Contudo, o clube foi autuado em razão da falta de alvará de licença para estabelecimento e, deverá buscar a regularização junto à Prefeitura.

Os técnicos detectaram ainda que não existe nenhuma obra em andamento no CT.  No entanto o clube possui a licença de obras com validade até 23 de outubro de 2019.

Vale ressaltar que as obras não estão paradas. A nota da Secretaria faz relação com obras irregulares no CT do clube e, o “não há obras” refere-se a irregularidades identificadas pelos técnicos.

Acompanhe o comunicado na íntegra:

  1. Técnicos da Secretaria Municipal de Urbanismo vistoriaram o local na última segunda-feira (11/02) e constataram que não há obra em andamento.
  2. Pela análise feita no local, o projeto aprovado confere quanto à projeção e volumetria dos prédios.

Vale ressaltar que o CT tem licença de obras válida até 23 de outubro de 2019.

 

Ex VP do Flu, Pedro Antônio esclarece dúvidas a respeito das licenças no CTPA

De acordo com Pedro Antônio, até 2017 todas as licenças estavam em dia.

Diante do acontecimento que abalou o país na manhã da último sexta-feira (08) quando o incêndio no CT do Ninho do Urubu deixou 10 mortos, a onda de preocupação com a chance de ter outra tragédia em outros CTs do país fez com que mentor e idealizador do CT do Fluminense, Pedro Antônio, desse algumas explicações de como anda o licenciamento no CTPA (Centro de Treinamento Pedro Antônio).

De acordo com Pedro, o CT do Flu teve todas as suas obras desde o início completamente licenciadas, inclusive com aprovação dos documentos que liberava a moradia parcial no local. Licenças essas aprovadas junto ao Corpo de Bombeiros, que certificou-se há época que haviam todos os equipamentos de segurança devidamente instalados.

Ainda de acordo com Pedro Antônio, outras licenças como as de ar condicionado e exaustão mecânica por exemplo, tiveram aprovação imediata na prefeitura.

O ex VP de Projetos Especias ainda informou que mesmo após sua saída do clube, junho de 2017, conseguiu a licença para que fosse feita a conclusão de aterro da rua que dá acesso ao CT, sendo essa licença a última feita por Pedro Antônio, na data de 31 de agosto de 2017, data essa informada pelo mesmo.

Para concluir, Pedro Antônio assume que de agosto de 2017 em diante a responsabilidade ficou toda a cargo do clube, que ao que tudo indica não deu andamento ao processo de licenciamento.

A equipe do Canal Flunews entrou  contato com o Fluminense, e até o fechamento desta matéria não obtivemos o retorno do clube.

Veja o esclarecimento de Pedro Antônio na íntegra: 

Prezados
A respeito dos comentários sobre as licenças do CT do Fluminense, tenho alguns esclarecimentos:

1) todas as obras no CT foram previamente licenciadas.

2) ao final da primeira fase que era a construção da academia, vestiários, piscina, 2 campos entre outros, demos início aos documentos finais para o habite-se parcial desta área.
3) para tal habite-se e a seguir o alvará, tudo deveria estar aprovado junto ao corpo de bombeiros e todos os equipamentos instalados. Todos os equipamentos tais como mangueiras, extintores etc foram devidamente instalados.
O processo de vistoria e aprovação nos bombeiros, foi dado entrada em 26/06/2017, com a devida taxa paga.

Os projetos de ar condicionado e exaustão mecânica também foram aprovados na Prefeitura.

Naquele mesmo mes de junho de 2017 fui sumariamente demitido e ninguém mais me procurou para tratar do CT.
Apesar da situação de estar fora do Fluminense compulsoriamente, segui me dedicando para terminar o licenciamento de aterro da rua.
Em 31/08/2017 a rua foi licenciada.

5) em 4/09/2017 mandei e-mail com cópia da licença e demais documentos para o Fluminense pedindo uma reunião para entrega de tais documentos originais e no mesmo e-mail pedi para “providências do Fluminense para designar junto aos diferentes órgãos, os responsáveis pelos diversos projetos / licenciamento”.

6) tal reunião ficou marcada para final do dia 11/09.

7) no dia 11 “gerente operacional – CT Barra” assim se intitula o Sr Gustavo Ribeiro, mandou mensagem e para a Cecília – advogada que por sinal depois mandaram embora, já que ele tinha um “compromisso com meu filho pequeno”.

7) em 16/10/2017 protocolei na secretaria de meio ambiente a baixa da minha procuração das obras do CT, já que não poderia seguir responsável a uma obra em que eu não tinha mais nenhum acesso.

8) o mesmo procedimento fiz junto à secretaria de urbanismo em 16/10/2017.

A poucos dias encontrei com o Presidente Abad e questionei sobre os acompanhamentos e processos junto à prefeitura e ele me informou que estava tudo em dia, conforme informavam a ele.

Infelizmente, pelo que vi nesta manhã no noticiário, apesar de não me encontrar no Brasil, nada foi concluído tanto de habite-se e o alvará.

ST
Pedro Antônio

Um dia apos chegar ao Rio, Ganso comparece ao CTPA para realização de trabalho físico

Jogador desembarcou em solo carioca na noite do último domingo.

Um dia após desembarcar no Rio de Janeiro e receber uma calorosa recepção por parte da torcida do Fluminense, o meio campo Paulo Henrique Ganso deixou o cansaço de lado e compareceu ao CTPA (Centro de Treinamento Pedro Antônio) na manhã desta segunda-feira (04) para realizar um leve trabalho na acadêmia do CT.

O meia ainda aproveitou a ida ao CT para registrar uma foto do primeiro encontro com o xodó da torcida Tricolor, o atacante Pedro, que faz trabalho de recuperação física após passar pela cirurgia no joelho ainda no ano passado.

Ganso e Pedro se encontram pela primeira vez no CTPA. (Foto: Divulgação/FFC)

Ainda sem previsão de estréia, Ganso será apresentado à torcida nesta terça-feira (05) no Maracanã às 12hrs.

 

Direito de resposta – Flu confirma churrasco no CT, mas garante que evento foi uma confraternização pelo fim da pré temporada

Depois da repercussão da notícia dada com exclusividade pelo Canal Flunews que houve um churrasco envilvendo a alta cúpula da direção do Fluminense no CTPA (Centro de Treinamento Pedro Antônio), o clube, por meio de sua assessoria de comunicação, entrou em contato com o Canal para dar sua versão do ocorrido.

Segundo o clube, a informação do churrasco é verídica. Contudo, o evento ocorreu com a presença dos membros da comissão técnica e alguns diretores ligados ao futebol.

Ainda de acordo com a versão fornecida pelo clube, tais eventos são recorrentes no CT e, já acontecerá inclusive quando a equipe era dirigida por Abel Braga e Marcelo Oliveira, sendo essas “reuniões”, incluindo a de ontem (quinta-feira, 17), totalmente apolítica e sem nenhum dinheiro fornecido pelo clube.

Vale ressaltar ainda que de acordo com o clube, o evento foi restrito aos integrantes da comissão técnica. Os jogadores não participaram, tendo todos os atletas ido embora logo após o fim dos treinamentos.

Festa no CT ? Alta cúpula do Fluminense se reúne para grande churrascada no CTPA

foto: Divulgação

Segundo apuração do Canal Flunews a alta cúpula do Fluminense formada por sua diretoria e integrantes de alto escalão da Flusócio realizaram na tarde da última quinta-feira (17) um grande churrasco nas dependências do CTPA (Centro de Treinamento Pedro Antônio).


Tal evento no entanto ficou restrito apenas para os diretores e Flusócios, ficando expressamente proibida a aproximação de qualquer funcionário ou mesmo jogadores em comparecer ao local da “reunião”.


Ainda de acordo com a apuração do Flunews, a comemoração pode ter ocorrido em decorrência de dois fatores: desfecho positivo na negociação de Paulo Henrique Ganso e de mais um dos reforços que a direção do Tricolor almeja ou, o acerto com um patrocinador master em potencial que faria com que o clube não atravessasse mais problemas com salários atrasados e consequentemente viabilizaria a primeira alternativa.

O evento deixou alguns jogadores contrariados, principalmente os que estão no clube desde o ano passado e estão com os vencimentos de dezembro em atraso. Vale destacar que como noticiado pelo Canal Flunews, o clube acertou o mês de dezembro de alguns funcionários na última terça-feira (15). Porém o acerto foi com os funcionários que recebem até R$5 mil, deixando de fora neste caso os jogadores e departamento de futebol

Já oficializado, Caio Henrique participa de treino no campo

foto: Lucas Merçon / FFC

Realizando seu primeiro treino com bola no Fluminense após ser oficializado como novo reforço Tricolor, o meia Caio Henrique já balançou as redes em um dos Campos do CTPA (Centro de Treinamento Pedro Antônio) na manhã desta terça-feira (15) durante um trabalho de finalização do setor ofensivo.

O meia de 21 anos que já vinha realizando trabalhos de musculação na academia do clube só foi liberado para ir ao campo na manhã desta terça-feira (15) após o Fluzão chegar a um acordo com o Atlético de Madrid e anunciar a contratação do jogador por empréstimo de uma temporada.

Oficialmente contratado, Caio Henrique depende apenas da regularização no BID (Boletim Informativo Diário) para estar apto na estreia do Flu pelo Campeonato Carioca, no próximo sábado (19), contra o Volta Redonda, no Maracanã.

Top