fbpx

Após eliminação na Sul-Americana, Fluminense dispensa Marcelo Oliveira

Eliminado na Sul-Americana para o Atlético-PR e numa seca de mais de um mês sem gols, o Fluminense decidiu dispensar, nesta quinta-feira, o técnico Marcelo Oliveira, mesmo ainda sobrando um jogo para o fim do ano. Domingo, o clube decide a permanência na primeira divisão, contra o América-MG, no Maracanã. Fábio Moreno, auxiliar-técnico permanente, ocupará o cargo. 

Paralelamente às reclamações de torcedores na internet, havia, também, uma pressão grande de membros e conselheiros da Flusócio pela demissão de Marcelo. Alguns deles, inclusive, apoiavam a promoção de Léo Percovich, treinador da base, ao time principal. A derrota desta quarta-feira, para o Furacão, por 2 a 0, no Rio, tornou inviável a sequência do trabalho do profissional de 63 anos.

Contratado em junho, durante a pausa para a Copa do Mundo, Marcelo Oliveira assinou contrato que termina em dezembro e comandou o Fluminense em 33 jogos. Venceu 12, empatou 8 e perdeu 13, configurando um aproveitamento de 44,4%. Em nota, o clube confirma a demissão:

“O Fluminense Football Club comunica que Marcelo Oliveira não é mais técnico do clube. A decisão foi tomada pela diretoria após a sequência de resultados negativos que a equipe vinha tendo. Na partida contra o América-MG, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, o Tricolor será comandado pelo auxiliar técnico permanente do clube, Fábio Moreno. Este confronto é decisivo para o Flu permanecer na elite do futebol brasileiro”. 

Indicado por Abel Braga, Fábio Moreno, que assume a equipe na última rodada do Brasileirão, começou sua trajetória no Fluminense em 2012, como observador técnico. Na mesma função, foi campeão olímpico com a Seleção em 2016. Desde que deixou Laranjeiras, trabalhou na Ponte Preta e no Internacional. Retornou no início da temporada passada, ainda com Abel Braga, e se tornou auxiliar com Marcelo Oliveira.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Top