fbpx

Digão é reavaliado e não deve ser problema para quinta-feira

Na reapresentação do elenco após vencer a Cabofriense por 2 a 1, Digão passou por reavaliação física em razão das dores na panturrilha esquerda que o levaram a ser substituído aos 30′ do segundo tempo do jogo de domingo. Ficou decidido que ele não precisará realizar exames.

O zagueiro, que jogou a última rodada à base de injeção, sente menos dores no local e pôde acompanhar os colegas no treino regenerativo desta terça-feira. A tendência é de que ele vá a Saquarema quinta-feira enfrentar o Boavista.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Digão diz que alivia dores na panturrilha com injeção e quer se recuperar para enfrentar o Boavista

Aos 30′ do segundo tempo do jogo deste domingo, contra a Cabofriense, Digão precisou deixar o campo em maca. Na saída do Maracanã, após o Fluminense vencer por 2 a 1, o zagueiro disse que não suportou as dores na panturrilha, problema que o vem afetando há algum tempo. A solução para aliviar o incômodo é aplicar injeção no local.

– No fim, saí com uma dor que estava incomodando há muito tempo. Estava tomando injeção para jogar. Quando botei a perna esquerda como apoio, senti uma fisgada forte. Mas não vai ser nada grave nada, não. Vou estar pronto para a próxima partida.

Embora queira enfrentar o Boavista na quinta-feira, em Saquarema, o jogador depende de reavaliação, prevista para esta segunda, para saber se terá condições de atuar. Caso vire desfalque, Fernando Diniz deve optar por Léo Santos, recém-emprestado pelo Corinthians e que substituiu o veterano duas vezes: na última rodada e no empate em 1 a 1 com o Resende.

– Se preocupar, eu tomo injeção e jogo. Não tem problema nenhum. No momento ali deu uma dor bem chatinha, mas tenho certeza que quinta-feira vou estar inteiro para o jogo – declarou Digão.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Cruzeiro pode ceder atacante para ter Everaldo

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro
Ideia da Raposa É conseguir a liberação imediata do jogador.

O Cruzeiro está mesmo disposto a fechar com Everaldo e, ao que tudo indica, poderá ceder dois jogadores ao Fluminense para conseguir a liberação imediata do camisa 37 Tricolor.

Um desses jogadores seria Digão, que já está emprestado ao Fluminense até o final de 2019 e o Cruzeiro que tem contrato com o zagueiro até dezembro de 2020, toparia liberar o jogador em definitivo para o Flu.

A novidade no entanto é no outro nome. Um atacante, que segundo informou o site Saudações Tricolores, seria Sassá, que já atuou no Rio de Janeiro, defendendo as cores do Botafogo.

Digão ganha “prêmio” por gol contra o Bangu

Foto: Lucas Merçon/FFC
Zagueiro fez um golaço para abrir os caminhos da vitória Tricolor.

O gol que o zagueiro Digão marcou diante do Bangu, na última sexta-feira (22) no Maracanã, foi eleito o gol mais bonito da rodada.

O zagueiro que abriu os caminhos para a vitovit do Tricolor diante do alvirrubro, acertou uma bela raquetada sem a menor chance de defesa para o goleiro Jeferson.

Com o belíssimo gol, Digão ganhou o “prêmio” de gol mais bonito da rodada, em escolha feita pela Ferj.

Acompanhe o golaço do capitão Tricolor:

Recuperado de lesão, Digão deve ser titular contra o River

foto: Héctor Werlang/Globoesporte.com

Zagueiro está afastado por lesão desde a estréia no Carioca.

Fora da equipe desde a estréia na Taça Guanabara, quando o Fluminense empatou em 1 a 1 contra o Volta Redonda, o zagueiro Digão se recuperou do estiramento na coxa direita e participou normalmente da atividade do Fluminense nesta segunda-feira (04) em Teresina, Piauí.

O zagueiro que já havia viajado com a equipe, mas não foi relacionado para a partida do último final de semana, quando o Flu perdeu para o Vasco por 1 a 0 no estádio Mané Garrincha, em Brasília, tem grandes chances de começar a partida que inicia a campanha do Tricolor na Copa do Brasil entre os titulares.

O Fluminense enfrenta o River, do Piauí, nesta terça-feira (05),  jogo único e que vale vaga na segunda fase da Copa do Brasil.

Com Digão e Yony em Brasília, Diniz considera escalar força máxima em clássico contra o Vasco

No sábado, o Mané Garrincha sedia o clássico entre Fluminense e Vasco, que decidem o primeiro lugar no grupo B da Taça Guanabara. O líder ganha a vantagem do empate e pegará um clube pequeno na semifinal, marcada para o dia 10.

Na chegada a Brasília, o técnico Fernando Diniz disse que considera escalar força máxima para o jogo. Ele, porém, não revelou se haverá jogadores poupados, tampouco a escalação que mandará a campo. 

A novidade entre os relacionados é Digão, que não atua desde a estreia na temporada, frente ao Volta Redonda, em razão de um estiramento na coxa direita.

— Podemos repetir a escalação, podemos poupar jogadores. Vamos conversar internamente com todos os departamentos envolvidos e depois tomar a melhor decisão. Mas os dois cenários são possíveis. Ainda não sei o que faremos – disse o treinador, na quarta-feira.

Com desgaste muscular, Yony González era dúvida, mas deve começar jogando. Ele havia sentido dores na perna esquerda, região da virilha, na goleada sobre o Americano. O problema persistiu contra Portuguesa e Madureira. Mesmo com dois amarelos, Airton também deve ser escalado.

A delegação viajou completa nesta sexta-feira, inclusive com possíveis desfalques no fim de semana, uma vez que o Fluminense não volta ao Rio após duelar com o rival. A próxima parada é o Piauí, onde a equipe encara, na terça-feira, o River, pela primeira fase da Copa do Brasil. 

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.


Lesão deixa Digão fora da equipe por tempo indeterminado

foto: Lucas Merçon / FFC

O zagueiro Digão que deixou o campo ainda no primeiro tempo do empate em 1 a 1 contra do Fluminense contra o Volta Redonda, pela estreia do Tricolor no Campeonato Carioca, desfalcará a equipe por tempo indeterminado.

O jogador que deixou o campo aos 20 minutos da primeira etapa foi submetido a um exame de imagem que apontou um estiramento no musculo anterior da coxa direita.

Sem Digão, a tendência é que Matheus Ferraz, que já o substituiu na partida contra o Volta Redonda, seja o escolhido para ocupar o lugar deixado pelo então capitão tricolor. Outras alternativas do técnico Fernando Diniz são as entradas de Paulo Ricardo, Frazan e Nathan Ribeiro, sendo que Nathan ainda depende da regularização da documentação.

O Fluminense volta a campo nesta quinta-feira (24) às 21h e 30 quando enfrenta o Americano no estádio Moarcyrzão em partida válida pela segunda rodada da Taça Guanabara.

Fluminense envolverá Jádson em troca por “pacotão” do Cruzeiro

Interessado em reforçar o time com três cruzeirenses, o Fluminense concordou em trocar Jádson, em definitivo, pelo pacotão com Bruno Silva, Ezequiel e Digão. Embora as condições estejam definidas, as diretorias ainda não confirmam o negócio. Paulo Angioni, porém, revelou que a possibilidade de acerto é grande.

Bruno Silva deixará o Cruzeiro, com quem tem vínculo até o fim de 2020, para assinar com o Fluminense em definitivo. Ezequiel, por sua vez, virá emprestado, assim como Digão, que terá o contrato de empréstimo renovado. As negociações devem ser finalizadas na semana que vem. A informação é do jornalista Samuel Venâncio, da Rádio Itatiaia. 

Ao portal Superesportes, o empresário de Jádson explicou que a saída para BH depende de uma liberação da Udinese, que detém seu passe e o cedeu ao Tricolor, sem custos, em dezembro de 2017.

– Não tem nada fechado ainda. Se caminhar, precisamos de uma autorização da Udinese, que é dona de parte dos direitos. Possível tudo é, mas depende das conversas, dos valores – disse.

Aos 32 anos, o volante do Cruzeiro, que viveu seu melhor momento no Botafogo, em 2016 e 2017, pretende recuperar a regularidade. Também sem espaço na Toca da Raposa, o lateral-direito de 25 anos é, segundo o UOL, um pedido de Fernando Diniz.

O experiente zagueiro retornou em junho ao clube que o formou e, mesmo sem estar nos planos de Mano Menezes para a próxima temporada, poderia não permanecer nas Laranjeiras por uma discordância entre os times quanto aos moldes do acordo. Mas a tendência é que a moeda de troca – Jádson – tenha facilitado as conversas.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

 

Fluminense quer mais um ano com Digão e planeja manter divisão de salários com o Cruzeiro

Fluminense e Digão querem caminhar juntos em 2019, mas a pedida ao Cruzeiro pode ser um entrave num negócio considerado improvável. No acordo por mais um empréstimo, o clube de Laranjeiras quer, de novo, dividir os salários com a Raposa, o que não seria interessante aos mineiros.

Empresário do zagueiro de 30 anos, Leandro Lima revela que realizará uma reunião, até o fim da semana, com o Cruzeiro para debater o assunto. Além do Fluminense, há times brasileiros e estrangeiros com Digão no radar e iniciando sondagens para tê-lo no ano que vem.

– Digão tem contrato com o Cruzeiro até o final de 2020. Embora ele tenha um carinho enorme pelo clube e o desejo de ficar no Fluminense, a proposta de manter as mesmas condições do empréstimo atual é ruim para o Cruzeiro. Agora é mais uma questão dos clubes chegarem a um acordo – explica o agente.

Formado na base do Fluminense, Digão chegou em junho para uma segunda passagem por aqui. Nesses quase seis meses, atuou em 32 jogos, usando, ocasionalmente, a braçadeira de capitão, e marcou três gols. Ao lado de Gum e Júlio César, também com futuros indefinidos, é tido como líder do elenco.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Digão pede união entre time e torcida e lamenta atrasos salariais: “Atrapalha”

Assim que o juiz encerrou a partida desta quinta-feira, em que o Fluminense acabou derrotado pelo Bahia, por 2 a 0, a reportagem do SporTV flagrou Digão consolando Luciano, que estaria abalado pelo sexto jogo de seca e sem os três pontos. Na saída do campo, quando se deu o último contato entre os jogadores e a imprensa, o zagueiro confessou que os atrasos salariais têm interferência mesmo quando a bola rola.

– Eu seria hipócrita de falar que não atrapalha. O momento é conturbado fora de campo e atrapalha muito. É um grupo jovem, alguns jogadores ficam abalados. Mas não vamos desanimar. Vamos continuar correndo um pelo outro para deixar o Fluminense na primeira divisão – afirmou, em entrevista ao canal da Globosat.

Restam duas rodadas, contra Internacional e América-MG, para o clube se garantir na primeira divisão do ano que vem. Digão pediu que a torcida se una ao time e abrace a luta contra a queda para a Série B. No momento, o Fluminense ocupa a 13º colocação, com 42 pontos e a uma distância de quatro para a zona de rebaixamento.

– Papo é para não desanimar. O resultado foi muito ruim. Precisamos um abraçar o outro para ter cabeça boa diante do Internacional. Vamos fazer o possível para levar um grande resultado para o Rio de Janeiro. No Fluminense sempre foi muito difícil, mas a torcida vai nos abraçar e vamos deixar o clube no lugar em que ele merece, a primeira divisão. Temos que terminar o ano dignamente – completou.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

 

Top