fbpx

Recuperado de lesão, Digão deve ser titular contra o River

foto: Héctor Werlang/Globoesporte.com

Zagueiro está afastado por lesão desde a estréia no Carioca.

Fora da equipe desde a estréia na Taça Guanabara, quando o Fluminense empatou em 1 a 1 contra o Volta Redonda, o zagueiro Digão se recuperou do estiramento na coxa direita e participou normalmente da atividade do Fluminense nesta segunda-feira (04) em Teresina, Piauí.

O zagueiro que já havia viajado com a equipe, mas não foi relacionado para a partida do último final de semana, quando o Flu perdeu para o Vasco por 1 a 0 no estádio Mané Garrincha, em Brasília, tem grandes chances de começar a partida que inicia a campanha do Tricolor na Copa do Brasil entre os titulares.

O Fluminense enfrenta o River, do Piauí, nesta terça-feira (05),  jogo único e que vale vaga na segunda fase da Copa do Brasil.

Com Digão e Yony em Brasília, Diniz considera escalar força máxima em clássico contra o Vasco

No sábado, o Mané Garrincha sedia o clássico entre Fluminense e Vasco, que decidem o primeiro lugar no grupo B da Taça Guanabara. O líder ganha a vantagem do empate e pegará um clube pequeno na semifinal, marcada para o dia 10.

Na chegada a Brasília, o técnico Fernando Diniz disse que considera escalar força máxima para o jogo. Ele, porém, não revelou se haverá jogadores poupados, tampouco a escalação que mandará a campo. 

A novidade entre os relacionados é Digão, que não atua desde a estreia na temporada, frente ao Volta Redonda, em razão de um estiramento na coxa direita.

— Podemos repetir a escalação, podemos poupar jogadores. Vamos conversar internamente com todos os departamentos envolvidos e depois tomar a melhor decisão. Mas os dois cenários são possíveis. Ainda não sei o que faremos – disse o treinador, na quarta-feira.

Com desgaste muscular, Yony González era dúvida, mas deve começar jogando. Ele havia sentido dores na perna esquerda, região da virilha, na goleada sobre o Americano. O problema persistiu contra Portuguesa e Madureira. Mesmo com dois amarelos, Airton também deve ser escalado.

A delegação viajou completa nesta sexta-feira, inclusive com possíveis desfalques no fim de semana, uma vez que o Fluminense não volta ao Rio após duelar com o rival. A próxima parada é o Piauí, onde a equipe encara, na terça-feira, o River, pela primeira fase da Copa do Brasil. 

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.


Lesão deixa Digão fora da equipe por tempo indeterminado

foto: Lucas Merçon / FFC

O zagueiro Digão que deixou o campo ainda no primeiro tempo do empate em 1 a 1 contra do Fluminense contra o Volta Redonda, pela estreia do Tricolor no Campeonato Carioca, desfalcará a equipe por tempo indeterminado.

O jogador que deixou o campo aos 20 minutos da primeira etapa foi submetido a um exame de imagem que apontou um estiramento no musculo anterior da coxa direita.

Sem Digão, a tendência é que Matheus Ferraz, que já o substituiu na partida contra o Volta Redonda, seja o escolhido para ocupar o lugar deixado pelo então capitão tricolor. Outras alternativas do técnico Fernando Diniz são as entradas de Paulo Ricardo, Frazan e Nathan Ribeiro, sendo que Nathan ainda depende da regularização da documentação.

O Fluminense volta a campo nesta quinta-feira (24) às 21h e 30 quando enfrenta o Americano no estádio Moarcyrzão em partida válida pela segunda rodada da Taça Guanabara.

Fluminense envolverá Jádson em troca por “pacotão” do Cruzeiro

Interessado em reforçar o time com três cruzeirenses, o Fluminense concordou em trocar Jádson, em definitivo, pelo pacotão com Bruno Silva, Ezequiel e Digão. Embora as condições estejam definidas, as diretorias ainda não confirmam o negócio. Paulo Angioni, porém, revelou que a possibilidade de acerto é grande.

Bruno Silva deixará o Cruzeiro, com quem tem vínculo até o fim de 2020, para assinar com o Fluminense em definitivo. Ezequiel, por sua vez, virá emprestado, assim como Digão, que terá o contrato de empréstimo renovado. As negociações devem ser finalizadas na semana que vem. A informação é do jornalista Samuel Venâncio, da Rádio Itatiaia. 

Ao portal Superesportes, o empresário de Jádson explicou que a saída para BH depende de uma liberação da Udinese, que detém seu passe e o cedeu ao Tricolor, sem custos, em dezembro de 2017.

– Não tem nada fechado ainda. Se caminhar, precisamos de uma autorização da Udinese, que é dona de parte dos direitos. Possível tudo é, mas depende das conversas, dos valores – disse.

Aos 32 anos, o volante do Cruzeiro, que viveu seu melhor momento no Botafogo, em 2016 e 2017, pretende recuperar a regularidade. Também sem espaço na Toca da Raposa, o lateral-direito de 25 anos é, segundo o UOL, um pedido de Fernando Diniz.

O experiente zagueiro retornou em junho ao clube que o formou e, mesmo sem estar nos planos de Mano Menezes para a próxima temporada, poderia não permanecer nas Laranjeiras por uma discordância entre os times quanto aos moldes do acordo. Mas a tendência é que a moeda de troca – Jádson – tenha facilitado as conversas.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

 

Fluminense quer mais um ano com Digão e planeja manter divisão de salários com o Cruzeiro

Fluminense e Digão querem caminhar juntos em 2019, mas a pedida ao Cruzeiro pode ser um entrave num negócio considerado improvável. No acordo por mais um empréstimo, o clube de Laranjeiras quer, de novo, dividir os salários com a Raposa, o que não seria interessante aos mineiros.

Empresário do zagueiro de 30 anos, Leandro Lima revela que realizará uma reunião, até o fim da semana, com o Cruzeiro para debater o assunto. Além do Fluminense, há times brasileiros e estrangeiros com Digão no radar e iniciando sondagens para tê-lo no ano que vem.

– Digão tem contrato com o Cruzeiro até o final de 2020. Embora ele tenha um carinho enorme pelo clube e o desejo de ficar no Fluminense, a proposta de manter as mesmas condições do empréstimo atual é ruim para o Cruzeiro. Agora é mais uma questão dos clubes chegarem a um acordo – explica o agente.

Formado na base do Fluminense, Digão chegou em junho para uma segunda passagem por aqui. Nesses quase seis meses, atuou em 32 jogos, usando, ocasionalmente, a braçadeira de capitão, e marcou três gols. Ao lado de Gum e Júlio César, também com futuros indefinidos, é tido como líder do elenco.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Digão pede união entre time e torcida e lamenta atrasos salariais: “Atrapalha”

Assim que o juiz encerrou a partida desta quinta-feira, em que o Fluminense acabou derrotado pelo Bahia, por 2 a 0, a reportagem do SporTV flagrou Digão consolando Luciano, que estaria abalado pelo sexto jogo de seca e sem os três pontos. Na saída do campo, quando se deu o último contato entre os jogadores e a imprensa, o zagueiro confessou que os atrasos salariais têm interferência mesmo quando a bola rola.

– Eu seria hipócrita de falar que não atrapalha. O momento é conturbado fora de campo e atrapalha muito. É um grupo jovem, alguns jogadores ficam abalados. Mas não vamos desanimar. Vamos continuar correndo um pelo outro para deixar o Fluminense na primeira divisão – afirmou, em entrevista ao canal da Globosat.

Restam duas rodadas, contra Internacional e América-MG, para o clube se garantir na primeira divisão do ano que vem. Digão pediu que a torcida se una ao time e abrace a luta contra a queda para a Série B. No momento, o Fluminense ocupa a 13º colocação, com 42 pontos e a uma distância de quatro para a zona de rebaixamento.

– Papo é para não desanimar. O resultado foi muito ruim. Precisamos um abraçar o outro para ter cabeça boa diante do Internacional. Vamos fazer o possível para levar um grande resultado para o Rio de Janeiro. No Fluminense sempre foi muito difícil, mas a torcida vai nos abraçar e vamos deixar o clube no lugar em que ele merece, a primeira divisão. Temos que terminar o ano dignamente – completou.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

 

Dois torcedores conversam com líderes do elenco e prometem apoio em meio à crise na saída do Maracanã 

Ainda ameaçado pelo risco de rebaixamento, o Fluminense somou mais um ponto nesta segunda-feira, em jogo contra o Ceará, e chegou a 42. Mas o jejum de gols, perto de completar um mês, acabou com a paciência da torcida, que protestou no Maracanã contra presidente e jogadores e pichou o muro da sede, durante a madrugada. Alguns, como Ayrton Lucas e Luciano, questionaram, publicamente, a iniciativa do público que esteve no estádio.

Na saída, dezenas de tricolores, de maioria ligada a uma organizada, se reuniram no portão 2 do Maracanã, onde se dá o acesso da delegação, para cobrar do time uma melhora no rendimento. Havia temor por uma eventual confusão, o que motivou a permissão para dois representantes encontrarem três líderes do grupo – Júlio César, Gum e Digão – para uma conversa. Além destes, Rodolfo, Everaldo e Matheus Norton (que fez o exame antidoping) estavam presentes, assim como alguns funcionários. Os demais atletas e comissão técnica já haviam deixado o local.

A conversa, prevista para ser um ato de cobrança, ganhou, por meio de Gum, um tom mais leve e durou mais de 30 minutos. Ele garantiu que o elenco tem se dedicado, embora os salários (dois na CLT e cinco de direitos de imagem) continuem atrasados, e afirmou que ninguém está de “sacanagem”. Os brados de “time sem vergonha”, cantados depois do duelo com os cearenses, foram repudiados pelo zagueiro, que os achou injustos.

Do outro lado, os dois tricolores reconheceram o incômodo pela realidade financeira nas Laranjeiras e prometeram apoio neste fim de temporada. Vale lembrar que o Fluminense está a uma semana de disputar uma vaga na decisão da Sul-Americana. Também avisaram que tentarão controlar os ânimos de quem tem “vontade de quebrar o clube”. 

Júlio César, Gum e Digão deixaram o vestiário às 23h30 e, quando chamados pela imprensa, se recusaram a falar.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Digão e Everaldo desfalcam o Flu contra o Cruzeiro

Zagueiro cumprirá cláusula do contrato enquanto atacante se recupera de lesão.

Após vencer o Corinthians por 1 a 0 no Maracanã na noite da última quarta-feira (22), o Fluminense enfrentará o Cruzeiro no próximo sábado (25) no Mineirão. Para o confronto, o Tricolor terá os desfalques do zagueiro Digão e do atacante Everaldo.

Digão, assim como Júnior Dutra contra o Corinthians, ficará de fora por estar emprestado ao Fluzão pelo clube mineiro. Por sua vez, Everaldo seguirá em observação no hospital após sofrer uma pancada na nuca ao bater a cabeça no chão após uma dividida com Douglas, ex Flu e atualmente no Corinthians. O atacante Tricolor que teve de ser levado ao hospital após o lance deve receber alta já nesta sexta-feira (24) e a previsão que volte a treinar com a equipe na próxima semana.

Para a zaga, Ibanez deve ganhar a vaga de Digão, já no ataque, os mais cotados são Júnior Dutra e Matheus Alessandro.

 

ST,

Douglas Wandekochen

foto: Lucas Merçon

Fluminense prefere Everaldo a Luciano e fecha lista para segunda fase da Sul-Americana

Às vésperas do duelo contra o Defensor, válido pela segunda fase da Sul-Americana, o Fluminense confirmou as três mudanças promovidas na lista de inscritos. Everaldo venceu a disputa com Luciano e se junta a Digão e Júnior Dutra, garantidos desde sábado entre as novidades. Mas há o outro lado da moeda: com saídas e um problema envolvendo Luan Peres, o número de registrados no torneio foi reduzido a 29, ocorrência confirmada pela própria Conmebol.

Os nomes retirados da relação foram Marlon Freitas, Reginaldo e Douglas, negociados. Robinho, emprestado ao América-MG, e Renato Chaves, tratando de sua transferência para o futebol árabe, são desfalques e, portanto, diminuem ainda mais a quantidade de opções que Marcelo Oliveira terá para escalar o time.

Caso eliminem os uruguaios, os tricolores poderão fazer mais duas alterações na lista. Na fila de espera estão dois reforços: Luciano e Bryan Cabezas. Ambos estão fora do confronto desta quinta-feira e de daqui a duas semanas. Veja a numeração:


1 – Marcos Felipe
2 – Gilberto
3 – Gum
4 – Renato Chaves
5 – Airton
6 – Ayrton Lucas
7 – Pablo Dyego
8 – Junior Dutra
9 – Pedro
10 – Sornoza
11 – Marcos Junior
12 – Marlon
13 – Frazan
14 – Ibañez
15 – Léo
16 – Jadson
18 – Everaldo
19 – Dudu
20 – Luquinhas
21 – Caio
22 – Júlio César
23 – Digão
24 – João Vitor
25 – Richard
26 – Mateus Norton
27 – Rodolfo
28 – Matheus Alessandro
29 – João Carlos


Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

 

Com Digão e Júnior Dutra garantidos, Fluminense ainda avalia terceira troca na lista da Sula

Quase três meses depois de se classificar sobre o Nacional de Potosí, o Fluminense volta suas atenções para a Sul-Americana, tratada, assim como em 2017, como objetivo maior na temporada. Às 21h45 desta quinta-feira, enfrenta o Defensor, do Uruguai, no Maracanã, pelo primeiro jogo da segunda fase. Com os cinco reforços e as saídas anunciadas desde a parada para a Copa, é natural que haja mudanças na lista de inscritos no torneio – o regulamento permite três.

Enquanto garante Digão e Júnior Dutra, Marcelo Oliveira disse estar em dúvida sobre quem colocar na terceira vaga, disputada por Luciano e Everaldo. É improvável que Bryan Cabezas seja o escolhido, uma vez que ainda aguarda ser regularizado e precisa recuperar a forma física ideal.

Igualmente ao clube de Laranjeiras, que perdeu para o Ceará, por 1 a 0, o time uruguaio foi derrotado no fim de semana. Reunindo informações sobre o rival e buscando levar vantagem para a segundo partida, marcada para o dia 16 de agosto, o técnico revelou entusiasmo do elenco.

– Conhecemos um pouco do adversário, mas tem uma pessoa da comissão especificamente cuidando disso, de trazer informações. Nesse tipo de competição temos que fazer o resultado em casa. Temos que recuperar fisicamente e o ânimo também. Momento de ajustes, conhecer os jogadores. Estamos com todo o entusiasmo de fazer um grande jogo na quinta-feira.

A tendência é que, apesar do revés no Campeonato Brasileiro, a torcida encha o Maraca, também em razão da continuidade do setor promocional (ingressos a R$ 10, a meia, e R$ 20, a inteira). Os bilhetes para sócios-torcedores estão sendo comercializados desde a tarde de sexta-feira, enquanto a venda para o público-geral começa na manhã desta segunda-feira.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Top