fbpx

Clássico Vovô promete reencontros, e Diego Souza destaca gratidão ao Fluminense

Fluminense e Botafogo duelam pela primeira vez em 2019 às 19h deste domingo, no Maracanã, pela Taça Rio. O jogo promete reencontros entre jogadores e seus ex-clubes: Gilberto, Airton e Bruno Silva, hoje nas Laranjeiras, passaram por General Severiano em anos anteriores. Enquanto que Cavalieri, Cícero e Diego Souza fizeram sucesso vestindo verde, branco e grená e, agora, defendem as cores alvinegras.

Diego Souza, aliás, pode estrear pelo Bota logo contra o time que o revelou. Regularizado no BID nesta sexta-feira, o meia-atacante espera começar jogando e, em entrevista que ainda irá ao ar no Esporte Espetacular, se disse grato ao Tricolor. Cícero briga por vaga no meio-campo e Cavalieri é reserva de Gatito Fernandéz.

– Eu sou muito grato ao Fluminense, tudo que eu tenho hoje é por causa da oportunidade que eles me deram. Mas eu quero ganhar no domingo, jogar bem, fazer gols e ajudar.

Os três ex-botafoguenses que estão no elenco de Fernando Diniz são titulares. Porém, em razão do jogo contra o Antofagasta, que decide o classificado à segunda fase da Sul-Americana na quinta-feira, podem ser poupados.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

 

São Paulo vê erro em expulsão de Diego Souza e levará caso à CBF

O cartão vermelho a Diego Souza, aos 33 minutos do primeiro tempo de São Paulo x Fluminense, domingo, no Morumbi, caiu mal aos são-paulinos. É por considerar exagerada a expulsão de seu centroavante que o líder do Campeonato Brasileiro fará uma reclamação formal à CBF.

O lance que gerou o transtorno aconteceu entre Diego e Léo, que foi atingido no rosto por uma cotovelada. A decisão do árbitro Dewson Freitas da Silva, segundo o entendimento da diretoria e do elenco do São Paulo, atrapalhou a estratégia do time, que saiu em desvantagem pelo gol contra de Anderson Martins. O empate veio na etapa final, com Tréllez.

Na súmula do duelo, publicada nesta segunda-feira, o juiz diz ter sofrido xingamentos de Lugano, superintendente de relações institucionais do clube, na caminhada até o vestiário, depois do fim do primeiro tempo. Veja o que está relatado no documento:

 (Foto: Reprodução)

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Endividado com Cícero, Fluminense sofre penhora em processo contra o Sport

O milhão ganho no processo contra o Sport, por Diego Souza, foi desbloqueado no começo de agosto e, agora, teve mais uma parcela penhorada. Desta vez, a razão é a dívida de R$ 7,1 milhões com Cícero, do Grêmio. O prejuízo aumentará à medida que a Justiça determinar o valor que cairá nos cofres tricolores. Enquanto o Leão da Ilha alega

A cobrança de Cícero contra seu ex-clube, impetrada há pouco mais de um ano, é de R$ 7,6 milhões, em razão do descumprimento do pagamento de parcelas de sua rescisão.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Justiça mantém liminar favorável ao Fluminense em caso Diego Souza

Tentando ganhar R$ 5 milhões pela venda de Diego Souza ao São Paulo, o Sport teve seu recurso, que se opunha à liminar favorável ao Fluminense, negado pela Justiça, nesta terça-feira. Com a decisão, tomada pela 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, o clube pernambucano continua sem lucrar 50% do negócio, totalizado em R$ 10 milhões.

A sentença em favor do time de Laranjeiras, que se diz dono da metade do valor da transferência, saiu em fevereiro e estabeleceu pagamento em juízo. De lá para cá, o vice-líder do Campeonato Brasileiro seguiu à risca o que fora determinado. Está previsto o depósito de mais duas parcelas, nos dias 10 de setembro e novembro.

O caso, entretanto, segue indefinido, uma vez que o processo ainda está em andamento. Os envolvidos aguardam o julgamento para, enfim, descobrir o destino da quantia milionária.

Relembre o imbróglio:

Diego Souza chegou e saiu do Fluminense em 2016. No acordo com o Sport, manteve 50% do passe do meia para obter lucro em futura venda. Mas uma polêmica troca de e-mails entre Marcelo Teixeira, gerente da base carioca, e Eduardo Uram, empresário do jogador, leva o Leão da Ilha a afirmar que apenas R$ 1 milhão pertence ao Tricolor.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Diego Souza move ação contra o Fluminense cobrando R$ 710 mil

Nesta quarta-feira, o meia  Diego Souza do São Paulo, entrou com uma ação no Tribunal Regional do Trabalho contra o  Fluminense cobrando R$ 710.159,33 de verbas rescisórias referentes ao fim antecipado do vínculo com o Clube, em março de março de 2016. O caso ainda será julgado.

Tendo  retornado ao Fluminense no dia 10 de janeiro de 2016, na gestão do presidente Peter Siemsen, Diego Souza  chegou a um acordo com o clube e rescindiu seu contrato no dia 21 de março do mesmo ano para ir para o Sport.

Diego pede o saldo de salário referente ao seu último mês no clube, proporcional do 13º salários, férias, FGTS, multa de mais um salário (R$ 301 mil), além de honorários do processo.

  • Saldo de salário (21 dias): R$ 210.700,00;
  • 13º salário proporcional (3/12): R$ 75.250,00;
  • férias proporcionais (3/12): R$ 75.250,00;
  • 1/3 sobre férias proporcionais: . R$ 25.083,33;
  • FGTS rescisório (sobre saldo de salário e 13º proporcional): R$ 22.876,00;
  • Multa do art. 477, § 8º, da CLT: R$ 301.000,00;
  • Multa do art. 467 da CLT: a apurar;
  • Honorários de sucumbência: a arbitrar

O artigo 467 da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) determina que em caso de rescisão de contrato de trabalho, “havendo controvérsia sobre o montante das verbas rescisórias”, o empregador é obrigado a pagar ao trabalhador, “a parte incontroversa dessas verbas, sob pena de pagá-las acrescidas de cinqüenta por cento”.

Já os parágrafos 6 e 8 da CLT impõe que o pagamento das parcelas do acordo de rescisão deverão ser efetuados “até o primeiro dia útil imediato ao término do contrato” ou “até o décimo dia, contado da data da notificação da demissão, quando da ausência do aviso prévio, indenização do mesmo ou dispensa de seu cumprimento”. O não cumprimento sujeita o empregador a multa equivalente ao valor de um salário.

Alvaro Souza  Che

Fonte : Globoesporte.com
Foto :Marcello Zambrana/AGIF

Top